1 Maratona do Gerez 02/10/2011

#21
Boas pessoal, antes de mais o muito obrigado a todas as maquina que estiveram presente na 1ª Maratona BTT do Gerês.
Antes de me deitar e poder dormir mais de 2h por noite queria deixar aqui umas palavras, aqui vai:
1. A partida foi assim porque os atletas não respeitaram os elementos da organização para entrarem para dentro do recinto e continuavam a circular nas estradas periferias, sem duvida a melhorar e a solução é colocar a partida/meta mais afastada da entrada.
2. Uma hora antes da partida saíram duas motos para verificar a sinalização e mais uma vez mais do mesmo, mudaram fitas, mudaram placas e alem disso as cabras voltaram a comer as fitas, podem pensar que é mentira mais é a mais pura verdade. É natural que depois com a aflição de não entalar a maratona fica alguma coisa para trás.
3. A questão do segundo reforço, têm toda a razão, falhou e não podia.
O que causou foi por uma lado a necessidade de mais agua e por outro a falta de companheirismos de alguns atletas pois consumiram a agua deles e levaram para poderem espalhar pela serra a baixo, a nível logístico era muito difícil la colocar um segundo reabastecimento como verificaram pelo terreno, quando lá chegasse já era tarde, e fica assente NUNCA MAIS SERÃO SERVIDAS AGUAS INDIVIDUAIS NUMA PRÓXIMA MARATONA BTT DO GERÊS, será sempre abastecimento colectivo através do cantil do atleta, assim a serra não fica cheia de garrafas.
4. A sinalização falhou não por falta de colocação de fitas ou placas mas por causa de terceiros, ou eram os caçadores, pois foi dia de abertura de caça, ou eram as cabras ou algum cabrão (s.m. Bode.). Mas se os primeiros fizeram o percurso todo e em excelentes tempos o que se passou com os mais atrás? Retiraram sinalização? Ainda não consegui averiguar.
5. O almoço, a organização de forma a quebrar a rotina da massa a bolonhesa ou do porco no espeto ariscou e fez rojões a minhota, um prato tipicamente minhoto apenas substituindo as batatas fritas por batatas a murro pois era impossível logisticamente fornecer batata frita, e arroz para os que gostassem pouco desse tipo de batatas.
Como tal é um prato que na sua apresentação demora mais a ser elaborado, mas a organização pensaria que seria para o bem comum mas pelos vistos não, ou seja realmente é melhor a massa e o porco. Foram servidas 200 refeições por hora, o que dá cerca de 3 refeições por minuto. Foi acompanhado de massa assada, mais uma demora, para a próxima talvez uma caixa de laranjas.

Houveram ainda outras falhas, mas é mesmo assim e sabíamos que seria assim, no entanto foi dos dias mais loucos da minha vida, ou era alegrias ou tristezas, ou pouco como o relevo do Gerês. Agradeço mais uma vez a todos os que cá passaram, agradeço a todos os que me ajudaram nesta organização,a minha Leninha, os meus pais, o Rui, a Ana, os pais do Rui, o Flavio, o Pedro, o Luis Eurico, o Sergio, o Leonel, o Cristovão, a Sandrina, o Zé Antonio, o Luis Costa, a Mara, a Barbara, a equipa da Selvagem Aventura com o Pedro, a Joana, aos escuteiros do Gerês, o Tó, o Chynes, o Zé e amigos, ao Grupo Desportivo de Valdosende, a Junta Municipal de Rio Caldo entre muitos outros que me desculpem não mencionar.
Encaro isto tudo com sendo o inicio.
Muito Obrigado por tudo e ABRAÇO MAQUINAS.
 
Last edited:
#22
Pois..... acho que a fasquia foi colocada alta demais. A promoção do evento foi muito bem feita, e sinceramente ia à espera de outro tipo de organização. Valeram as paisagens e os trilhos.
Para começar, acho que o local de partida foi mal escolhido, penso que cá em baixo perto das pontes ficava com outro cenário!!!
Quanto ás marcações, estavam muito fracas, a desculpa de não haver vegetação para prender as fitas não me parece ser válida, por acaso já ouviram falar em "cal" ?!
Hoje em dia podemos marcar um percuso com pouca quantidade de fitas, bastando usar a cal para fazer umas setas no chão a indicar o caminho e fazer uns cortes por onde não se deve passar.( entendam isto como uma dica para próximos eventos ).
Em relação à falta de água.... eh pá.... essa nem sei o que dizer, não sabiam que iam passar lá cerca de 700 pessoas??... valeu-me ainda ter alguma no bidom.
Por último, foi só comigo ou ficaram cerca de 1000 m de acumolado para fazer? É que o meu gps só marcou cerca de 1700m quando o anunciado era por volta dos 2600 m!!!
Como foi a minha primeira vez no Gerês, e vim com a famila, considero que foi um fim de semana bem passado, com paisagens de cortar a respiração. Mas se por acaso tivesse vindo de Torres Vedras de propósito para fazer a maratona, digo já que ia muito desiludido.;)
 
#23
boas sr.helder
e natural que as coisas nao funcionem bem na 1º vez,mas a que ser um pouco humilde ...
isto da culpa de ser sempre dos outros ,nao pode acontecer e a organizaçao justificar se dessa maneira...´e mau apanagio.
espero que nas proximas aprendam e assim demonstrar ja outro profissionalismo..
po ano la estarei
 
#24
Apesar de todas as dificuldades que existem na realização de um evento desta natureza, há" pormaiores" que não podiam falhar e falharam: considero que as marcações em muitos locais eram escassas e noutros em que não havia que enganar sobravam; em relação aos reforços, a sorte foi que depois daquele 2º reforço, onde estava a rapariga (sozinha?!!), e após aquela subida pedonal, o percurso era a descer, pois se fosse a subir, devido à falta de água, poderiam ter surgido problemas sérios... Valeu aquela fonte na povoação no final da descida.
Não conheço a fundo o gerês, por isso mesmo gostei do percurso da maratona, boas subidas, excelentes descidas, paisagens brutais! Em relação ao alcatrão, provavelmente foi um mal necessário!
Na partida, o uso de um megafone e de um sinal de partida tinha amenizado as coisas!
No final, o banho de água fria, ao contrário do que já foi comentado, não faz bem nenhum... é por essa razão que existe um fenómeno chamado "morte no balneário".
Apesar de tudo o que tem sido apontado, voltava a inscrever-me pois foi um dia de bom btt.



Em relação ao post do pofa que diz que deve ser um génio ou um super-homem e que o gerês é para quem pode... NO COMMENTS!
 
Last edited:
#26
eu devo ser um génio ou um super homem:

- nao me perdi nenhuma vez
- quando cheguei ao segundo abastecimento tinha os meus dois bidons totalmente cheios
- na ultima subida, depois da ponte, ainda deitei fora meio bidon de agua para ficar mais leve

o Geres não é para quem quer é para quem pode !

e se alguem se der ao trabalho de olhar para um mapa, vai perceber que não é possivel passar de um lado para o outro sem passar por bastante asfalto.
(haver há, mas não é com 70 km, é com 120)

já agora o "top 50", por regra não pára em nenhum abastecimento, por isso depois de nós passarmos, a comida fica toda e os liquidos quase todos.

No fim de semana passado, em barcelos vi gente a tomar banho no sitio de lavagem de bicicletas, porque nao havia casas de banho para todos.
E foi uma prova do nacional.

á organização: este fim de semana diverti-me, obrigado !

...................................................................................................................................................

Deves ter a mania deves, quando uma coisa esta mal esta mal e pronto.Porque á neste país muitos outros eventos como este
muito mais baratos, por exemplo a 5€ com o triplo da qualidade.E se tu foste para competir á muita outra gente que vai por puro lazer.
E isto não é tirar créditos ao trabalho da organização.

Só mais uma coisa (O Geres não é para quem pode é mesmo para quem quer).
 
Last edited:
#27
Fui a contar com um grande evento e vim desiludido.
Com tantos sitios para a partida escolheram o pior para a partida que nem existiu,começando com uma subida lenta toda entupida seguida de uma entrada no trilho que ficou ainda mais entupido(deveriam ter esticado o pelotao) e as marcaçoes mt mal mesmo.
 
#28
Já há bastante tempo que não me metia numa aventura destas :) Muito mesmo.
Quando soube nem hesitei. E adorei!

Como já vários disseram, há várias coisas a melhorar por parte da organização. Creio que é possível graças ao espírito do Hélder Cerqueira. Quem o viu há um mês e o viu hoje notou seguramente a perda de vários kgs e um ar de pura exaustão. É o que acontece quando o empenho é total. Da minha parte: MUITO OBRIGADO.

Os pontos que me parecem essenciais a melhorar são basicamente as marcações e, sobretudo, nos reforços ver que não torne a faltar água. Com o calor que esteve, além de penoso podia tornar-se bastante perigoso!
Quanto à escolha de trilhos... Eu pego numa das placas: "Valeu a pena ou não?!" E tenho dito! :D

Edyseven: Posso estar enganado, mas se o fulano que viste a ganhar asas estava com um jersey esverdeado, então era eu. E tens razão. As vistas encheram-me a alma e deram-me força nas pernas! :)

Se os escuteiros eram mini... Eu então diria que eram micro. Sem injuriar :) Mas apenas porque não os vi e acabei por fazer o alcatrão todo até me mandarem virar à direita e quando dei por mim estava na meta. Ou seja perdi a ida ao Parque e o respectivo controlo. Paciência. Da próxima irei mais atento.

Outra coisa que era óptimo melhorar, mas aí já duvido que seja possível... Prende-se com a atitude de quem participa. Ok, não havia água. É lamentável. E perdoe-me quem estava perto de mim, mas eu tenho muito mau feitio. E depois de o tom das críticas ter subido demais para o meu gosto não pude conter o meu desabafo:

"É... Dizer que está mal e que não se faz e que não volto aqui é muito fácil. Mas por acaso até há sacos do lixo ENORMES e vocês continuam todos a deitar tudo para o chão!"
Fez-se silêncio... Depois uns começaram a concordar outros a remoer pra dentro e eu fui curtir o resto até porque mais à frente ia descer e eu queria gozar à brava!

Para o ano lá estarei!
 
#29
Eu fun casi todo o percurso de primeiro ña maratona e non hubo problema nas cintas e non me perdin.
O único problema para min foi as clasificacions e o podium........

Pero bueno para la proxima seguro que será mejor.....vemonos
 
#30
Bem é a minha vez de fazer o rescaldo desta prova...expectativas muito altas devido á grande divulgação deste evento aqui no fórum assim como a oportunidade de voltar a visitar o Gerês mas desta vez não a pé mas em cima da bicicleta ;). Já com a inscrição completa feita, a faltarem três dias para o evento a minha namorada também decide ir...ehehehe mas só para ver :p...contacto o Hélder via email para ver se ainda consegue arranjar alojamento...este responde logo de seguida a informar que vai tratar da reserva e que depois me dá mais informações...não passou um dia sequer e tive logo tudo resolvido ;)...alojamento do melhor (cozinha toda equipada, quarto com tv, local para fazer grelhados, bar...apenas 25€)...as expectativas continuavam altíssimas...desloquei-me no sábado ao local marcado para levantar os dorsais, tudo bem preparado, a jersey é fantástica e com o tamanho certo ;), montes de ofertas...tudo a apontar para uma fantástica organização e um grande evento ;)...pois bem que então chega o dia do evento...partida nem vê-la..tudo ao monte e fé nas pernas :p...toca a subir até a coisa afunilar..ora desmonta..ora monta..ora desvia..ora que vem um "nabo" qualquer que só por ter partido de trás pensa que pode abrir caminho aos empurrões...enfim...começaram a aparecer as fantásticas paisagens, e sempre a subir, lá ia com calma com mais dois companheiros ora na conversa, ora com os olhos no chão e a pedalar bem para os acompanhar :p. Chegado ao primeiro abastecimento de água não precisei porque ainda tinha, toca a continuar...mais à frente via-se que por ali já tinham passado os verdadeiros "atletas da treta"...garrafas e mais garrafas deixadas em plena serra ;(...enfim...mais umas quantas bonitas paisagens, chegada ao segundo abastecimento...ora bem a partir daqui foi tudo a baixar o nível do evento...nada de água e para comer só mesmo laranjas...meus amigos os mais lentos também pagaram para terem direito a reforços..e essa do "top 50, por regra não pára em nenhum abastecimento, por isso depois de nós passarmos, a comida fica toda e os líquidos quase todos", já agora as garrafinhas vazias também ficam todas...espalhadas pelo chão...mais uma vez de lamentar. Mas o que é isto.."o Geres não é para quem quer é para quem pode!", oh meu amigo nem só "atletas" vão a estas provas, também lá estão amantes do BTT que não se importam de parar para ajudar quem precisa, que gostam de apreciar as paisagens e confraternizar com membros aqui do fórum...estes também podem, mais hora menos hora chegamos todos à meta. Continuando, as marcações também não estavam no seu melhor e a meio da prova gerou-se uma grande confusão...na mesma estrada, eram os atletas da meia-maratona a descer, os da maratona a subir...mais à frente a dizerem que para os 70km virar à esquerda, para os 40km seguir em frente :s...bem de nossa parte não houve enganos, mas já depois de ter chegado à meta ouvi muitos colegas a queixarem-se de se terem enganado completamente no percurso. Sinceramente relativamente ao percurso, imaginei muito mais...sim passamos em alguns sítios que só se poderiam visitar durante este evento, mas 65-70% dele pode ser visitado em qualquer altura e não me lembro de ter passado por debaixo do espigueiro :s mas também se calhar ia com os olhos no chão :p. Também achei muito alcatrão, bem mas se não havia outro caminho paciência...chegado à meta, ouvi logo por parte da minha acompanhante que o pessoal se estava todo a queixar que a água estava fria e que estava uma fila enorme para o almoço...pois a água estava mesmo fria, a mim não fez muita importância já que vinha cheio de calor. Ora mais 20 minutos na fila para almoçar e estava pronto para voltar a casa. Resumindo, está visto que para um evento tão divulgado e com expectativas tão altas não correu da melhor maneira mas fica o meu apoio ao Hélder Cerqueira e a toda a Organização para que apostem em futuros eventos e tentem melhorar todos os pontos negativos...temos que aprender com os erros e tentar encontrar em todas as criticas ideias construtivas. Abraço a todos e boas pedaladas, para quem quiser até daqui a 15 dias no GO70 ;).
 
Last edited:
#31
Boa noite, vou deixar aqui a minha opinião, depois de uma promoção muito bem feita tinha muitas expetetivas nesta prova mas ouve algumas falhas, partida muito desorganizada e e com muito trânsito logo ao ínico, algumas marcações fracas,deviam ter posto mais pessoas a indicar os caminhos e não os miúdos dos escuteiros sozinhos depois de sair do parque das termas ia lançado a descer a 45km qundo tou a chegar a beira deles é que me avisam que tinha de ir para a direita grande derrapagem e voltar um pouco atrás, tinham a nunciado 42km mas a mim deu 45km não é muito mas fez diferença para muito que já iam de rastos e a fazer um ultimo esforço e por fim ainda faltavam 3km.

Falta de civismo por parte de alguns colegas pseudo PRÓS que pararam no 1º abastecimento para a água e atiraram as garrafas ao chão algumas delas quase cheias 100m á frente os 30s que perdiam a beber a água e deitar garrafa ao lixo eram preciosos, nas descidas mais perigosas por vezes iam uns foguetões que quase atropelavam os mais cuidadosos.

O almoço penso que deveriam ter dito qual a ementa e não fazer tanto segredo porque estavam lá pessoas a reclamar que não gostavam de rojões mas não sabiam qual o prato e quase não comeram pagaram e ficaram cheios de fome, o barco também deveriam ter avisado que só se podia ir em duas viagens uma as 10h e outra as 11h nem para metade do acompanhantes dava para levar nessas viagens, mais valia terem dado outro pote de mel, e também não sei qual era a surpresa para as familias pois não vi nada mas enfim não se pode exijir muito como foi 1ª vez próx. ano têem de rever algumas coisas pois no geral penso que a parte mais importante que é o percurso agradou á maioria e lá estaremos para a 2º edição.
 
#32
Gostava de saber se os elementos da Organização costumam ir a maratonas..?, é porque o que se passou ontem foi muito mau, já não se vê em lado nenhum felizmente.Aspectos positivos apenas os trilhos fabulosos, tudo o resto foi mau demais, revelaram não saberem como se faz uma maratona, se quiserem continuar para uma próxima estejam atentos aos aspectos negativos indicados pelos os participantes.
 
#33
eu devo ser um génio ou um super homem:

- nao me perdi nenhuma vez
- quando cheguei ao segundo abastecimento tinha os meus dois bidons totalmente cheios
- na ultima subida, depois da ponte, ainda deitei fora meio bidon de agua para ficar mais leve

o Geres não é para quem quer é para quem pode !

e se alguem se der ao trabalho de olhar para um mapa, vai perceber que não é possivel passar de um lado para o outro sem passar por bastante asfalto.
(haver há, mas não é com 70 km, é com 120)
__________________________________________________________________________________________________________________


Nem és Gènio nem Super homem, és um porco e um grande vaidoso.
És porco, porque não respeitas as regras de higiéne e apelosdas organizações para não deitar lixo no chão. Deverias zelar pela natureza.
És vaidoso, porque estares no top50, como tu dizes, achas que és mais homem/alteta e/ou amante do btt que os outros. Mas julgando a tua postura, está visto que és muito "pequenino" e não entras em Top nenhum.
Cresce e aparece!
 
Last edited:
#34
Nem és Gènio nem Super homem, és um porco e um grande vaidoso.
És porco, porque não respeitas as regras de higiéne e apelosdas organizações para não deitar lixo no chão. Deverias zelar pela natureza.
És vaidoso, porque estares no top50, como tu dizes, achas que és mais homem/alteta e/ou amante do btt que os outros. Mas julgando a tua postura, está visto que és muito "pequenino" e não entras em Top nenhum.
Cresce e aparece!
 
#35
Participei na martona (70km) motivado pela possibilidade de conhecer o Gerês e desse ponto de vista vim SUPER SATISFEITO!!!!
Trilhos muito bons com vistas fantásticas! Subidas dificeis, descidas muito técnicas, zonas rolantes (apenas no fim, mas soube bem assim)! A passagem pela Vila do Gerês foi muito interessante, embora aqueles Km's todos em alcatrão tenham parecido um exagero... Mas aqui não posso criticar pois acredito que fosse impossivel de outra forma!

Quanto à organização, teve falhas e já todas foram ditas, no entanto não acho que tenha comprometido o evento!
Deixo algumas sugestões:

- A partida ser cá em baixo, junto à margem da barragem, com um pequeno percurso que depois levasse o pessoal até ao trilho onde subimos
- Criar uma meta real (com um arco de partida ou algo semelhante)
- Fazer um pequeno discurso de abertura e um sinal sonoro a assinalar a partida
- Os reforços líquidos serem feitos apenas com garrafão (ou reservatórios de água) em vez de garrafas idividuais para evitar o desperdicio e tanto lixo no chão
- Nos reforços sólidos, umas mesas à sombra em vez de tabuleiros no chão e ao sol - com mais do que uma pessoa, pobre rapariga
- Mais água e mais comida - questionem outras organizações sobre os números que utilizam de referência
- Na marcação, utilizar fitas novas e não usadas pois elas ficam queimadas e perdem cor - tornam-se invisiveis
- Sempre que existe um cruzamento, colocar uma fita antes (do lado para que se tem de virar) e outra imediatamente depois não deixando grandes distâncias entre fitas nas zonas complicadas. Quando não existir onde pendurar a fita, peguem num ramo e espetem no chão

Adorei participar neste evento e tenho a certeza que a próxima edição será muito melhor!
Abraço
 
#36
Bem... Enquanto se aguarda que a organização faça o seu próprio balanço do evento, quero só acrescentar que para além das falhas (umas mais graves que outras) algumas foram contributo dos próprios participantes.
Vejamos o que se passou na partida. Eu não estava a perceber o que se estava a passar e a muito custo, depois de muito pedir por favor lá subi a rampa até ao portão da escola. Faltavam 10 minutos para a partida e contava com um pequeno briefing...
Ninguém parecia muito interessado em alinhar-se para o início. Tudo em amena cavaqueira... Havia uma razão para tal. ;)
É que os elementos da organização já tinha pedido vezes sem conta (pelos vistos) que as pessoas entrassem no recinto e formassem uma fila. Qual quê! O que a malta quer é sair na frente... Esta era a razão de ninguém arredar dali.
Ora isto atrasou a saída. Para a próxima levem um megafone!!! E comecem a alinhar as pessoas 20 minutos antes.
Outra coisa que atrasou foi porque ainda havia gente a recolher dorsais depois das 9h. Atrasaram-se na viagem?
Temos pena... Às 9h a maratona deveria ter arrancado. E os atrasados sairiam quando estivessem prontos. Temos pena, já disse. Já me aconteceu uma dezena de vezes. E eu acho que o atraso de alguns não pode nem deve passar a ser o atraso de centenas.
O mesmo se passou no almoço. Não têm senha? Ficou no carro? Esqueceram-se? Perderam-na? Voltamos a ter pena, encostam essas pessoas e deixam entrar quem está na fila com a senha na mão. É que às custas de muito choradinho e de massacrar quem controlou as entradas para o almoço, ficaram outra vez centenas de pessoas em espera por culpa de quem não toma horas nem conta do que é seu. Não acham que aqui foi excesso de simpatia e vontade de ajudar da organização? Eu acho :)
Depois já li aqui que as bebidas foram à discrição. Isto é tudo menos verdade. Mas tal como nos abastecimentos na prova, se vê que destes mamíferos que pedalam há sempre uns que são mais amigos do pai natal que outros. Eu tive direito a uma cerveja e um lamento de que é uma por pessoa. E nem insistindo que a pago. O problema é que alguém permitiu que alguns bebessem ÀS CARRADAS!!! E depois veio a aflição. Algo de semelhante se passou com a água. Sem com isto retirar uma vírgula ao que disse: NÃO PODE FALTAR ÁGUA. Mas, tal como também já li aqui, eram N as garrafas (algumas) com metade deitadas no chão. Portanto o desperdício foi brutal. E por muito calor que
tenha, nunca usaria a água preciosa para beber para deitar pela cabeça abaixo. Ou a fazê-lo, seria de água minha e nunca tirar aos outros com esse intuito.

Quanto a uma questão de se organização já foi a muitas ou poucas maratonas, acho que isso nem se coloca. O que me parece é que a máquina não estava afinada no seu todo. Pareceu-me que o Hélder Cerqueira tinha tudo muito bem idealizado, e pudesse ele estar em todo o lado e as críticas seriam bem menos. Mas isso é impossível! E acredito que muitas das pessoas que o apoiaram era de facto estreantes e que com esta 1ª Edição tiveram uma lição q.b. para as seguintes.
Já noutros tópicos, em volta de assuntos destes disse que posso compreender ambos os lados. Pois participo quando posso e tenho vontade, mas também já estive envolvido em organizações. E não é por já ter ido a 300 ou 300000 maratonas que se sabe mais ou menos o que fazer. Pode ganhar-se em ideias, de umas e outras. Mas participar não dá experiência em organizar. NENHUMA. ;)

Quanto a comentários vindos dos Top50 (ou pseudo-Top50) só quem não os conhece é que ainda lhes dá resposta. Os verdadeiros Top50 tanto quanto os ouvi, também tiveram críticas. Mas souberam desfrutar desta 1ª Maratona. Eu como não sou nem génio nem super-homem, não fui ao parque. Tive pena :) Mas estou ansioso para lá voltar.
 
#37
eu devo ser um génio ou um super homem:

- nao me perdi nenhuma vez
- quando cheguei ao segundo abastecimento tinha os meus dois bidons totalmente cheios
- na ultima subida, depois da ponte, ainda deitei fora meio bidon de agua para ficar mais leve
o Geres não é para quem quer é para quem pode !

e se alguem se der ao trabalho de olhar para um mapa, vai perceber que não é possivel passar de um lado para o outro sem passar por bastante asfalto.
(haver há, mas não é com 70 km, é com 120)

já agora o "top 50", por regra não pára em nenhum abastecimento, por isso depois de nós passarmos, a comida fica toda e os liquidos quase todos.
No fim de semana passado, em barcelos vi gente a tomar banho no sitio de lavagem de bicicletas, porque nao havia casas de banho para todos.
E foi uma prova do nacional.

á organização: este fim de semana diverti-me, obrigado !
Se era top50, acho que se enganou na prova, realizou-se no mesmo dia o Campeonato Minho de Maratonas lá é que se vê quem é os TOP...:podio:
 
Last edited:
#38
apenas para deixar a minha opinião e sem me alongar muito porque muita coisa já foi dita...a correr em casa, já conhecia os trilhos (do melhor), as paisagens (do melhor) e o sofrimento que ia ter de sofrer (que seria muito)...no entanto é sempre um prazer pedalar pela "minha" zona e ainda para mais acompanhado por mais de 700 bttistas que deram um colorido enorme a este Santuário Natural que é o Gerês...não esperava era que desde o km4 até ao primeiro abastecimento (quer pela maratona, quer pela meia maratona) o percurso coincidisse pelos mesmos percursos dos dois passeios organizados pelos Cisterbtt Os Monges da Bicicleta:)
Para uma primeira vez para esta organização, de facto as coisas não correram a 100% no entanto, acredito que para 2012, as coisas sejam diferentes e como é lógico, com a aprendizagem obtida nesta primeira edição, tudo será diferente e correrá muito melhor:) tenho de destacar tb é a falta de, vou-lhe chamar de educação que alguns bttistas têm para com a Serra e para com os restantes colegas do pedal ao dixarem inúmeras garrafas de água espalhadas pelos trilhos e muitas delas ainda por abrir.isto é lamentável.de facto a partida não foi a melhor e a minha chegada também não, pois fui desclassificado por não ter o capacete colocado na cabeça...sei que o deveria ter mas com aquele calor, sentia-me mesmo exausto e a 3 km da meta tireio e aliviou-me bastante e ele (capacete) até é muito leve...no entanto, se o comissário que estáva a fazer o controlo tivesse tido outro respeito nas palavras, até o tinha colocado...como não o teve e a prova não era oficial, não tinha cariz competitivo, não o coloquei...posso ter errado que errei em não o trazer no devido lugar, mas o comissário foi uma b.... autêntica.
parabéns Hélder e restante equipa e para 2012 estámos lá novamente.
 
#39
Eu foi á meia maratona e acabei com 28 km...pelos vistos o erro esteve na chegada ao asfalto o miudo que la estava diise que era pra direita e sempre em frente,quando pelos vistos era pra direita e logo de seguida pra esquerda(campo do geres)
sem desprezar ninguem penso ser uma maratona que morre á nascença,pois foi tudo muito mau...abastecimentos,marcaçoes,partida,de positivo só mesmo as paisagens!
sou daqui da zona e se querem btt de exelência no geres vão á castanhada aos arcos de valvez, ao passeio de terras de bouro e aos cisterciences(este infelizmente não se tem realizado)estes sim são altamente profissionais e são dos melhores passeios que eu conheço:yeah::yeah:

ps-este fim de semana venham á rota dos bifes (povoa de lanhoso)

abraços
 
#40
Foi tão mau assim?
Um bocadito, considerando que era a 1ª vez, mas também foi bom. Pedalo varidissimas vezes pelo Geres, e se vou lá é porque posso e não porque sou um super-homem.

Quantos destes que criticam teriam a capacidade e empenho para realizar uma prova assim?

Para o ano será bem melhor, força e não liguem ás más linguas.