Jose Antonio Hermida referenciado no escândalo "Operation Puerta"

#21
silvioferraz said:
Eu tenho bronquite e uso ventilan. Se o usase e fosse a um controlo antidopping, já ficava mal e possovos dizer em 1ª mão que o ventilan, não aumenta em nada a minha capacidade atlética, pelo contrário, prejudica e muito.
Acho que estas enganado. Se por acaso tivesses que competir e por causa da bronquite usasses qualquer substância que estivesse nas listas das substâncias dopantes só tinhas que na altura em que te foi receitada a substancia, fazer prova que a estavas a tomar para resolver um problema de saúde.

Em relação a as substâncias fazerem mal ou bem a capacidade atlética depende de como utilizas a dita. Para te dar um exemplo a insulina é considerada uma substância dopante e se formos ver o modo como actua podemos ver alguns efeitos que poderíamos considerar que aumentam a capacidade atlética (maior capacidade de levar "energia" para as células), mas isso não quer dizer que um atleta diabético que depende de insulina tem a mesma capacidade que um que não o seja. Ou seja depende como utilizas as "drogas".


Resumindo quem faz uso de substâncias proibidas conscientemente deve bem ser penalizado seja ele quem for.
 
#22
Amigos, atenção que eu sou 110% contra o uso de dopping. O que eu sou contra, é com a mania das proíbições, como se isso resolvesse alguma coisa. Acho que já está mais que provado que não resolve. E acho, sinceramente, que se o dopping não fosse proíbido, continuaria a haver as mesmas percentagens de atletas que o usavam. Todos nós, hoje em dia conhecemos os efeitos nocivos dessas práticas e como tal, acho que os mesmos atletas que não fazem uso de substancias dopantes, hoje, tambem não o fariam depois.

Abraços e desporto sim, dopping não
 
#23
silvioferraz said:
Amigos, atenção que eu sou 110% contra o uso de dopping. O que eu sou contra, é com a mania das proíbições, como se isso resolvesse alguma coisa. Acho que já está mais que provado que não resolve. E acho, sinceramente, que se o dopping não fosse proíbido, continuaria a haver as mesmas percentagens de atletas que o usavam. Todos nós, hoje em dia conhecemos os efeitos nocivos dessas práticas e como tal, acho que os mesmos atletas que não fazem uso de substancias dopantes, hoje, tambem não o fariam depois.

Abraços e desporto sim, dopping não
Claro!!! Seria interessante para mim por exemplo, participar num evento desportivo onde logo à partida já sabia que não iria ter sequer hipoteses de ganhar, por muito que treinasse, pois estava lá Fulano A que treina tanto como eu, mas que atesta o deposito com "gasolina super" e que me ganharia sem problemas. Obviamente que eu na semana a seguir iria sentir uma motivação extra para me montar na bicicleta e treinar ao calor, ao frio, à chuva...sabendo que na próxima competição o cenário seria o mesmo. Pois é, só me restariam duas hipoteses: ou me dopava também ou mandava a competição para um sitio que eu cá sei!!! :evil:
 

Alf

Active Member
#25
É injusto que ele se dope... concerteza que os outros também o fazem... mesmo sem doping e sem comer durante uma semana ganha a qualquer um de nós... :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: