RFM Pergunta da tarde: porque é que alguns ciclistas não páram ao sinal vermelho ???

#61
Depois de 6 páginas de pessoal a reclamar de quem comentou no Facebook da RFM aparece esta preciosidade que vem comprovar que muitos dos que lá escreveram até têm razão... Os utilizadores de bicicleta não são todos os anjinhos que muitos por aqui querem pintar, e que há gente por aí que nos deve dar uma muito má imagem de cada vez que se cruza com um carro.

GANHEM MAS É TODOS JUÍZO E FAÇAM O QUE VOS APETECER. DESDE QUE O FAÇAM COM ATENÇÃO E PRECAUÇÃO NADA VOS IRÁ ACONTECER.

E SE UM GAJO DESSES VOS QUISER MULTAR PARTAM PARA O TRIBUNAL...E VÃO VER O QUE ACONTECE.
Depois disto, ainda há alguém com coragem de defender a classe utilizadora de bicicleta como sendo bons cidadãos e respeitadores das regras de boa sociedade?
 
#62
Se existem regras de trânsito não entendo qual é a dificuldade de entender como se deve proceder.
Tá vermelho? Páras e pronto. Se podes não parar? Podes. E também podes levar com um carro que queimou o vermelho?
Quem ganha? Hum, acho que quem for no carro é capaz de ficar melhor tratado do que o ciclista.

Isto é daquelas discussões do estilo galinha e ovo. É cumprir e pronto?
Essa de ir para tribunal é de cagar a rir.
É a tua palavra contra a da autoridade, logo aí 99% da certeza é que perdes o caso.
Depois só em tempo de espera de resolução do caso envelheces 10 anos.
Depois as despesas que se perderes o caso (com os tais 99% de probabilidade), saem do bolso que até ardem.

Conclusão. Pára no vermelho ou abranda o ritmo para conseguires passar com verde ou amarelo.
Quebra de ritmo? Prefiro quebrar o ritmo do que quebrar as pernas ou a coluna depois de levar com um Mercedes 190D de um taxista qualquer.

É uma questão de escolha. Há é umas que são mais dolorosas que outras.
 

abelha2

Active Member
#63
exacto, essa do quebrar o ritmo não é desculpa...

Tudo bem que há aqui gente que leva a competição um bocado mais a s´´erio, e outros que param no tasco para quebrar o ritmo. De qualquer forma as regras de transito são para cumprir e ponto final.

Eu tambem não gosto de parar nos semaforos de controlo de velocidade, ou naqueles das passadeiras, quando nao ta ninguem para atravessar, porque gasto mais combustivel. No entanto paro e não bufo.

Se queremos SER RESPEITADOS, TEMO DE RESPEITAR, e não à volta a dar...
 
#64
Ainda há bem pouco tempo alguém comentou que os ciclistas, na via pública são um alvo muito fragil, mas que ainda assim são os que mais arriscam na sua segurança. Concordo plenamente. Há coisas que são ridiculas, agora esta questão de não parar num semaforo???? Conheço alguns colegas de pedal que já foram autuados por não respeitarem a sinalização. Quem não quer ser lobo não lhe veste a pele.
 
#65
Quebrar o ritmo:-K ... Bem sei o que é, já que cerca de 80% dos percursos que faço são em cidade. E sabem uma coisa? Adaptei-me e aprendi que entre um carro e uma ginga não se medem forças. Já fiz uma ou outra parvoíce e senti que podia ter corrido mal e senti-me mal com isso.
Mas já dei passagem a muitos, obtendo como resposta um sorriso, uma reacção de espanto ou um acenar de obrigado, mesmo por taxistas.
E quanto ao brilhantismo deste "colega"
"GANHEM MAS É TODOS JUÍZO E FAÇAM O QUE VOS APETECER. DESDE QUE O FAÇAM COM ATENÇÃO E PRECAUÇÃO NADA VOS IRÁ ACONTECER.

E SE UM GAJO DESSES VOS QUISER MULTAR PARTAM PARA O TRIBUNAL...E VÃO VER O QUE ACONTECE. "
apenas lhe respondia, "Tens a certeza que queres lá ir? Pode correr mal..." e depois colocava este tópico para ler.
 
#66
Quebrar o ritmo :-K

Mas no btt não passamos a vida a mudar de ritmo, consoante o terreno? Não chegamos a levar a burra às costas, devido a paredes, cursos de água, areia, lamaçal, etc? Para logo a seguir descer um estradão a mais de 30km/h?

Nas minhas voltas com alguns amigos, é também costume pararmos para beber uma fresca... se calhar é isso que falta nos semáforos, uma bica de imperiais... aí aposto que paravam todos, mesmo no verde!

Essa do quebrar a ritmo, a mim... não me assiste. :p
 
#67
na minha humilde opiniao quem nao pára nos vermelhos ou mesmo nos stops apenas esta a procura de se aleijar...
o para choques da bicicleta é o nosso pelo...
quem for multado só se pode queixar de si proprio...
 
#70
O meu alerta inicial neste post era no sentido de reclamarmos no site da rádio argumentando que poucos de nós passam vermelhos e que não se deve julgar a floresta pela árvore, afinal...:(:(
Constato que muitos de entre nós não respeitam nem defendem que se respeite a sinalização de trânsito.
Eu tento fazê-lo das poucas vezes que ando pela estrada, é verdade que em algumas vezes me sinto algo parolo :cool: em respeitar mas sigo a máxima; "Respeitar para ser respeitado."
 
#71
Pois é caros amigos do pedal, como já muita "tinta" correu por este tópico, hoje parece que foi de propósito.....
Ia a minha mulher a conduzir e eu à pendura no carro da família, quando nos aproximamos de um cruzamento onde tínhamos prioridade os tipos da direita têm STOP (sinal vertical e escrito no chão), pois vêm de lá 2 BTTistas "devem ser daqueles que não querem perder o ritmo" e não quiseram parar, viraram à sua direita, ficando na nossa faixa bloqueando completamente a mesma, pois não satisfeitos com a borrada que fizeram ainda iam lado a lado... a minha mulher conseguiu evita-los transpondo um traço continuo, pois no sentido oposto felizmente não vinha ninguém. Se esses 2 tipos estiverem por aqui gostaria de lhes dar uma palavrinha sobre regras de transito e depois pagar um cafézinho, uma specialized hardrock vermelha e uma Scott Voltage azul num cruzamento na Malveira-Cascais às 11h da manha.

Conclusão ela apitou para ver se eles se desviavam ou travavam ou algo do género e ainda a chamaram de estúpida e afins..... ainda fiquei com vontade de lhe dizer para fazer uma marcha a trás para comparar rigidez de para choques (tenho seguro contra todos....), mas depois ocorreu-me logo certos tópicos que já li por aqui.... deixai-os ser felizes, pois assim a felicidade deles não vai durar muito, seguimos o nosso caminho e ainda demos umas risadas à conta deles. Hoje fiquei a perceber alguns dos comentários que li sobre este assunto.

Já disse algures que parvoices e azelhices todos fazemos aqui ou ali, à é que ser homenzinhos e pedir desculpa quando não temos razão e não insultar as pessoas por tentar não ter um acidente, mas....
 
#72
João Roldão said:
Aposto que mais de 90% das e dos "engraçadinhos" que aqui ladrou, perdão escreveu, nunca pegou numa bicicleta. Se o tivessem feito sabiam que um ciclista depois de 20, 30, 40 ou mais km quando se ve obrigado a parar, tem uma quebra de ritmo e depois é muito complicado voltar a esse ritmo, os músculos arrefecem existem inúmeras explicações fisiológicas para tal.
Queres ver que o mundo da alta competição, e não só, que se farta de treinar em séries de arranques e paragens está enganado e na realidade eles nunca deviam quebrar o ritmo?

Não parar porque quebra o ritmo é desculpa de gajo empenado que não aguenta meia subida mas gosta de dizer aos amigos que é o maior.

HIIT tão ou mais eficaz quanto treino moderado de longa duração

Um estudo publicado já este ano (2010) no The Journal of Physiology mostrou que os indivíduos submetidos ao protocolo do HIIT tiveram ganhos semelhantes aos indivíduos submetidos ao treino de intensidade moderada (maior capacidade do músculo esquelético e melhor desempenho físico), ainda que gastando menos tempo de treino .

Protocolo utilizado: os indivíduos colocados no grupo do HIIT desempenharam 8 a 12 séries de 60 segundos de exercício intenso (VO2max a 95%) alternado com períodos de 75s de descanso (duração total de cerca de 64 minutos), três vezes por semana. Nota: os do outro grupo gastaram 5 horas por semana [*3].

Um outro estudo utilizou o seguinte protocolo: os 8 indíviduos do grupo do HIIT desempenharam 6 sessões de treino durante 2 semanas. Cada sessão consistiu em 4 a 6 séries de 30 segundos de exercício a intensidade muito alta (VO2max a 250%) alternadas com 4 minutos de descanso. Os membros do outro grupo desempenharam 90 a 120 minutos de cardio numa bicicleta estática (VO2max a 65%).

Os dois grupos registaram resultados semelhantes a nível da capacidade das fibras musculares em produzir energia e no consequente aumento da capacidade física [*4]. A única “pequena” diferença é que o grupo do HIIT gastou 2,5 horas por semana, enquanto que o outro grupo gastou 10 horas.

Um outro estudo realizado com remadores treinados mostrou que o treino HIIT foi mais eficaz a melhorar o desempenho numa prova cronometrada de 2000 metros do que o treino convencional [*5].

Fonte: http://logon.prozis.pt/treino-intervalado-de-alta-intensidade-vs-treino-normal-qual-e-o-melhor/
Também podem ler sobre fartlek ou similares.
 
#74
Como eu não quero que este tópico acabe de uma forma despropositada só me vou dirigir a 3 pessoas :

Sr.Foquinha

Para quem se quer demonstrar muito sapiente neste assunto do CE, trânsitos e afins ainda estou á espera que me digas quantas pessoas andam ACTUALMENTE nas estradas portuguesas :
A) sem estarem encartadas (incluindo agentes da autoridade),
B) sem terem o seguro contra terceiros (obrigatório por lei),
C) sem terem a inspecção periódica feita (obrigatória por lei).

Se fosse a ti tentava nem responder mais neste tipo de questões armado em moralista, sem antes revelares aqui esses números, só para o pessoal ter uma idéia :s. Vá lá faz um esforço...

2º Sua Excª. StumpJumper

Já deu para perceber que pelo seu português muito bem alinhavado tenta sempre entrar numa de PSEUDO-moderador relativamente a outros users. Comece a olhar mas é para os seus problemas e deixe os dos outros em paz, ou será que acha que não tem problemas de personalidade??
Tenho um amigo psicólogo que faz descontos nas consultas, se tiver interessado ;) ... (e não, não me faz descontos a mim pois segundo ele eu sou um cliente/paciente muito especial).

3º Sua Eminência "The Traveler"

Bem aqui o caso já é um pouco mais complicado, porque estaria a ser hipócrita se não falasse sobre este user depois de falar nos outros 2. O problema comprovado deste senhor parece ser o de não saber fazer contas...nem com a calculadora :roll:.
Como o Foquinha, também parece perder o interesse e a memória quando confrontados com algumas perguntas mais directas. Começam por querer ir ao fundo da questão mas depois ficam-se pelo meio caminho.

Portanto convosco nem irei perder mais o meu tempo e fiquem a saber que vou abrir um tópico com o seguinte titulo :

" :zezus: Eu sou um Anjo na estrada, tanto em 2 como em 4 rodas :zezus: "

...só para ver se os vossos nomes vão aparecer por lá.

Fiquem muito bem todos vocês - os cumpridores acérrimos das regras e os mais ou menos.

P.s.1 - tfmc, só por mera curiosidade diz-me se era com o para-choques do carro que aparece no teu avatar que tiveste vontade de bater nas bikes dos malvados ciclistas?

P.s.2- (e agora uma muito súbtil) - A Amy Winehouse morreu ontem de overdose...acham que valha a pena abrir um tópico para ela?
Acho que ela tinha uma pasteleira.
 
Last edited:
#75
Hã...já me esquecia. Eu quando passo um semáforo vermelho paro sempre antes e nunca o passo por causa da quebra de ritmo, mas sim para poder fugir a "manada" de carros que lá estão parados. Sabem é que há automobilistas que por vezes se esquecem que também os pópós deles tem uma coisa que se chama espelho retrovisor exterior.
Também não serve como desculpa pois não?

Digam isso aos cotovelos de muitos dos nossos camaradas das 2 rodas que já foram ao chão sem culpa nenhuma...


:back2topic: Please!!
 
Last edited:
#76
P.s.1 - tfmc, só por mera curiosidade diz-me se era com o para-choques do carro que aparece no teu avatar que tiveste vontade de bater nas bikes dos malvados ciclistas?
Não amigo, eu ia no carro da família e esse não é o carro da família.... (esse é o meu outro brinquedo).

Edit: Malvados não :fpalm:, mas pouco inteligentes, ou com pouca estima pelo para choques deles, isso sim.
 
Last edited:
#77
Como já lhe tinha dito noutros tópicos Sr. Mach 4, se quer estatísticas procure-as.
se há coisa que nunca fui nem sou é moralista. cada é como é. cada um enfia a carapuça que lhe serve. só não aceito é q apontem as baterias e apontem o dedo, qdo a asneira parte de nós e as pessoas não o assumem. afinal é mais fácil apontar o dedo aos outros.
por isso é abstenho-me mtas vezes de comentar ou opinar seja o que for, daquilo que o senhor escreve, porque até mete dó.
por alguma razão isto é um fórum, logo um local onde as pessoas no seu maior ou menor conhecimento expressam os seus conhecimentos ou dão a sua opinião. pena é, é que alguns membros façam tábua rasa e não "saibam ler".
 
#78
Amizade e tolerancia se faz favor.

Isto está quentinho:flame: mas é assim mesmo que o mundo anda e não com yes/no só por dizer e agradar ao proximo temos que discutir e aceitar ideias e voltar discutir :tungas:agora amigos do pedal não percam a calma e o juizo, fazemos parte do mesmo mundo e de outros :p virtuais sejamos amigos acima de tudo. Um abraço com amizade
 
#79
Mach 4, os argumentos que apresentas para justificar ou "desculpabilizar" o acto de passar o sinal vermelho não têm grande fundamento. O facto de os outros cometerem infracções (sejam eles quem forem, agentes da lei ou não) não serve como desculpa para que nós também as cometamos. A lei é clara e dirige-se a todos, por isso quem não cumprir é responsável pelas consequências que daí advêm. Justificar o que fazemos argumentando que os outros também o fazem não faz grande sentido.
Abraço
 
#80
Tratar por "gajos" os agentes da autoridade e denegrir e enxovalhar o trabalho de quem, mal ou bem, tem como missão zelar pela aplicação e cumprimento das leis da Republica ofende toda uma classe profissional; Insinuar que o código da estrada pode e deve ser desrespeitado pelos ciclistas porque alguns (muitíssimo poucos) polícias circulam sem carta de condução ou seguro válido dá também legitimidade a qualquer automobilista para fazer marcha atrás numa auto-estrada ou conduzir fora de mão (desde que o faça com atenção e precaução, claro!...); Defender a ideia de que o código da estrada pode não ser cumprido porque em tribunal a impugnação das multas de trânsito é decidida a favor dos prevaricadores é grave, insidioso e subverte os valores do sistema. Fazer essa apologia num fórum de discussão pública é gravíssimo porque incita à desobediência colectiva. Neste particular, abstenho-me de tecer mais considerandos porque qualquer especialista em generalidades, com opinião sobre tudo e que dispara em todas as direcções saberá do que estou a falar. E se não souber que pesquise que ficará devidamente esclarecido.