[Crónica] Caminho Portugues de Santiago

#1
Viva pessoal,

No Verão passado eu mais um amigo decidimos fazer o caminho Portugues de Santiago, a partir do Porto. Na altura escrevi um pequeno "report" para os amigos, mas agora descobri este pequeno canto no forum e decidi partilhar a nossa aventura convosco. Espero que gostem.

Quem quiser visitar o report no formato original pode o fazer aqui


-dia 0- A partida


Ao inicio tudo começou mal. Tinha-mos uma boleia combinada com o nosso amigo Sam que nos ia levar na sua Espace até ao Porto, mas infelizmente a carrinha avariou à ultima hora e tivemos que nos desenrrascar de outra forma: O belo do comboio. Após 3 horas de viagem num regional (os unicos que permitem o transporte de bicicletas) lá chegamos ao tão desejado Porto. 1ª passo no Porto: Descobrir onde estavamos! Com jeitinho, depois de passar por muitos mafiosos e mal encarados la descobrimos o sô guarda que nos disse onde estávamos ("ufa") e nos indicou 2 ou 3 pensões sem muito "sobe e desce" (lol, e esta hem...). Depois foi só largar a bagagem no hotel peninsular em plena Avenida dos Aliados e dar umas voltas para conhecer a zona. Fomos ao posto de turismo "ver o que havia" onde nos disseram que tinham caidos 2 pontes do nosso caminho. Ouvimos mas Cagámos :D Jantámos, xixi e cama :D.


-dia 1- Porto -> Ponte de Lima ( 95 km )



Uma das pontes que ruiu:


Em Barcelos:


No milho:



RRTIMTIMTIMTIMTIM.... 6 da madrugada e o despertador a tocar. Está na hora de levantar para começar a nossa viagem. Às 6 e meia já estavamos prontos para começar a etapa, mas primeiro tivemos direito ao pequeno almoço que gentilmente a gerente do hotel teve o cuidado de preparar para essa hora, 2 horas antes da hora oficial. Ficámos surpreendidos e agradecemos. - Obrigado e até à próxima! Disse eu enquanto olhava discretamente para a bela mini-saia da recepcionista.
Rapidamente percebemos que o caminho estava muito bem marcado por setas amarelas em todos os cruzamentos, entroncamentos e no quer que seja, e que não iamos precisar de mapas, a não ser para termos uma pequena ideia de onde estávamos. Ao sair do Porto foi sem duvida uma progressiva mudança da cidade para o campo onde se respirava o ar puro e começavamos a sentir que ia ser uma grande aventura. Ao fim de 20 kilómetros estavamos definitivamente no campo. Encontrámos então a primeira ponte interdita. Uma bela ponte romana (a qual não me recordo o nome) mas que estava fechada. Passava um rio bastante largo e fundo por baixo desta e começámos a ver a vida a andar para trás. MAs felizmente o pessoal que marca o caminho já tinha isto previsto e já tinham uma alternativa, que nos obrigou a fazer mais 14 kilometros que o previsto, mas valeu a pena.


Aos poucos lá atingimos o 1º objectivo do dia: os 50km que marcaram a chegada a barcelos onde comprei um galo com 5 cm, mas quase que era obrigado a comprar um daqueles de 1 metro pelas cotas lá da "bila"! Lá tiveram pena de mim e deixaram-me levar só o pequeno. (uffff) Podem ver na foto ao lado uma linda vista do ponto mais alto da cidade. A seguir a Barcelos... A novidade do dia: SUBIR!!! Até agora tinhamos andado praticamente a descer e perto do meio dia, quando as temperaturas já rondavam os 40 graus e a barriga ja dava sinais, levamos com uma subida em cima no meio do nada. Solução: Subir para comer :D
Depois de um valente almoço a parte divertida do dia: um passeio pelos milheirais.


Por volta das 17 horas chegámos a Ponte de Lima onde já tinhamos a pousada da juventude reservada. Deu ainda tempo para conhecer um pouco da vila e a adorar. Recomendo uma visita a Ponte de Lima, a pousada da juventude também é muito fixe e mesmo muito acessível a jovens.
São 22 horas... Tempo de dormir... Até amanha :D


-dia 2- Ponte de Lima -> Pontevedra ( 93 km )


La no alto


O albergue


6h30m.
A etapa mais dura de todo o percurso.


Logo à saida de Ponte de Lima, uma linda serra de 562 metros de altura em que os ultimos 2 km desta tiveram que ser subidos com a bicicleta às costas, pois até para peregrinos a pé o caminho era demasiado inclinado e com demasiadas armadilhas.
Depois desta árdua tarefa, mesmo no topo da serra encontra-se a casa do guarda florestal, que tem uma nascente de água fresquíssima, uma merecido prémio depois de um grande esforço.
E como diz o ditado...Quem sobe também desce... e a descer meus amigos, todos os santos ajudaram. Encontrámos então a vila de Rubiães (sim, aquela do sketch do gato fedorento) onde tivemos que molhar os pés num dos caminhos (ainda dizem que há seca...)

Depois da passagem por rubiães foi um culminar de lindas paisagens e caminhos com belissimas pontes romanas até Valença. Chegamos a meio do caminho e vamos entrar em território espanhol. Mas vamos entrar de maneira radical: De cavalinho! As fãns Espanholas aplaudem :D Almoçamos uma tábua de presunto em Tui e voltámos ao caminho. Entre serras e serrinhas em território espanhol os trilhos espanhois desta segunda etapa desiludiram um pouco, pois andamos muito mais por alcatrão do que por trilhos propriamente ditos. Possivelmente o significado de trilhos e caminhos secundarios para os espanhóis já esteja um nivel mais à frente dos Portugueses.


Por volta das 17 horas já estavamos em Pontevedra e decidimos experimentar uma coisa diferente: Um albergue de peregrinos. Foi uma grande surpresa! Os utentes deste espaço para além de ser essencialmente jovens, 90% destes eram raparigas, por sinal muito giras e simpáticas para com os Portugueses :D. Foi uma noite interessante passada num quarto com cerca de 50 pessoas em que os poucos homens que lá estavam ressonavam em coro. Mas foi muito divertido. Experimentem :D


-dia 3- Pontevedra -> Santiago de Compostela ( 71 km )

Um dos trilhos...


Santiago Compostela:



6h30m.
O dia começou mal... com chuva. Mas os "peregrinos da fé" foram em busca do caminho da paz (paz e amor, paz e amor... ).
Finalmente os Caminhos de Santiago em Espanha mostravam algum valor encontrando alguns trilhos maravilhosos com um verdadeiro contacto com a natureza e com uma beleza... única!
Esta ultima etapa foi levada mais nas calmas uma vez que tinhamos bastante tempo para gastar numa etapa bastante acessivel e sem grandes "montanhas". A um ritmo mais que baixo e apreciando cada promenor do caminho, por volta das 15 horas tinhamos chegado ao nosso destino... em baixo de chuva.
Encontrámos um sitio para dormir, e passámos o resto da tarde a visitar a cidade. Fomos buscar a nossa compostela, um certificado escrito em latim que comprova que fizemos o Caminho de Santiago e que somos peregrinos de Santiago. Da cidade de Santiago de Compostela posso dizer que gostei e que achei monstruoso o tamanho da catedral. O que não gostei foi do negócio da igreja gerado à volta da catedral. Em todos os cantos possiveis (quando digo todos é todos mesmo) desta havia local para a dita esmola.

Visitado o importante da cidade chegou a hora do jantar e de beber umas belas "Estrella Galicia" uma cerveja que gostei muito e que não fica nada atrás das Portuguesas. De seguida um pouco de vida nocturna até às x da manhã :p


-dia 4- O regresso.


"Levantar" às 4 da manha para apanhar o comboio às 5 da manhã, chegando à Figueira às 14 horas... Foi duro... :p


-Os números da Viagem-

Numero total de kilometros percorridos: 260
Numero total de horas a pedalar: 30 horas
Numero de furos: 3
Vencedor do concurso de furos: Sakana (2-1)
Numero total de Setas Amarelas seguidas: 2347387
Numero total de corações despedaçados em Espanha: 69
kilos perdidos na viagem: 3 kg (digam la que não é uma dieta milagrosa! mulheres de portugal, façam isto semana a semana porra)


-Conclusão-


Uma aventura a repetir sem duvida. Para o ano talvez o Caminho Frances que são cerca de 890 km ou então voltar a repetir este, quem sabe. Convém conseguir alguma preparação fisica antes de iniciar a viagem e por o sono em dia, pois quando se tenta descansar sonha-se com... SETAS AMARELAS!!! :D

Há tanto ainda a contar sobre esta viagem, mas penso que so vendo e passando por tudo e que se pode ter a noção do que é! Experimentem!!! Espero que tenham gostado deste meu "pequeno report", aguardo os vossos comentários :D
 
#2
Re: Caminho Portugues de Santiago

Muito fixe!
Eu este ano também vou a S.Tiago, vamos lá ver como corre. Entretanto vou dando umas voltinhas pela zona para me preparar.

E fotos? Onde estão elas? :|
Abraço!
 
#3
Re: Caminho Portugues de Santiago

pois ... as fotos perderam-se :oops:

agora nao tenho acesso a elas, mas quando tiver em casa volto a coloca-las!

Eu curti mm muito a viagem! Não é muito dura, mas convem treinar um bocado antes de ir para lá.

O caminho faz-se muito bem se mapas, mas se queres ter uma ideia de onde andas e o que é que tás a ver (para não dizeres apenas... "olha mais uma igreja", aconselho-te a imprimires este guia . Também o encontrei em versão impressa no posto de turismo de Ponte de Lima, portanto se quiseres podes o comprar quando passares por la. :p

Bons Treinos e Boa Viagem :)
 
#4
Re: Caminho Portugues de Santiago

Em agosto de 2005 tb fiz Porto Santiago pela 2º vez e que aventura que foi... :D

Este ano estamos a pensar ir a Santiago pelo caminho Francês... mas a partir de Léon, não dá para mais tempo... :cry:

São passeios que não se esquecem...
 
#5
Re: Caminho Portugues de Santiago

Eu também fiz em agosto. Começámos no dia 21 ou 22 se não me engano, e foi a primeira vez que me meti numa aventura destas, mas estou pronto para repetir :wink:

O caminho frances tb gostava de fazer, mas para o ano não devo ter tempo para isso ... :|
 
#7
Re: Caminho Portugues de Santiago

Obrigado!

Uma coisa que me esqueci de mencionar no report e que me nos faz desesperar um pouco é que nos trilhos do caminho de santiago já na parte espanhola existem marcos especiais que marcam o caminho com uma concha! Cada um deles, colocado a distancias variaveis de mais ou menos 200 ou 300 metros, mostra os kilometros que nos faltam para santiago, aproximados às decimas!!! Lembro-me tão bem de ir a andar e passar-me... "fogo desde à bocado ainda so andei 300 metros..."
 
#8
Re: Caminho Portugues de Santiago

Boas,

Cada relato que leio sobre passeios a Santiago, mais vontade tenho de fazer.

Quem souber da organização de algum .. que avise, se puder irei com toda a certeza.

Boas pedaladas
 
#9
Vou iniciar a minha viagem até Santiago com mais 2 amigos no dia 10 de Março vamos partir do Porto.
Queria pedir conselhos.
Há albergue em Ponte de Lima como é o albergue?
O caminho é muito duro de se fazer?
Quais os conselhos que nos dão
Obrigado
 
#10
Olá!

Em Ponte de Lima não sei se há albergue. Eu optei por ficar na pousada da juventude. Tem óptimas condições e é em conta. O Albergue onde dormi foi no segundo dia, em Pontevedra. É logo à entrada da cidade junto à estação dos caminhos de ferro. É porreiro :)

Vão fazer a viagem numa altura completamente distinta da que eu fiz. Eu fiz em pleno Agosto, com muito calor à mistura e mesmo assim apanhei alguma àgua pelo caminho. Nesta altura, e depois do que tem chovido devem apanhar bastante àgua e lama e possívelmente até podem apanhar alguns caminhos intrasitáveis..

O melhor conselho que vos posso dar é que disfrutam da vossa viagem e não planeiem mais que 100 km por dia. Tentem acordar o mais cedo possível para aproveitar as horas de luz natural. Preparem-se fisicamente para a viagem, para evitar lesões e/ou cansaço em demasia. O percurso não é muito exigente (apesar de o poder ser com lama), mas não vão querer voltar atraz a meio por falta de preparação pois não? ;)

Depois contem-nos como foi!

Podes mandar PM se quiseres mais detalhes.
 
F

fuel100

Guest
#11
Eu já fiz o caminho português em 2007.
Em 2008 fiz o caminho de santiago - finisterra e estou a escrever a crónica aqui.(Ainda não acabei)
http://www.forumbtt.net/index.php/topic,51584.msg522404.html#msg522404

Penso que é uma excelente alternativa ao caminho português, em face da próximidade.
Quanto ao Caminho Francês, também o fiz em 2001 desde S. Jean. Pied de Pau.
Só vos digo: Façam-no devagar, sem gps, com espírito de descoberta e com olhos de ver.
Garanto que é a aventura de uma vida.