Plano de treinos Via simples

Com poucas semanas de treino também já sinto que atinjo e mantenho mais facilmente frequências na ordem dos 85%. Acabei ontem a minha semana de treino e sinto bastantes melhorias em relação à semana anterior: já não tenho muito cansaço acumulado, fiz o treino de limiar rdoce mais facilmente (cheguei ao fim e ainda havia combustivel pra mais um bocado :D) e as séries correram bastante bem. Mas agora surgiu-me uma dúvida... Oque é que voces comem durante os treinos? Barritas? Uma alternativa mais barata:mrgreen:?
 
O Via é o melhor! Na semana passada fui a Arneiros, fiz média de 162, máxima de 182 e andei a 12,5km/h, e 20 min acima das 175bpm. As subidas pareciam pequeninas :) devido ao interval training. Super sensação! Nunca tinha curtido tanto e sofri tão pouco eheh. Só não fiz em emnos tempo os 43 km porque tive problemas técnicos com a bike :mad:

Uma onda ao Paulo Marinheiro: uoooooooooooooohhhhhhhhhh!

Ricky
 
Durante os treinos pelos 80% ou abaixo, eu fico-me pela água e no fim do treino 1 ou 2 copos de leite magro e 1 peça de fruta. Se fizer treinos de mais intensidade, séries, ou treinos mais longos, durante o treino bebida com hidratos, tenho-me dado bem com uma marca que compro online com um bom preço ao kg. E no fim, 1 dose de proteína whey com leite magro.
Ah... nem sempre faço a suplementação, tipo se ao jantar for comer frango ou bifes de peru com uma salada e um sumo,e o treino foi imediatamente antes, não faz sentido a suplementação. (Se for um prato que tenha muitos hidratos e gorduras e poucas proteínas, tento comer menos na refeição e fazer a suplementação logo a seguir ao treino)

Quando faço isto correctamente, sinto-me muito bem, e nem fico com vontade de comer em excesso depois à noite. (As ceias é que me desgraçam eheheh)

O mais barato é treinar a ritmos mais baixos e durante 1h ou pouco mais, que a água é do melhor. Mais que isso, e arranjam-se bebidas tipo isostar mas a 15€ o kg. Ou então é procurar o fórum por bebidas caseiras que há quem faça com água, açúcar ou mel, limão ou laranja, e umas pedras de sal. (muito pouco mesmo).
 
Eu durante os treinos de rdoce e séries 30/30 uso sempre bebida isotónica (gatorade no meu caso). Agora nos treinos de rdoce, que podem facilmente chegar e até ultrapassar as 2h, contando com o aquecimento e arrefecimento, é que não sei o que será mais correcto comer... Uma peça de fruta ou uma barra de chocolate ou até barras energéticas?
Quanto ao treino, este fim de semana já vou ver o que valeu :mrgreen:! Maratona de Esposende, os 80km, apesar do treino não ser para maratonas esta já é tradição fazer a totalidade do percurso e mesmo assim o treino deve ajudar.
 
Estava lendo o Via (Endurance Ativa)e o Paulo diz que até 3 horas após o treino o organismo abre-se à possibilidade de estocar glicogênio, e para isso o organismo preciso recebe-lo. Sem essa parte da nutrição o efeito do treino é mínimo. O mesmo se aplica a fins de prova e no Resistencia Doce.
Ou seja, no geral, sempre prevalesce a boa alimentçaão após.
Mas não entendi o que seja estoque de Glicogênio e qual sua função. Essa alimentação caprixada após visa nao só recuperar, mas tb estocar para o dia seguinte, de forma que não precisa se preocupar tanto com alimentação previa ao Treino, ou qual sua finalidade???
 
Procura na net o que é glicogenio.
É uma forma de açucar (energia) que pode ser usada sem oxigénio. Ou seja, quando o esforço é anaerobico (falta de oxigénio) quando andamos a muito mais que os 85% da FC, é o glicogénio que é gasto. Se não for reposto, após uns quantos treinos, fica-se completamente exausto e com sensação de falta de força.
 
Graças a estes treinos, se bem que eu fiz uma adaptação muito própria e sem objectivos de competição, no passado fim de semana fiz Porto-Lisboa (350 km) num só dia. Foi brutal, fiquei muito feliz por ter conseguido chegar (se bem que com um belo empeno :D)

Agora já está na calha outra etapa, Porto-Torre (Serra da Estrela) ;)
 

Kamoes

Active Member
Boas amigos!

É oficial!

Quero, vou, e tenho de perder peso!

Comecei no Btt em 2007, e nessa altura, depois de muitas horas de estrada, e sem preocupações, tinha 68Kg (1,73m).
Sempre pedalei porque queria emagrecer, mas sem seguir nenhum plano específico... e devo ter perdido á volta de 9Kg (estava com 70 e muitos).

Agora, tenho 81Kg! Já "perdi" 3kg ou 4.... porque estava com 85Kg...

Tenho feito a maior parte dos treinos a rolar em estrada, com 150bpm... A média deve andar perto deste valor, já que tenho momentos em que subo até ás 180 a subir, e noutros que rolo a 130 ou mesmo 120...

Só que já estou com este peso a algum tempo... e não consigo descer.

O estômago será também um problema... porque ainda não foi reensinado... lembro-me que dantes comia bem menos, mas por causa de vários problemas, perdi esse controlo que tinha e ganhei uns Kg a mais.

Quero portanto, tentar seguir o Via Simples para perder os Kg que tenho a mais, queimando a gordura que tenho acumulada no corpo, e melhorar a minha condição física!...

Venho portanto pedir ajuda...
Como devo começar? Rolos? Estrada( o que tenho feito sempre desde há uns meses...)?

Quero entrar numa primeira fase nos 73Kg, e depois saltar para os 68 outra vez. Sei que irá demorar tempo, mas não é isso que me preocupa.. .quero notar uma evolução da minha condição física, e desaparecer da barriga.

Um abraço ;)
Marco Camoes.
 
Olá pessoal

Desde Novembro comecei a seguir uma adaptação do Via para os meus treinos.
Alcancei um pico no final de Março e neste preciso momento, quando devia estar a "dar carga" a preparar um segundo pico ... criei uma lesão num joelho.

Bottom line, vou ter de encostar as biclas durante pelo menos duas semanas... :(

O que me aconselham para minorar a perda de forma que consegui alcançar, para tentar não perder os últimos 7 meses de treino que estavam a revelar-se excelentes!

Desde já, obrigado

Hugo Moreno
 
Já somos 2, eu devido a uma descompensação entre os membros inferiores ganhei uma pubalgia, já desde inicio do mês praticamente parado e vou agora precisar de mais 2 semanas para recuperar e começar a passear.

Um concelho, se estás lesionado recupera primeiro o joelho para voltares a andar, eu não queria perder a forma e agora mais forma vou perder e mais tempo demora a recuperação. Uma lesão é uma coisa muita triste mas mais vale recuperar rapidamente que arrastar a lesão, nem conseguimos treinar a 100% e estamos a agravar o que por vezes era uma coisa simples de resolver.

Depois da lesão curada, e descoberto o porquê dela ter aparecido para que não torne a acontecer ou evitar ao máximo que se repita, deves iniciar uma base sem grandes cargas e progressiva, até porque o teu joelho ainda está a vir de uma lesão e não vai gostar de sprints e grandes cargas, e segues progressivamente conforme te sintas.
 
NCoutinho

Compreendo o que dizes e concordo, embora o meu pedido de conselho se direccione mais para uma possível natação...(já me disseram que seria um mal menor... só que odeio nadar...)
Ainda assim tenho pensado em ir diariamente para uma piscina e dar umas braçadas sem utilizar as pernas (apoiá-las numa bóia). Isto no intuito de manter o corpo em habituação à actividade física.
Estarei correcto?

As melhoras
 
HMoreno Nuno

Comprem uns bons sapatos de atletismo e vão misturando marcha com corrida lenta. de preferência, e se possível, num relvado de futebol.

Para recuperar essa articulação, nada melhor do que trabalho activo de baixíssima intensidade.

E, cuidado com as articulações em sobre-esforço de rotação, caso do rolo. Há lesões irreversíveis, se não curadas em efectivo.

Há estudos recentes de holandeses sobre posicionamento ergonómico para treino estáctico, fruto das lesões por desgaste nesta actividade complementar ao treino.

Boa recuperação! Força!

Desculpem a curiosidade! Qual é o joelho com a lesão, em ambos? Será o direito?
 
Last edited:
Caro Girão, no meu caso não é o joelho, é pubalgia, iniciou-se na perna direita e por arrasto já tenho inflamação na esquerda. Segundo uma avaliação médica de um especialista da área desportiva tenho a perna direita á frente mais desenvolvida e a esquerda atrás mais tonificada, tenho também a perna direita ligeiramente mais curta que a esquerda.
Cheguei a um ponto que tive de parar por completo os treinos, bastava um passeio para piorar.

Segundo a análise feita terei 2semanas de tratamento, possivelmente na segunda semana poderei colocar em cima da bicileta apenas a aquecer os musculos antes da flexibilidade.

hmoreno sim penso que a natação poderá fazer te bem, desde que não te interfira no joelho não tens qualquer problema.
 
Moreno!

O trabalho em piscina, para recuperação deve ser feito de outra forma que não a natação.

Numa situação destas, ao nadar, deves fazê-lo de costas e em movimentos suaves. O estilo bruços deve ser evitado pelas solicitações que irá fazer.

Aconselho-te a fazer marcha na piscina e skipping (marcha com elevação lenta dos joelhos e pouca progressão).

Se a piscina tiver uma escada romana (a do meu ginásio tem, com jactos de água), podes sentar-te e pedalar suavemente. Após isto, poderás sentar-te com as pernas encolhidas, fazer o movimento de descontração de gémeos.

É pena estares longe, caso contrário, ceder-te-ia as instalações e ajudava! É uma parte do meu tabalho há quinze anos!

Não desanimes! Isso é vulgar!

Verifiquem os dentes! Cuidado com as cáries!
 
Olá Amigo Girão

Sempre que se fala de apoio, entreajuda, transmissão de força e/ou ânimo, raras vezes não me cruzo neste Fórum com esta presença anímica que por aqui tratamos por "agirão".:venia:

A minha lesão parece ser derivada à montagem deficiente da placa do sapato de estrada direito que durante algumas centenas de quilómetros andou a permitir-me esforçar indevidamente a articulação do joelho. (5º de desvio lateral... foi suficiente)
Neste momento e após paragem total de 9 dias a dor ligeira desapareceu e a pouquíssima inflamação que cheguei a constatar já não me visita há vários dias.
Quando abordei o meu caso neste tópico (e peço perdão pelo "off" temático dos meus comentários), ainda tinha alguma (insensata) esperança de continuar a temporada de treinos conforme planeada em Novembro do ano passado..
Não faz sentido!
Não vou pressionar-me psicologicamente com pressas de voltar ao selim.
A paragem é real e não vou apressar-me num verão arriscando-me a minorar a minha qualidade de vida para o resto dos meus tempos.

Vou seguir os conselhos que tenho recebido de vários e "passear-me" um pouco dentro da piscina (até porque difícil me seria fazer outra coisa que não passear pois nadar... não é mesmo comigo).

Se nada se alterar na evolução, lá para início de Junho volto a montar-me na burra e dou-lhe uns toques de 60% durante 10 dias.
Se o joelho concordar, volto ao início do Via (adaptado, como fiz desde Novembro).

Desanimar!? Amigo Girão? Não...
É verdade que nestes dias em que não tenho prazo para voltar, a cada humano que vejo passar de bicicleta ganho inveja ao ponto de ter vontade de chorar. Só porque gosto mesmo disto... só porque quero voltar..
Quando voltar... mais forte estarei!

Abraço a todos
 
Gostei das tuas palavras!
A vida é feita de pequenos recuos e grandes avanços! Numa linguagem marítima, depois da tempestade vem a bonança!
Força! Vais conseguir!
Obrigado pelas palavras e pelo significado que têm para mim, repletas da força que, muitas vezes, necessitamos!
 
Last edited:
Existe. Eu comprei o livro TÉCNICAS DE TREINO PARA CICLISTAS de Ben Hewitt. Gosto bastante deste livro porque para além de a linguagem ser de fácil compreensão, ainda tem um plano de treino muito completo, a meu ver.