Bicicleta de Estrada: como "reciclar" a minha btt de supermercado?

#1
Vivam,

o título do tópico diz tudo:

tenho uma velha btt de supermercado e quero adaptá-la para ficar com uma bicileta "pó alcatrão". Será que já alguém por aqui fez o mesmo ou pensou fazê-lo??? :-K :-K :-K

Aceito ideias/sugestões/conselhos. Até agora a única coisa que modifiquei foi investir nuns pneuzitos "rolantes" da Decathlon. Mas e quanto a pedaleira, mudanças, travões, forqueta e guiador, etc, etc...?

Vá lá, "amandem" aí os vossos "bitaites", eu agradeço-vos.
 
#2
Boas,

Isso depende o que a bike tem.

Se quiseres gastar uns euros era por com 9 velocidades, uns travões melhores V-brakes, mas isto é tudo muito relativo porque não metes uma foto da bike aqui no forum com a descrisão do material que tem e ai a malta já pode ajudar mais um bocado.

Um abraço
 
#3
Por acaso tenho estado a pensar em fazer o mesmo, tenho lá uma bicicleta do super-mercado que andou até ao passado ano e como não tem suspensaão nem nada e até é bem gira estava a pensar meter-lhe uma transmissão nova (que é por onde ela "morreu") e uma rodas e pneus de estrada (1.1 ou 1.2), um selim melhorzito e uns v-brakes novos e usar-la para fazer uns treinos de estrada em estilo Troia-Sagres (mas com menos KM's :D)
 
#4
Hum.. podes sempre por uma trasmissao de estrada uns bons vbrakes.. mas com o que vais gastar mais vale comprares uma de estrada mesmo..

eu comprei uma decathlon 7.1 e ate esta bem equipada e foi apenas 250 euros...
 
#5
Depois de me habituar à geometria da minha actual Bike e mesmo da anterior, quando me sento na minha antiga bike de supermercado, parece que não sei pedalar.

Por isso, se a bike tem uma geometria aceitavel e parecida com a tua bike actual, vai em frente, se não tiver compra umas jantes para asfalto e esquece a bike de supermercado
 
#6
No que toca a esta transformação o que até ao momento me levanta mais duvidas é mesmo as rodas... querendo eu meter uns pneus 1.0 ou 1.1 que tipo de aros devo comprar... normais... de estrada...???
 
#7
Vivam,

desde já agradecer-vos as respostas ao post.

Quanto à opção da compra de uma bike de estrada (provavelmente, a opção mais viável!!!), ela está mesmo fora de questão. Primeiro porque, o custo - que, para mim e apesar de ser uma das opções mais baixas da Decathlon, por exemplo, ainda seria avultado - talvez não justifique o investimento. Ou seja, tendo em conta o número de vezes que faço estrada, seria dispender de uma soma ainda considerável...

A :ideia: surgiu-me ao ver a minha Confersilzita encostada. O material que tem é muito básico (pedaleira de veio/rosca, tipo pasteleira, pedais de plástico, desviadores Falcon :rotfl:
Enfim... material baratucho e já com grandes sovas em cima (Estremoz, Arrábida, etc...)

Queria apenas investir o necessário para poder efectuar uma voltinha de vez em quando (tipo quando há passeiozinhos de estrada por aqui perto!). Neste sentido, penso substituir as partes que, normalmente, sofrem maior desgaste: pedaleira, travões...

Pelos vistos anda por aqui mais malta com esta :ideia: Vou tentar meter aqui umas fotos da minha "máquina" tal como está. Talvez assim possam ser mais objectivos :yeah:
 
#8
Eu por acaso tb tenho um projecto parecido, que no meu caso é o seguinte: aproveitar a HT antiga que já não utilizo e transformá-la numa hibrida bem levezinha para utilizar nas minhas deslocações citadinas ou estrada. O problema é que o material que tem montado é antigo e bastante pesado, pelo que me vejo na mesma situação que o Speças, por um lado quase que fica mais barato comprar uma nova, por outro é pena desaproveitar material que ainda funciona. o melhor é ir ficando atento aos usados e ás promoções da net e com tempo havemos de conseguir recuperar as "velhas glórias"
Abraço
 
#9
Eu estou na mesma situação.

Estou a restaurar a minha sirla com a qual andei 8 anos.

Primeiro pensei em transformá-la em singlespeed mas depois vi que isso não era para mim e que a transmissão, tirando o eixo pedaleiro, ainda se safa.
A caixa de direcção também tem que ir à vida e as rodas (mais a da frente que a de trás ainda se safa) também estão algo danificadas... :s

A posição de condução é que é demaisado racing para o quero dela e ando atento a avanços e guiadores em segunda mão...

Acho que vale a pena porque a bike tem um valor sentimental para mim que nenhuma nova o terá tão cedo... :wink:
 
#10
Vivam,

aqui venho tentar deixar-vos algumas fotos do actual material:

Foto dos travões da frente:


Pormenor do "cockpit:


Foto da pedaleira e desviador dianteiro:


Foto do "FALCON" = desviador traseiro:


Digam lá que não é um mimo?! :hehe: :hehe:
 
#11
Eu na minha gastei até agora cerca de 50€:
- Manetes de travões
- Travoes (comprei deore para a outra e meti uns acera ou alivio, v-brake). É suficiente, se tiverem bons calços, acera no minimo;
- 1 selim,
- 1 espigão de selim
No espigão tive um problema: naquela medida, em aluminio só encontrei um de 70€. Comprei um de aço mas o problema é que não trazia a parte que liga ao selim (era o que eu mais precisava). O espigão comprei pq o q tinha era curto, e este devia ser também um pouco maior. Essa peça vem com os selins e eu já tinha comprado. Tive a sorte de encontrar um no lixo da loja, que até acabei por montar e deixar o que comprei de lado, devido ao conforto.
- Troquei o desviador traseiro por um SIS que tinha usado de outra bike, mantive-a com 18 vel
- O desviador da frente funciona bem, desde que troquei os shifters pelos SIS que também tinha
- Verifiquei as bichas
- Nem me dei ao trabalho de limpar a corrente, a ferruge saiu com as voltas na serra
- Apertei a caixa de direcção, mas falta desmontá-la e lubrificá-la.
- Meti depois uns pneus 1.5, penso eu, quase lisos.
Tenho até 4 rodas (porque tinha 2 bikes velhas). São iguais e tenho rodas de estrada e terra. O grande problema é ter só 18 vel, mas acredito que isso se resolva com uma pedaleira moderna.
Quando tiver o problema da outra minha bike resolvido (problema com garantia), vou procurar uma pedaleira usada e fica impec. :p
 
#12
Vivam,

venho de novo aqui para vos agradecer os comentários e para acrescentar algo mais.

Como diz o patroni o valor sentimental é quem mais fala aqui. Comprar uma bicicleta de estrada seria, de longe, o mais prático e viável, mas... contra factos... :mrgreen:

Agora já quanto a deixá-la com o material que ela ainda tem, ainda estou um pouco mais renitente. É certo que se a ideia é reciclar, será viável aguentá-la com o material que tem, mas por outro lado, o rendimento que tirarei dela (em estrada) também não será o mesmo. Como alguém já por aqui afirmou, andar a rolar no alcatrão sem poder ir além dos 30 km/h é um pouco "pedalar em seco". :cadeirada:

Daí que esteja a pensar mudar-lhe o sistema de transmissão. Também é certo que se o fizer, estarei a "deturpá-lo", pois estarei a colocar-lhe um sistema de uma btt e não verdadeiramente de uma bicicleta de estrada.

Um outro contra tem a ver com o "graveto" que terei de investir Por alto e de acordo com uma rápida "sondagem de mercado em 2ª mão", será brincadeira para uns 130 150 aérius doh :aiui:

Valor que inclui: manípulos; desviadores; rodas (sem cassete) e pedaleira. Faltando ainda a corrente, a cassete, o eixo, novos cabos :eek:mg: :doente:

Enfim, brevemente, me decidirei.
 
#13
speças, um pequeno conselho:

para andares rapido em estrada precisas de carretos pequenos atrás (já os tens naquela roda livre :wink:) e não grandes (mais lentos), basta olhares para as relações das cassetes de estrada, e uma pedaleira com um 3º prato minimamente grande (42 ou 44 dentes, não consigo ver quantos dentes tem a tua)...

uma cassete com mais mudanças só te vai dar mudanças leves (e lentas, boas para subir mas em estrada se calhar não tão úteis)

Portanto até tens uma bike rapidinha(pelo menos nos carretos atrás) e desde que os manipulos e desviadores estejam a funcionar +- como deve ser (atenção que com uma boa afinação com cabinhos novos podes-te vir a surpreender e muito :wink:) e, se calhar, uma pedaleira com mais dentes (e talvez um novo eixo pedaleiro) estás resolvido quanto à transmissão...

Depois, tal como já disse atrás é só mudar o que está estragado.

Só se a mudança de algo estragado (por ex. rodas) implicar mexer em algo que está bom é que pensaria mudar algo falado atrás... :wink:

uma coisa que eu estou a ver que vou mudar é o guiador e/ou avanço porque a posição de condução é um bocado desconfortável demais para o que eu quero da bike que estou a restaurar... :)
 
#14
Viva Pratoni,

de facto, não me tinha lembrado desse pormenor (maior!!) da cassete/pedaleira. De facto tenho que pensar.

Quanto ao guiador/avanço... aí tenho um outro dilema que creio impossível (me dirás/dirão!):
é que o meu volante é daqueles que podem ver na foto... frágil, muito frágil! E o pior é que não sei se o quadro suporta a alteração, isto é, se a medida/diâmetro dá para lhe colocar caixa de direcção... logo... :s
 
#15
Eu penso que é possivel trocar a caixa de direcção por uma moderna, pelo menos já me disseram isso. Eu, para já, não vou mexer aí.
Fiquei a pensar no que o Pratoni disse. Tem lógica, se bem que me parece que o carreto mais pequeno das cassetes de 9 tem menos dentes que as de 6. No entanto, isso pode ser diferença de 1 ou 2 dentes no máximo, pelo que a grande diferença vem da pedaleira. Nessa, sendo a bike só para estrada, também já não me vão fazer falta as mudanças mais lentas. Será que posso meter só o carreto maior e manter os outros 2?? Era a forma de ficar mais barato. Confesso que mesmo comprando uma pedaleira usada nunca seria sequer uma deore. Talvez uma acera, ou até sis. E tinha sempre a vantagem de a poder desempenar à martelada :wink:

Voltando ainda à caixa de direcção, penso que para mexeres ou trocas logo por uma nova (terás que comprar a caixa, o avanço e o guiadro, pelo menos), ou pelo contrário deixas estar como está e trocas só o guiador. Na minha é possível e acho que é em todas. Não sei é se com um sobre-elevado vai ficar grande coisa.
Depois coloca mais fotos, pode ser que me dês mais umas ideias para restaurar a minha.

A grande asneira que fiz na minha foi a pintura. Já tinha alguma ferruge e era verde, não gostava (não era minha). Como uma pintura era cara, eu não tinha paxorra para lixar, polir, etc, e tudo começou por uma brincadeira ( a ideia era só pô-la a andar e isso já cosegui), optei por pintar com um spray. Ficou cinza prata e usei um spray indicado para pintar jantes. A tinta até é resistente mas a ideia não foi lá grande coisa. Por um lado o trabalho não ficou bem, não demontei tudo, como devia, e por outro a tinta risca-se facilmente.
 
#16
Speças e gamboa,

quanto à caixa de direcção/avanço/guiador é sempre possivel fazer a coisa.

Se tens caixa de direcção de rosca,provavelmente só poderás colocar uma caixa de direcção aheadset trocando o garfo porque os garfos de rosca não têm comprimento suficiente para ir apertar o avanço do sistema aheadset.

Tens que ter atenção à largura da caixa de direcção mas o mais provável é de ser de 1". Atenção que para arranjares estas caixas de rosca de 1" poderás ter alguma dificuldade, tal como eu estou a ter... :s
A decathlon tem ( http://www.decathlon.pt/PT/Product_...em/mtb-leasur-stee/product_5245085/index.html ) mas não sei se eles as montam, pelo menos no montijo penso que não o façam...)

Quanto a colocares um avanço desses mais modernos é possível através de adaptadores que simulam a parte da rosca e parafuso. Exemplos:

http://www.bikezone.pt/loja/index.p...facturer_id=0&option=com_virtuemart&Itemid=11

http://www.decathlon.pt/PT/Product_...em/mtb-leasur-stee/product_1788291/index.html

depois disto podes colocar o avanço que quiseres... :wink:

Podes sempre arranjar um avanço de rosca de 1", tipo o seguinte:

http://www.bbbparts.com/products/bike_parts/stems/bhs22q.php

Mas penso que deve ser difícil, se calhar em lojas mais antigas tenham alguma coisa...

Quanto ao guiador, a única coisa que tens de ter em conta é ver o diametro que tem que ser compativel com o avanço que tiveres.

Aqui tive a pior surpresa com a bicicleta, o guiador mede 29mm de diametro :shock: o que não corresponde a nenhuma das medidas usuais (25,4mm e 31,8mm), portanto vou ter que arranjar avanço e guiador novos, quando só queria arranjar um guiador... :s

Se souberem de algum sitio onde vendam guiadores desta medida, digam aí... :D

Mais alguma dúvida digam...

PS: Também estou a pensar se valerá a pena mandar pintar a bike (quadro + garfo), ela tem alguma ferrugem em certos pontos mas penso que isso não sairá nada barato... :s
 
#17
gamboa,

quanto aos pratos da pedaleira e trocar só o maior não sei se terás muita sorte, há muitas pedaleiras (as mais baratas) em que unem os pratos à aranha através de rebites e não parafusos, logo ao mudar terás de mudar a pedaleira toda. Agora se for de parafusos tens sorte e podes mudar só um dos pratos. :wink:

Não sei se a tua é assim ou não, a minha penso que é com rebites mas estou satisfeito com a quantidade de dentes do prato maior, logo não tenho esse problema... :mrgreen:
 
#18
Vou ver isso então, da pedaleira.
Em relação ao guiador está a acontecer-te o que me aconteceu com o espigão do selim. Procurei um em aluminio, principalmente por causa da parte que fixa o selim, mas só encontrei um que custava 70€. Tive por optar por comprar em aço, e devia ser mais comprido. Acho que a minha ficaria melhor com um guiador sobre-elevado, mas se me descuido gasto tanto como numa nova. Aí está o grande problema.
 
#19
gamboa, confirma primeiro o diametro do guiador de forma a não comprares o tamanho errado, isto claro se quiseres manter o mesmo avanço, senão basta comprares um que seja compatível com o avanço que comprares... :wink:

Quanto ao espigão do selim também me calhou uma medida pouco usada, 30,0mm :s

Tens por exemplo este espigão da BBB que existe em quase todos os tamanhos e não é muito caro:

http://www.bikezone.pt/loja/index.p...facturer_id=0&option=com_virtuemart&Itemid=11

O espigão de selim não devo mudar, só se notar que ele não segura o selim na posição correcta...