Pág 1 de 4 123 ... ÚltimoÚltimo
Mostrar resultados 1 a 10 de 32

Tópico: O que é o Acido Láctico ? O que faz ?

  1. #1
    Administrador Avatar de Ludos
    Registo
    02-08-2004
    Local
    Serpa/Setúbal
    Posts
    2676

    O que é o Acido Láctico ? O que faz ?

    Apesar de estar minimamente informado acerca deste assunto e ter uma vaga ideia de como "funciona".

    Creio que é informação muito util e que muita gente desconhece.

    Talvez muitos nem se preocupem com isso, mas com certeza que quem gosta de fazer longas passeatas de bikes, por vezes, acima da centena de Km, é informação preciosa que pode melhorar o rendimento da pessoa.

    Venho por isso, pedir ao pessoal com formação no assunto, que explique, o que é o Acido Láctico (AL), os seus "beneficios" e "maleficios", e como desenvolver a capacidade de "resistencia" ao AL.

    Só peço que tentem explicar as coisas de uma forma simples e concisa, não existe falta de informação sobre o assunto na internet, mas no entanto acho que grande parte dos artigos tornam-se demasiado técnicos e muito "formais" criando uma barreira para quem desconhece a "linguagem".

    Desde já obrigado por as vossas respostas

  2. #2
    O senhor dos O-Rings Avatar de fg
    Registo
    07-10-2004
    Local
    Paço de Arcos
    Posts
    893

    O que é o Acido Láctico ? O que faz ?

    Em termos simples:
    O ácido láctico é aquele "produto" que te provoca as dores musculares quando levas um empeno.
    Quando o nosso organismo realiza um esforço para o qual o oxigénio que inspiramos não é suficiente para fornecer a energia muscular necessária, começa a formar-se o tal ácidozinho também conhecido por lactato.
    Claro que se pode melhorar a resistência ao dito cujo. Normalmente isso faz-se através do chamado treino intervalado ("séries").
    Cada atleta, em função das suas características ( idade, experiência, frequência cardíaca máxima e mínima, consumo de oxigénio, etc) determina aquilo a que se chama o seu VO2max, e os seus limiares aeróbicos e anaeróbicos (mas isto já é um bocado técnico...) e planifica as sessões de treino de resistência ao ácido láctico em função desses dados.
    Sobre este assunto ( eoutros relacionados com treino) aconselho a leitura
    de um livro que está ( ou estava...) à venda na Federação Portuguesa de Ciclismo : "Entrenar con Pulsómetro" de Jose Luis Algarra e Antxon Gorratxegi . É muito práctico e os autores são dois crâneos do ciclismo mundial.
    Boas pedaladas (dessas e das outras)!

  3. #3
    O senhor dos O-Rings Avatar de TheTraveler
    Registo
    15-09-2004
    Local
    Albufeira - Emirados Algarvios Unidos
    Posts
    887

    O que é o Acido Láctico ? O que faz ?

    Ácido láctico, nem bom, nem péssimo

    O ácido láctico é um subproduto do metabolismo anaeróbio. E o que é metabolismo anaeróbio? De uma forma mais simplificada,
    existem dois metabolismos energéticos: o metabolismo aeróbio e o metabolismo anaeróbio.

    O metabolismo aeróbio é aquele em que a quebra da glicose com uma molécula de oxigénio fornece energia:

    Glicose + Oxigénio ® CO2 + H2O + Energia

    No metabolismo anaeróbio a quebra da glicose ocorre na ausência de oxigénio formando ácido láctico:

    Glicose ® Ácido Láctico + Energia

    O metabolismo aeróbio fornece maior quantidade de energia do que o metabolismo anaeróbio. Esses metabolismos actuam
    conjuntamente durante a actividade física. A predominância de um sobre o outro se dá conforme a duração e a intensidade do
    exercício. Exercícios de baixa intensidade e longa duração tem uma predominância do metabolismo aeróbio, havendo, portanto,
    uma baixa concentração de ácido láctico. Exercícios de alta intensidade e curta duração têm um predomínio do metabolismo
    anaeróbio, ocorrendo aumento na concentração de lactato.

    O ácido láctico, por ser ácido, diminui o pH da célula, inibindo as reacções enzimáticas que ocorrem dentro da célula. Na
    percepção geral do corpo, o indivíduo passa a ter uma sensação de fadiga generalizada, sentindo o corpo "pesado",
    iniciando uma hiperventilação (a pessoa começa a ficar ofegante). Quanto melhor treinado aerobicamente o indivíduo, menor
    será a produção de ácido láctico.

    Bem, até agora, vimos o ácido láctico como sendo mau para o nosso rendimento. Mas, e quando ele se torna benéfico?

    Outra forma de diminuir a concentração de ácido láctico pelo organismo é aumentando a remoção dessa substância. O ácido láctico pode ser removido pelo suor, pela urina, tapado pelo bicarbonato ou ainda utilizado como substrato energético pelo fígado e pelo coração. Nesses dois últimos casos, vemos que uma molécula de lactato pode também ser utilizada como forma de energia, sendo de grande valia para o organismo.

    Existem testes, como por exemplo o teste de lactato ou teste eroespirométrico, que identificam o ponto onde a produção de
    lactato é maior que a remoção, ocorrendo um aumento na concentração de lactato o que chamamos de limiar anaeróbio.

    Enfim, como tudo na vida tem dois lados, o ácido láctico não é diferente. Além de causar a sensação de cansaço e mal estar
    durante o exercício, ele também é utilizado como fonte energética.


    Por Marcelo Barros (18.12.02)











    3Fitness.com
    IN: http://www.3fitness.com/1fitness/acido%20latico.htm

    Foi o que encontrei

  4. #4
    O senhor dos O-Rings Avatar de fg
    Registo
    07-10-2004
    Local
    Paço de Arcos
    Posts
    893

    O que é o Acido Láctico ? O que faz ?

    Para o pessoal sem grandes intenções de ser craque, e que apenas pretende fazer umas voltas maiores com menos empeno, pode traduzir-se o que acima ficou escrito pelo seguinte:
    - Treinar em situações variadas, não fazendo sempre os mesmos percursos
    - Fazer, de vez em quando, voltas grandes (>60km)
    - Fazer uns "picanços" durante os passeios habituais, com esforços relativamente intensos em períodos de 30 a 60 segundos, seguidos por períodos de recuperação
    - Escolher um percurso pequeno para fazer a "abrir" e registar o tempo. De vez em quando, voltar a esse percurso e tentar "bater o seu record"

    .... enfim, são algumas sugestões para "corredores de fim de semana" - quase todos nós, afinal

    Um abraço e bons "treinos"
    Boas pedaladas (dessas e das outras)!

  5. #5
    Domina bem o OTB
    Registo
    31-10-2004
    Posts
    355

    ácido láctico

    Vamos lá ver se eu consigo explicar(como aluno de desporto devia saber eh he

    [size=9px]edit-Ludos:[/size](Para quem como eu, que não teve biologia na escola, e não sabe o que é ATP, é Adenosina Tri Fosfato, que é a forma base de energia para todos os seres vivo)

    Todos os músculos possuem uma pequena reserva de ATP que sendo a fonte energética mais potente esgota-se num espaço de tempo muito curto.Por isso o ATP deve ser ressintetizado permanentemente nas células para permitir que a concentração muscular prossiga, o que acontece através de 3 sistemas de energia.

    -->Sistema anaeróbio aláctico(ATP-CP)

    -->Sistema aeróbio

    -->SISTEMA ANAERÓBIO LÁCTICO(ACIDO LÁCTICO)

    É neste último sistema que entra o nosso "amigo" ácido láctico

    Esgotadas as reservas de Fosfocreatina(CP), a actividade muscular nao poderia ser prolongada se não entrasse em jogo outro mecanism para garantir o ATP necessário.Trata-se da decomposição do glicogénio muscular.Os musculos possuem reservas de glicogenio que ao transformar-se em glicose, depois em acido piruvico e na ausencia de 02, em ACIDO LACTICO, libertando energia para a ressintese de CP e de ATP


    Glicogénio ---->ATP+Ácido láctico+energia

    O musculo pode trabalhar com esta reserva local por um periodo que varia entre 1 e 2 minutos.Ao produzir-se acido lactico nesta reacçao a acumulaçao do mesmo juntamente com o esgotamento das reservas de glicogenio muscular, costitui o principal factor limitativo da actividade muscular, causando fadiga.Esta fonte de energia é de natureza anaeróbia(ocorre sem necessidade de oxigénio) e lactica(existe produçao de acido lactico) e intervem alguns segundos apos o inicio do exercicio.


    Espero não ter complicado muito a linguagem

    Mauro Pereira

  6. #6
    O senhor dos O-Rings Avatar de fg
    Registo
    07-10-2004
    Local
    Paço de Arcos
    Posts
    893

    O que é o Acido Láctico ? O que faz ?

    Para quem queira treinar um bocadinho "mais a sério" há um download de programação de treinos para pessoal entre os 20 e os 30 anos no site da bttmania

    http://www.clube-btt-cpr.com/

    Claro que, como eles próprios advertem no site, não há receitas iguais para toda a gente. Cuidado!
    Quem pretende treinar "mesmo" e fazer competição, deve ter acompanhamento médico e ser apoiado por um treinador devidamente habilitado.
    De qualquer modo, o que lá está é uma boa base de trabalho, para adaptar aos objectivos de cada um.
    Boas pedaladas (dessas e das outras)!

  7. #7
    Domina bem o OTB
    Registo
    02-08-2004
    Posts
    307

    O que é o Acido Láctico ? O que faz ?

    Bem...já que tantos reponderam também vou mandar o meu bitaite... #-o

    De uma forma muito resumida:

    Quando nos encontramos em esforço, normalmente os nossos musculos consomem glucose (na giria conhecida como uma espécie de açucar ou hidratos de carbono) que os mesmos têem em reserva.
    Existem outro tipo de reservas a que os nossos musculos também recorrem ...mas isso é outra história...

    Ora quando fazemos uma subidinha mais longa, ou quando puxamos durante a picaria com os nossos companheiros do pedal, o que acontece é que devido à intensidade do esforço, o AL começa-se a acumular nos musculos (porque o oxigénio que metemos cá para dentro, mesmo quando arfamos que nem uns malucos, não chega para produzir mais energia, isto também é outra história... ).

    Ora com a acumulação de AL no musculo veem as consequências:
    Menor rendimento energético
    Impossibilidade de manter por muito tempo a intensidade do esforço
    Perturbação da contracção muscular (hehe sabem quando sentimos aquela sensação que queremos dar mais mas o musculo não responde?)
    Passagem do AL para o sangue

    Do sangue o AL vai parar ao fígado onde depois é transformado em....txaram!!!! =D> glucose (prato preferido dos musculos) que novamente é transportada pela corrente sanguinea para os nossos motores.

    Acaba por ser um ciclo vicioso mas que com treino torna-se bastante rentável: se por um lado criamos maior tolerancia à presença do AL por outro conseguimos transformá-lo novamente em combustivel...

    Esta matéria para mim é quase como poesia por isso é melhor parar por aqui... =P~

  8. #8
    Trata por tu os "desmontas"
    Registo
    13-11-2004
    Posts
    137

    O que é o Acido Láctico ? O que faz ?

    Belo tópico.

    Belas respostas.

    Senti-me na obrigação de o puchar para cima...

    Mas tambem me sentí na obrigação de chamar a atenção para a necessidade de descobrir o limiar Aerobio de cada um, só assim se consegue tirar proveito da informação aki deixada....

    Quais os metodos k cada pessoa usa para determinar o seu limiar aerobio?

    Deixo a pergunta para que as respostas mantenham o topico bem em cima, é um assunto muito importante.

    Todos os métodos de treino eficases se baseiam nesse valor para determinar as cargas e tipos de treino a efectuar, alguns médicos menos familiarizados com o desporto assustam-se kando vêm chegar um ECG de um praticante de desporto de longa data, todos estes aspectos estão ligados ao limite de fekencia cardiaca máxima, agora com o mote alguem k desenvolva....

  9. #9
    Domina bem o OTB
    Registo
    02-08-2004
    Posts
    307

    O que é o Acido Láctico ? O que faz ?

    Prontos!!! E puxam estes assuntos à baila e uma pessoa não consegue ficar calada...

    Agora silencio que se vai cantar o fado :-$ :

    O Limiar Anaeróbio (LANA) trata-se da intensidade de esforço em que se deixa de conseguir o equílibrio entre a produção de AL pelos musculos e a sua remoção/reconversão em glucose, começando assim o mesmo a acumular-se no sangue.

    Imaginem uma torneira aberta a uma intensidade suave, enquanto assim é, o ralo consegue dar conta da água e não a deixa acumular no lava–louças (ou lavatório, ou banheira...o que preferirem ). Se aumentarem a intensidade da água corrente haverá uma altura em que o ralo não conseguirá eliminar o caudal de água e esta começará a acumular-se. O mesmo se passa com o AL, com o aumento da intensidade do esforço este começa a acumular-se e o organismo deixa de ser capaz de o eliminar. (um obrigada ao meu professor de Biologia do Treino...nunca me vou esquecer desta explicação )

    Existem dois tipos de métodos para determinar o LANA de uma pessoa:
    directos – ou seja atraves da análise da concentração de AL no sangue durante o esforço

    indirectos – realizados através da análise de gases expirados verificando os niveis de oxigenio e dióxido de carbono expelidos (mas isto é outra história )


    Passando aos métodos de treino, para que possamos atingir o LANA a uma intensidade maior de esforço isso dá pano para mangas, calças, vestidos e ceroulas porque são tantos , há tantas opções e tantos factores que podem determinar a eficácia de um plano de treino em determinada pessoa que seria muito relativo dizer este é que é bom. No treino não existem receitas fixas...mas sim muitos ingredientes para confeccionar muitos pratos.

    De uma forma geral para se treinar o desenvolvimento do LANA devem-se utilizar frequencias cardiacas na ordem dos 75 a 90 % da frequencia cardíaca máxima ( a qual se calcula a partir da formula 207 – 0.8 x (idade) ). De qualquer das formas repito que só estudando as caracteristicas individuais de cada um é que se pode estabelecer um plano de treino adequado. Mas umas subiditas e umas mudanças de ritmo ja ajudam a melhorar este parametro.


    Por fim e respondendo á ultima afirmaçao do marioconde.... os médicos menos familiarizados com desportistas assustam-se porque com o passar dos anos o coração de um atleta sofre alterações por exemplo:
    aumento das dimensões das camaras cardíacas
    aumento da massa muscular do próprio coração
    Na maioria das vezes estas e outras alterações não indicam qualquer tipo de problema mas por via das duvidas os medicos menos habituados a estes casos executam mais alguns exames (claro que há casos que implicam preocupaçoes adicionais...)

    Por curiosidade os volumes cardíacos verificados em ciclistas, podem ser 25%maiores do que em sedentarios saudáveis (hehe o pessoal aqui do forum tem um grande coração) =D>

  10. #10
    O senhor dos O-Rings Avatar de fg
    Registo
    07-10-2004
    Local
    Paço de Arcos
    Posts
    893

    O que é o Acido Láctico ? O que faz ?

    Excelente contributo Djinha =D>
    Sem querer tornar este tópico muito "complicado" e só acessível a alguns, só acrescento mais o seguinte:
    O valor importante a ser trabalhado em termos de frequência cardíaca é a RESERVA DE FREQUÊNCIA CARDÍACA. Esta é zona utilizável em termos de treino e resulta da diferença entre a Freq Card. Máxima e a Freq.Cardíaca de Repouso. O cálculo da FrqCardRepouso é simples : medir de manhã, antes de levantar, durante p.ex. 7 dias; retirar o valor mais alto e o mais baixo e fazer a média dos outros cinco.
    A FreqCardMáxima .... já é mais complicado. A fórmula com o valor da idade é pouco rigorosa, mas "vai servindo". No entanto , para pessoal mais cota (...como eu) é ainda mais falível. Pode calcular-se a Freq. CardMáxima em cima da bicla, com um pulsómetro. Fazendo o seguinte : 20 a 30 min de aquecimento, seguido de um sprint forte (quase até ao máximo) e curto. Depois mais 10 min a rolar e em seguida fazer uma subida longa ( e conhecida) começando a 130/140 pul/min; aumentar o ritmo por forma a que as pulsações vão aumentando de 5 em 5 em cada 50 a 100 metros, até chegar a um valor máximo. ATENÇÃO : não parar logo a seguir! pedalar pelo menos mais dois minutos e rolar mais um bocado.
    Depois de termos os dois valores (Max e repouso) é subtrair e temos a Reserva de Frequência Cardíaca. Com este valor com referência podemos treinar em 5 "ritmos" diferentes:
    Treino de Recuperação - entre 40 e 50% da Reserva Freq Card
    Treino Aeróbico de Base - entre 50 e 70% da Res Freq Card
    Treino Aeróbico Extensivo - entre 60 e 80% da Res Freq Card
    Treino Aeróbico Intensivo - entre 80 e 90% da ResFreqCard
    Treino Anaeróbico - acima dos 90% da ResFreqCard

    Quanto ao Limiar Anaeróbico ( excelentemente descrito pela djinha) calcula-se normalmente no ciclismo com o Teste de Conconi, mas isso é capaz de ser "demais" para a grande maioria do pessoal que já deve ter esgotado a pachorra com tanta "ciência"...

    Um abraço
    FG
    Boas pedaladas (dessas e das outras)!

Regras

  • Você não pode colocar novos tópicos
  • Você não pode responder
  • Você não pode adicionar anexos
  • Você não pode editar as suas mensagens
  •