Who's Afraid? - H2otel,Serra da Estrela ( 1-2 de Outubro)

#1
A pedido de varias familias fica aqui o espaço para contar historias sobre este grande evento,(Who's Afraid? - H2otel)...........:)
Com grande pena minha fico só pelas historias contadas por aqueles que lá foram,sem duvida que se trata de um fim de semana de grande qualidada num dos locais que,Pedalar é uma coisa maravilhosa,quem sabe para a proxima eu não tenho (Who's Afraid? - H2otel).....
Os meus parabéns aos organizadores.
Abraço Luís & Companhia :):)
 
Last edited:
#3
olha, olha.... anda tudo em banhos e massagens para recuperar.
Imagino o que seria se não tivesse havido aquele lanche divinal !

Da minha parte, e tendo em conta que ontem me faltou o meu doping (para além dos pulmões). Hoje já me vinguei com 1.5lt de Coca-Cola fresquinha :) e ainda vai marchar mais 1lt.

MY
 
#4
Boas companheiros,

Foi sem dúvida um dia bem passado. Só posso falar bem, embora os musculos se queixem ;) O percurso foi mágnifico e as paisagens também. Estava muito bem marcado e sinalizado (lol). A malta era toda impecável. Dos banhos e do lanche nem comento, só digo mesmo que não sabem o que perderam.

Abraço ao Luís e a todos os que participaram.

Vitor Sarabando
 
#6
As minhas palavras vão para o Luis & Família que me proporcionaram um fim de semana marcante, onde estava tudo ao mais alto nível, por isso, MUITO OBRIGADO!

Cumpriu tudo a 100% o que prometeu , e ainda mais, faz ver a 95% das provas nacionais, como alguém comentou:
" Nunca tinha tomado um banho num balneário como estes! "

Saliento também todo o cuidado preparado por uma nutricionista para o n/ lanche, isto num evento onde o custo foi ZERO! :) Sem esquecer o brinde final a quem completava o percurso! :D

O BTT Nacional precisa de pessoas como o Luis!

Mais uma vez, Obrigado!
 
#8
Fantástica Serra

Antes de mais os meus Parabens à organização do evento.

Foi simplesmemnte fantástico e a repetir.

Pedalar em plena Serra da Estrela é IMPONENTE.....
 
#9
Quero dar os parabéns a todos aqueles que fizeram com que este evento se realiza-se, não só ao Luís Martins e ao H2otel, mas também a todos os participantes por "Não terem medo" da nossa querida Estrela...

Quando quiserem regressar por estas bandas e pedalar na Serra, avisem que teremos todo o prazer em acompanhar-vos...

Um grande e especial abraço ao Luís pela excelente iniciativa e disponibilidade.

Indomável
 
#10
Bom dia,

simplesmente ESPECTACULAR!!!!
Já pedalo à alguns anos mas nunca tinha tido a oportunidade de percorrer os trilhos da Serra da Estrela e em boa hora aceitei o desafio da organização Who's afraid?
Sempre gostei deste tipo de desafios, sem controlos, sem pressas, sem competição, com muita camaradagem, com paisagens deslumbrantes, com trilhos fantásticos e pedalar durante todo o dia.
Isto tudo sem pagar um euro, em muitas maratonas que participei, a pagar, nunca fui tão bem tratado como neste passeio.
Aproveito também para agradecer a companhia do pessoal de Aveiro com quem pedalei uns bons kms, o homem da bike com motor eléctrico e do companheiro do Fundão, um bem haja a todos.

Muito obrigado por tudo e que venham mais Transmixoes.
 
Last edited:
#14
CAROS (DESTEMIDOS) AMIGOS,

No Sábado concretizou-se um desafio que começou a ser imaginado desde a primeira vez que pedalei na Serra da estrela, no verão de 2009. As imagens e sensações que ainda guardo na memória "obrigaram-me" a partilhar a Estrela com aqueles que nunca lá tiveram oportunidade de pedalar. Assim nasceu o "Who's Afraid?".
Não conheço melhor local do que o H2otel para servir de base a esta aventura. Apresentei-lhes a proposta à direcção, que foi aceite de imediato.
Ao sair de Unhais da Serra em direcção a Manteigas iríamos literalmente "atravessar" a Estrela o que se revelava uma aventura épica, tanto ao nível da dificuldade como das imagens que iriam ser registadas.
Cálculo de distâncias, altímetria, desenhos dos tracks, criação de site, mails, facebook, forumbtt, contactos com a direcção do H2otel, opiniões de amigos. Foram três meses a trabalhar diariamente na preparação do Who's Afraid?
Muito importante foi o estímulo e apoio dos amigos (Nuno, David, Filipe, André, Miguel, Rogério, Vasco) e a companhia do Carlos Alberto no reconhecimento do track efectuado em condições muito difíceis. O reconhecimento foi fundamental para definir os trilhos que iríamos percorrer e o que estava inicialmente planeado foi radicalmente alterado para os tracks apresentados.
Com o tempo a “voar” definiu-se a logística no H2otel e foi com surpresa e grande satisfação que a direcção me comunicou que o lanche iria ser preparado por uma nutricionista. Este pormenor revela o cuidado com que o H2otel acolheu o Who´s Afraid?

Dia 1 de Outubro de 2011
Despertar à 4:00 h, e acordar os elementos do “Staff” (minha mulher e filhos a quem já dei um beijo muito especial).
Viagem de 3 horas até Unhais da Serra. No caminho cruzamo-nos com o Nuno e o David e quando lá chegamos, já lá estavam o Paulo, o Pedro e o Jorge, que não se conheciam mas através do forumbtt articularam a viagem juntos.
Depois foi o acolhimento descontraído e finalmente conhecer muitas pessoas com quem apenas tinha contacto à distância.
Foto do grupo e saída para a Estrela. O que a seguir se passou? Quem lá esteve pode (deve) comentar.

Agradecimentos
Ao H2otel por tudo que nos proporcionou, à Dra. Sandra Lourenço por todo o apoio e colaboração, ao Dr. José Almeida que viu nascer e ajudou a fazer crescer o projecto, à equipa de animação e a quem nos brindou com o excelente lanche, sob a orientação da Dra. Odete Oliveira.
À Famabike que incondicionalmente me apoia nestas “Loucuras”
Obrigado a todos os que não tiveram medo e participaram.
Um obrigado muito especial à minha família, que fizeram um trabalho fantástico da total iniciativa deles em articulação com o Carlos e o André do H2otel.

Forte abraço a todos
Luís Martins
 
Last edited:
#15
Para quem vem de uma terra com altitude máxima 40 m, as montanhas são sempre uma experiência esmagadora. No entanto a Estrela tem outra dimensão!

Parabéns a quem idealizou e organizou o percurso, e ao pessoal que o completou. Todos estamos de parabéns! (uns mais empenados do que outros)

Definitavamente a repetir, mas com mais preparação fisica para a próxima. Por pouco não tinha que chamar o reboque!

Abraço a todos, em particular ao pessoal da Palhaça. Até ao Assalto

P.S. E a bike eléctrica? A bateria aguentou-se? Gostava de feedback acerca da performance da dita...
 
#16
Curiosidades:

Provavelmente este foi o primeiro rescaldo a ser iniciado por quem não participou no evento.

O Patafurdio é o melhor "abridor" de rescaldos que conheço e mais uma vez foi rapidissimo.

O Luís Leão Pinto e o Marco Almeida, talvez por acharem que não era suficientemente duro, "optaram" por fazer uma parte do percurso ao contrário.

O Victor a sua Cube electrica, completaram os 80 kms.

O Luís leão Pinto e o Marco Almeida, por chegarem cedo demais, não tiveram direito às meias, oferta da Famabike.

O "Staff" assume que errou e não entregou os brindes a todos os participantes. Reclamações são aceites.

Uma queda, provocou uma contusão forte ao Luís Leão Pinto, mas felizmente nada de muito grave.
 
#17
KTM, o pessoal da palhaça retribui o abraço :) Com malta como vocês vale a pena pedalar ;)

Mais uma vez um abraço a todos.

Podem procurar pelo meu perfil no facebook que já lá temos algumas fotos e videos do grande dia ;)

Cumprimentos,

Vitor Sarabando
 
#19
Bru,bru,brutal!!!!
V.N. Famalicão
Despertador para as 5.10h da manhã para às 5.30h estar na Trofa para conhecer o Paulo e às 5.45h conhecermos o Jorge. Um breve cumprimento carregar as bikes e arrancar para Unhais da Serra, pois tínhamos umas horitas para nos conhecermos melhor e falar da loucura viciante que é este desporto “sem fins lucrativos” .
Chegada a Unhais da Serra já no parque do H2otel os funcionários do hotel vieram cumprimentar-nos e dar as boas vindas ao pessoal que chegava para entrar nesta efeméride.
Depois de umas breves conversas em frente à entrada do hotel lá arrancamos cerca de 30 a 45 bettistas.
Ainda bem que fui e não tive medo, mas fiquei assustado logo no inicio com a subida sem aquecimento. O meu corpo não gosta e já estava no fim do Plutão e sem GPS, mas ainda via os colegas mais à frente.
Já com os músculos das pernas a doer bem tive que lhe dar mais nas zonas planas e nas minis descidas que apareceram na 1º subida até encontrar os colegas que fui, mais o LUÍS MARTINS e os colegas dele.
Já estava bem quente e agora era pedalar no ritmo e ver se ia aguentar pois, não estava habituado a este tipo de empeno.
As paisagens eram assombrosas, tudo o que nos rodeava era de tirar o pouco ar que tinha nos pulmões, nas descidas não dava para descansar pois eram bastante técnicas e com muitos pedregulhos soltos e regos de passagem das águas da chuva. Adorei esta parte, mas cheguei ao fim da descida todo arrebentado do esforço físico e da concentração para escolher o melhor caminho para passar com a bike.
Depois foi desfrutar da companhia, das paisagens, das subidas intermináveis, onde já nem doíam as pernas pois já não as sentia, das descidas. Havia de tudo, até os ST.
Já estava era cheio de barras mas tinha de comer… só havia barras por isso lá ia comendo, pensando no lanche que o H2otel ia oferecer para enganar o cérebro e o estômago.
Numa das descidas finais ultrapassamos duas mota quatro, nunca me tinha acontecido, mas eles não iam devagar, pura loucura.
Chegados ao H2otel, com direito a um brinde, um banho relaxante e por fim um saboroso lanche oferecido pelo H2otel, indicado pela nutricionista para quem fez um esforço físico acima da média.
Eu fiquei deslumbrado com este dia enorme em todos os sentidos, com os colegas de viagem e com os restantes do pedal, cheguei a casa lá para as 22.30h.

Obrigado a todos em especial a: Luís Martins, Jorge, Paulo, Nuno, David pela companhia de empeno.
E claro ao staf do Luís Martins bem como ao pessoal do H2ohtel pela sua simpatia e que nos recebeu de braços abertos

E agora quero mais baaaaaaaaaaaaaaaaaaa

ainda bem que não tive medo...
 
Last edited:
#20
O ACS só não referiu um dos aspectos mais importantes do dia.

Ao verificar que um companheiro estava em dificuldades (levou com o Homem da Marreta), abdicou de completar o percurso e acompanhou-o directamente de Piornos até Unhais.

Este é o espírito do Who´s Afraid?