Viper tr 450 (2015)

Discussion in 'Análises e testes' started by JARBAS83, 27 July 2015.

  1. JARBAS83

    JARBAS83 Active Member

    Boas. Aqui fica um tópico para uma bike recentemente adquirida por mim, ainda que pouco usada/conhecida pelos nossos lados, mas que apresenta uma relação qualidade/preço interessante. A Viper é uma marca belga que produz e monta as suas próprias bicicletas. No site da ProBikeshop, são modelos que frequentemente estão à venda. Espero que este tópico ajude quem estiver a pensar em comprar uma bike para iniciação do BTT desta marca e modelo semelhante. A TR 450 é o modelo mais bem equipado da gama TR, gama de entrada e mais económica da Viper. Possui um quadro típico de cross-country, ideal para passeios e pequenas aventuras em trilhos. Vou deixando aqui o meu feed-back...[​IMG]

    [​IMG]

    Especificações:

    Quadro: Kinesis 29 Alumínio 29"
    Suspensão: RockShox XC 30 Remote Lock-Out 100mm
    Pedaleiro: Shimano Deore 24/38 170mm M615
    Desviador FRT: Shimano SLX
    Desviador TRS: Shimano XT 10v
    Manípulos: Shimano Deore Rapid Fire 3x10
    Travões: Shimano Hidraulic Disc M447
    Cassete: Shimano 11-36 10v
    Corrente: KMC 10v
    Pneus: Schwalbe Smart Sam 29x2,1
    Aros: XLC-M66
    Cubos: Shimano FH-RM66
    Guiador: XLC 31,8 riser 20mm
    Avanço: XLC 80mm
    Selim/Espigão: XLC
    Peso: 13,5 kg
     
    Last edited: 17 February 2016
  2. JARBAS83

    JARBAS83 Active Member

    E, para já, com cerca de 100kms percorridos, fica uma boa impressão desta bicicleta. No entanto, ficam três apontamentos a fazer:

    1: Foi necessário (des)afinar um dos batentes do desviador traseiro, visto que batia no fundo ao engrenar a 9ª velocidade. A 10ª não entrava, portanto. Resolvido em 2 minutos.

    2: Para meu espanto, o pneu traseiro veio montado ao contrário. Foi fácil perceber esta falha (grave), pois têm sentido de rotação.

    3: Dificuldade desde o primeiro Km em "descer" na cassete da 5ª para a 4ª e apenas nesta mudança. Apenas a descer na cassete e não a subir. Tenho de descer duas (da 5ª para a 3ª e depois subir uma para rolar em 4ª) Já agora, será necessário ajustar a tensão do cabo ou afinar o desviador???
     
    Last edited: 27 July 2015
  3. Nozes

    Nozes Active Member

    A montagem de um pneu no sentido inverso ao recomendado pela marca é uma falha grave? Porquê?
    Se experimentares,vais ver que a maioria dos pneus têem comportamentos diferentes (não necessariamente piores) se forem montados ao contrário,e até pode ser que tires mais vantagens: Mais tracção,ou mais travagem,mais facilidade em rolar...é tudo uma questão de perceber o desenho do rasto e como é que ele "trabalha" em contacto com o solo.

    Atenção que isto aplica-se à roda traseira,na roda dianteira convêm usar sempre o pneu no sentido indicado pelo fabricante,pois é sempre a maneira que privilegia a travagem e a aderência em curva.

    Boa bike! Se não atinas com as afinações se calhar é melhor ires a uma oficina para alguém te afinar isso e perceberes como o deves fazer.
     
  4. demorider

    demorider Active Member

    E será que o pneu vinha mesmo montado ao contrário?

    Pergunto isto porque há alguns pneus (poucos que eu conheça) que têm sentidos de rotação diferentes montados a frente ou a trás.. Ou seja há pneus que montados a frente são montados de uma maneiras e atrás são montados de outra.. Não conheço os pneus em questão por isso até pode nem ter nada a ver com o que disse..
     
  5. Hardskin

    Hardskin Active Member

    Surgiu-me a mesma dúvida, mas como também não conheço os pneus em questão...
    A marca e modelos que eu gasto também tem sentido de rotação diferente consoante a montagem seja à frente ou a trás. Mas é sempre opcional para o fim que se pretende.
     
  6. JARBAS83

    JARBAS83 Active Member

    Boas. Não sabia que, numa bike, poderia, em alguns casos, tirar mais vantagens de um pneu montado ao contrário (e quando digo montado ao contrário, refiro-me a inverter o sentido de rotação assinalado na lateral do pneu). Se fosse no meu automóvel, não descansava até mandar virá-los para a posição correta, caso tivessem sentido de rotação. Numa bike, desconhecia isso...mas obg pela informação, ainda que isso me deixe um pouco renitente. Faria mais sentido as marcas, nesse caso, fabricarem pneus específicos; uns para andarem atrás e com um determinado piso, e outros para serem montados à frente, com as suas características próprias e colocarem os respectivos sentidos de rotação. Agora, vir o pneu aplicado na bike com o sentido de rotação invertido em relação ao que lá marca, deixa-me cá as minhas dúvidas. Ficam abaixo as fotos da roda traseira (fracotas, eu sei...). A frente da bike, isto é, o guiador, está à esquerda. Logo, girando a roda para a esquerda, o sentido de rotação do pneu (FRONT) deveria ser nessa direção, mas a seta indica no sentido oposto. O REAR é que aponta para a frente da bike.

    [​IMG]

    Quanto ao piso, como se vê abaixo, faz diferença a sua posição. O traçado, se for invertido, não fica igual.

    [​IMG]
     
    Last edited: 28 July 2015
  7. elvales

    elvales Member

    Se for para montar na traseira segues a indicação rear a apontar no sentido de rotação e se for para montar na frente segues a indicação front a apontar no sentido de rotação.
     
  8. JARBAS83

    JARBAS83 Active Member

    Já percebi:eek:!!! Então está correto. Pensava que a indicação <REAR indicava o sentido oposto ao da rotação e não a posição da montagem na bike (se à frente, se atrás). Significa então, que, a ser montado atrás, tem de ficar com a seta do REAR para a frente, do tipo:

    FRENTE DA BIKE..........<.................<.............TRASEIRA

    <<<---- <FRONT/REAR> <<<--- <REAR/FRONT>

    Muito obrigado!
     
    Last edited: 28 July 2015
  9. Hardskin

    Hardskin Active Member

    A seta não indica no sentido oposto... A seta indica sempre o sentido de rotação do pneu, para a frente da bike.
    Frente da bike para a esquerda: <REAR - FRONT> indicação certa do pneu instalado na traseira.
    Frente da bike para a esquerda: <FRONT - REAR> indicação certa do pneu instalado na frente.
    A indicação REAR significa instalação na traseira. Não significa rotação para trás! A seta é que indica a rotação.
    Se fosse um pneu com um só sentido a única indicação que teria era uma seta a indicar o sentido de rotação. -------->
    No caso de um pneu em que é indiferente estar virado para um lado ou para o outro , terá uma seta do tipo <---------> ou então não terá qualquer indicação.
     
    Last edited: 28 July 2015
  10. JARBAS83

    JARBAS83 Active Member

    ok! entendido e obrigado mais uma vez pela ajuda/explicação. Afinal, pneu de carro e pneu de bike não tem nada a ver:cool:
     
  11. Hardskin

    Hardskin Active Member

    Ainda assim, podes virar o pneu para o lado que achares que é melhor para o tipo de terreno em que andas.
    Mais grip ou mais rolante na traseira... se é que realmente haja uma diferença notória. É uma questão de experimentares.
     
  12. edununo

    edununo Well-Known Member

    Exacto.
    Isso está bem.
    Não conhecendo os pneus em causa, acredito que a montagem sugerida para a frente seja para favorecer as mudanças de direcção e a montagem sugerida para a traseira para favorecer a tracção.
     
  13. JARBAS83

    JARBAS83 Active Member

    O famoso "clack" ao pedalar têm-se notado ao pedalar em esforço, nas condições frequentemente aqui descritas no fórum em muitas ocasiões: em esforço, a subir, ouve-se um "clack", barulho proveniente da zona do pedaleiro. Começou por fazer do lado esquerdo. Agora faz do lado direito e deixou de fazer do lado esquerdo. Mas nem sempre faz, apesar de fazer muitas vezes. Não parece ter folgas. Fica aquela sensação que é dos pedais, pois sente-se nos pés a vibração aquando do "clack". O pedaleiro da minha Viper é Deore 2X10 24/38. A bike está na garantia (comprei à 3 meses) mas como comprei online (Probikesh...) e não tenho experiência em mexer neste tipo de coisas, o que aconselham? A bike tem +/- 450 kms.

    Caso os sintomas descritos indiciem tratar-se de um problema no pedaleiro, e visto que ele não é barato (60/70€), acham melhor reportar o problema o quanto antes??? Ou não será do pedaleiro, e portanto, nada de grave que justifique a trabalheira de accionar a garantia online?
     
  14. fabio viana

    fabio viana Well-Known Member

    Boas tenta trocar os pedais e vê se o barulho acaba.. senão tenta ver se é do eixo da pedaleira
     
  15. Nozes

    Nozes Active Member

    Os pratos,estão apertados?

    O melhor mesmo se não consegues identificar de onde vem o barulho é levares a bike a uma loja que tenha uma boa oficina.
     
  16. rgouveia

    rgouveia Member

    Viva,

    Experimenta desmontar os pedais. Aplica massa de lithium na rosca dos pedais e volta novamente a montá-los.
     
  17. JARBAS83

    JARBAS83 Active Member

    Obg pelas dicas. Na minha volta de hoje (27 kms) o "clack" (só nas subidas e a puxar é que faz) passou a "duplo-clack" :(. Agora, parece ouvir-se também um ranger metálico...parece-me que é do interior do pedaleiro. Já retirei e lubrifiquei a rosca dos pedais com massa e confirmei o aperto dos pratos (2ª foto abaixo). Tudo ok. Folgas o pedaleiro também não tem.

    Caso se confirme o problema interno do movimento pedaleiro, a minha dúvida é o custo da resolução do problema. A bike tem garantia mas a compra foi online. Por 15 ou 20 €€ não me quero estar a chatear com isso. Pago a reparação e pronto. Mas a questão é mesmo essa. Pela foto do conjunto abaixo, parece-me que será necessário substituir algum rolamento, ou o par (ou estou a dizer alguma asneira da grossa???:cool:). Em quanto é que isso ficaria? Justificaria accionar a garantia? Amanhã vou dar mais uma volta e já verifico se o problema era ou não dos pedais (que, convem dizer, não devem valer nadinha, mas pronto...:eek:).

    Obg pela ajuda!!!

    [​IMG]

    [​IMG]
     
    Last edited: 21 September 2015
  18. TLouro

    TLouro Member

    Boas!

    Também um quadro Viper, mas o Nitro (suspensão total, roda 26") numa montagem "à la carte" low cost e estou estou bastante satisfeito.

    O primeiro quadro, comprado na Probikeshop, vinha partido na ponteira junto ao apoio do dropout por clara deficiência de acondicionamento. Tive que reclamar e devo dizer que a Probike teve um comportamento absolutamente irrepreensível que excedeu as minhas melhores expectativas. Em suma, acabei por ficar com o quadro no ano seguinte ao preço da promoção.

    Quanto à tua questão concreta, também sou utilizador de um pedaleiro deore (já com uns 6500km) e a ponto fraco é precisamente o BB, isto é, os rolamentos. O BB que tenho já é o terceiro e costumam começar a ganhar folga com cerca de 1500km. Contudo, estalos vindos do pedaleiro nunca tive.

    Se tiveres que substituir o BB, são cerca de 10€ numa loja on-line.

    http://media1.rosebikes.de/product/370/3/7/373869_1.jpg

    Contudo, tens que ter a ferramenta para apertar e desapertar os rolamentos externos, bem como a chave para desapertar a manivela do lado contrário ao dos pratos.


    https://encrypted-tbn2.gstatic.com/...qZUZIrQ045azXXF6DYTRc9rMB8eaSfvQuWwCdAKI2xBNG
    https://encrypted-tbn1.gstatic.com/...WVWD81BJEVckNBRP6lDl6a4ykWzOuSSgNupOHMlaQnupA

    Cumps
     
  19. JARBAS83

    JARBAS83 Active Member

    Depois de retirar os pedais e aplicar massa consistente (era o que havia cá em casa) nas roscas, o problema dos estalos passou...a 100%!!!! :yeah: Na volta de hoje (27kms) não se notou absolutamente nada. Ao que parece, portanto, está resolvido. Vamos ver com mais uns kilómetros...

    Agradeço as vossas dicas que foram essenciais. :venia:

    Fiquei com a seguinte impressão: barulho/estalo vindo do pedaleiro e que produz uma vibração sentida no pedal e, consequentemente, no pé, em princípio é problema no pedal. Barulho/estalo que não é acompanhado por vibração, então é mais provável que seja no movimento interno....
     
    Last edited: 22 September 2015
  20. JARBAS83

    JARBAS83 Active Member

    Primeiros 1000 Kms feitos...para já nada a apontar à menina...
     

Share This Page