[Análise] Trek Fuel 70 2005

#1
Quando comprei a bike tinha em mente uma bike que desse para eu andar aqui pelas ciclovias e pelos trilhos da bela serra de Sintra. Ou seja nada de muito abusador, a sua utilização era na sua maioria para XC. Passados sensivelmente 3 meses e meio já fiz 300 km e quase não tive problemas nenhuns com a bike.

Comecemos por uma das partes mais importantes da bike, a Transmissão.
A transmissão da Fuel 70 é Alivio/Deore. O desviador da frente e o pedaleiro (MC20) são alivio, a cassete é Sram 9.5, e o desviador traseiro é Deore. Funciona na perfeição para pessoas como eu (pouco á frente de iniciados :p). A única afinação q tive de fazer foi no desviador de trás e consequentemente no da frente. Os manípulos são Deore também.




O Quadro

O quadro é um quadro FS de XC, com o sistema Powerpoint Triangle atrás. Tamanho 17,5”. Esteticamente muito bonito e tem uma cor linda :);



Suspensão e Amortecedor

A suspensão é uma Manitou Axel Comp com 100mm de curso. O único ajuste q tem é para controlar a rigidez da suspensão, ou para a bloquear. O lockout funciona, embora com os pneus q a bike trás, aquilo faça um atrito enorme quando andamos em estrada.
O amortecedor é um Rock Shox BAR, sinceramente não percebo como é que aquilo funciona. Não tem nenhum ajuste, só uma válvula para por ar, está um bocado duro. Para mim vai ser uma das coisas a trocar daqui a uns tempos. O ideal parece-me ser o antigo Float RL, actual RP3 da Fox, se não me engano.



Pedais

Os pedais de origem são de plataforma, são largos, têm uns picos que não são substituíveis, são bons para Freeride. Rodei com eles até à pouco, pois recebi uns PD-M540 da Shimano que são fantásticos.



Travões

Os travões são os Deore Mecânicos. Até agora 5*, para uns travões de gama média mecânicos. Muitos dizem que uns bons V-Brake conseguem igualar ou ser superiores a estes travões, eu nunca tinha tido uns travões de disco, e agora que tenho digo com toda a certeza que nunca mais vou ter uns v-brake; até porque é uma travagem diferente.
Os contras : tal como o fireblade disse na análise à bike dele, as pastilhas que vem de origem não prestam. Outra coisa que me aconteceu foi uma descida do abano, que era bastante comprida, no fim da descida os travões estavam tão quentes que aquilo começou a travar menos, nada q uma paragem de um minuto não resolva :p



Rodas

Os aros são WTB Speed Disc, os cubos são Deore para disco, e os pneus são uns Bontrager ACX, 26x2.2".
Gostei bastante deste pneu, bastante resistente, e bom para andar tanto em terra batida como na lama, mas como já disse anteriormente, quando rodamos na estrada faz algum atrito.

Selim e Espigão

São da gama Select da Bontrager. O selim até que não é mau, não me posso queixar pq ainda não me deu nenhuma dor no rego. :D



Avanço e Guiador

Ambos da Bontrager, ambos da gama Sport. O avanço tem uma inclinação de 10º. O Guiador é sobrelevado.



Caixa de Direcção

É uma Aheadset, semi-cartridge, sealed.

Conclusão

Bem, foi a minha primeira bike a sério e até agora estou a gostar da nossa relação :p lol.
Problemas :
:arrow: pequena desafinação nas mudanças que logo foram afinadas;
:arrow: e uma folga na caixa que já é a segunda vez que acontece.
É uma bike porreira para quem gosta de pedalar com conforto, tem um curso que me parece o ideal para uma bike de XC FS, os travões não desapontam.




Preço : 1.150 Euros (sem desconto claro :p)
 
#2
Boa Análise...
Ja tive o prazer de ver ao vivo essa "doida" e é bastante bonita... :D
Neo, tens uma boa base (quadro) para construires aos poucos uma verdadeira bike FS de competição (XC) ou quase... :wink:

Um abraço.

Ps: Bora lá pessoal, venham as Análises, só estamos a fazer crescer o forum em conteudo, o que é excelente!!

Ps: Neo, depois quero a análise a esses SPD's!!
:twisted:
 
#6
Bom review sim senhor :wink:

Em relacao ao que dizes do amortecedor estar um pouco duro, isso é pq ta com a pressao muito alta,provavelmente es muito leve como eu(62kg) e o o meu fox tb nao era muito sensivel, tirei um pouco de ar e ta muito melhor!! basta mesmo abrir a valvula e esvaziar aos poucos..tiras muito pouco e exprimentas, sempre assim ate achares que esta bom!

Comigo resultou!

Abraço, Ricardo Pavia
 
#7
ricardo lee :

a avalanche é aquela lá embaixo no fim da rua do lidl(na torre) onde começa a ciclovia da marina; www.avalanchebikes.com

a equinócio é nas varandas de cascais, e a importadora da GT podes ver o endereço na bikemagazine na zona dos socios bike team

ricardo_pavia :

falhas.te por pouco peso 64 :p hehe
prefiro qunado for fazer a revisão da bike pedir a eles pa me fazerem q eu nao quero lixar aquilo... :roll:
 
#8
tamanho

Tb já andei a ver umas Fuel, mas acho os tamanhos dos quadros não me "servem", lol.


Qual a tua altura?

Eu meço 172cm e acho que o 17.5 era a medida ideal, mas qd experimentei uma 17.5 achei um pouco grande.

Boas pedaladas.

Rui
 
#10
re

Boas!

Neo de facto grande review a tua e também te digo que tens ai uma "ganda" bike, que aos poucos caso qu€€iras podes transformá-la numa bike ainda melhor visto que tens quadro para isso!

Em relação a tamanhos, acho que para a "nossa" altura ( eu meço 1.74) a medida 17" seja a mais indicada, pelo menos no meu caso as biclas de MTB são todas essa medida.....o facto do Ruitere achar a bike comprida por ter a ver com o avanço montado na bike que experimentou ser demasiado comprido, ou então pelo facto de o quadro ser um 17.5" em vez de um 17"....mas acho que não será por ai......

Cumps

Castroma
 
#11
Boa review...

Eu tb meço 1.70 metros e o homem recomendou-me o tamanho 20 :shock: ... E aquilo até nem me ficava mal em termos de tamanho... Mas felizmente não havia o 20 e troxe o 18, que me serve na perfeição...
Mas isso também terá a ver com a marca ñ?
 
#12
re

A geometria do quadro pode justificar pequenas diferenças em relação aos tamanhos, mas normalmente não deve ser responsável por medidas de quadros diferentes em relação á estatura do utilizador....
 
#14
Confesso que não percebo nd de tamanhos de quadro, mas faz alguma diferença significativa de um 17 para um 18? Disseram-me que só havia o 18, e eu fui pelo 18... Como ainda só experimentei a bike na loja, gostava de saber se faz alguma diferença...
 
#15
O meu pai teve o mesmo problema com o tamanho da trek, ele como 1,70 como eu, o tamanho seria um 17, mas nao sei bem pq a trek na serie 4900 so tinha o 16 ou o 18, ou seja nenhuma delas seria o ideal para ele, e sendo o 18 grande acabou por comprar um 16, entao tem q andar com o espigao na maximo, e mesmo assim o quadro é muito pequeno..

Abraço, Ricardo Pavia
 

Ludos

Benevolent dictator for life
#16
WOW, 16" para 1,70m ?
Bolas :?

Mais valia ter comprado o 18" e jogava com o tamanho do avanaço :wink:

Deixa lá, mete-o aqui a conversar no fórum e vais ver ele arranjar pretexto para mudar de bicla e comprar um canhão que tu ficas a babar Ricardo :lol: :lol: :lol:

Em relação á análise em si, sou da opinião do Castroma, o Neo tem um bom quadro, haja t€mpo e fica com um maquinão do caraças.
No entanto e dado a relação qualidade/preço contínuo a achar esta bike uma proposta muito boa :)

Aliás, posso-me orgulhar de lhe ter sugerido comprar uma Trek Fuel :wink:

Hehehe.

Parabéns pela review Neo15190, tá á maneira, qualquer dia faço uma á minha liquid :wink:

Um abraço.
 
#18
Pois mas na altura precipitamo nos ao comprar aquela, mas o meu pai gstou tanto dela..
É que realmente ele oj fala no 18"..

Falhei, nao comentei a review.
Esta realmente muito boa, focaste os aspectos essenciais e penso que se alguem estiver na mesma duvida que estavas tem aqui uma grande ajuda!
Em relaçao a bike em si, muito sinceramente, nao gstou muito do modelo, mas a parte disso digo te, a bike esta muito fixe!! bem equipada, o que n é costume nas trek de gama media..E a cor do quadro para mim é um sonho!! Serio esse azul esta brutal!! So acho que para quem tem 15anos de certeza que o "bixinho" dos saltos e do freeride mexe ctg, pelo menos eu tenho 19 e mexe muito!! Mas gostos pessoais a parte, penso que tens uma excelente companheira de trilhos!! Parabens!!

Abraço