Indignação....

#1



Venho aqui partilhar a minha indignação...

Leiam a notícia do Correio da Manhã.

O Pedro é um grande amigo meu, que há três anos sofreu um acidente que o deixou paraplégico. A culpa do acidente foi 100% imputada à condutora de um automóvel que se atravessou à frente do Pedro que seguia de moto para o trabalho.
O surreal é que três anos depois do acidente, o Pedro continua à espera de ser indemnizado pela seguradora que é a Tranquilidade Seguros. Pessoal, isto podia ter acontecido a qualquer um de nós, até enquanto pedalamos nas nossas bikes.
A seguradora alega agora que a condutora não era a contemplada como habitual na apólice e sim o seu marido. Mas que é isto? Então por exemplo a minha mulher não pode conduzir o meu carro? Temos que fazer dois seguros para um mesmo carro, um em cada nome das pessoas que conduzem o carro?
Uma vergonha...
mas leiam a notícia.
Vamos divulgar isto o mais possível, para ver se a Tranquilidade se redime e indemniza o Pedro, pois é a isso que ele tem direito, para ver se consegue ter uma vida o melhor possível.

Grande abraço

Roberto (Biculas)
 
#2
infelizmente é assim o estado das coisas em portugal.paga-se, paga-se e continua-se a pagar e quando é preciso, ninguém está "lá"... é uma pouca vergonha. espero que o caso se consiga resolver o mais breve possível para o lado do Pedro.
 
Last edited:
#3
Esta notícia dá-me vergonha de ser portugues. Ás vezes quando vejo estas injustiças, chego a compreender quem faz justiça pelas próprias mãos para fazer valer os seus direitos.
Boa sorte Pedro e não desistas.
 
#4
Mais uma notícia nesta Républica das Bananas. O que está seguro é o automóvel, não o condutor! Enfim Bancos e seguradoras falidos fazem tudo para "roubar".

Depois ficam muito surpreendidos quando um pega numa arma e resolve as coisas ao tiro!!!
 
#5
Esta notícia dá-me vergonha de ser portugues. Ás vezes quando vejo estas injustiças, chego a compreender quem faz justiça pelas próprias mãos para fazer valer os seus direitos.
Boa sorte Pedro e não desistas.
Eu diria mais: já mete nojo ser português. Não basta estarmos a ser diariamente fdds pelo estado e ainda temos que viver com situações como estas.

Força Pedro
 
#7
Pois é pessoal o nosso pais é isto que se lixe quem não tem nada nem meios para lutar por justiça, os que estão na mó de cima só existem para para fdr os que estão na mó de baixo.
Espero que tudo se resolva pelo melhor.
Cuidado com as kedas, Sergio Batalha
 
#8
Fica o aviso a quem tem seguros na Tranquilidade que já está na hora de mudarem de seguradora.
Imaginem que têm um acidente de vossa culpa, nunca se sabe, e têm Tranquilidade. A seguradora lava as mãos e vocês é que depois andam enrolados em tribunais.
 
#9
Caros Bikers,

Gostaria também de manifestar a minha indignação em relação a este caso.
A experiência que tenho em relação às seguradoras e bancos é muito má!
Depois de várias más experiências, mudei para uma seguradora estrangeira, que lamento dizer, tem uma assistência muito melhor do que as chamadas "grandes" seguradoras portuguesas. Lamento dizer isto, mas no que toca a seguros e banca, "o que é nacional não é bom"!

Penso que se trata de um problema de má regulação do Estado, pois as seguradoras só fazem este tippo de contratos abusivos porque a lei permite.

Infelizmente o Pedro não tem uma pipa de massa para pagar aos melhores advogados, e descobrir todos os buracos da lei que lhe permitem ter o que é seu por direito.

Um grande abraço ao Pedro e que não desista...
 
#10
Estão admirados com esta noticia??
Vivemos num mundo CÃO, onde impera a ganância e o lucro, onde os valores morais que há muito de nada valem.
Somos joguetes num império Capitalista sem o minimo de escrúpulos e sensibilidade.
Ainda hoje ouvi que vão cortar o abono ás familias que tem filhos defecientes mentais de nascença, enquanto que "do outro lado" descobre-se que anda aí gente (ex.cargos públicos e ex.dirigentes do governo) a ACUMULAR pensões milionárias VITALÍCIAS.

MAS AFINAL O QUE É ISTO??!!

Eu sei.
Sabemos e comemos.
Vejam o exemplo da França, com eles ninguém brinca pois sabem passar aos actos.

Boa sorte e muita esperança nesta tua luta amigo Pedro.
 
#11
Infelizmente concordo com o que já foi dito... Já se torna no prato do dia, noticia seria se fosse ao contrário, isto é, ver alguém indemnizado a tempo e horas sem recorrer ao tribunal isso sim seria uma noticia fora do comum.

Somos obrigados a ter seguro do carro, casa, de vida, etc, porque se não somos multados mas quando toca a receber, arranja-se sempre qualquer coisa para se fugir às responsabilidades.

Deixo aqui um abraço de encorajamento pela luta que vais ter pela frente

Boa Sorte Pedro
 
#12
Isto em Portugal (pelo menos) é mesmo assim. Sei por experiência própria.
Há uns anos tive um acidente grave em que morreram duas pessoas e eu sofri várias lesões graves e que poderia muito bem ter ficado numa cadeira de rodas, em que a asseguradora deu uma miséria de indemnização e demorou 5 anos para a pagar. Se não apertarmos com eles, ainda gozam connosco.

Estou 100% solidário com esse rapaz, que por sinal é da minha terra. Que se faça justiça!
 
#14
O impressionante é que uma das razões do adiamento da sessão em tribunal foi o atraso na entrega de documentos da defesa da acusada.
Já muita gente proferiu observações do género: "É Portugal...". Pois bem meus amigos, Portugal é assim há 500 anos e preparem-se porque os vossos Decanetos não verão algo de muito diferente.
A promiscuidade é transversal, está tudo ligado.
Pedro, tens a minha solidariedade, desejo que recebas uma indemnização brutal, que arranjes um emprego digno e que, apesar das óbvias limitações, consigas ter a melhor qualidade de vida possível. Não desistas.

Abraços
 
#15
Após ler o que escreveu um grupo de pessoas que estimo e nas quais acredito, atrevo-me a dizer que a arrogância, o pedantismo e a irracionalidade da maioria das seguradoras, leva-me a poder afirmar que me enoja as atitudes que tomam!
Como qualquer cidadão cumpridor, já me desloquei a estas entidades promotoras de vaidades, e dificuldades a quem paga, mais parecendo estarem a lidar com seres humanos de 2ª qualidade, caso os houvesse!
Este jovem, que está impossibilitado de levar uma vida normal, merece respeito e...AJUDA!
Dificultar a vida a uma pessoa nesta situação é IRRACIONAL E DESUMANO!
Podem fazer as críticas que entenderem! Não modificarei a minha opinião, tal como a vida deste jovem não se compadece com estas anormalidades!
Senhores administradores das seguradoras, é tempo de baixarem à terra e terem respeito por quem vos paga...NÓS!
TENDE VERGONHA NA CARA! ENQUANTO ESTAIS A "DESBUNDAR" EM REUNIÕES DE CUMPRIMENTO DE OBJECTIVOS, ESTE JOVEM ESTÁ A SOFRER! A CULPA TAMBÉM VOS PERTENCE!
Já agora, seria bom complicarem-me a vida por colocar o dedo na ferida...!
Há que ter vergonha...!
 
#16
Boas
Isto revolta, mas penso que temos de acabar com a istoria de "o povo é sereno", isto só lá vai com guerra, desculpem-me o radicalismo mas é assim.
Gozam connosco a torto e a direito e ninguem faz nada!
Precisamos de uma revolução, mas com armas e não com cravos.
Boas pedaladas
 
#17
Agradeço pelo Pedro, o vosso apoio.
Infelizmente, os seguros servem apenas para que não seja-mos multados pelas autoridades, não servem para mais nada.
Quanto toca a pagar, se nos atrasamos, somos ameaçados com tribunal, mas quando chega a hora de receber-mos, aí já a história é diferente.
As seguradoras têm o capital para pagar bons advogados, capital esse pago por nós, quanto a nós, estamos completam,ente lixados, pois não podemos pagar um advogado que os lixe em tribunal.

Enfim, é o mundo em que vivemos.
Há um total desrespeito pela vida em prol de lucros abismais, as seguradoras põem sempre o lucro à frente da vida e felicidade das pessoas.
Vivemos num mundo sem valores, em que é cada qual por si, se tiver que se passar por cima dos outros para atingir objectivos, não se pensa duas vezes...


O indignado

Roberto Raposo (Biculas)
 
#18
Pois é, é este o nosso país, o país que no 25 de Abril diz ter tido liberdade... mas é bem verdade, liberdade a mais e sem qualquer ordem só para poder continuar a alimentar os "grandes" que lucram com os mais "pequenos".
Gerra de cravos!?? eheheh
 
#20
Vindo da Tranquilidade , nada me admira....
É de longe a Pior companhia de seguros Nacional , e a que mais foge ás responsabilidades.

Força companheiro e é apertar com eles e sacar-lhes cada cêntimo.