Este tópico é para o governo Português. LOL

becuz

New Member
#1
Boas pessoal !

Sr. Primeiro Ministro (começa bem):

Queria pedir-lhe, se faz favor, ciclovias em todo o pais. (ai !! se eu fosse DEUS! hehe) numeradas, cartografadas e conservadas.

Queria pedir-lhe, se faz favor, uma politica de conservação de todos os spots ciclisticos desta humilde comunidade, com uns PDMzitos mais favoráveis à pratica desta magnifica maneira de descompressão da mente e espirito que se chama "andar de bicla". (parece uma carta ao Pai Natal), a qual, ajuda as pessoas (sim, os seres humanos) deste pais a contribuir para o plano nacional de saúde (é assim que se chama ?), já que ao andarmos de "bicla" somos mais saudáveis e vamos menos vezes ao médico.

Queria pedir-lhe, se faz favor, um povo mais respeitador do ciclista (esta só o nosso senhor Jesus Cristo) já que somos tratados de tótós só porque gostamos de pedalar e de doidos porque gostamos do contacto com a natureza e vamos para o monte ( Ai Zazus soum unz doiduz, bê lá, queles boum po muonte emxima daquelaz coizaz !!!!! Tipo extraterrestre?).

Queria pedir-lhe, se faz favor, um corrector ortográfico para este Forum ! ( Ups... esta não é para si sr. Primeiro Ministro)


Grande abraço, boas pedaladas ! :)
 

oliana

Active Member
#2
O problema não está só num politico, mas em vários. Todos os que nos governaram até agora, nos variados cargos, já estiveram anteriormente noutros tach...cargos.

Não vale a pena atirarmos as pedras apenas a este pecador, quando outros, que já nos deram provas do seu "valor", se preparam para voltar, e para nos chup...convencer que é desta vez que se portam bem para o lado do ZÉ Povinho.

A porcaria é a mesma, quase não mudando de cor. Alimentam-se e alimentam muito bem quem já está "gordo", aliviando-se depois na casa da banho, do mesmo papel higiénico de sempre, que somos nós todos.

O senhor que lá está, é mais um que sabe bem defender os seus...pois só assim sobreviverá politicamente.

Quem comanda na realidade são os interesses económicos. Os politicos são as marionetas, e nós apenas os fios.
 
#3
oliana said:
A porcaria é a mesma, quase não mudando de cor.
:exacto: :exacto:

Como dizem os nossos compadres ingleses : "Same Shit, different Smell"...

oliana said:
O senhor que lá está, é mais um que sabe bem defender os seus...pois só assim sobreviverá politicamente.

Quem comanda na realidade são os interesses económicos. Os politicos são as marionetas, e nós apenas os fios.
Que motivação terá uma pessoa para acreditar na classe que nos governa? as opções são sempre as mesmas, ora uns ora outros? ainda está para vir alguém com convições fortes, com uma vertente verdadeiramente "pró Povo" e não "pró bolso"...

Eles por exemplo teriam muito a ganhar se vissem o que pequenas comunidades como NÓS fazemos no nosso dia a dia (no meu caso que vou de bike para todo lado, trabalho de dia e universidade à noite) e de lazer ao fim de semana...onde os carros ficam parados (poupando o ambiente - Que eles tanto prezam) e existe uma maior actividade fisica pessoal (a qualidade de vida das pessoas melhora muito - desde que não se caia muito :D:D:D:D, logo os custos com encargos de saúde são menores).

O pessoal não pede muito, apenas que tenham mais respeito por quem não quer seguir o resto da "manada", ter ideias próprias e ter um estilo diferente de vida.

cumps
 
#4
oliana said:
Que motivação terá uma pessoa para acreditar na classe que nos governa? as opções são sempre as mesmas, ora uns ora outros? ainda está para vir alguém com convições fortes, com uma vertente verdadeiramente "pró Povo" e não "pró bolso"...


O pessoal não pede muito, apenas que tenham mais respeito por quem não quer seguir o resto da "manada", ter ideias próprias e ter um estilo diferente de vida.

cumps
temos que também nós (amigos do pedal) fazer uma manifestação única a nivel nacional e reivindicar os nossos direitos!!!
o pior é que secalhar mandam-nos mudar de país !!!
 
#5
Re:Este tópico é para o governo Português. LOL

Eles todos pensam em nós... nem que seja demagogicamente!

"Resolução da Assembleia da República n.º 80/2009

Recomenda ao Governo que proceda a alterações ao Código
da Estrada, reforçando direitos de ciclistas e peões
A Assembleia da República resolve, nos termos do n.º 5 do
artigo 166.º da Constituição, recomendar ao Governo que:

1 — Em sede de revisão do Código da Estrada, prevista
na Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária, sejam
reforçadas regras que garantam mais condições de segurança
para a circulação de ciclistas e peões no ambiente
rodoviário.

2 — Essas alterações sejam introduzidas no Código da
Estrada com a celeridade que a matéria merece.

Aprovada em 23 de Julho de 2009.

O Presidente da Assembleia da República,
Jaime Gama.
"

in Diário da República, 1.ª série — N.º 157 — 14 de Agosto de 2009

:arrow: http://dre.pt/pdf1sdip/2009/08/15700/0529005290.pdf
 
#6
Enquanto houver portugueses, que olham para os partidos politicos, como olham para o seu clube e na hora de por a cruzinha seja sempre chapa 5, continuamos sempre na mesma lama e vejamos estes ultimos trinta e quantos anos se não é um é outro, muda a capa mas o contiudo é sempre o mesmo :cry: :cry: :cry:
Code:
O melhor é mesmo escrever ao pai Natal :mrgreen: :mrgreen:
Code:
Abraço
 
#8
Obrigado pelos vossos comentários.

Eu não estou no nosso país pois decidi experimentar trabalhar no estrangeiro e onde estou há ciclovias para todo o lado bem conservadas e respeitadas. Bastava "copiar" para fazer um projecto com condições médias e inovar para fazer um projecto com boas condições, se calhar há ruas, avenidas, sítios onde não é possível construir ou desenvolver ciclovias mas há sempre uma alternativa. Se calhar há freguesias ou municípios onde um ou mais projectos dirigidos ao ciclista foram adoptados com sucesso outros sem sucesso mas onde se calhar não foram aproveitadas ou usadas frequentemente o que torna a balança Investimento-resultado muito desequilibrada, a verdade é que se calhar portugal não tem a cultura da bicicleta ou desporto ar-livre suficiente para podermos "exigir" um investimento quando sabemos de ante-mão que não vai ser devidamente explorado em termos quantitativos, por outro lado acho que isso está a mudar e acho que iniciativas ainda que desequilibradas podem tornar-se equilibrantes e seduzir mais adeptos para esta maravilhosa maneira de estar. O que me irrita selvaticamente é a prepotência do automobilista face ao ciclista e isso meus amigos nós podemos mudar, estou de acordo com o que diz o Oliana e se calhar também passa por reivindicar e marcar os nossos pontos se houver união, podemos sensibilizar e educar o automobilista a ser mais consciencioso e acabar com aquela atitude de enlatado que só por queimar "gota" tem mais direitos do que quem se expõe aos elementos naturais e ama o ar-livre.

Grande 2010 para todos e confiante de que a mentalidade muda ainda que muito devagar ;)

Abraços "biclistas"

P.S.: Obrigado pelo corrector ortográfico ;)
 
#10
"Os governos deste País compõe-se de dois grupos: um formado por gente totalmente incapaz, e outro por gente capaz de tudo."

Não sei quem escreveu isto, mas que dá que pensar dá.

CD
 
#11
Infelizmente tenho de concordar contigo CD e com quem escreveu isso !

Um dia destes li uma critica que o Mário Crespo escreveu sobre "Os Palhaços que fazem de nós palhaços" e tenho pena em concordar com 99% do que ele escreve, é como o Oliana diz, a culpa não é do testa de ferro mas da cadeia de palhaços à volta desta palhaçada toda, o que me conforta é saber que estamos perto de uma Europa Unida e que isto um dia muda. Claro que tudo depende de nós que vivemos num estado de "democracia" ainda que com cheiro a Ditadura económica e somos nós que votamos nos palhaços mas a panela está tão bem feita que quer votemos à esquerda ou à direita vai dar tudo ao mesmo Circo.

Abraços
 

oliana

Active Member
#13
A união faz a força. Mas no nosso país o que muitas vezes acontece é que quem começa a dar a cara, acaba por sair por baixo. Sei aquilo que já passei por dar a cara algumas vezes. Em Portugal acho que só mesmo derrubando toda a casa a começar do telhado. E não aproveitar nenhuma peça antiga. Tudo de novo.

Um 26 de abril.

Desculpem o desabafo,...mais uma vez.