Pág 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
Mostrar resultados 11 a 18 de 18

Tópico: Os "problemas" dos sistema 1 by X

  1. #11
    Se pedalares como falas... Avatar de Joseelias
    Registo
    18-03-2013
    Local
    Seixal
    Posts
    1229
    @ Lucard

    Nos sistemas 3x? o prato do meio percorre a totalidade da cassete. Sempre o fiz e nunca tive problemas. O prato grande só deve de ser usado nos 3 ou 4 carretos mais pequenos/pesados, e o prato mais pequeno nos 3 ou 4 carretos maiores/leves.

    Assim sendo, o cruzamento da corrente nos sistemas 1x? é um não problema, porque fará apenas aquilo que já acontecia antes. Se a qualidade do material usado nas correntes, compensar pela menor quantidade deste no sistema 1x, não vejo razão para problemas.
    "Don't buy upgrades; ride up grades" - Eddy Merckx
    A BTT'ar desde 1993... mais coisa menos coisa...
    A minha "bomba" made in 1996

  2. #12
    Se pedalares como falas... Avatar de klaser
    Registo
    26-02-2009
    Local
    Guimarães
    Posts
    2206
    Eu aponto um problema no eagle...o preço de uma cassete...Quem não faz competição e não é abonado ( 90% de nós ? ), dar 350 euros por uma cassete não é brincadeira...

  3. #13
    Domina bem o OTB Avatar de davidream
    Registo
    12-02-2007
    Posts
    325
    bOAS!
    Correcto klaser mas neste caso,o tópico refere-se a "problemas" mais na vertente mecânica que propriamente económica(se bem que os €! é realmente um grande problema )

    Apesar das situações referidas como problemáticas nos sistemas 1x11,acho que em muita coisa são dores de parto de novas técnologias que se vai metendo no mercado um pouco á força(á procura do lucro obviamente)mas as próprias marcas
    evoluem mais tarde ou mais cedo para corrigir essas falhas.Neste caso basta ver que já á quadros próprios/pensados para o 1x11(com a situação do chainline/boost etc)e mesmo nos anteriores há espaçadores na zona do Crank para acertar as linhas.
    Muitas das vezes,será a má instalação ou material "alterado"(de 2x10) que obviamente corre mal...
    De qualquer das formas penso que os sistemas 2x10 tb no inicio tinham alguma fragilidades e foram melhorando,quer em funcionalidade quer em peso.
    Agora há um problema que existirá sempre no 1x12, para obter rácios de multipicação idênticos ao 2x10 as cassetes têm que andar com pratos grandes na casa dos 50 dentes...parecem serras!!! o peso tb é excessivo! aqui só mudando o material usado no fabrico e a forma de maquinação das mesmas
    Alguma evolução no sistema de encaixe da cassete no cubo também poderá ocorrer (mas mais uma forma de termos que mudar o que temos actualemente...)
    Enfim sempre atrás da perfeição

    Cumps

  4. #14
    Se pedalares como falas... Avatar de klaser
    Registo
    26-02-2009
    Local
    Guimarães
    Posts
    2206
    Os problemas de linha de corrente e o backpedaling (que tb não acho muito grave ) tem muito a ver , não se esqueçam,com o tamanho das escoras,ou seja,quando mais curtas forem pior...e numa bike 29,o mal que tinha antigamente eram geometrias cuja distância entre eixos era excessiva...Agora melhoraram as geometrias, a roda traseira ficou mais perto, ficaram mais ágeis, melhores...no entanto podem prejudicar no sistema 1x....
    Por isso que o mesmo "material" pode funcionar melhor numa bike e pior em outra...
    Não esqueçam também o efeito polígono, carretos de 9 dentes sofrem muito disso,há uma perda de potência considerável se comparármos com uma mesma desmultiplicação obtida por um prato e carreto cuja soma de dentes seja maior.. Quem anda de estrada nota mais facilmente que é melhor (sem cruzamentos excessivos,claro) andar com o prato grande e um carreto grande a andar no prato pequeno e num carreto tb pequeno,sendo nos dois casos a desmultiplicação quase igual...
    Carretos com menos de 19 dentes já acusam algum efeito polígono,bem como somas de relação prato+carreto inferior a 50 dentes....

  5. #15
    Se pedalares como falas... Avatar de edununo
    Registo
    23-04-2010
    Local
    Maia
    Posts
    3801
    Não acho que a cassete Eagle seja pesada. São 355g para um monstro 10-50. Uma cassete XT 11-36 de 10v pesa quase o mesmo.



    O tamanho da Eagle pode "assustar" ao inicio mas já me habituei.

  6. #16
    Trata por tu os "desmontas" Avatar de pamoreira
    Registo
    28-07-2015
    Local
    Switzerland
    Posts
    144
    O Eagle a início estranha-se, depois entranha-se. É como as rodas 29.
    O custo elevado do Eagle resume-se ao facto de apenas existir nos grupos de topo. Eventualmente vai-se massificar como aconteceu com o 1x11 e aparecerem opções para todos os price ranges.
    O que mais impressão me mete no 1x12 é o tamanho da caixa do desviador em si, que tem que ser maior para estes carretos enormes.

    Problemas de juventude, limitações (em alguns casos) e preferências pessoais à parte, há uma grande vantagem trazida pelo sistema 1x. E isso foi o facto de ter feito avançar e muito a tecnologia nas transmissões, especialmente a SRAM (a Shimano anda mais entretida a brincar às electrónicas). O cepo XD, os métodos de maquinação (a cassete XX1 continua a ser um marco de engenharia a meu ver), os pratos narrow-wide, as correntes, a eficiência.
    São mudanças de paradigma como estas que fazem avançar a tecnologia e fazem os engenheiros das marcas trabalharem realmente a sério. Caso contrário estabelece-se um certo marasmo e os grandes fabricantes (que são os que têm realmente os meios todos para fazerem avançar a tecnologia de forma regular) contentam-se em lançar produtos apenas ligeiramente evolutivos todos os anos com um pequeno ajuste de imagem.

    Olhando para o Eagle, toda a gente se focaliza no acrescentar de mais um carreto gigante e ter uma velocidade, mas o que me ressalta a mim é o acrescento de durabilidade e suavidade do grupo. E isso é algo que a termo vai ser aplicado ao resto das gamas, sejam elas de 11 ou 12 velocidades. Basta olhar para o prato do Eagle e o formato dos dentes em comparação com o XX1 anterior, e tem ali imenso trabalho de investigação e desenvolvimento:


  7. #17
    Se pedalares como falas... Avatar de Jocas22
    Registo
    23-09-2011
    Local
    amora
    Posts
    3997
    o preço e considerar que é impossivel ter uma cassete 1*12 a um preço normal sem pesar um quilo faz com que pro comum mortal seja impensavel, digo eu. Compram uma bike nova e traz 1*12, optimo, é usar até gastar e depois logo se vê. Mudar conscientemente pra 1*12 sem ter patrocinador a por a nota, ou se tem muito dinheiro e entao siga ou entao já é gastar dinheiro á toa.
    Se baixarem o preço e houver uma k7 1*12 com pesos absurdos, é levar uma ancora na roda de tras parece tudo menos sensato.
    Never apoogize when you aren't sorry

  8. #18
    Se pedalares como falas... Avatar de edununo
    Registo
    23-04-2010
    Local
    Maia
    Posts
    3801
    @pamoreira bom post.

Regras

  • Você não pode colocar novos tópicos
  • Você não pode responder
  • Você não pode adicionar anexos
  • Você não pode editar as suas mensagens
  •