BTT VS Dieta - experiência própria

#1
Boa noite a todos.
Sou e sempre fui um desportista... E acima de tudo, gordinho...
Nunca larguei a bicicleta, a não ser quando conheci a amante.
Mas mesmo assim me manti fiel à primeira, claro.
Desde Janeiro que estou a fazer um plano de dieta, por uma nutricionista da Clínica aqui na zona.
A principio estava muito céptico, pois já tinha experimentado tudo, desde comer menos, até fazer exercício todos os dias. Apenas me estava a prejudicar...
Contra a minha vontade, marcaram-me uma consulta no principio de Janeiro e depois de pensar muito, acabei por ir.
Tive uma grande conversa com a nutricionista, que enquanto ia falando, tirava notas daquilo que eu dizia.
Aquilo decorreu como era de esperar e saí com um incentivo: tentar durante 2 semanas e beber 2L de água por dia.
O meu peso era de 109kg e 1.75m de altura em 11 de Janeiro de 2011.
Interiorizei que tenho de perder 30kg.
Os primeiros dias custaram-me imenso e cheguei a ter fraqueza. Apesar de a médica me pedir que a contacta-se se alguma coisa acontecesse, não a contactei.
7 refeições diárias... Exercício era para manter... Beber 2L de água... Manter-me hidratado!!! Bolos longe e bebidas gaseificadas, niente...
Estamos a 6 de Maio de 2011, estou com 93kg e muito contente.
Não sinto qualquer desconsolo. O primeiro mês foi terrível, disso não desminto. Mas agora consigo passar bem sem precisar de encher a barriga...

Após este texto, quero inserir o tema btt, neste caso especifico, pois apenas posso falar de mim e partilhar as minhas conquistas e alegrias.

Estou com uma resistência ainda longe da que tinha aos 18 anos, quando praticava Shaolin Kung Fu de competição.
Subo coisas que antes só com a bicicleta à mão, tenho mais explosão, mais reacção e sinto-me mais seguro a curvar e a travar... Tive de reduzir a pressão aos amortecedores e aos pneus, pois pensava que a bicicleta estava a dar as ultimas lol

Meus amigos gorditos. É uma luta que se trava todos os dias, não contra o prato, mas contra nós mesmos. É preciso ter vontade e sacrifício.

Estou a 50% do meu objectivo e espero em Dezembro estar mais perto, pois ROMA E PAVIA NÃO SE FIZERAM NUM DIA

Bem hajam
 

canuco

New Member
#2
Boas,
se me permites colocar uma questão, gostava de saber que tipo de alimentação fazes pois não a referes no teu texto.
Obrigado.
 
#3
Muitos Parabéns kuto!! Como dizes e bem, Roma e pavia não se fizeram num dia, por isso não se pode desistir. Temos de ser muito , muito fortes , mas.. psicologicamente , heheh

Sem força de vontade , nada conseguimos . Continua assim ;)
 
#5
Boas...

Muitos parabéns «kuto»...
;) Basta mesmo beber só dois litros de água por dia??? Parece uma receita muito simples...

Um abraço e continuação de uma boa dieta...
Ah, e boas pedaladas
 
#6
provavelmente há que ter uma alimentação mais cuidada... não é comer todo o tipo de porcarias e emagrecer por beber 2l de água por dia.

Quando fui à nutricionista ela mandou-me beber bastante água, comer mais sopa e salada, cortar em todo o açúcar, principalmente nos cereais, os cereais têm muito muito açúcar. Acabar com os refrigerantes, trocar os iogurtes por iogurtes magros, que levam adoçante em vez de açúcar, e o mesmo em relação ao café... Para além disso deixou-me fazer um "pecado" por semana.
 

Erdna

New Member
#7
Parabens Kuto, assim é que é falar...CONTINUA, e um exemplo a seguir, só custa o primeiro mes

Zribeiro
Pela experiençia que tenho sobre o assunto, acho um bocado extremo o que o teu nutricionista disse, tudo bem até a parte dos cereais, os cereais são essenciais para um bom funcionamento, ainda por cima ao pequeno almoço...
Claro que depende dos cereais que comas, se for uns muesli ou uma aveia ou cereais integrais, penso que e uma mais valia, e essencial repor o glicogenio hepatico com açucares de alto IG, o mesmo processo acontece quando estamos no fim da pratica da actividade fisica, temos que repor tudo o mais depressa possivel a primeira 1h e essencial e o mesmo acontece para o pequeno almoço se nao estou enganado, um adulto no minimo precissa de 90gr de açucar por dia, claro que se ele vier de fontes saudaveis, muito melhor é como:fruta, cereais integrais, yogurt natural tambem não irá fazer grande male por ultimo o mel, não se deve comer muito claro, mas aconselhão um pouco todos os dias, e enumero os beneficios desse bem essencial...
Desculpem desviar me um pouco do topico, mas é so parar tirar umas duvidas pelos meus conhecimentos(até podem estar errados, se o tiverem, assim me corrijam)

Cumprimentos
Lopes
 
#8
Não é só beber dois litros e peço desculpa se foi isso que deu a entender.

Além disto canuco, este um plano de nutrição adaptado a mim. Mas sei que a hidratação é essencial. Muita da água que bebemos, está nos alimento que ingerimos.

Caro grox, aposto que não consegues beber 2 L de água por dia, durante um mês... Vê esta minha critica como desafio.

Eu gostava de perder ainda mais e para lá caminho, mais devagar... Desde que comecei o plano, ainda não fui ao ginásio. Não significa que só pedale. Pois também dou aulas de Tai Chi Chuan duas vezes por semana e exercito o resto do corpo. O Tai Chi poder parecer parado, mas devido à massa muscular que tenho na zona das pernas, as calças tem sempre se estar um número acima na cinta, para não apertar nas pernas. Passei do 52 em Dezembro, para o 46 :)

zribeiro, eu ingiro 2 vezes cereais por dia. 1º ao pequeno almoço, juntamente com uma peça de fruta e 2º, antes de ir dormir, 1/2 dos cereais que comi ao pequeno almoço e sem a fruta. Depende dos cereais. Eu como Kellogs Special K com leite magro.

Outra situação, que costuma acontecer. Além de preparar a lancheira (como quando era puto) e andar com ela no carro, sempre que estou fora de casa, de vez enquando troco a metade do pão por 3 tostas integrais. Enche e sacia.
 
#9
Fiz o mesmo percurso que tu, mas no meu caso pesava bastante mais.

Toda a vida pratiquei desporto, quando joguei rugby pesava 90kg, quando deixei de jogar em 4 anos engodei 30kg e depois mais 10 gradualmente, até chegar aos 130kg.

Fui a um nutricionista que me prescreveu um plano alimentar em tudo semelhante ao teu e consegui em 1 ano e pouco perder 22kg, cheguei aos 108kg.
Com o nascimento da minha filha relaxei bastante e recuperei algum peso, mas agora voltei para o meu plano alimentar, se bem que já não estou a ser seguido e para o ginásio e estou novamente a perder peso... tenho um ritmo certo de perda de peso 1Kg por semana..

Sempre fui aficionado do BTT e sempre tive os meus "Everests", aquelas subidas que nunca conseguia subir e devo confessar que a primeira vez que consegui subir um dos meus primeiros "Everests" foi como se tivesse ganho uma corrida qualquer...

Vale a pena lutar contra nós próprios...
 
#10
tb já fiz parte da lista dos um pouco mais fortes.
decidi q tinha de perder peso. pouco comparado com muitos. nada mais nada menos q 17kg.
o que fiz? mudar hábitos alimentares, praticar exercício.
resultou? sim, resultou. perdi 12kg em 6 meses. tudo nas calmas sem violência para o organismo em termos alimentares. em 6 meses foram cerca de 7000km na bike. os restantes 5kg tb se perderem numa outra etapa.
desde 2006 q atingi o objectivo pretendido e até hoje tenho conseguido manter o dito peso dentro de valores aceitáveis.
com algum esforço e dedicação conseguimos, só depende de como o organismo reage. e como sabemos, cada um de nós reage de modo diferente.
 
#11
nd_oliveira, como eu te compreendo! Quem nunca foi pesado, não sabe o esforço mental que é preciso fazer, para ter a força física de "chegar lá". A parte psicológica conta muito e apesar de todos os que desprezam os gordinhos nem querem comentar este post, nota-se a mentalidade que ainda há em portugal sobre este assunto. Digamos que é uma certa inveja por não conseguirem ter essa força para outras coisas. Um gordinho mentalizado, depois de emagrecer, tem muita mais força psicologia que um "magro".

Foquinha, quanto mais gordos somos, mais peso perdemos nos primeiros tempos. Eu vou em 16kg e ainda não cheguei a meio ano. Não penso que tem sido de forma bruta... Até penso que tem sido suave...

Hoje a tive a minha 3ª consulta e a médica estava admirada comigo. Disse que passei a ser uns dos homens que ela conheceu, que está a levar o plano direitinho. É verdade que estive 1 mês e meio a antibióticos. Isso obrigou-me a reforçar as grandes refeições e não perdi como gostaria, mas estou no bom caminho.
Como me queixei que alterei a hora de almoço para 30m mais tarde, ela alterou-me as meias refeições. Reforcei o pré-jantar (18h) de 1/2 pão para 1 pão, ou 4 tostas integrais... entre outras coisas, assim como o pré-almoço (10h30), com a introdução da restante metade do pão.
A ver vamos...
 
#13
Fiz este Domingo o Raid da Tapada de Mafra e onde muitos mais magros do que eu arriaram e foram a pé eu subi montado.
Não para mostrar aos outros, mas para lutar contra mim mesmo, e sabem que mais.... GANHEI!!!!
 
#14
Não sei se concordam, mas penso que se pode chegar à conclusão que só andar de bicicleta não emagrece. Comecei a andar em Agosto de 2008 com 95Kg. Ao fim de 1 ano, o peso estava exactamente na mesma. Tenho um amigo, aqui de Mem Martins, que anda que nem um desalmado e também não o vejo emagrecer. E é daqueles que faz kms atrás de kms tanto em bicicleta "normal" com mudanças, como agora lhe deu para subir serras em "single speed". Portanto por aqui estamos conversados: andar muito de bicicleta não me parece que emagreça.
Ao fim desse tal primeiro ano, resolvi marcar consulta de dietética. Resultado: com um plano adaptado a mim, mas semelhante ao do kuto, perdi 13Kg em cerca de 9/10 meses. O conselho que dou a quem queira perder peso não é o de se pôr a fazer desporto "à maluca" porque só isso acho que não chega. Muito menos passar fome. Quem passa fome nas dietas desiste ao fim de pouco tempo.
Depois de perder peso também não é fácil mantê-lo. Sei disso porque nestes últimos 3 ou 4 meses não consigo baixar dos 84kg. Relaxei e como gosto de comer estou na zona de risco constante.
A nível do BTT que faço (que é soft) notei um melhor desempenho com o peso mais leve, o que é normal. Uma subida como a do Monge, na serra de Sintra, era impensável para mim quando tinha 95kg. Hoje não a subo a alta velocidade mas chego lá acima sem problemas.
Uma coisa que noto é que é mais fácil aos homens perder peso do que às mulheres. A minha dietista confirmou-o. Portanto mulheres: já sabem que o vosso "sacrificio" tem que ser um bocadinho maior que o nosso...
Quanto ao kuto só lhe digo para não "relaxar" muito e continuar assim. Ao nd_oliveira igualmente e já agora, se puder, explicar o que quer dizer com o "GANHEI!!!!".
 
#15
O "ganhei" é a título pessoal... Sendo mais forte ( mais pesado :D ) que muitos que foram à mão numa subida, e ele a pedalar.. é já uma grande vitória para ele... ;)

Acontece-me isso algumas vezes ;)
 
#16
"Ganhei" a luta contra mim mesmo... enquanto todo o meu corpo pedia para eu parar e subir a pé insisti e consegui (na maior parte das vezes) chegar ao topo montado.
 
#18
tb já fiz parte da lista dos um pouco mais fortes.
(...)
o que fiz? mudar hábitos alimentares, praticar exercício.
resultou? sim, resultou. perdi 12kg em 6 meses. tudo nas calmas sem violência para o organismo em termos alimentares. em 6 meses foram cerca de 7000km na bike. os restantes 5kg tb se perderem numa outra etapa.
desde 2006 q atingi o objectivo pretendido e até hoje tenho conseguido manter o dito peso dentro de valores aceitáveis.
com algum esforço e dedicação conseguimos, só depende de como o organismo reage. e como sabemos, cada um de nós reage de modo diferente.
Está tudo dito. Objectivos realistas, método, determinação e tempo suficiente.

A questão é: pedalar para emagrecer ou emagrecer para pedalar?
Sim, pk >5kg fazem uma grande diferença. Peso a mais não só é inutil como contraproducente, e a fisiologia explica porquê. Mas será a competição importante ao ponto de ser motivação para perder peso?

Por outro lado, se o que se quer é emagrecer, e o treino não é tão importante, consegue-se motivação? Se o treino é longo, parece que o tempo não passa. Se é intenso, não rende. Se é semana de prova, será cansaço garantido e as recuperações ficam mais lentas. Acho por isso muitissimo dificil e arriscado perder muito peso durante a época, mas na pré-época sim.

Boas pedaladas
 
#19
tambem tenho uma experiencia de emagrecimento. Em janeiro de 2009 decidi que tinha que emagracer. Pesava 97kg e media (meço) 1.75. Comecei num ginasio de um amigo com cardio ( passadeira. Remo. Eliptica) 1h 3x por semana. Ao fim de 3 meses deixei o ginasio. Nao por nao ter emagrecido mas porque comecei a correr na rua. Entre março e setembro fiz em media 30 a 40 kms por semana. Resultado em outubro de 2009 atingi os 76 kg peso que tenho atualmente. Quanto a dieta nao consultei nenhum medico cortei apenas no obvio evitar as gorduras os fritos os doces. A forma de perder gordura e simples queimar mais calorias do que as ingerimos e ensinar o nosso organismo a usar as reservas que temos em excesso (gordura). Para quem so faz btt aconselho que façam pelo menos duas corridinhas de 45m a 1h por semana. Queimam mais calorias e melhoram o vosso sistema cardiovascular.
 

JNR

New Member
#20
E ósseo, está provado que um corredor têm uma maior densidade ossea na zona da bacia que um ciclista (o porque^não me lembro e tenho que ir procurar o artigo).

Quanto a perder peso, só de bicicleta e matendo todas as asneira que me levaram a ganar peso, não. A bicicleta como complemento, como integrante do exercicio que é necessário, tanto para emegrecer como para manter o msm peso, como para me manter saudável, é muito necessária. infelizmente, e por razões que agora não intereesa, não tenho podido andar e mesmo correr está complicado. E sinceramente está mais dificil perder peso agora que noutras vezes, e apenas porque não tenho podido fazer exercicio como gosto, até porque, e por incrivel que pareça, o fazer exercicio, seja qual for, até futsal, faz com que petisque menos (o meu grande problema) e assim, ganho de duas maneiras, não ganho e ainda perco e tonifico com o exercicio.