Qual escolher Methanol, Merida, Scott

#1
Todos eles quadros de topo Methanol azul espigão integrado 1699.00 euros Merida O.nine rigida a volta 1400.00 euros e a Scott 895 2090.00.Todas elas com BB30 a methanol com espigão integrado ponto a meu ver negativo porque as marcas de topo andam a retirar.Merida com um bom aspecto espigão 27.2 ia para a cor vermelha e preta e a scott meu leve mas em termos de duração nao sei.É para fazer maratonas uma ajuda pessoal.
 
#2
olá,espigao integrado ponto negativo porque as marcas andam a retira...:-(

se há coisas onde a Bianchi se destaca das outras marcas, seja em estrada ou btt, é na qualidade e tecnologia dos seus quadros....investiga um pouco e não ligues tanto a publicidades.....a scott vende muito, e vais sempre ter aqui os acerrimos defensores das marcas mais vendidas e publicitadas, mas investiga as revistas da especialidade e ve os pontos a favor e contra.

Todas elas são boas a meu ver, gosto muito da Scott, mas aquela methanol team......está no ponto!!!!

se fores ver a competiçao é facil ver que o hermida e o absalon ja foram campeoes do mundo com bianchi, o shurter foi o ano passado com scott e o hermida novamente este ano com a Merida, por isso não ia por ai...

não sei que modelos falas, mas se estas apenas a pensar em quadro, para mim simples, methanol.....era bom o quadro, agora é lindo!!!
 
#6
A questão do espigão integrado acarreta vantagens e desvantagens. Contudo, dos quadros que mencionas, ia para o Bianchi porque é uma paixão antiga, mas todos eles são excelentes quadros, seja por uma ou outra razão. Sinceramente, o Scott tenho medo dele. Peso 80Kg e confesso que me iria custar muito abusar dele sem preocupações. Para além disso, é o mais caro (é uma estupidez o que pedem por um quadro... e não me refiro apenas a este). O O Nine também é avião, mas para mim ter um espigão de 27.2 pode retirar alguma rigidez ao conjunto, mas ganha-se provavelmente em conforto e como procuras fundamentalmente um quadro para maratonas, pode ser bom nesse aspecto... O Bianchi, não consigo dizer nada sem apelar ao meu lado emotivo ;) Simplesmente adoro. Provavelmente será o mais pesado (mesmo descontando o factor espigão integrado). Mas olha, porque não juntares aí um Cannondale Flash à equação (se me lembro, também é 27.2)? E depois no final ia para aquele onde conseguisse um melhor negócio, porque com qualquer um deles ficas com uma máquina do caraças.
 
#7
o espigão integrado, tem sim um ponto negativo... se um dia trocares de selim, basta mudares de selle italia para smp, a altura da base aos carris é diferente, e logo ai ficas "agarrado".

Maratonas + Abusar = FS (porque não)? --- sou HT adict, mas ha sempre que ponderar....

das opçoes que tens ai sem duvida o merida, não so o preço como fará a bicicleta mais flexivel/funcional a nivel de utilização. Se optasses por XC puro, eu diria a Bianchi.... o scott é estupidamente caro.

e o ultimate da BH?... o RC sem espigão.

Abraço
 
#8
Obrigado pela vossa ajuda.Mas fitty77 por acaso não sei o preço do flash mas ja coneço pessoal que ja partiu esse quadro e ficaram seis meses a espera de resposta.Em principio vou para o merida obrigado bh não gosto