Quero estoirar 4500€. Quem me ajuda?

Status
Not open for further replies.
#81
Diavlo, até estou mais perto de Castelo Branco do que tu pensas. Os meus pais são de Envendos a 60 km de Castelo Branco. O que preciso é de tempo...Testes à Scott é fácil e Specialized também. Scott experimentei a Spark 35 e não gostei muito.

Topacr, realmente a Canyon em catálogo é imbativel, mas resulta na prática. Isso é que ainda ninguém me disse.
 
#82
#83
Olá Slowpace,

A KTM segundo me informaram ontem vai acabar com as bikes pelo menos em Portugal, o melhor é riscares essa.

Entre as Canyon tens 2 bikes distintas, uma é para xc e a outra é allmontain, não sei se está familarizado com os termos, mas a Canyon Nerve AM 9 SL é allmontain, melhor para descer, pior para rolar e subir, pois tem um curso de suspenção de 150mm enquanto a outra Canyon é só de 90mm. Tens de ver 1º o que pretendes pois há diferenças entre elas.

Quanto à diferença entre alumínio e carbono, o carbono é mais leve, mais exclusivo, mais caro, mais confortável e em alguns casos menos resistente a quedas que o alumínio. Por outro lado o alumínio tem desgaste à torção ao logo do tempo ou o chamado cansaço do material, podendo ceder ao fim de muito tempo nas zonas mais sujeitas a esforço.

O que podes conseguir numa bike de alumínio e tendo o mesmo dinheiro, é ter um equipamento de topo mas uma bike mais pesada.
 
#84
Rui Marçal, permita-me corrigi-lo, pois o curso da CANYON NERVE XC 9.0 SL, à frente é de 120mm, se não estou em erro.

Quanto ao carbono ser mais leve que alumínio, hoje em dia não é tão linear como isso.
E atenção que há carbono e carbono, bem como alumínio e alumínio.
 
#85
Olá varinho,

Ou estás tu em erro o site da Canyon...lol...eu não estou...

O carbono ainda é mais leve que o alumínio, pouco é verdade mas 1 kg em BTT é muito peso...e 1000€ de diferença entre um quadro e outro também é peso...na carteira...
 
#86
Ola Rui.
Pela experiência que tenho em 12 anos de BTT, e por muitas bikes que já tive e já experimentei, alias todas elas em competição, nem sequer tinha duvida em ir mesmo pela opção da cannondale.
E uma marca completamente à parte das outras, é o topo do topo de gama.
A scalpel é sem duvida a melhor opção, mas também não e preciso ser a 2, pode bem ser a 3, que já é MUITO boa e sempre poupa uns trocos.
(PASSANDO A PUBLICIDADE).

Cumprimentos
 
#87
Normalmente a diferença de peso do carbono para o aluminio no mesmo quadro é de cerca de 1 libra ou 400 grs.

Todas as Nerve XC tem 120 de curso atrás e á frente segundo o site da Canyon.
 
#88
Amigo PixaFria se a Cannondale é acima de tudo, sabes quanto tempo é que demoram a trocar um quadro defeituoso? e quanto tempo demoram a entregar uma bike? e as escoras que fletem da Scalpel não partem com alguma frequência?
 
#90
:eek:fftopic:

Com todo o respeito ao Rui venho só, em questão de desabafo, que não foi muito feliz com a escolha do titulo para o seu tópico.

"Estoirar 4.500,00eur" dito de uma forma um pouco leviana, numa altura de crise como esta em que o país atravessa, é no minimo ofender a sensibilidade de muito português.
Tenho amigos que estão á meses para trocar de rodas de média gama, e outros tantos que já desistiram, derivado a problemas laborais (desemprego).

E o problema é que ainda pede para o "ajudar".
Esse dinheiro "ajudava" várias familias a respirarem de novo ou a dormirem descansados novamente. Há actualmente gente a tentar o suícidio em Portugal. Há gente a morrer derivado ao stress acumulado por não estarem a ser capazes de saldar as suas dividas e por verem o futuro dos seus filhos muito negro.

Neste espaço o teor dos titulos não devem ser proibitivos (nem o são) mas que choca um pouco, choca.

De qualquer modo boa sorte na sua compra e desejo que disfrute o máximo possivel em cima da sua nova montada.

Espero que grande parte dos intervenientes percebam o significado da minha observação, e se a moderação achar que este post é inútil ou desnecessário para o tópico...
 
Last edited:
#92
Obrigado pelas opiniões.

Rui:
Sei que a KTM tem uma loja que as vende algures em Benfica na zona de Lisboa, mas não sabia disso. Na Autria nota-se grande crescimento inclusive existem lojas de aluguer nas instancias de Ski ou Trecking que só têm KTM para alugar.

Na loja da Specialized o vendedor procurou me esclarecer sobre tudo e disse que a principal desvantagem do carbono seriam as quedas/pancadas laterais, já que os quadros são desenhados para suportar os esforços e torçoes da normal utilização (como se fossem as forças verticais). Uma pancada lateralmente tem maior risco do que num quadro em Aluminio.
No entanto fiquei fã da StumpJumper de Carbono... mesmo com pedaleira 2x10 :confused:

A Canyon Nerve XC 9 SL diz que usa a FOX 32 de 120mm... e custa o mesmo que a StumpJumper em carbono, mas na vossa opinião, qual delas será mais indicada para uma utilização de longos passeios, algumas subidas e descidas (50/50 %) mas nunca competição?

Nerve: https://www.canyon.com/_pt/mountainbikes/bike.html?b=2077

StumpJumper: http://www.specialized.com/pt/pt/bc/SBCProduct.jsp?spid=52822&scid=1000&scname=Montanha


As principais diferenças são (desculpem mas não consegui meter bonitinho como na pagina)

Canyon versus Specialized



Canyon New Nerve XC Race
Fox Float RP23 Boost Valve XXV
Fox 32 F120 FIT RLC, Eixo 15mm
Acros AiX-03
Shimano XTR Shadow 10-speed
Shimano XTR E-Type
Shimano XTR RapidFire
Formula R1
Formula R1 180/180
DT Swiss XR 1450
Shimano XTR 11-36 10-speed
DT Swiss XR 1450
Schwalbe Nobby Nic 2,25"
Shimano XTR Hollowtech II
42/32/24
Shimano XTR
Syntace F119
Easton EC70 Riser 685/20 mm Carbon
Canyon Bracelets
Selle Italia SL Kit Carbonio
Syntace P6 Carbon
Não incluídos
S, M, L, XL
sand blasted anodized black
10,50

Specialized:

QUADRO Triângulo dianteiro em carbono FACT 9m, construção FACT IS, Tubo de direcção cónico, OS BB, triângulo traseiro em alumínio M5, pivôs selados com rolamentos de cartucho, suporte de desviador substituível, 140mm de curso
AMORTECEDOR TRASEIRO Custom Fox Triad II, comutador de 3 posições ajustáveis em andamento 1) bloqueio 2) Aberto 3) ProPedal amortecimento assistido por pedal, ajuste de recuperação, 7.75x1.9"
FORQUETA RockShox Revelation RL, amortecedor com controlo de movimento, Dual Air, direcção em alumínio, comp e ajuste de recuperação c/Bloqueio, 140mm de curso
CAIXA DIRECÇÃO 1-1/8 and 1.5" sem rosca, rolamento superior e inferior de 1,5" de estilo Campy, rolamentos de cartucho
AVANÇO Specialized XC, alumínio forjado em 3D, 4 parafusos, aperto de 31.8mm, elevação ajustável
GUIADOR Guiador XC Specialized de elevação reduzida, alumínio 2014 reforçado, 660mm de largura, 8 graus de recuo, 6 graus de avanço, 31.8mm
PUNHOS Specialized com bloqueio, S/M: Grappler, Outros: Rocca
TRAVÃO DIANTEIRO Avid Elixir R SL exclusivo, hidráulicos de disco, ajuste de alcance sem ferramentas, pastilhas semi metálicas com base em alumínio, componentes inoxidáveis, discos G3 Clean Sweep, disco S/M: 185mm, L/XL/XXL: 203mm
TRAVÃO TRASEIRO Avid Elixir R SL exclusivo, hidráulicos de disco, ajuste de alcance sem ferramentas, pastilhas semi metálicas com base em alumínio, componentes inoxidáveis, discos G3 Clean Sweep, S/M: 160mm, L/XL/XXL: disco de 185mm
MANETES TRAVÃO Exclusivo Avid Elixir R SL hidráulico, alcance ajustável sem ferramentas
DESVIADOR DIANTEIRO SRAM X.7, 10 velocidades, instalação directa S1 para DMD, bottom pull
DESVIADOR TRASEIRO SRAM X.9, 10 velocidades, caixa intermédia
MANÍPULOS MUDANÇAS SRAM X.7, 10 velocidades, gatilho em alumínio
CASSETE Shimano HG81, 10 velocidades, 11-36d
CORRENTE KMC X10, 10 velocidades, c/ Missing Link reutilizável, placas em níquel
PEDALEIRA SRAM S-1250 exclusivo, braços em alumínio 7050, 10 velocidades duplas XC Trail, eixo GXP, S: 170mm, outros: 175mm
CREMALHEIRA 38A x 24A, 4 parafusos, 104/64mm
EIXO PEDALEIRO SRAM GXP exclusivo, 84.5mm
PEDAIS Pedais Resin Test Ride com clips de dedos, CEN standard
AROS Exclusivo DT Swiss X420SL, 24mm c/ olhais, 28/32f
CUBO DIANTEIRO Specialized Hi Lo de disco, logotipo gravado a laser, cápsulas terminais OS 28, rolamento de caixa selado, RWS, 28f
CUBO TRASEIRO Specialized Hi Lo de disco, logotipo gravado a laser, cápsulas terminais OS 24, rolamento duplo de caixa selado, Aperto Rápido, 32f
RAIOS DT Swiss Champion 1.8mm (15g) inox
PNEU DIANTEIRO S-Works Purgatory, 120 TPI, flanco em aramida com 2Bliss, composto duplo, 26x2.2"
PNEU TRASEIRO Specialized "The Captain" Control, 60 TPI, flanco em aramida com 2Bliss ready, composto duplo, 26x2.0"
CÂMARAS DE AR Válvula presta ultra leve
SELIM Specialized BG Henge Comp, carris em Cr-Mo ôcos, 143mm de comprimento
APERTO ESPIGÃO Alumínio 2014 reforçado, ajuste de recuo com parafuso único, 30.9mm, S/M: 350mm, outros: 400mm
ABRAÇADEIRA ESPIGÃO SELIM Aperto ID de 36,9mm, Braçadeira em alumínio 7050 altamente anodizado c / Aperto Rápido, para quadro de carbono
NOTAS Envernizado protector, suporte de desviador, reflectores, manual de utilizador
 
#93
Acho que não estão a ser correcto com o Rui Marçal, que culpa ele tem da CRISE, do DESEMPREGO, da FOME....ETC.
Se formos assim a pensar, então ningem andava de bike, até com uma de 50€, pois por 50€ por exemplo no Nepal pagava o ordenado a um trabalhador qualificado, e se alguem tem colegas a querer trocas as rodas por umas novas mas que não são caras, isso é relativo, por exemplo umas rodas de 100€ para um Cabo Verdiano era o ordenado de 10 horas de trabalho por dia, logo é tudo relativo!
S
e o rapaz tem aquele €€€ para gastar, deixem-no gastar, é porque pode, acho que não os está a pedir a ninguém!

Já agora vai para a SCALPEL, tanto faz a 2 ou a 3!
 
#94
Eu apenas disse que ele foi infeliz na escolha do titulo, nunca o critiquei por ter essa quantia para comprar uma bike.

Para mim seria muito pior ele usar essa mesma frase e de seguida ir a um casino...
 
#95
Rui Marçal, quando digo para experimentar a Spark é do modelo 20 pra cima que tem o Nude, para veres o bloqueio total da suspensão traseira, já que é isso que parece "atrofiar-te", mas esse bombear também vai acontecer na Canyon pelo que tenho lido... Basta ver os amortecedores utilizados...
Quando disse que Santarém é perto de Castelo Branco, disse, porque talvez Santarém seja das cidades "maiorzitas" mais perto de CB, como Évora ou Coimbra... de resto, perto de CB é só "aldeias" ou "vilas", não me interpretem mal...
 
#96
Rui

Depois de tudo o que vamos lendo e "ouvindo".. para que modelo se inclina?

Eu basicamente resumi as minhas escolhas a 3, e o mais possivel nas categorias de XC ou mais polivalentes... ainda surgem duvidas sobre escolher Shimano XTR ou SRAM por exemplo, ou se as FOX ou as RockShox, ou ainda os travoes... mas pelo menos ja se formou um padrão aqui na minha cabeça.
Mas confesso que é complicado...
 
#97
Olá Pixafria,

Obrigado pela partilha da experiência e pela opinião. Sempre são 12 anos a pedalar...

Varinho, li 90mm no site da Canyon...

Permita-me responder-Lhe Mach 4,

Realmente o título pode ser um pouco pesado, concordo, mas só o fiz para chamar a atenção para o post e para torna-lo animado com troca de opiniões como está a ser nunca com a intenção de ofender quem quer que seja.
Quanto ao desemprego que está a assolar o País é grave e vai agravar-se mais ainda. Eu estudei muito e a minha mulher também, não fumo, não bebo (mas faço o resto). Tudo o que ganho desconto e não fujo aos meus impostos que são muito mal utilizados pelos nossos governantes e são usados para dar casas a ciganos e outros que não fazem nada, só roubar e tratar mal quem lhes atravessa à frente. Eu trabalho por turnos e chego a trabalhar aos fim de semana e feriados sem receber mais por isso. No passado cheguei a trabalhar o mês de Agosto e Setembro seguindo sem um dia de folga, já cheguei a fazer 16 horas seguidas e de cara alegre.
Amortizo a minha casa quando posso e a única prestação que tive até hoje é o empréstimo da minha casa. Por isso, acho que se me apetecer "estoirar" 4500€ em algo que me dá imenso prazer e faz bem, faço-o de consciência perfeitamente tranquila. Quanto à malta desempregada, permita-me dizê-lo, trabalho todos os anos com muitos trabalhadores, e, em 100 contratados só realmente 25% são bons, o resto quer é desemprego e não fazer nenhum. Temos de contratar a empresas externas por os que estão inscritos na Segurança Social nem aparecem, enfim, é a chamada geração rasca ou à rasca, mas o que é certo, é que muitos também não querem é fazer nenhum.

Slowpace,

A Canyon tem realmente um equipamento brutal, mas não a conheço nem conheço ninguém que a tenha. O equipamento da Canyon é melhor mas os quadros penso serem piores que os Specialized. Mas dentro da Specialized prefiro a Epic, é mais adaptada ao Cross contry e tem agora uma amortecedor inteligente excelente. Quanto às desvantagens do Carbono é mesmo isso, mas penso que os quadros na nova geração do Carbono como a Specialized ou Cannondale já tem esse problema ultrapassado.

Migkubturtle, obrigado pela compreensão, mas não levei a mal o que o Mack 4 disse. O título é agressivo mas não é para levar à letra e é bem pior gastas-lo num casino lol.

Diavlo, já tenho agendado um ensaio à Sparke 20...

Slowpace, ainda estou mais inclinado para a Cannondale. Valorizei a experiência do Pixafria, e hoje um indivíduo de Abrantes que tem uma equipa de BTT disse-me que é uma máquina extraordinária pois colegas dele tem Scalpel.
Agora entre os equipamentos é que é mais complicado. Prefiro comprar a bike completa do que ir montando, pois por vezes os componentes casam mal. Mas vamos falando...
 
#99
Rui,
refere-se a 90mm como curso para a frente?
É que os modelos aqui falados, são equipados com: FOX 32 F120 RL

E se não estou em erro, só agora com as 29er (que a Canyon ainda não tem) é que por vezes vêm equipadas com suspensões com esse curso.
 
Invictor, é porreira, mas por esse preço e com equipamento SLX? É baixinho...Pelo menos XT...

Varinho, a Nerve XC 9 SL é de 120mm como dizes mas a Nerve AM 9.0 SL é de 150mm, é bem diferente, tem uma Fox Talas de 150mm.
 
Status
Not open for further replies.