O que levar na mochila/Camelbak?!

#21
Eu cá levo uma ou duas peças de fruta e uma sandes. Antes de sair de casa como sempre um bocado de chocolate e pelo menos comigo resulta muito bem, não sinto fraqueza nem nada semelhante.
 
#22
Bem eu costumo comprar as novas bolachas da proalimentar com recheio de frutos por dentro e que trazem duas bolachas por saqueta, e normalmente como-as depois de ter feito uns bons km. Mas não tenho uma regra específica, por vezes nem as como porque pura e simplesmente me esqueço.
Sei também de quem leve uma peça de fruta. Tudo depende do gosto de cada um.

Por falar em levar... que tipo de barras é que vocês levam para comer? Onde as compram?

E quando as devemos comer? Passado um tempo? Quando tiver fome? E quantas... 2 chegam? Não é que planeie um jantar de barras... mas...

Abraço
Adelino
 
#25
Olhei para dentro do camelbak e cada vez leva mais coisas para além da água (1.5L).
Por cada incidente ou pequena avaria que me lembro que possa surgir, pumba carrego o camelbak com mais um acessório, assim tenho:

• Bomba de ar;
• Câmara de ar suplente;
• Uma ferramenta multifunções:
• Um canivete;
• Dois desmontas de plástico e um saca-válvulas;
• Um tubo de supercola;
• Abraçadeiras plásticas;
• Um pedaço de lixa;
• Um descravador da corrente;
• Uma tira de borracha;
• Cartão de sócio da FPCUB;
• Cartão de seguro da FPCUB;
• Uns trocos para 1 coca-cola;

Como o camelbak já tem um apito numa das correias, agora só me falta comprar uma manta isotérmica (acho que é isto) daquelas prateadas.:cool:

Assim de repente não me lembro de lá ter mais alguma coisa…:confused:
 
#26
Eu quando faço uma volta normal (15/20km) levo:

0,5l de agua,
telemovel.

Quando faço uma volta maior (30/40km) levo:

1,25l de água (+/-);
Telemovel;
Camara de ar.

A minha é pequena naao da para levar quase nada. Depois levo na bolsinha debaixo do banco, as "pazinhas" para tirar o pneu, uma multi-tool e mais qq coisinha

EDIT: esqueci-me, levo uma bomba presa na bicicleta
 
#27
O que levam para o mato para alem da bike?

Boas amigos, este tópico pretende saber basicamente o que é que levam às costas e se não levam nada porquê?

Aqui fica para já o meu testemunho.
Faço enduro e por isso caio com alguma frequencia.
Eu uso um Camelbak mule e fóra a bebida isotónica passo a enumerar:

1-Kit de ferramentas Pro
2-desmontas
3-camara de ar
4-remendos
5-bomba de ar
6-bomba de suspensão
7-droput 2 (tenho duas bikes)
8-pastilhas e mola de travões 2 (pra duas bikes)
9-elo de engate
10-abraçadeiras de serrilha
11-cabo de mudanças
12-alicate de corte
13-alicate multiusos
14-isqueiro
15-fita cola de nylon (cinzenta)
16-botija de Co2 c/ respectiva válvula redutora
17-parafusos M8, M6, M5 (dois de cada) e um para os clits dos sapatos
18-amuleto (uma pedrita da sorte que a minha mulher me deu)
19-lenços de papel
20-um gel (para o caso de ser preciso)
21-uma barrita (para o caso de ser preciso)
22-duas bananas
23-um frasco pequeno de soro fisiológico
24-um spray pequeno de Co2
25-um pequeno estojo de 1º socorros com:
as coisas normais destes estojos e umas ampolas de Betadine

Tenho de ir verificar acho que me estou a esquecer de alguma coisa.

fico à esper de saber o que transportam.
 
#28
Bem canoa, isso não é um Camelbak, é uma oficina com consultório de primeiros socorros!!:fpalm:
No meu "back-pack" (Camelbak é uma marca), levo:
- Gel energético x 1
- Barritas de cereais x 2
- Corta-vento
- Telemovel
- Chaves de casa/carro

Na bolsa de selim da burra, levo:
- Camara de ar x1
- Desmontas
- Multi-tool com descravador de corrente
- Kit de remendos
- Elos rapidos x 2
- Drop-out

A bomba e a água (2 x bidon 600ml) vão agarradas à bicla.
 
#29
Normalmente só costumo usar mochila em eventos de BTT ou voltas em que me afasto mais de 10-12 km de casa! O que costumo carregar quase sempre é:
- Telemóvel.
- Máquina Fotográfica Compacta.
- 2 Câmaras Suplentes.
- Bomba de Ar.
- 3 Desmontadores.
- 2 Chaves Sextavadas de 5 e 6 mm.
- 1 Canivete.

... e muita água!
 
Last edited:
#30
Bem me parecia que me tinha esquecido de alguma coisa.

26-abre-latas (brinde MBUK)
27-porta moedas (com moedas)
28-corta-vento (só nos dias de muito frio ou c/ possibilidade de chuva)
29-Telemóvel
 
#31
Bem deixo tambem aqui o meu testemunho.

No Camelbak de marca esquesita levo:
- cerca de 1lt a 1,5lt de liquido conforme a voltinha
- Telemovel
- uma bomba de ar compacta de CO2/manual, uma recarga de CO2.
- um cabo de aço para os desviadores
- Algo que se coma
- o cartão de cidadão
- uns trocos para a paragem no tasco
- as vezes uma pequena maquina fotografica

Na bolsa de selim:
- 1 Camara de ar
- 3 Desmontas de resina
- 1 chave em L que pode levar varios bicos, e um bico correspondente a cada tipo de parafuso que a Bike tem, no meu ponto de vista um Multi-tool tem muita coisa que não se usa.
- 1 descravador de corrente
- 1 Kit de remendos
- 1 Drop-out

No verão as vezes levo 1 bidon 600ml na bike.

acho que é tudo
 
#32
Boas eu normalmente levo Bidentidade ou algo q m identifique telemovel 2 barritas uma bomba d ar e uma bombita reparadora de furos ha e tb alguns trocos dão semp jeito p dp passar pelo elefente azul...
 
#33
Aqui levo no Camelbak:

1. 2 Litros de Agua
2. Bomba de Ar
3. 2 Câmara de Ar
4. Desmontas
5. Primeiro Socorros [Pensos]
6. Barras Energéticas
7. Canivete Bike Wenger
8. 5€
9. BI e Telemóvel

Isto tudo num Camelbak Lobo.

Depois de ler alguns posts acho que o vou acrescentar ao meu Camelbak umas braçadeira plásticas pequenas para alguma emergência.

Cumps.
 
Last edited:

froids

Active Member
#34
Eu levo sempre na minha mochila de hidratação (CamelBak Mule) o seguinte:

Kit de Primeiros-Socorros (Inclui Gase, compressas, pinça e botijas de betadine (2));
Desmontas;
Câmaras de ar;
Kit de remendos (remendos + lixa + cola);
2 Elos rápidos de corrente;
Multi-tool + Saca-correntes;
Alicate multiusos pequeno;
Canivete;
Apito com bússola;
Barritas, Marmelada, outros;
Água(cerca de 2.5l);
Braçadeiras plásticas (6 pequenas e 6 médias);
Lenços de papel;
Bomba de ar;
Óleo lubrificante;
Pilhas suplentes para a câmara de filmar, fotográfica e gps;
Kit de pastilhas de travão + mola;
Um cabo p/ desviador;
Parafusos p/ Cleats;
Manta de sobrevivência;
Documento de Identificação + Euros;
Telefone;
Kit de fumos (Tabaco + Mortalhas + Isqueiro);
Chaves de casa/carro;
Bolsa de máquina fotográfica + Maquina fotografica;
Impermeável quando as condições meteo assim o justificam.

Como diz o Pirilampo, sem o camelbak também eu me sinto nu em cima da bike....

Abraços
:xau:
 
Last edited:
#36
Nem na do Video existe tanta coisa! Ou talvez exista! :D

[video=youtube;iiPedZzE3a0]http://www.youtube.com/watch?v=iiPedZzE3a0[/video]

Fora de brincadeiras eu levo:
1. 1,5l de água;
2. Chave multifunções
3. Bomba de Ar
4. chaves do carro
5. Pinhas suplentes para a HelmetCam
6. Kit para furos (remendos, saca pneus, etc)
7. Carteira

E acho que é tudo.

PS: Falta o telemóvel.
 
Last edited:

froids

Active Member
#37
@Varinho...

Se a pergunta era para mim, lamento, mas não te sei responder quanto ao peso que transporto, mas contando com a água deve rondar os 5kg, talvez um pouco mais. Mas nunca me fez diferença o peso!
A outra questão tem resposta afirmativa. Sim, transporto sempre tudo dentro da mochila, em todas as voltas que faço... Mesmo no quintal...
Faz parte integrante do meu equipamento, tal como as luvas ou o capacete!

Eu sou muito de andar sozinho e de passar muitas horas no pedal e em lugares muitas das vezes bem longe de casa e bastante remotos, pelo que me habituei a ser auto-suficiente!


Como podem ver, nem é assim nada de especial em volume... Um MULE normalíssimo! Mas preparado para qualquer eventualidade!

Mas já aconteceu cederem-me uma camara de ar para tratar de um furo... Apenas para ser mais rápido a resolução do problema do que colar um remendo (rolo com cams de liquido). Daí em diante, passei a andar também com uma na mochila.

Abraços
:xau:
 
Last edited:
#38
Agora que me puseram a pensar nisso, costumo levar:

- 2 L de água (Camelback)
- 2 Mini-lanternas de borracha (uma de luz branca e uma vermelha): nunca se sabe quando se chega já de noite
- 1 Elo rápido
- 1 Dropout
- 1 Multiferramenta para bike
- 1 Alicate também multiferramenta
- Telemóvel
- Chaves de casa
- 1 ou 2 barras de cereais
- 1 Adaptador de pipo
- 1 Bomba de ar
- 1 Câmara de ar de gel (as que estão montadas também são)
- 1 Caixa de remendos autocolantes
- 1 Mini tesoura de poda (quando vou para a manutenção de trilhos dar cabo daquelas fdp das silvas - ou elas a mim...)
- 5 Euros

Por vezes levo também:
- GPS
- Câmara de filmar

Agora vejo que ainda levo umas coisas mas o certo é que nem custa assim tanto. Não gosto de depender dos outros nem de ficar apeado a não sei quantos Km nem sei bem onde ;)

PS: Essa dos preservas pode ser uma boa ideia mas como não costumo andar no Monsanto... :p
 
#39
O que levar na mochila?!

O QUE LEVAR NA MOCHILA?!


FOTOGRAFIA 1. Preparação da mochila.

É comum, durante as incursões de bicicleta pelos montes, surgiram problemas que afetam o normal cumprimento do trajeto. Quantos de nós já ficaram apeados por falta de instrumentos adequados para resolver um problema? Regra geral, quando saímos para os nossos passeios saímos com o básico: água, alimento e, eventualmente, uma câmara-de-ar e uma bomba. Numa prova, normalmente, existe assistência ou o atleta prevenido que nos ajuda. Numa volta domingueira é por vezes o companheiro que nos safa. No entanto, existem sempre aqueles imprevistos que nos limitam quando menos necessitávamos. A experiência pessoal ensinou-me que mais vale sair de casa bem preparado, do que fazer o percurso de regresso a pé.
Quando preparo a mochila (FIGURA 1-5.), vulgarmente designado camelbak (marca registada, especializada em produtos de desportos outdoor, como mochilas de hidratação e bidons), tenho em mente dois vetores: a bicicleta e o ciclista. Nesta perspectiva, equaciono que problemas podem afetar este dois elementos. A bicicleta apresenta inúmeras partes que estão sujeitas a desgaste e como tal poderão, mais cedo ou mais tarde, ceder. O ciclista se tudo correr como planeado, chegará de qualquer volta incólume. No entanto, lesões derivadas do próprio esforço, ou mesmo de uma queda, poderão significar o encurtar de uma volta.
Assim, aquando de uma incursão pelos montes, devemos sempre acautelar o máximo de situações possíveis, sem sacrificar em demasiado o ciclista com o peso acrescentado.
A minha mochila é preenchida por elementos de três estojos/kits:


• Estojo de primeiros-socorros;
• Estojo de bicicleta;
• Estojo de sobrevivência;​


Cada um destes estojos possuiu um conjunto de produtos que penso serem indispensáveis para safar de muitas, não todas, situações desagradáveis. Seguidamente, para melhor entenderem o que prevê cada um destes estojos, descrevo o que contém cada um.

ESTOJO DE PRIMEIROS-SOCORROS

Este é aquele estojo que cada um menos vezes quererá usar, no entanto, uma queda poderá implicar a sua utilização. Já participei em voltas em que foi necessário assistir um colega que caiu, e a inexistência deste estojo implicou que os cuidados básicos não fossem bem prestados. Eu próprio já caí e tive que recorrer a este kit. Assim, considero que são fundamentais, para prestar os cuidados básicos, os seguintes elementos:


• Compressas;
• Ligaduras;
• Soro fisiológico;
• Eosina/betadine;
• Pensos rápidos/ Tiras de sutura;
• Adesivo/Ganchos;
• Luvas esterilizadas individuais;​


FOTOGRAFIA 2. Estojo de primeiros-socorros.

Nenhum destes produtos prevê um curativo definitivo. Contudo, cair durante um passeio e retornar com as feridas por tratar poderá implicar graves problemas. Assim, a maioria destes elementos deverá ser utilizado em escoriações resultantes de quedas. O soro poderá ser utilizado ainda nos olhos, enquanto os pensos e as tiras nalgum corte.

ESTOJO DE BICICLETA

Neste estojo coloco os materiais essenciais para resolver os problemas que normalmente afetam a bicicleta. A maioria dos problemas de uma bicicleta podem ser evitados com uma revisão preventiva antes da saída. Contudo, furos, correntes quebradas, pneus rasgados, pastilhas gastas, entre outros, são problemas comuns nas incursões pelos montes. Assim, os elementos que se seguem são destinado a resolver temporariamente o problema de modo a permitir o regresso a casa.


• Conjunto de chaves com desencrava-correntes;
• Câmara-de-ar;
• Bomba de ar;
• Pastilhas;
• Desmontas;
• Cola e Remendos;
• Elos de engate rápido;
• Abraçadeiras de plástico (zip);​


FOTOGRAFIA 3. Estojo de bicicleta.


Estes elementos prevêem a resolução temporária dos problemas já citados anteriormente. As abraçadeiras de plástico têm um carácter multiusos, pois servirão para solucionar algum problema imprevisível.

ESTOJO DE SOBREVIVÊNCIA

Neste estojo estão alguns elementos mais tradicionais e outros que, realmente, se destinam a situações extremas. Assim, para sobrevivência básica estão presentes neste estojo:


• Alimento;
• Líquidos;
• Canivete;
• Cartão de identificação;
• Iluminação;
• Apito;
• Impermeável;
• Toalhitas/Lenços-de-papel;
• Manta de sobrevivência;​


FOTOGRAFIA 4a/b. Estojo de sobrevivência.


Os elementos fundamentais como alimento e líquidos estão presentes em todas as voltas. A presença do impermeável depende da época do ano ou do clima que se faz sentir. Elementos como iluminação, manta de sobrevivência, toalhitas, apito são dispensáveis dependendo do trajeto e da companhia, ou ausência dela. O canivete é transversal a qualquer um dos estojos, pois possui elementos que podem ser utilizados nos primeiros-socorros (pinça ou tesoura) ou na resolução de problemas da bicicleta (tesoura ou canivete).


FOTOGRAFIA 5. Mochila preparada.

Naturalmente, que em cada um dos estojos existem elementos passíveis de serem retirados de acordo com o clima, com a distância do percurso, com a companhia (colegas de pedalada podem distribuir a carga) etc. Do mesmo modo, também alguns elementos podem ser acrescentados, como um pequeno recipiente de óleo, dinheiro, ou até, eventualmente, as chaves de casa e o telemóvel. Tudo depende das reais necessidades de cada um.
O caso que aqui vos apresento diz respeito aos cuidados que tenho quando preparo uma incursão pelos montes. Regra geral, recorro a todo este material para voltas superiores a 40km ou quando circulo sozinho. A mochila que preparo pesa pouco mais de 2kg, um peso que com uma boa distribuição da carga, pouco se nota e que compensa as chatices que se podem evitar. A falta de preparação já me fez retornar a pé, curar as feridas no meio do nada, apanhar frio e chuva quando não contava, até mesmo regressar em cima da bicicleta, mas sem poder pedalar.
Em suma, preparem bem uma incursão pelos montes, ponderem bem as condicionantes e adaptem às vossas necessidades. Obrigado pela paciência para lerem este discurso tão grande. Sinto-me feliz por poder partilhar com todos esta minha opinião.

Cumprimentos,
Miguel
Artigo completo no blogue dos Mem Gundar BTT