Taça regional do Algarve XCO

Pelo que ouvi dizer o circuito é igual ao do ano passado (se bem que aquilo a zonas que já não da passagem, tudo lavrado, alguns muros etc....) de resto o habitual, no dia da prova é que se sabe os horários etc.......
 
Local e Data e de Realização

Cacela Velha, Concelho de Vila Real de Santo António, Domingo dia 11 de Julho de 2010, data definida pela Associação de Ciclismo do Algarve.

Organização

Casa do Sport Lisboa e Benfica de Vila Real de Santo António
Associação de Ciclismo do Algarve

Apoio

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António
Junta de Freguesia de Vila Nova de Cacela
Bombeiros Voluntários de Vila Real de Santo António
Guarda Nacional Republicana de Castro Marim


Clubes Participantes

Todos os clubes que estão afiliados na Associação de Ciclismo do Algarve. Estando previstos cerca de 120 participantes

Âmbito da Actividade

Esta Prova está inscrita no calendário da Associação de Ciclismo do Algarve como Campeonato Regional de BTT - XCO.

Objectivo da Prova

Realização de uma prova de Competição de Excelência para os vários escalões etários e sexos definidos pela Federação Portuguesa de Ciclismo, nas Classes de Escolas e Competição até ao escalão de Veterano B/Veterana.

Esta prova vai definir os campeões regionais do Algarve na Especialidade de Cross-country Olimpic (XCO) nos vários escalões etários e sexos.

Proporcionar um momento de divulgação da modalidade de BTT com a realização de um evento à escala Regional.

Desenvolvimento da Actividade

Programa Provisório:
Domingo
08.30H – 10.00 H Abertura do Circuito para treinos livres.
Abertura do Secretariado
10.00H – 10.45 H Realização das provas das Escolas - Iniciados e Infantis.
11.00H – 13.15 H Realização das provas da Classe de Promoção, Juvenis e Competição
14.00H – 14.15 H Cerimónia Protocolar de Entrega de Prémios

Apoios

1. Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

Vai ser solicitado apoio logístico à Câmara Municipal de Vila Real de Santo António nomeadamente a utilização do Pavilhão Gimnodesportivo de Cacela Velha, nos seguintes moldes.

10.30H – 14.00H Utilização dos Balneários do pavilhão pelos participantes para se equiparem e tomarem banho
10.30H – 14.00H Colocação de mangueira no exterior do pavilhão com o fim de lavar as bicicletas

No que se refere à segurança, será solicitado à CMVRSA a permanência de 2 (duas) equipas de Bombeiros – Bombeiros Voluntários de Vila Real de Santo António, uma com a ambulância e outra de BTT.

2. Associação de Ciclismo do Algarve (ACA)

Todo o enquadramento técnico da prova estará a cargo da ACA (Inscrições, Classificações, Controlo de Atletas, Aprovação do traçado do Circuito). Vai ser solicitado o Insuflável – Pano de Meta à ACA.


3. Bombeiros Voluntários de Vila Real de Santo António

Vai ser solicitada a presença dos Bombeiros Voluntários de VRSA, durante todo o tempo da competição. Para tornar o socorro mais flexível será pedido uma equipa de socorristas em bicicleta concumitantemente com a presença de uma ambulância. Este apoio será solicitado através da CMVRSA.

5. Guarda Nacional Republicana

Vai ser solicitada a presença da GNR de Castro Marim, durante todo o tempo da Prova, com o fim de se controlar as estradas de acesso a Cacela Velha que vêm da Estrada Nacional nº. 125.

Prémios


Deverão ser entregues Troféus para 3 primeiros classificados de cada escalão e Camisolas de Campões Regionais aos escalões de Competição. Serão atribuídos troféus às três primeiras Equipas classificadas.

Numero de Voltas ao Circuito

Escalões Nº. Voltas Kms
Benjamins 1 (Peq.) 0,5
Iniciados 2 (Peq.) 1,0
Infantis 4 (Peq.) 2,0
Juvenis 1 (Gran.) 5,0
Cadetes Masc. 3 15,0
Juniores Masc. 5 25,0
Sub-23 Masc. 6 30,0
Elites Masc. 7 35,0
VET. A Masc. 5 25,0
VET. B Masc. 4 20,0
Vet. Fem. 3 15,0
Cadetes Fem. 2 10,0
Juniores Fem. 3 15,0
Elites Fem. 5 25,0
Promoção 3 15,0
Nota: Volta com +/- 5,0 Kms.

Características do Circuito

Circuito desenhado ao lado de Cacela Velha e dentro da Quinta da Reforma Agrária, numa extensão de 5,0 Km, com algumas descidas técnicas em constante sobe e desce com algum declive, tendo como base o trilho. Ao longo do percurso existem zonas largas e planas para ultrapassagem.

O Circuito está diferente do ano passado, com mais subidas e descidas técnicas, tornando-se mais selectivo. No dia 03 de Julho estará totalmente limpo, sendo muito fácil seguir o trilho.

Mário Alpiarça
Treinador da Casa do Benfica de Vila Real de Santo António