(A minha) Ecovia do Algarve

#1
Ficam aqui os links para os ficheiros gps (tracks), descrição e fotos no EveryTrail da "minha" Ecovia do Algarve. Escrevo "minha" pois em alguns pontos foi necessário improvisar (a EN125 é uma boa alternativa, quando outras não existem). Realizámos o percurso em quatro etapas (calmas) no sentido oposto ao marcado, isto é, entre Vila Real de Santo António e o Cabo São Vicente.

Não partilho das críticas de alguns que julgam que este tipo de rotas deve ser numa ciclovia. A minhas experiência noutras rotas marcadas de ciclo-turismo europeias foram sempre num misto de ciclovias, estradas rurais (a maioria), estradas nacionais e estradas de terra. Julgo no entanto que a Ecovia tem falhas graves, nomeadamente, algumas secções são dignas de praticantes (como eu) de BTT (e isso não é suposto, tendo em conta que as rotas ciclo-turistas são para famílias, com bicicletas de turismo, alforges e eventualmente com reboques para crianças), existem zonas sem marcações (a famosa faixa azul é confusa nas rotundas e está a desaparecer nalgumas zonas) e algumas secções de ligação simplesmente não estão completas. Isto acarreta algumas frustrações principalmente ao turista (estrangeiro) mais incauto. A EN125 tem, de uma forma geral, uma berma bastante larga com espaço para os ciclistas, embora o trânsito automóvel seja intenso nesta estrada e o trajecto mais aborrecido, é uma boa opção para contornar os obstáculos ou quando a Ecovia "desaparece".

V.R.S.A. - Olhão
http://www.everytrail.com/view_trip.php?trip_id=1142697
Olhão - Armação de Pera
http://www.everytrail.com/view_trip.php?trip_id=1143030
Armação de Pera - Lagos
http://www.everytrail.com/view_trip.php?trip_id=1143782
Lagos - Sagres - Cabo São Vicente
http://www.everytrail.com/view_trip.php?trip_id=1305566
 
Last edited:
#4
Boa noite camaradas foristas.
Relativamente há pouco tempo (18 e 18 de Setembro) fiz a Ecóvia à qual dei o nome de Ecovia_Modificada.

Foi uma aventura com a minha esposa e o meu primo Nuno, mas a minha esposa acabou por desistir aos 46 km, pouco depois da Praia da Luz.

O trek que eu fiz foi feito pelas marcas que estão no terreno, mas com muitas interrupções, com a ajuda de um trek disponivel no Gpsies (Ecovia_Alterada) e com muita invenção minha.

Faço aqui um pequeno report daquilo que fiz:
Cabo S. Vicente até ao Burgáu o percursso está bem marcado, do Burgáu até à ponte do riu Arade não vi vestigios de tál (poderá existir mas eu não encontrei),dai até hà Armação de Pera foi com muitas interrupções mas com a ajuda do trek que levava e a minha invenção consegui fazer um trek espetacular.
10 horas a pedalar e 122.5 km feitos.

Atenção: o trek entre o Bairro dos Indios e Odeáxere deve de ser feito pela estrada de alcatrão e não por onde manda o trek, pois é muito dificil ultrepassar a ribeira de Odeáxere.
Pernoita em Armação de Pera.

No dia seguinte foi até Vila Real S. António, um percursso mais facil mas com muitas falhas de marcação, um percursso ideal para fazer em familia
8:30 horas a pedalar com 142km feitos.
O trek está disponivel aqui:

http://www.gpsies.com/map.do?fileId=okuusvambcoljlfc
 
Last edited:
#5
Podes fazer o download do track através dos links do EveryTrail que coloquei aqui ou posso enviar-te o track completo para um endereço de e-mail. Nos links que coloquei faço uma descrição do percurso (em Inglês) que em muito concorda com o que diz o rp23. Fica aqui um resumo dos precalços mais relevantes que coloquei no EveryTrail e que te podem ajudar (nota que fiz a Ecovia ao contrário, isto é, entre V.R.S.A. e Cabo São Vicente):

1. À saída de Altura perde-se o rasto da Ecovia e a estrada leva à EN 125. Na realidade há um single-track que leva a uma ponte partida onde a Ecovia continua no outro lado;

2. Entre Bias e Olhão perde-se o rasto da Ecovia outra vez. Devia sair junto ao parque de campismo, mas optámos por fazer 1 ou 2 km pela EN125;

3. Entre Olhão e Faro não há sinais da Ecovia, mas é possível fazer a ligação por caminhos e estradas secundárias evitando grande parte da EN125 (não toda). Na entrada de Faro aparece uma ciclovia que leva ao centro da cidade;

4. À saída do Alvor deparasse o problema descrito pelo rp23. O caminho leva a um single-track sobre o delta da ribeira Odiáxere com água de um lado e lodo do outro. Se não tiveres disposto a grandes aventuras, a melhor opção é seguires para a EN125 e atravessar a ribeira por aí e seguir até Odiàxere.

5. Nessa vila podes regressar à Ecovia pela EN534 - nós seguimos pela EN125 até Lagos;

6. À saída de Lagos perdi o rasto dos sinais da Ecovia outra vez e entre Luz e Burgau seguimos mesmo junto à falésia. A vista é impressionante, mas o trilho é mais próprio de caminhantes do que de ciclistas (para mtb é um single-track divertido);

Espero que seja uma ajuda e se tiveres dúvidas estou à disposição para mais esclarecimentos.
 
Last edited: