Van Nicholas 2011

#41
Boas, peço desculpa por não ter colocado de imediato as fotos, o tempo que tenho tem sido limitado.
O espigão partiu não devido ao excesso de aperto o qual foi controlado ( chave dinamométrica) mas pela flexâo continuada no mesmo sitio( uma vez que a altura de espigão é sempre a mesma!). É natural que um fornecedor/representante pouco interessado em defender os interesses do cliente pode dizer o contrário!
, mas fica aqui o meu alerta para quem for fazer futuras compras nestes senhores, e se têm mais de 80kg, não é de todo recomendável esta compra.
Já perdi a esperança de me trocarem o espigão, tb iria sempre ter receio de o utilizar! Só pretendo relatar aqui o acontecido uma vez que ja não fui o primeiro caso, e para que os demais não encorram no mesmo erro e saibam a quem estão a comprar.


http://pt.fotoalbum.eu/jelfagusto/a577808



Abraço
joão Agostinho
 
#42
Tuareg

Quanto ao comprovativo de compra, como fala, esse estava na posse do dono da loja aonde comprei ", tendo sido o próprio ( dono da loja) a tratar pessoalmente do problema com os senhores, como bem deve saber! uma vez que pessoalmente viu o espigão depois de partido. ( o espigão nem um ano prefazia da data da compra).
por isso era conveniente que não inventase mais desculpas para não respeitar os direitos que que assistem a quem lhe compra material.
da minha parte se precisar de algo, compro em algum site da internet, que sabemos oferecerem melhores condições de cumprirem com as garantias, ou contacto directamente a empresa mãe.
 
#45
Boa noite.
Duvida sem rasteira. Não sei mesmo.
Para alem dos motivos comerciais existe mais alguma razão para um VN custar cerca de 1000 euros e um Seven 4500?
Já vi que há malta bastante bem informada e a mim pode estar a escapar algo.
Obrigado
Borra
 
#46
Os Seven são feitos á medida e conforme as tuas necessidades, embora a Van Nicholas também tenha essa opção.
A meu ver a Seven não vale o dinheiro gasto por elas, já tive a opurtunidade de as ver ao vivo e, não diria que fiquei desiludido, surpreendido não fiquei.
Tens marcas a meu ver superiores: Moots, Lynskey, Skyde, Amaro (apenas a partir de Dezembro), Jerónimo ( pseudo fabricante espanhol made in China, mas com bons resultados), and so on...
 
#47
Ola TCHivalo,

Estás enganado, os Skyde sim sao feitos em China, os Jerónimo nas Ilhas Canarias, en Espanha. Os Van Nichols sao feitos na mesma fábrica que os Skyde e os antigos Amaro. Nessa mesma nave, fazem-se muitas mais marcas de culto americanas, que muitos temos a ideia que sao made in USA, mas que realmente so lhe poem os autocolantes y o acabamento final para poder levar o Made in USA.
 
Last edited:
#49
realmente que importa donde sao feitos, se estam bem fabricados! Nao se esqueçam que sao simples tubos soldados...o que importa é o desenho, as medidas e a geometría. O resto é marketing...
 
#50
Parte disso é verdade, mas...

-Diferentes fabricantes de tubos / diferente qualidade dos mesmos
-Para o mesmo fabricante de tubos vários tipos de tubo / diferentes qualidade dos mesmos
-Para diferentes soldadores (até no mesmo fabricante) diferente qualidade de soldaduras
-Cada fábrica tem (as que têm) o seu metodo de inspecção de soldaduras
-E podia estar aqui o dia todo...

Depois vem o nosso " amor á coisa".
-O tubos Reynoulds 853 com que a Niner (por exemplo) faz os seus quadros são os mesmos que a Masil tem no armazem.
-Quaze que apostava que os soldadores da Masil já soldarão mais quadros que os soldadores da Niner.
-Já houve quadros Masil no Tour e na Vuelta...
-Se levar mos as medidas á Masil o quadro com 853 fica em menos de 500 euros. Se a memoria não me falha o Niner é mais do dobro.
-Quantos já fomos á Masil encomendar um quadro?

Por isso penso que nos importa um bocadinho onde as nossas meninas são feitas.

A Scott e a Specialized durante anos fabricarão os seus quadros na China sem que o consumidor tivesse conhecimento. O problema não estava na qualidade mas sim no logro.

Já a Trek sempre assumio que os seus quadros vinhad da Giant (com excepção dos OCLV). Postura mais séria.

E toda a minha duvida está aqui. A Seven tambem nos engana ou não?

Não tenho nenhum problema em comprar um Specialized com autocolante Made In China. Mas se o mesmo Specialized vier com Made in USA ai já não o compro porque é mentira.

Digo eu!!!
 
#51
Os SEVEN nao sei donde se fazem, mas se investigas um pouco nos foruns americanos, vais facilmente descubrir essa resposta. Cuanto ao que comentas da origem dos tubos (de titanio), desculpa nao concordar com as tuas observaçoes. Toda a produçao de tubos de titanio actualmente é russa e, ao ser material destinado às agencias espaciais e nucleares, toda a produçao tem que passar os mesmos controles de qualidade. E isso de controlar as soldaduras, é ficçao cientifica ou quê? Achas mesmo que as marcas controlam a qualidade da soldadura em todos os quadros fabricados? Como muito, fazem uma verificaçao cada 1000 unidades,mas em todas! Nem no sector automobilistico isso acontece e sao muito mais solicitadas a esforços.
 
#52
claro que não, mas durante anos os volkswagem feito no brasil eram apenas para consumo sul americano...diferenças no controle de qualidade, ou é a mesma coisa verificar aleatóriamente 5 pontos (agora estou a falar de bikes) a cada 500 bikes ou 2 pontos a cada 1000. e depois temos o rigor colocado NESSES pontos de controle.
 
#53
Achas mesmo que um bebe Jack Daniels americano vai fazer melhor esse control que un chinoca come arroz? Tenho as minhas duvidas? Se fosse assim, ninguem fabricava na China, coisa que todos sabemos que nao é certo. Se desmontas um BMW ou um Mercedes, nem imaginas a porcentagem de peças feitas no oriente. Está perto do 90%! Hoje a China é afábrica do mundo, queiramos ou nao, essa é a dura realidade. E tambem ja sao os maiores compradores do mundo e isso sim é preocupante, pois vao querer coisas baratas.