Jose Antonio Hermida referenciado no escândalo "Operation Puerta"

#1
Segundo o site da BBC Sport, Jose Antonio Hermida foi referenciado nos relatórios de investigação da policia sobre o caso que envolve o médico Eufemiano Fuentes e vários ciclistas de topo, tais como Jan Ullrich e Ivan Basso.

Em virtude desta situação, o mountain-biker espanhol foi afastado dos escolhidos para representar a Espanha nos mundiais de XC no próximo mês de Setembro.

Podem ver a noticia completa aqui:

http://news.bbc.co.uk/sport2/hi/other_sports/cycling/5277784.stm
 

Alf

Active Member
#2
Estou farto destas merdas! um gajo tem sempre que desconfiar e tal... se eles andam para car**** isso é que é o espetáculo, quero lá saber se tem doping ou não... já parece a maria ou a TVI... :s :s
 
#3
Já viram bem essa noticia...

O Atleta gastou o ano todo a esfolar o coiro a treinar! Para depois nem sequer competir nessa prova tão importante... por causa de um escandalo.... um médico que criou uma lista de ciclistas.....

ai que novelas ..... :cry:
 
#4
Re: Jose Antonio Hermida referenciado no escândalo "Operation Puerta"

Alf_PKS_0 said:
Estou farto destas merdas! um gajo tem sempre que desconfiar e tal... se eles andam para car**** isso é que é o espetáculo, quero lá saber se tem doping ou não... já parece a maria ou a TVI... :s :s
Tu, como espectador podes achar que é um espectaculo ver as performances fisicas desses atletas, mas os outros atletas que não recorrem a ajudas "extra" podem se sentir defraudados com o facto de não haver justiça no resultado final, e estando eles a ganhar a vida com os resultados competitivos que obtêm, acho que é prefeitamente justo que aqueles que não seguem as regras sejam expostos e punidos.

Agora, se me disserem que a forma como a luta contra o doping está a ser conduzida esteja errada, aí até posso concordar, mas fechar os olhos não!!!
 
#5
NetWarrior said:
Já viram bem essa noticia...

O Atleta gastou o ano todo a esfolar o coiro a treinar! Para depois nem sequer competir nessa prova tão importante... por causa de um escandalo.... um médico que criou uma lista de ciclistas.....

ai que novelas ..... :cry:
Primeiro essa listagem não apareceu do nada e nem sequer foi criada pelo médico em causa. Foi o resultado de várias escutas telefonicas e de várias investigações diferentes. Uma pesquisa no google pode te dar mais informações sobre o assunto.

O que interessa saber é se as alegações feitas contra o Hermida são verdadeiras ou não!! Se forem falsas, então de facto é mau que um atleta daquele nivel seja impedido de competir, mas se forem verdadeiras, então acho justo que ele, ou qualquer outro na mesma situação, seja impedido de competir. Um campeão tem que demontrar que é o mais forte nos trilhos e não no laboratório.
 
#7
Por razões que não interessam para aqui, não me incomoda sobremaneira que a ou b se dope ou não. No entanto, se eu fosse responsável por um evento competitivo ou por uma equipa, podem ter a certeza que eu ia mover ceu e terra para garantir justiça e equilibrio.

Quanto á questão do laboratório, por muito que possa custar aos desportistas puros, há muito tempo e cada vez mais, que o desporto é decidido em laboratório.

Prova suficiente disso, é que hoje para se ser campeão, já não basta treinar mais que os outros. É preciso gastar montanhas de dinheiro a pagar aos gajos dos laboratórios, para os fatos, os equipamentos, os sapatos, as dietas, os treinos especializados, etc.... tudos coisas feitas em laboratórios e que não envolvem (muito) trabalho muscular. Exemplo: a história do Lance que dormia num quarto pressurizado que simulava a atmosfera rarefeita de montanha.

Mas enquanto que desenvolver e usar o melhor equipamento possivel não é considerado imoral porque teoricamente todos o podem fazer ( Sei que manda o dinheiro, mas isso é uma discussão sobre politica que não cabe aqui ), utilizar certos metodos, sim , que por vezes nem sequer são substancias estranhas ao corpo - já é imoral porque nem todos o podem fazer.

E não podem porque?? Porque é ilegal. Se não fosse ilegal toda a gente os podia utilizar e ficar em pé de igualdade. ( que é o que eu acho que acontece na realidade )
Onde eu estou a querer chegar é ao seguinte. Até que ponto não são as regras anti-dopping que provocam a desigualdade.

Se bem me lembro, as regras anti-dopping surgiram com a mui valente intenção, de protejer os desportistas de fazerem mal ao próprio corpo. Concordo plenamente com isso. Práticas que prejudiquem notóriamente a saúde devem ser proibidas .
Mas actualmente já não é nada disso. Senão, em que é que, fazer transfusão do próprio sangue é diferente de desenvolver um capacete xpto??

Resumindo, tenho cada vez mais a ideia que o antidopping se transformou num monstro que tem de arranjar maneiras de se auto-alimentar, e os campeões são os melhores , mas é a fugir ao antidopping. A piada no tour agora deve ser.. "se conseguires evitar os gajos das agulhas, és campeão de certeza..."
 

HR

New Member
#8
boas,

o que acho que está muito mal e que tem acontecido é, 1º expõe-se ao publico e só depois é que se prova...

Abraços e boas pedaladas.
 
#9
Bravellir said:
Se bem me lembro, as regras anti-dopping surgiram com a mui valente intenção, de protejer os desportistas de fazerem mal ao próprio corpo. Concordo plenamente com isso. Práticas que prejudiquem notóriamente a saúde devem ser proibidas .
Mas actualmente já não é nada disso. Senão, em que é que, fazer transfusão do próprio sangue é diferente de desenvolver um capacete xpto??
Concordo inteiramente com o teu post, excepto nesta ultima parte!

As substâncias e métodos que neste momento são considerados ilegais são prejudiciais à saude do atleta, sem excepção!!

A questão reside na diferenciação entre a utilização de produtos que servem para recuperar mais rapidamente os niveis energéticos devido ao desgaste durante a actividade fisica (suplementação), dos produtos (ou métodos) que servem para elevar acima do normal esses mesmo niveis (ex: testosterona, taxa de Hemocritos no sangue). Ora estes ultimos, quando em excesso, podem criar efeitos secundários ao nivel da saude pois provocam o desgaste do aparelho cardiaco (coração), provocam lesões hepáticas que poderão originar a paragem do funcionamento dos rins e figado, problemas relacionados com o sangue (infecções várias) ou distúrbios de comportamento psicologico (depressões, agressividade).
É claro que estes atletas que neste momento estão a ser apontados nos midia, têm acesso a médicos e a tratamentos que podem corrigir e tratar esses efeitos, mas atletas de 2º plano não têm esse privilegio e correm riscos de vida ao utilizar esses produtos.

Mas sem duvida nenhuma que hoje em dia, qualquer desporto é na realidade um tubo de ensaio para testar inovações para elevar a performance a niveis nunca vistos, mas se formos a ver bem, desde que se começou a competir que isso acontece.
 
#10
HR said:
boas,

o que acho que está muito mal e que tem acontecido é, 1º expõe-se ao publico e só depois é que se prova...

Abraços e boas pedaladas.
Pior que isso é a atenção especial que o ciclismo em geral têm, comparado com outros desportos de massas (ex: futebol, atletismo etc...), e que origina esta imagem de que todos os ciclistas se dopam!!
 
#11
Bravellir said:
é tudo coisas feitas em laboratórios e que não envolvem (muito) trabalho muscular. Exemplo: a história do Lance que dormia num quarto pressurizado que simulava a atmosfera rarefeita de montanha.
É verdade que em TODOS OS DESPORTOS DE ALTA COMPETIÇÃO existe sempre a componente laboratorial, mas um campeão não é só feito à custa de substâncias artificiais, ao contrário do que o Bravellir diz, exige muito treino. Não quero com isto defender o dopping, não!! Nada se consegue sem esforço e sacrificio, e em nenhum desporto isto está mais presente que o Ciclismo seja de estrada ou BTT.
Ao Lance Armstrong não se deve tirar o mérito até porque nada prova que ele se tenha dopado, mas ele não é santo nenhum, a única coisa que o separa dos outros é "trabalhar" melhor que os outros fora das provas, falo em treino, alimentação, suplementos e todo o trabalho desenvolvido pela equipa médica.


BioticoTT said:
Pior que isso é a atenção especial que o ciclismo em geral têm, comparado com outros desportos de massas (ex: futebol, atletismo etc...), e que origina esta imagem de que todos os ciclistas se dopam!!
Pois é, mas porquê o ciclismo? Entenda-se ciclismo nas duas vertentes mais populares Estrada e Cross Country. É que no Futebol, atletismo, basketball, tennis, andebol...até no golfe, não há controlos antidopping, os que são feito é à urina. Ora bem, na urina não aparecem todas as substâncias, mas por outro lado, se for feita uma análise ao sangue é dificil escapar quando se está dopado. Ou vão me dizer que um jogador de futebol para aguentar 90minutos também é só à custa de treino e bifes?
 
#12
Os casos de doping devem ser analizados e CONDENADOS pelas próprias federações e entidades... e os atletas devem ser afastados...
Agora fazer as novelas que fazem ??? isso não tem lógica nenhuma ... só quem perde com isso é o ciclismo e depois as pessoas veem os ciclistas como pessoas altamente dopadas. Dão a ideia que o doping faz milagres aos atletas tornam-se campeões com um estalar dos dedos.
Quem se dopa deve ser condenado e afastado e acabou... o desporto continua e que seja com grandes atletas e sobretudo a mostrar bons espetaclos ao publico.
 
#13
Apenas para rectificar duas coisas:

Eu não disse que não era preciso treino para ganhar. Eu disse exactamente o contrário. O que eu disse foi "...o desporto é decidido em laboratório...." Quero dizer com isto, que dois atletas em igualdade de capacidades fisicas, ganha de certeza o melhor equipado e preparado.
Não se esqueçam que tecnologia não é só equipamento. As metedologias de treino são tambem um tipo de tecnologia ou ciência se preferirem. Já não acredito que alguem possa ser campeão sem um treinador. Como corolário disto, é possivel que um atleta fisicamente inferior, possa bater outro superior se estiver melhor equipado e preparado.


A citação do caso do Lance não queria ter qualquer implicação sobre se ele se dopava ou não. Para mim ele é um grande homem e merece todo o respeito apenas por ter sobrevivido ao cancro que teve. O ele ser um grande campeão é secundário.
 
#15
Eu acho justo, embora o Hermida seja um dos meus idolos...tenho pena. Mas penso, que não é justo, de forma nenhuma, para os outros atletas que não recorrem ao dopping. Em termos de solução, eu considero-me polémico, ou seja, eu LIBERALIZAVA todo e qualquer espécie de dopping. Assim haveria verdadeira justiça, quem recorria ao dopping...recorria, quem não recorria... recorresse. No corpo dos atletas mandam eles.

tenho dito

abraços
 
#16
Re: Jose Antonio Hermida referenciado no escândalo "Operation Puerta"

silvioferraz said:
(...)

Em termos de solução, eu considero-me polémico, ou seja, eu LIBERALIZAVA todo e qualquer espécie de dopping. Assim haveria verdadeira justiça, quem recorria ao dopping...recorria, quem não recorria... recorresse. No corpo dos atletas mandam eles.
Não te esqueças que esses atletas também são os exemplos para os mais jovens, e ao dar luz verde para a utilização desses produtos, estamos a deturpar os principios fundamentais da competição desportiva, ou seja, valeria tudo para se obter resultados e isto sem falar das consequências para a saude.

Façam uma pesquisa sobre os efeitos que esses produtos têm sobre o corpo humano e depois digam-me se vale a pena deitar fora a nossa própria saude ou mesmo a nossa vida para se conseguir alguma (breve) notoriedade!!

Acreditem que sei do que falo, pois conheço alguns atletas que seguiram esse caminho e agora, para além de terem sido castigados pelas respectivas federações, têm também sequelas fisicas significativas para nunca mais poderem praticar a modalidade que tanto amavam!

Alguma informação sobre os efeitos do doping:

http://www.uci.ch/english/health_sante/docs/side_effects.pdf#search=%22doping%20side%20effects%22 (*.PDF)
http://www.wada-ama.org/rtecontent/document/MACAU_Effects_of_Doping.pdf#search=%22doping%20side%20effects%22 (*.PDF)
http://www.kidzworld.com/site/p1832.htm
 
#17
se calhar até era engraçado... imaginem o resumo das provas :!: :!: "...e na etapa de hoje, dos 300 participantes à partida tivemos o vencedor XPTO e 5 atletas mortos por problemas cardiacos, insuficiencias renais e outros problemas directamente relacionados com a liberalização do doping..." :?:
 
#19
Re: Jose Antonio Hermida referenciado no escândalo "Operation Puerta"

ehehehe, por acaso fiquei na duvida pois no site da BBC Sport está "Operation Puerta" e no site cyclingnews.com está "Operation Puerto"... :oops:

Mas pelos vistos é mesmo "Operation Puerto" :twisted:

Aliás, existe outra imprecisão na noticia original: os mundiais não são em Setembro!! Estão sim já a decorrer entre o passado dia 22 e o proximo dia 27 de Agosto na Nova Zelândia. Isto é o que faz escrever as coisas quando se devia era estar a dormir lol

Obrigado pela correcção :wink:
 
#20
Meus amigos, deixem de ser ingénuos, O DOPPING JÁ É UTILIZADO EM LARGA ESCALA POR TODO O TIPO DE ATLETAS. A proíbição só faz com que se venda jornais a falar disso. Desde os anos 50 que as "vitaminas" são administradas aos atletas, com ou sem o seu consentimento. Não é por se liberalizar que se faz alguem consumir. Quem consome, já o faz. Quanto a atletas a falecer ou a têr problemas por causa do dopping, até parece que isso nunca aconteceu? São centenas de exemplos. Já para não falar nas centenas ou milhares de medicamentos, totalmente inofensivos, cujos princípios activos, se encontram nas listagens das drogas proíbidas, não brinquem comigo. Eu tenho bronquite e uso ventilan. Se o usase e fosse a um controlo antidopping, já ficava mal e possovos dizer em 1ª mão que o ventilan, não aumenta em nada a minha capacidade atlética, pelo contrário, prejudica e muito. O desporto nunca esteve tão mal como agora e os controlos antidopping nunca foram tão rigorosos, não é esquisito? Aliás, basta olhar para o corpo de alguns atletas do sec XXI, para vêr logo que são imaculados, hehe.

Vá um abraço e não se esqueçam que é só uma opinião, o que haviam de proíbir é a guerra.