Back to black: on one 456

#1
Aqui fica a análise á minha nova montada.
Iniciei-me no mundo do BTT "mais a sério" nos finais de 2010 tendo então adquirido uma Giant Yukon disc que ainda se conserva aqui em casa, sendo agora propriedade do meu irmão mais novo.
Como a paixão pela modalidade foi crescendo, senti a necessidade de adquirir uma máquina melhorzinha já que, a Yukon é o modelo mais baixo da Giant.

Um dia, ao vasculhar no site de uma conhecida loja de bicicletas de Viseu, deparei-me com um quadro BH Expert TS em segunda mão, a um preço bem simpático, já com uma caixa de direcção FSA de rolamentos selados e um espigão de selim Thomson Elite e nem pensei muito. No dia seguinte tinha-o em casa...
Assim começou a montagem da "Carmen" e que me levou a uma pesquisa intensiva de componentes principalmente por essa Internet fora (nomeadamente no mercado de usados), tendo sido feita ao sabor dos €€€´s. Esta montagem fez-se a partir daquilo a que se chama de "bons negócios".
Comprando uma bicicleta já montada ficar-me-ia mais em conta, mas de certeza absoluta que não me daria tanto prazer e não ficaria ao meu gosto.

--> Algumas fotos:

Aqui ainda em estado muitíssimo embrionário:



Uploaded with ImageShack.us

Aqui, já uma "mulher feita" no dia em que findou o processo de montagem:



Uploaded with ImageShack.us

Aqui já no terreno (literalmente) - e depois do 1º Passeio BTT dos Bombeiros Voluntários de Folgosinho - com uma pequena e discreta modificação estética (anilhas de direcção) que em minha opinião a favoreceu imenso:



Uploaded with ImageShack.us



Uploaded with ImageShack.us

Conta com cerca de 11,65kg, o que considero um peso agradável, facto assinalável já que a montagem se pautou pelo equilíbrio geral dos componentes e não teve como objectivo um peso reduzido.
Equilíbrio, é mesmo a palavra que escolheria se tivesse de a definir...

--> Lista de componentes:

Quadro: BH Expert TS, tam. L
Rodas: Fulcrum Red Metal 10 - -» Shimano Deore XT
Suspensão: Rock Shox Recon SL solo air
Desviadores FR/TR: SRAM X5/ SRAM X7 - -» SRAM X9
Shifters: SRAM X7 - -» SRAM X9
Travões: Avid Juicy 5 + discos Avid G2 - -» Avid Elixir 3 + discos Avid G2
Pedaleira: Shimano Deore M590 - -» Shimano SLX
Avanço: BBB Mountaindrive
Guiador: BBB Topbar - -» Trigon carbono
Espigão: Thomson Elite seatback 27.2 - -» FSA SL-K carbono
Caixa de direcção: FSA 36 cartridge
Selim: Selle Italia Q-bik
Pneus: Maxxis Rendez kevlar 2.10 - » Kenda Karma "arame" 2.0
Pedais: Shimano M540

--> Análise de alguns componentes:

Quadro - É um tamanho L, mas as medidas dos tubos são iguais (sem tirar nem por) ás do meu Yukon que é um tamanho M. É bastante leve (pouco mais de 1,5kg) e tem uma geometria que garante um bom compromisso entre o conforto e a eficácia. Sinto-me bem mais confortável neste que no Giant. Tenho pouco mais de 100km feitos nele e ainda não sei o que é uma dor de costas, algo que no Giant era recorrente.
Além disso, é um quadro bastante discreto e gosto particularmente desse aspecto.

Rodas - Comprei-as essencialmente por terem sido um bom negócio em relação as RM5 e pela rapidez de entrega. Não sendo pesadas, não são propriamente leves, cifrando-se abaixo dos 2kg, segundo dados do construtor. Até agora não tenho nada a dizer da sua resistência já que ainda não me falharam...
Quanto ao aspecto estético, acho-as divinais.

Suspensão - Este componente foi, provavelmente, o melhor negócio que fiz nesta montagem e é a prova que no mercado de "usados" se fazem excelentes negócios.
As aspas usadas acima, não estão lá por acaso... é que esta suspensão estava nova, isto é, nunca tinha tido uso: foi apenas desmontada de uma outra bicicleta e posta a venda. Ficou-me mais barata cerca de 50€ que aquela que desde sempre tinha escolhido: a Epicon.
Lê muito bem o terreno, dá bastante conforto e confiança nas descidas e, com o tubo por cortar, pesava 1,870g. Vem com pop lock que se revela uma ferramenta muito prática no bloqueio e desbloqueio da suspensão.

Desviadores/shifters: Vinha de um conjunto Deore com shifters alivio de 8v, pelo que a comparação é um pouco injusta. Sobre o conjunto SRAM, tenho a realçar a suavidade e precisão. Nunca experimentei SLX, mas estou a gostar muitíssimo deste conjunto. Tenho a referir uma desafinação do desviador traseiro, derivada de uma queda.
Já foi afinado e, até ver, está a 100%.

Pedaleiro: Não tenho grande coisa a dizer... Das melhores compras que se podem fazer em termos de relação qualidade/preço

Travões: Mais uma vez, nada a dizer... A qualidade a que a Avid já nos habituou. Potencia e linearidade na travagem.

Pneus: Excelentes para o inverno. Bom grip e bom controlo. Não tão boa capacidade para rolar. Serão trocados daqui a uns tempos por uns mais apto a tempo seco, e guardados para o próximo inverno.

E feita está assim esta curta análise da Carmencita.
Espero que gostem, já que eu gosto muito dela. :)
Cumps;)
 
Last edited:
#8
Bela Montagem, quando é se faz uma montagem de raiz como neste caso, dá um gozo enorme a escolha dos componentes.
Boa análise, vai mantendo actualizado com o passar dos Kms.

Parabens pela Carmen ;)

Cumps
 
#11
Obrigado a todos pelas opiniões.

Enquanto este mau tempo durar, vai ficar encostada na garagem a espera de melhores dias.
Quanto a alterações, para já só material de desgaste, já que é um investimento ainda recente. Mas tenho a noção que há material melhorável, quer em qualidade quer em peso. Mas como disse, a menos que algum componente se avarie vai ficar assim, pelo menos, até ao ano que vem.

Neste momento estou apenas a considerar a compra de uns bar-ends e a tal questão dos pneus para tempo seco, ou algo mais allrounder, de forma a guardar os Rendez para o inverno. Alguma sugestão? Estava a pensar nos Larsen TT ou Rocket Ron.

A "alteração" mais urgente, é o suporte do meu Sigma que tem os fios descarnados e já não transmite informações para o ecran. lol
 
#17
No futuro estou a pensar em oferecer a Carmen umas lantejoulas vermelhas (apertos parafusos, etc.). O que me dizem? Acham que lhe vai assentar bem ou faço melhor deixa-la como está?
 
#20
No passado sábado, notei um barulho nada agradável na roda traseira da Carmen. Fiquei preocupado pois temi que fosse um rolamento gripado ou qlq coisa do género. Mas não... era ela a pedir que acabasse com o jejum de subidas e descidas, terra, lama, pó etc. motivado pelo clima que se fez sentir.
Hoje lá lhe (e "me") fiz a vontade e acabou o queixume.

Sábado:
http://www.youtube.com/watch?v=5JeL0cHOSY0

Hoje:
http://www.youtube.com/watch?v=pQukE9iFR9g