Saude ORAL

#1
Ola companheiros. Alguem me poderá informar se a saude oral tira rendimento aos atletas ?!
E que "sofro dos dentes" e esta praga nao me deixa...
Cria saber se isto me pode projudicar o meu desempenho !

ABC
 
#2
Boas.
Se implica ou não directamente o rendimento desportivo de forma directa não sei dizer, mas os atletas de alta competição tem consultas com muita frequência a dentistas.
Nos testes médicos de inicio de época por regra geral um dos testes é a qualidade da higiéne oral.
Cpts.
 
#4
na minha opinião é claro que te tira rendimento.
corpo e mente sã combinação perfeita.
a «caximonia» se tiver lá qualquer coisa a bater, nem que seja lá no fundo vai sempre afetar, nunca te aconteceu levantares-te e dizer hoje estou mesmo em forma e andas que é uma maravilha e outras vezes vais com um não sei o quê... e o rendimento fica aquem do que pretendes.
pode ser uma ideia errada mas se fosse eu via isso a fundo.
um abraço e rápidas melhoras
 
#5
E mesmo isso que acontece.

Tem dias que parece que tou cheio de força, e ando pra caraças. Outros, tou todo morto parece ke nem vontade de andar de bike tenho.

:S pra semana toca a ir ao dentista... e que tar la sempre metido ja me mete impressao
 
#6
Pertinente, o tópico lol

Já participei num curso de triatlo (básico) e, num dos módulos (nutrição, se não estou em erro) foi dito que as cáries AUMENTAM MUITO a vulnerabilidade do organismo a gripes e constipações ... para além do mau estar causado. Por isso não é de admirar que os atletas de topo tenham cuidado redobrado com a higiene oral. O stress dos programas deles, só por si, já debilita o sist. imunitário... se ainda por cima têm um foco de infecção na boca é :doente: quase certa!

Eu, pessoalmente, nunca tive uma cárie (apesar de só lavar os dentes quando me lembro... :mrgreen:), por isso, não posso falar por experiência própria. Mas não me gabo da minha sorte porque não vai durar para sempre (uma dentista disse-me que factor de stress torna os dentes mais vulneráveis a cáries, mas não percebi bem a relação).
 
#7
Pois.. mas eu sempre tive habitos de higiene dentaria.
Penso que sera hereditário, uma ve que a minha mae, avo, bisavo sofrem dos dentes.

Tenho que resolver este prob antes de a epoca comessar
 
#8
Boas!

Prejudicar o rendimento não sei, mas que existe maior probabilidade de por exemplo contraíres lesões musculares isso existe!

Tenho um amigo que é jogador de futebol profissional e durante algum tempo andou a contrair lesões musculares consecutivamente, algo que nunca lhe tinha acontecido, recuperava bem de uma, contraia logo outra. Depois de muitos testes feitos pelos médicos do clube, pois aquilo não era normal, descobriram que o que lhe provocava o aparecimento dessas lesões era um dente mal tratado! Apesar de o dente não lhe doer, estava a criar uma infecção por dentro, na raiz, só ao fazerem-lhe uma ecografia aos dentes é que descobriram, nem com raio-x aparecia.
O dente foi tratado devidamente e as lesões musculares consecutivas desapareceram. Isto tudo para dizer que a saúde oral é fundamental para a prevenção, de no mínimo, a contracção de lesões musculares frequentes.

Abraço
 
#9
Boa tarde pessoal.

Este é um assunto de facto pretinente que apesar de pouca gente se lembrar é deveras importante. A saúde oral é dos pontos mais importantes para a nossa saúde e bem estar geral. Tal como ja foi referido uma simples dor de dentes pode causar mau estar que acumulado com o "sofrimento" de um treino mais intenso faz com que a saída na bicicleta se torne bastante desagradavel. Contudo a saúde oral comporta riscos mais graves do que o simples mau estar ou febre causados por uma cárie, pois a saúde oral infulencia directamente o sistema digestivo e saúde gástrica. Uma saúde oral debil além de causar problemas gástricos pode acarretar ainda problemas cardíacos!! Pois é também eu fiquei estupecto quando soube isso! E passo a contar uma pequena história que se passou com um familiar meu:

Meu primo, com 20 anos de idade com hábitos de vida normais (fazia algum exercicio) há cerca de 2 meses começou-se a sentir mal no trabalho e foi levado para o hospital com um inicio de enfarte do miocárdio, durante 2-3 dias esteve nos cuidados intensivos pois de vez em quado a máquina dava sinal de querer falhar novamente, o puto la se aguentou e após vários exames os médicos concluíram que o problema estava num virus alojado no miocárdio (musculo do coração) vírus esse que tem origem numa débil saúde oral! Não é das situações mais vulgares de acontecerem, mas acontecem. Por isso pessoal há que manter a "cremalheira" bem limpinha, não é a da bike, é mesmo a dentiçã0!! :mrgreen:

PS: peço desculpa por a minha explicação nao ser muito pormenorizada, pois apesar de estar bastante ligado ao meio da saúde, a minha área tem mais a ver com números e obras LOL.

Cumprimentos e boas pedaladas!
 
#10
Eu também não sei explicar tecnicamente, mas lembro-me que, quando tive pequenos problemas musculares a jogar Futebol de 11, o médico do clube onde joguei, ia, invariavelmente verificar os dentes, em primeiro lugar...

Há uns anos, ia ser operado ao menisco e tinha partido um dente....primeiro tive de o arranjar e só depois fui operado...agora, porquê..também não sei...quando for ao dentista, pergunto-lhe.
 
#11
Vou aproveitar o tópico para colocar uma questão:

Extrairam-me o dente do sizo na passada segunda-feira, apesar de já não ter dores ainda sinto que algo naquela zona foi (muito) mexido.
Há algum inconveniente de fazer esforço fisico hoje ? Um treino de Btt nocturno por exemplo :mrgreen:
è desanconselhével, é indiferente??!!!!....alguem me sabe responder?
 
#12
Eu tambem ia a dentista por um dente, depois era por outro, desvitalizar tinha pai 4, até que segui o conselho da minha dentista que dizia que tinha uns dentes fracos. Comecei a lavar os dentes mais vezes e com uma pasta dentrifica com uma maior concentraçao em fluor. Passados 2 meses ela diz que tenho os dentes muito melhores.

Acho que os dentes não prejudica directamente o rendimento, mas com uma dor de dentes não nos conseguimos concentrar, logo pior rendimento.
 
#13
Bem, parece que este tópico é o único daqui do fórum em que posso dar algum contributo válido, já que de biclas não percebo nada e de dentes é bom que perceba, já que é a minha profissão.

Em primeiro lugar, é bom ter em mente que a saúde da boca não «mexe» apenas com a boca, mas com todo o corpo.
Resumidamente a boca (ou sistema estomatognático) pode influir com o correcto funcionamento do sistema digestivo, respiratório, endócrino, etc.

Exemplos breves:
- A correcta e eficaz mastigação da comida é importantíssima, pois se isso não for feito como deve ser o trabalho do estômago e restantes orgãos digestivos vai ser muito maior, gastando mais energia e perdendo eficácia.

- As infecções bucais, causadas por bactérias e vírus, podem espallhar-se para o resto do organismo, quer por via sanguínea, quer por respiratória, podendo causar infecções pulmonares, cardíacas, etc. Inclusivamente perda de cabelo localizada (alopécia. Os sisos são especialistas nisto, não é muito comum, mas acontece).

Basicamente, há meia dúzia de afecções bucais que podem, directa ou indirectamente, causar perda de «perfomance» no BTT e não só:

Cárie: a cárie é uma doença multifactorial, ou seja, é influenciada pela nossa alimentação, pelas bactérias que vivem na nossa boca, pelos nossos hábitos de higiene e por factores hereditários. As bactérias que vivem na nossa boca e que causam as cáries necessitam de alimentos e alimentam-se de açucares refinados (doces, refrigerantes, gelados, bolos, etc.) Hoje em dia, é praticamente impossível ter uma alimentação livre desses açucares, por isso devemos ter muito cuidado com a higiene oral e não facilitar. Idealmente deve escovar-se os dentes 3 vezes por dia: de manhã depois do pequeno almoço, a seguir ao almoço e antes de deitar. Se isso não for possível, escovar pelo menos de manhã e à noite, não custa assim tanto, são 2-3 minutos por escovagem. A escovagem da noite é a mais importante, pois durante a noite a boca produz menos saliva e não há tanta «auto-limpeza» como durante o dia. Por isso é muito importante não ir dormir com a boca cheia de restos de comida, é um festim para as bactérias.
De notar que a cárie é uma doença contagiosa, se têm num dente, então é muito provável que os dentes vizinhos levem por tabela. As cáries mais traiçoeiras são as que aparecem nos contactos entre os dentes, pois não se vêem (só com Rx) e normalmente ao afectar um dente afectam passado pouco tempo o dente vizinho. Como não se vêem, a gente não repara e só nota quando começa a doer (aí já está numa fase bastante avançada levando, regra geral à «desvitalização» do dente).
Há pessoal com mais sorte e pessoal com mais azar, uns com mais tendência a desenvolver cáries e outros com menos.


Gengivite: a gengivite caracteriza-se por gengivas inflamadas, que sangram quando se escova os dentes. Isto é causado pela placa dentária (aquela pasta branca pegajosa que aparece nos dentes de manhã) que ao fim de umas semanas evolui para tártaro (aquilo duro agarrado aos dentes junto à gengiva, de cor amarelada ou castanha escura). Nesse caso, devem ir ao Dentista fazer uma tartarectomia (limpeza), para remover todo o tártaro (que não sai com a escovagem) e assim poder desinflamar as gengivas, para voltarem a ter aquele tom rosa e aquele aspecto tipo «casca de laranja» característico e saudável. A gengivite e periodontite (estado mais avançado que leva à perda do osso que suporta os dentes e à consequente mobilidade dos mesmos) também é causada por bactérias, que se podem espalhar pela corrente sanguínea para o resto do organismo).


Dores articulares: as dores da ATM (articulação temporo-mandibular), que é a articulação entre a mandíbula e o crânio são muito comuns e podem levar a dores de cabeça, dores de ouvidos, dores musculares, tonturas, perda de equilíbrio, etc. Podem ser causadas por uma má oclusão (entre a maxila e a mandíbula) que pode ser derivada de falta de dentes, por exemplo. Os problemas da ATM são bastante comuns e também podem ser causados devido ao stress do dia-a-dia, que nos leva a «apertar os dentes» inconscientemente, mantendo a articulação em tensão durante grande parte do dia (e principalmente de noite), levando a cansaço muscular, que se nota principalmente de manhã, na zona da face. A isto chamamos de bruxismo.


Sisos: os sisos também podem causar dores musculares, de ouvidos, cabeça, perda de cabelo ou barba, etc. Estou a falar principalmente dos sisos inclusos, que estão por baixo da gengiva (não nasceram, por exemplo, por falta de espaço.


E por aí fora.


Se houver por aqui algum colega de profissão (sei que pelo menos há um) que se pronuncie também e dê a sua opinião. Tentei descrever isto da forma mais clara e simples possível, por isso se estiver por aí algum colega, não leve a mal a falta de conteúdo científico. :mrgreen:

Se a seca foi muito grande, lembrem-se que também passo aqui horas a ler sobre fadiga de materias e testes de engenharia e mais não sei o quê. :lol: Calha a todos!


Espero que tenha ajudado em alguma coisa, se quiserem saber mais é só perguntar.
Se quiserem, podem pagar as consultas online em peças para a bicla. :roll: :mrgreen:
 
#15
Afinal deve haver mais do que um.... :wink: Está muito boa a explicação. :) Só faltou falar da oclusão (maneira como os dentes se encaixam uns nos outros) que pode dar origem a problemas posturais a nível de cabeça, pescoço e até tronco, com consequente diminuição do rendimento do atleta e / ou propensão a lesões musculares. :wink:
Abraço
 
#18
Ora cá está um tópico à medida dos ZANGÕES-BTT :)

Bem, parece que o Jazz já esmiuçou o tema da Saúde Oral, não deixando praticamente margem para dúvidas.
Contudo, gostaria de dar aqui um pequeno contributo, já que a Saúde Oral também é a minha área.

Pois é, parece que os médicos dentistas só olham para dentes, e é bem verdade.
Devido a esse facto, invariavelmente dou por mim a olhar para os dentes dos colegas BTTistas, o que culminou nesta minha mensagem:

É com bastante tristeza que vejo a cremalheira de alguns colegas BTTistas em mau estado e, muitas vezes, com falta de dentes.
É certo que as consultas de Medicina Dentária, infelizmente, não fazem parte do Sistema Nacional de Saúde; quanto às consultas privadas, têm os honorários equivalentes a uma consulta de especialidade.
Isto condiciona o acesso aos cuidados profissionais de Saúde Oral a grande parte da população.
Mas, então, o que poderá ser feito?

Ora bem, quando se tem cáries ou qualquer outro problema relacionado com a cavidade oral, a consulta de um médico dentista torna-se imprescindível.
Porém, quem não tem problemas (devido a ter muito sorte, muito cuidado, ou por ter tratado os problemas anteriormente), nada melhor do que prevenir.
A prevenção continua a ser a melhor arma, nomeadamente contra os problemas dos dentes, língua, gengiva, etc.
Por isso, caros colegas, toca a escovar esse "piano" três vezes por dia.
O custo é baixo: escova macia ou média e um pouco de pasta dentífrica (do tamanho de uma ervilha), são os instrumentos essenciais.
Substituir a escova de 3 em 3 meses e comprar mais dentífrico quando este acabar :D

Quanto ao fio ou fita dentária, deve ser usado, pelo menos 1x por dia, apesar de ser uma seca, uma vez que as cerdas das escovas não conseguem higienizar os espaços interdentários.
Para comprovarem isso, basta passarem o fio 1x e cheirarem.
Irão notar um cheiro a podre, ou seja, não pode ser boa coisa! :D

Depois, para os mais cuidadosos, mais preocupados, ou com mais problemas, existem os colutórios (vulgo elixir), à venda em qualquer hipermercado ou parafarmácia.
O seu custo não é muito elevado e existem vários elixires indicados dependendo do problema a tratar: inflamação das gengivas, dentes sensíveis, propensão a formar tártaro precocemente, etc.


Não quero que levem a mal este comentário, apenas considerem um aviso para manterem a boca saudável!

Qualquer dúvida, é só dizerem!

Abraço,

ZANGÕES-BTT
 
#19
Visto que neste tópico há especialistas :D aqui vai uma perguntazita.

Arranquei um dente na 5ª feira de manhã, ao que parece está a cicatrizar bem.
Passado quanto tempo posso voltar a fazer desporto mais intensamente?
Visto que me disseram para parar um tempo, mas não disseram quanto.

Obrigado