Viper TR 450 (2015)

#23
Jarbas83, ia agora ler este tópico do início e reparei que não aparecem as fotos dos primeiros posts. Usas o imageshack não é? Acho que devem ter andando a "arrumar a casa" porque também tive de corrigir algumas das minhas que lá estavam alojadas. Se puderes dar um jeito era fixe.

Quanto à bike está muito fixe, parabéns pela montagem.
 
#24
Boas Telmo. A bike está como me foi entregue. Só lhe acrescentei bolsa p/ quadro, bidon, suporte e luz traseira. Quanto às fotos, as do 1º post usei o ImageShack sim (entretanto a minha conta ficou desativada). Já editei com o Postimage e acrescentei uma segunda foto. Mas são imagens WEB, tal como tinha colocado originalmente. As outras duas fotos que não aparecem são do pneu mas já não as tenho...

Quanto à Viper, interessante é notar que o modelo TR 450 de 2016 (foto abaixo) está a ser vendido bem mais caro (950€), e vem com o mesmo equipamento do modelo de 2015 (pela foto, parece apenas ter um quadro mais "racing", e a passagem dos cabos pela parte inferior do top-tube também penso ser mais vantajoso). De resto, todas as bikes da Viper estão bem + caras.
 
Last edited:
#25
Eu tenho uma BH e os cabos também passam por cima mas já tive outro quadro em que passavam por baixo e não notei diferenças nem mais ou menos dificuldades num ou noutro, penso que não é por aí que vem o mal ao mundo :) de resto é continuar a pedalar com força:cool:
 

JARBAS83

Active Member
#27
Para atualizar tópico, e...conta-quilometros:

2000 kms e a andar.

Vou trocar a corrente o quanto antes. Fui a uma oficina à 300kms atrás e depois de fazerem uma medição ao desgaste, disseram que podia fazer mais 500/600kms mas não vou arriscar tanto. Aliás, a idéia é depois guardar a velha para depois rodar correntes...

O pneu traseiro está a 60% e as pastilhas traseiras talvez a 25%.
 
#28
Engraçado, mudando as letras para Qüer e um ou outro pormenor e é quase igual à minha Qüer...

Tens uma bela bike e gostei bastante de o ver. Vou subscrever!
 

JARBAS83

Active Member
#29
Nunca me tinha acontecido... um cordel (ou baraça, como se diz por aqui) entrelaçou-se no meu desviador traseiro em andamento. Felizmente, ia devagar. Não partiu nada...

 
Last edited:

JARBAS83

Active Member
#31
Preciso substituir pastilhas de travão traseiras. Ainda eram as de origem. Têm 2700kms. (foi pouco? Quanto duram as vossas?)
Sugerem as mesmas (umas Shimano B01S) ou outra coisa melhor (mas em conta...)?
Online custam 5/6€. Espero comprá-las amanhã em loja física e espero não dar muito mais...
Já agora, as marcas MC e Az que aparecem nas pastilhas são para quê???

OBG!





 
Last edited:
#32
Boas,

Sendo de resina parece-me uma duração normal. As minhas atrás costumam fazer +/- isso (eu gasto mais as pastilhas traseiras).

Se estás satisfeito com a travagem e atendendo a que esse disco só dá para pastilhas de resina, eu apostaria numas iguais às que tens.
 
#34
Hoje, permutei os meus pneus. Não sei se fiz bem, mas tinha o da frente a 80% e o de trás a 20%. Para não estar a comprar apenas um, decidi permutá-los. Tenho uns Smart Sam.

As pastilhas da frente também estão nas lonas. Ainda são as de origem e a bike já leva 3500kms. Curioso que gasta mais uma pastilha do que outra. Já atrás foi igual. Será que não vieram bem centradas de fábrica?
 

SeteGu

Active Member
#36
Eu assim que tenha o da frente com algum desgaste e o de trás nas lonas compro um novo para a frente e acabo por gastar o outro atrás.

Resumindo: ando quase sempre com pneus carecas atrás mas aproveito os pneus até ao fim e tenho aderência onde ela mais falta faz.

A menos que seja só para andar em estradão (e +/- a direito) usar um pneu com bastante desgaste à frente é um perigo.
 
#37
Gostava de desmontar a minha k7 para uma limpeza. Nunca a levou e está no estado abaixo. Já vi no youtube como se desmonta e até parece fácil. Também já pesquisei aqui no fórum sobre as ferramentas necessárias. No entanto, ficam aqui as minhas dúvidas:

1: há removedores de cassete curtos (que encaixam no "freio" do carreto pequeno de 11T) e longos, isto é, este último com um pino comprido. Qual a diferença? É para remover discos centerlock? É que os meus discos penso serem centerlock...

2: é necessário comprar um chicote para segurar a cassete aquando da montagem/desmontagem?

3: Já agora, a k7 tem 4000kms e já derreteu duas correntes (não foram ao limite). Aguenta com mais uma, pelo menos, não?

Obg pela ajuda!



 
#38
Essa K7 está demasiado lubrificada! Isso resulta nos indesejáveis borrifos de óleo tanto para o quadro como para a roupa. Outra consequência nefasta é que o lubrificante nessas quantidades vai actuar como uma cola para toda a porcaria (areias, por ex.) promovendo o efeito de lixa na transmissão.
Mais vale lubificar pouco e periodicamente, de preferência com um produto mais diluido como o WD40.
Só usei chaves para desmontar K7's com pino longo, não lhe sei dizer a diferença entre ambas...



PS: O seu mecânico vai odiá-lo no dia em que foi levar a bicicleta à revisão... :D
 
Last edited:
#39
O tradicional WD-40 também não é recomendado para lubrificar a transmissão. Claro que se for algo como isto


...já deverá funcionar bem (nunca experimentei).

Eu nunca retirei uma cassete para a limpar. Isso precisa de ser limpo com petróleo (por ex.) e uma pequena escova ou algo do género e depois de lubrificado fica "como novo".

EDIT: E sim para a retirar convém ter o chicote ou algo que segure a cassete porque senão vai rodar livremente.
 
Last edited:
#40
Sim eu diria que era retirar a cassete e limpar isso bem.

Não usar o normal wd40 como lubrificante, vai ter o efeito contrario. Usem oleo especifico, pode ser da marca wd40 mas o que o Setegu colocou acima.

eh pá mas deixar a cassete chegar a esse ponto, algumas vez foi lavada?


Para remover as cassetes uso uma peça deste estilo: https://www.google.pt/search?q=remo...hVKDMAKHb0XAL8Q_AUIBigB#imgrc=oIBOERhkyeA-FM:

Comprada na decathlon, e sim convem teres algo para agarrares aos dentes da cassete para a conseguires tirar.

Em 4000kms gastou 2 cassetes pelo estado em que ela está, com esse oleo e sujidade toda não ha correntes que aguentem
 
Last edited: