Miba 2011

#1
Marco Fernandes vence MIBA 2011

Marco Fernandes foi o grande vencedor da Maratona Internacional de BTT do Algarve (MIBA), que se realizou ontem, em S. Bartolomeu de Messines, concelho de Silves. O atleta venceu na categoria Elite (Masculinos), depois de Luís Pinto ter sido desclassificado. O segundo e terceiro lugares foram ganhos por Tiago Dias e Gonçalo Brito. A mesma categoria (Femininos) foi ganha por Celina Carpinteiro do BTT Loulé, seguida por Rute Costa e Joana Patrício da Ovibike/Oriquense.

O atleta da Sportzone Nuno Silva venceu na categoria Veteranos A. O segundo e terceiro lugares foram alcançados por Valério Ferreira (BTT Loulé) e Rui Matias (Grupo Desportivo Santa Cruz). Adelino Cruz (JMQ Cozinhas ExtremoSul) venceu na categoria Veteranos B e Carlos Cabrita (BTT Loulé) arrecadou o prémio Veteranos C.

O Troféu Concelho de Silves, que já vai na quinta edição, distinguiu Rita Esteves (Femininos) e Tiago Silva (Masculinos) como primeiros classificados no percurso de 100 quilómetros.

Apesar do bom desempenho nacional, Ricardo Rodrigues, presidente da Associação ExtremoSul lamenta “a fraca adesão dos atletas portugueses, numa prova que pontua para o ranking UCI”.

De destacar, o desempenho dos atletas Aderio Guerreiro, Rafael Lourenço e Bruno Guerreiro da equipa JMQ Cozinhas/ExtremoSul, que se classificaram nos três primeiros lugares do percurso de 25 quilómetros. Também no percurso de 50 quilómetros os atletas da ExtremoSul Ricardo Pires, João Martins e David Martins mereceram destaque.

Ao todo, participaram na maratona cerca de mil atletas, numa organização que contou com a ajuda de cem voluntários, duas dezenas de bombeiros e GNR’s. Pela primeira vez na história desta maratona de BTT – já vai na sétima edição – não foi necessária a intervenção dos bombeiros, uma vez que não se registaram quaisquer incidentes.

A classificação pode ser consultada no site www.bttalgarve.com.

Já a pensar na próxima edição, Ricardo Rodrigues, refere ter “uma organização à altura dos acontecimentos e com capacidade de abraçar e organizar o Campeonato Nacional que já está agendado para o próximo ano de 2012”. O campeonato deverá realizar-se no início de Outubro.
 
#2
Parabéns

Muito bom dia.
Gostaria antes de mais de começar pelo mais importante: Os parabéns. Os parabéns desde logo à organização pelo grande trabalho realizado. Foi uma maratona bastante dura, mas a este nível tinha de ser assim...
Parabéns naturalmente também a todos os que participaram neste evento, voluntários e atletas. Aproveito ainda a oportunidade para enviar parabéns especiais e um abraço para o meu Amigo Gonçalo Brito pela excelente prestação. Boa!
Permito-me, contudo, ainda a uma apontamento construtivo. Trata-se da questão relativa ao facto de, manifestamente, o número de controlos de passagem ser insuficiente. Não só para os 100Km tínhamos apenas dois, como ainda (e porventura mais sério) não tinham a melhor localização. Entre a ZA4 e o final não havia nenhum o que acabou por fazer com alguns "atletas" que seguiram por alcatrão até Messines tivessem um lapso de memória ( por certo pelo cansaço ) e não referissem esse pequeno detalhe à organização na chegada. É o espírito Tuga no seu melhor
 
Last edited:
#3
Como já é tradição minha em participar neste (grande) evento a um nível de lazer, deixo aqui a minha opinião:

1.º Secretariado - 5*;
2.º Pessoal da Organização - 5*;
3.º Local de Partida - Bom;
4.º Os "Penetras" ou os "Furões" - Continuam presentes (se quisessem ficar mesmo na frente antes da partida que se colocassem lá com a necessária antecedência);
5.º A Partida - Achei um pouco tardia (propõe-se uma partida às 09H00, como na maioria dos locais) - mas a cumprir o horário;
6.º O percurso (dos 50 Kms) - Era suposto andar-mos em cima da bicicleta e não a andar a arrastá-la subidas acima ... (o que aconteceu com uma frequência acima do normal);
7.º A Chegada - No meu entender, o espaço de "desacelaração" após a meta deveria ser um nadinha mais prolongado, pois pode-se correr o risco de ocorrência de quedas como aconteceu, por exemplo, na edição anterior.
8.º Banhos - 5* ( a água não estava nem quente, nem fria. Estava óptima) - mas continua a verificar-se que há quem aproveite estes eventos ara tomar o "banho da semana".
9.º Almoço - 5*;
10.º - Se as vezes de arrastar a bicicleta para o ano forem em menor frequência, então ... até pró ano!
 
#5
Ola a todos, mais um ano em Messines e com este já é o 5 ano , fiz a meia maratona e este ano teve alguns aspectos que gostei menos.
dorsal: Na loja uma boa forma de resolver confusões
Partida: Péssima não havia lugar nas boxes que destinaram ao pessoal ou seja os 100klm os 50klm espaços muito pequenos e claro o controlo dos penetras que infelizmente existem em grande numero. Em Portalegre temos 4 vezes mais participantes e o controlo é eficaz resta saber porquê que em Messines se facilita tanto nesse aspecto, se não podem limitem as inscrições.
percurso: optimamente bem marcado aliás a meu ver era impossível alguém se perder , agora quando á escolha do mesmo é que já diverge pois quem abala do meio já anda no mínimo 30 minutos a pé... algo também que poderá ser revisto pela organização, este ano aconteceu mais que nos outros, de resto foi óptimo com um plano de fundo muito bom , quanto á dureza foi boa tecnicamente é que para quem faz a meia maratona penso que teria sido algo exagerado e perigoso já que ouve imensas quedas, a não esquecer que quem abala de trás tem maiores pormenores sobre as provas.
Abastecimentos: bem elaborados.
Linha de Chegada: O normal e bem posicionada.
Banhos : para 1000 participantes esteve muito bom.
 
Last edited:
#6
Viva amigos,
Reconheço que o percurso tivesse algumas subidas complicadas, mas infelizmente à ultima da hora tivemos de alterar uma das zonas e ao Km10 tivemos de colocar aquela "parede"! Não era essa a nossa intenção, até porque estava tudo ok com os donos do terreno, só que à ultima da hora deciciu que afinal não queria.
Pelo facto, pedimos desculpas.
Quanto a quedas, este ano foi o 1º ano em que nenhuma delas foi necessária a evacuação para hospitais e as poucas que houve foram alguns arranhões e/ou ematomas sem grande gravidade...
Os penetras são sempre complicados de evitar, mas iremos tambem rever a partida de forma a facilitar a vida a quem quer partir mais na frente.
Obrigado a todos e iremos certamente para o ano ajustar melhor o percurso.
 
#9
Aqui deixo o rescaldo dos Duraizos da Longueira/Almograve:
Levantamento de dorsais: rápido e eficaz;
Partida: a horas como o pessoal gosta;
Percurso dos 50km: desta vez fui mais no cariz de passeio e consegui apreciar as vistas! Tirei fotos e tudo!!!! E pelo que vi adorei, principalmente a zona da barragem do Funcho e as vistas lá de cima da serra. O raio daquela parede ao inicio é que emperra sempre o pessoal, deviam rever isso, pois já sou assidua neste evento e acontece sempre o mesmo todos os anos!
Banhos: bons..
Almoço: na nossa opinião sincera achamos que não foi a melhor escolha, mas com esta crise, cavalo dado não se olha o dente!
E pronto, para o ano há mais!!!
 
#10
Bem participei nos 50 Km, e gostei do percurso, tirando a parte iniciar que andava com a bicicleta na mão demasiadas vezes, compreensível pela quantidade de participantes.
A entrega dos dorsais foi uma mais valia para organização por que permitiu os participantes buscar os dorsais a diversas lojas no Algarve, evitando as filas no dia da prova junto do secretariado. Bem o almoço não gostei, mas não se pode agradar a Gregos e Troianos. Para futuro esperemos que a organização revejam os pequenos pormenores que outros users mencionaram.
Espero estar no próximo ano.
 
#11
Boas MIBA.

Nem sei se tenho palavras para descrever o que senti nos 100km com os 2047 de acomulado com 30% em caminho pedestre, mas a subir.

Acima de tudo faz-se btt por prazer e por aventura, mas onte a aventura foi longe demais e tudo
por causa daquelas paredes pedestres que quebram o ritmo ao mais atletico participante.

No geral organizativo foi tudo bom,
Só foi pena a maquina da imperial ter dado o prego...e como sabia bem uma imperial ao almoço.

MAS acima de tudo fico agradecido por serem vocês a chamar-me à atenção que 100km, é km a mais nestas circunstâncias,
a partir de agora não vou passar dos 80km em Btt.
OBRIGADO.

pedal
 
#12
boas,

ca vai então o meu bitaite
dorsais - 5*
pessoal - 5*
marcações - 5*
banhos e almoço não posso referir
quanto a prova em si, dura quer fisica quer tecnicamente, alguma parede feita a pé inevitavelmente, paisagens castiças como sempre em messines, para o ano repete-se ;)
 
#14
É pá!!! Quem era aquela personagem que estava a bloquear a passagem com o carro e estava "armada" com martelo e chave de fendas para dar umas "xinadas" ao pessoal???

Participei nos 50 km, gostei bastante do percurso, trata-se de uma zona que "batemos" com alguma regularidade. As marcações estavam boas, nunca me geraram dúvidas, staff da organização em vários locais para orientar e apoiar os atletas, abastecimentos completos, sem filas para banhos e para o almoço. Referente ao almoço, confesso que não esperava por lasanha, mas como já referiram anteriormente, não se pode agradar a gregos e a troianos. Por mim esteve tudo bem!

Para o próximo ano, se cá andar, quero marcar presença novamente.

Cumprimentos a todos
 
Last edited:
#15
Marco isso é motivo valido!? nao fazia idea, é um bocado ridiculo..
Marcações, secretariado, abastecimentos, dados correctissimos em relaçao as quilometragens dos abastecimentos, banhos etc estava tudo muito bom e acima da média, o almoço.. fica a destoar.
Quanto à percurso, bastante duro, com muita subida de meter respeito, mas não ache que seja daquelas maratonas que seja pouco ciclavel, até muito pelo contrario, para o fim é que as pernas ja não eram as mesmas e obrigavam a desmontar aqui e ali, mas tirando isso.. Estou la para o ano!

Cumprimentos,

Bruno Atalaia
 
#17
Viva,
O Luís Leão Pinto foi desclassificado porque as regras UCI dizem que o Campeão Nacional é obrigado a utilizar a camisola de Campeão Nacional em provas internacionais e como o Luís (que é campeão nacional) não a usou, teve de ser desclassificado!
A desclassificação foi dada pelos comissários presentes e não pela organização.
 
#18
Olá amigues.

Os Marafades estiverem presentes mais uma vez e recordo-me ou malembra ke ainda nunca deixarem de ir, bom mas isse na conta prá agora, e o kimporta é ke tava tude méme fixe, as asebidas logo do inicio gostei, dava pra kemer o pere ke levi e ke nadeu pra kemer antes, as descidas com bués de gente a pé, dava pra fazer rabicundas aos gajes mais medroses e saborear o po e kespir como a malta gosta, a lavagem ás bikes do final, bom ai foi méme méme um espetákele foi melhar as bikes os outres ke tavem ao lade, as ladies ke iam passande, bem cagueme a rir, e atão a cerveja camalta tinha ke esperar e fazer de conta ke tava a beber umas guiness.
Bom moçes façam tude igual pró ane e na adianta alterarem nada as nossas MARAFADAS adurarem, na fosse uma se ter perdide á entrada de messines e a outra embirrar com a pedaleira e a corrente e tavem as duas do podium das senhoras nateralmente pois a gente naker amisturas.
Até pró ane se deus kiser, mais tarde temes umas chapas ke tirames idi compartilhames com todes.

Um abraçe Marafade.
 
#19
Sim, o regulamento nesse ponto é bem explicito... Não leva a camisola é desclassificado !!

As pessoas em vez de virem para aqui questionar a organização deveriam era questionar o atleta... Confesso que também tenho curiosidade em saber o porquê do Leão não levar a camisola !