Regresso de Santiago para Portugal de Comboio!

#1
boas amigos

nos próximos dias 10, 11 e 12 de Junho, juntamente com mais dois amigos iremos fazer o Caminho Português com partida do Porto. O objectivo é fazer o caminho em 3 dias, regressando no terceiro dia para o Porto.

Após alguma pesquisa chego a conclusão que de comboio terá que se fazer primeiro ligação entre Santiago-Pontevedra, depois Pontevedra-Vigo e finalmente Vigo-Porto, através do comboio internacional, que penso que seja a única forma de ligação ao Porto!!!

A minha duvida é como funciona o transporte de bikes em comboios em espanha! Alguém tem alguma experiência com isto?
O trajecto de regresso que pretendemos fazer será o mais aconselhável?

Amigos agradecia a vossa ajuda...Obrigado
 
#2
Olá R.Almeida,

Há de certeza pessoal com mais experiência que eu, mas da única vez que regressei ao Porto de comboio, apanhei um comboio em Santiago até VIGO . Depois ai é que apanhas o internacional... Não é necessário ires a Pontevedra...

Agora é assim... Aconselho-te a reservares ou comprares os bilhetes o quanto antes Se não me engano poderás fazê-lo 1 mês antes)....pois os comboios SÓ deixam entrar 3 bicicletas... E na altura que vais... Vai de certeza imensa gente...

Entra em contacto com a Renfe. São muito profissionais ;)
Bom camiño :yeah:
 
#4
Transporte de Santiago para Portugal.

Boas,

Ano passado fizemos o Caminho Português de Santiago e a vir embora, apanhamos o comboio até Vigo, do nosso grupo viajaram 6 até Vigo e os restantes no comboio seguinte. Em Vigo informaram-nos que a última carruagem, era destinada a transporte de bicicletas, fomos colocando as bicicletas lá dentro, e quando o maquinista veio ver a carruagem, ficou de boca aberta, meteu as mãos à cabeça, arranhou a cara, etccccc.
Tivemos medo, sim medo, pois só sai de Vigo para o Porto, um único comboio por dia, e era aquele, mas com umas falinhas mansas, o "nosso" maquinista lá deixou vir as bikes:D
Seriam cerca de 30 bikes, onde segundo ele, o máximo que transportou nunca passou das 10.
A sair é que foi pior, as bikes todas emaranhadas :fpalm: Mas lá funcionou!
Os bilhetes tiramos no comboio, após indicação na bilheteira.
A reportagem, podem ver em www.intercaimabike.co.nr ou https://picasaweb.google.com/intercaimabike/SantiagoCompostela2010#

Abraço e bom caminho
Nuno "command"
 
#5
Bem pelo que estou a ver as coisas andam correr bem...mas pelo sim pelo não vou tentar comprar atempadamente os bilhetes e reservar os lugares para as bikes.

Obrigado pela partilha

Abraço
 
#6
Boa a todos,
Sobre o assunto, já por diversas vezes tenho feito o caminho e regresso. Há uns anos atrás não punham qualquer problema nos comboios, até havia letreiros a incentivar transporte de bicicletas.. Depois, como em tudo, o exagero de vir carruagens cheias delas levou as empresas a pôr travão.
Assim ano passado adoptei outra solução. O grupo tinha 15 gajos, fazendo as contas ao preço do transporte, aluguei um autocarro a uma empresa de passageiros, que por 450 euros foi a Santiago buscar-nos. até deu para parar a meio para atestar:cheers::cheers:, sem transbordo, alguns até ficaram à porta de casa :p.
Só cometi uma falha. Inicialmente achei que um carro de 22 lugares era suficiente, depois vi a mala e vi que as bikes não cabiam e dentro é proibido transportar. Pedi um de 40. Com uma roda desapartada ( da bike claro)já dava. Em Santiago o pessoal era mais que as pulgas e não faltavam pretendentes aos lugares vagos. Mas só couberam 18 bikes. Arrependi-me de não alugar um de 60 e tal . A diferença de preço entre carros não é significativa, e se forem em dia de ponta ;), ainda dá para tachar à grande pelo caminho pelo preço do comboio..... é tudo questão de organização

Já agora posso-te dizer que nesse dia vou com mais 10 de Mondim de Basto , ainda não combinamos nada mas alguém vai ter que nos ir buscar, porque nesse fim de semana as Cañas vão ficar secas . Vão ser paletes de bikes...
 
Last edited:
#7
R.Almeida , fazes bem em comprá-los antes.. ( de preferência 1 mês antes, ehehe )

Fiz os caminhos em no inicio deste mês ( dia 5 e 6 de Março) , e na estação em Santiago, estávamos eu e o meu marido , mais 2 rapazes , que já tinham comprado( reservado) bilhetes , ou seja , eram 4 bicicletas... Pois, por mais uma , a senhora do comboio, não nos deixava entrar... Tivemos de lhe fazer um choradinho , para ela nos deixar entrar!!!! Depois de muito resmungar connosco , lá nos deixou entrar, mas foi sofrido, ehehhe

Por isso, mais vale prevenir ;)

:yeah:
 
#8
Pois SandraS acho que vale mesmo a pena prevenir...senão é fazer o caminho em sentido contrário até á primeira estação de comboios portuguesa!:D:D

Depinho, essa ideia do autocarro também é muito bem pensada! Sem duvida alguma para grupos grandes é excelente!

Pelo que li no site da Renfe, penso que atempadamente se pode tratar de uma credencial especial para transporte das bikes...
 
#9
Não te fies na publicidade. O transporte de bikes, aqui ou lá está regulamentado. Tem de ser desmontadas e embrulhadas como bagagem. Foi o que fiz quando fui para os Pirinéus para fazer o caminho francês. Se Em Santiago, tirares as rodas, os pedais e embrulhares em cartão ou plástico, nada te podem fazer, mas não é fácil fazer isso.
Quanto aos comboios, tens dois de Vigo para o porto - um de manhã 10 h e outro pelas 20 (espanholas) chega pelas 23 portuguesas ao Porto. Não vale a pena vir muito cedo para Vigo. DE Santiago para Vigo à vários durante o dia, tipo de 2 em 2 horas.
Mas vai-te prevenindo, não vai ser fácil nesse dia, acredita que são centenas de bikes a querer safar-se. Tipo Benfica - Porto em dia de sol:D
Mas não desistas.
Há sempre a hipótese, de vires por estrada a pedalar;), são 230 km :mad:, mas nada de impossível .
O aluguer de viaturas comerciais tipo Hertz ou Avis, esquece, não se consegue a não ser se sejas espanhol ou queiras pagar o preço do carro pelo aluguer.
A sério, também existe autocarros para o Porto, só que aíé mais complicado com as bikes. E depois andam lá uns gajos a distribuir publicidade que oferecem transportar as bikes para todo o lado. Não são baratos e é necessário ter muito cuidado, pois algumas são tanga e nunca mais vês a bike.
Já agora o problema do alojamento nesses dias não vai ser fácil. Se tiveres dúvidas posso dar-te uma dicas.
Arranja um amigo com uma transit paga-lhe o gasóleo e o almoço.
 
Last edited:
#10
Bem tou a ver que vai ser de doidos...mas sem stress, em ultima caso ou melhor na pior das hipóteses fazemos o caminho no sentido inverso :p:):):cool: em vez de 3 dias fazemos 6 lol

Bem tou a ver que o mais "seguro" é arranjar forma de alguém ir ao nosso encontro a Santiago, mas como somos de Abrantes é mais complicado...mas como dizes não desistimos!

Quantas às dormidas já temos algumas hipóteses em vista...espero ter tudo reservado no inicio de Abril/Maio, vamos optar por dormir em Pensões/Pousadas/Hotel, para "fugir" a mega lotação dos albergues... bem vai ser a loucura! Pelos vistos vamos nos encontrar pelo caminho, nada melhor que parar mos num "apiadeiro" e beber um fino! :cheers:

Abraço
 
#12
Como diria o depinho "Arranja um amigo com uma transit paga-lhe o gasóleo e o almoço", se calhar fica muito mais em conta. O meu grupo (vê em clubeviaporto.com) vai é em Abril, e temos um mini bus que nos vais trazer de volta... se calhasse ires tu e os teus colegas nessa data, ainda se arranjava qualquer coisa... nós é a segunda vez que vamos. Abraço
 
#13
Os albergues penso que não trabalham com reservas, do que sei, penso que funcionam por ordem de chegada e tem prioridade os peregrinos que andam a pé, que normalmente chegam mais cedo aos albergues, pois aproveitam as horas de menos calor para fazer os caminhos!
 
#17
Boas, como disse a Sandra o melhor é entrar em contacto com a RENFE. Mas ando a "estudar" uma hipótese que me parece ser melhor...mas como ainda não tenho certa-se se é possível, ainda não adianto! Mas quando tiver mais informação publico aqui...