Upgrades e Modificações futuras

#1
Boas tenho uma Berg TRAIL 10 LTD à algum tempo, costumo andar regularmente, uns saltos pequenitos, zonas um pouco mais tecnicas, andava a reparar que não uso o prato exterior da transmissão dianteira. Acabei hoje por a retirar, ao fazer isto andei a pensar nuns pequenos upgrades a fazer e gostava de saber a vossa opinião.

Melhorar o desviador traseiro pois ao andar o altus não faz a maior das tensões na corrente e então a corrente fica um pouco solta. Queria experimentar algo melhor, pelo que vi para um setup 2x9, apenas consigo um deore, sendo que um deore acham que ja é uma melhoria mt significativa? Isto pq não quero gastar muito dinheiro mas ao mesmo tempo prefiro dar mais tipo 10€ se houver algo melhor para o que quero. Isto pois não sou grande expert mas vi que alguns têm um genero de uma embreagem para manter a tensão da correte.
Outra dúvida é, tendo retirado o ultimo prato, devo reduzir o comprimento da corrente?
Pensei também aumentar o disco frontal para 180mm, isto pois antes desta bike, tinha uma com uns tektro auriga que achava bastante melhores que estes shimano que devem ser a gama de entrada de hidraulicos da shimano. Sinto que estes travoes são mais lentos a travar que os meus anteriores, acham que seria uma boa ideia investir uns 15€ num disco 180mm?


Já agora na altura comprei a bike nova baratissima e teve de ser o M pois era a unica que havia e por 100€ nova n ia ser isso que me ia parar, acham que há grande stress tendo eu 1,78m? Nunca andei em nenhuma que n fosse M ou seja n sei bem se tou bem ou mal pois n tenho outro ponto de referência.

Agradeço desde já a ajuda!
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
#2
Nessa bike. Esquece saltos e drops... Ainda acontece um acidente.

Upgrades... Não acho valha a pena. Guarda a massa para uma bike que permita upgrades e com outra qualidade geral. E se calhar mais vocacionada para o tipo de ciclismo que fazes.
O tamanho. Para 1.78. Normalmente é para um quadro L.

Aconselho te a dares uma vista de olhos pelos tópicos de mecânica aqui no fórum.

Queres tirar o prato grande? Não acho normal. Depois vais perde velocidade. A descer e em plano.
 
#3
@Pedro Barradas
Quanto a saltos e drops quando digo pequenos, é mesmo algo pequeno, nunca tive stress por culpa da bike, apenas por culpa minha :D

Quanto ao quadro, então mas neste caso achas muito grave em termos de postura?

Eu até poderia poupar o dinheiro, mas eu não tenho nenhum rendimento, e a verdade é que enquanto viver em casa dos meus pais, uma bicicleta de 500€+ nunca vai sequer ser uma possbilidade mesmo que tivesse o dinheiro, daí perguntar o que aconselham dentro das hipoteses e sem grandes gastos mas que fosse uma boa melhoria, percebo que para muitos possa não fazer sentido mas é o que é para mim, e gostaria de saber as vossas recomendações para desviador e quanto ao disco.

Quanto ao fator de aumentar o tamanho do disco devo passar nos topicos de mecânica?

Tenho bike faz uns 5 anos e principalmente com esta com 9 atrás, nunca passo de 2x9, quando digo nunca é mesmo nunca, ela ta afinada para usar as primeiras três com o primeiro prato e as restantes todas com o prato intermédio. Em todos os trajetos que dou nunca precisei de mais então daí ter tirado, deve ser limitação minha mas nunca cheguei a tal velocidade para necessitar dela, apartir de uma certa velocidade em terra deixo de pedalar pois não me quero habilitar já que o jeito não é muito e em estrada era onde usava o terceiro prato muito raramente só para atingir velocidades estúpidas que não vejo necessidade.
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
#4
Quanto ao fator de aumentar o tamanho do disco devo passar nos topicos de mecânica?
Alem de teres de comprar o disco, tens de adquirir um adaptador para dico de 180mm.
Se calhar isso não trava bem porque precisa de ser sangrado.. mudado o oleo, desengordurar o disco, etc... e mudando o disco, fica tudo na mesma e tu sem os €€ na carteira.

ela ta afinada para usar as primeiras três com o primeiro prato e as restantes todas com o prato intermédio. Em todos os trajetos que dou nunca precisei de mais então daí ter tirado, deve ser limitação minha mas nunca cheguei a tal velocidade para necessitar dela, apartir de uma certa velocidade em terra deixo de pedalar pois não me quero habilitar já que o jeito não é muito e em estrada era onde usava o terceiro prato muito raramente só para atingir velocidades estúpidas que não vejo necessidade.
Não faz sentido o que escreves... a transmissão tem de estar afinada para tudo.

Mas que velocidades estúpidas!? isso não deve dar mais do de 42km/h. a direito e com uma rotação de pernas já boa... andas por onde e fazes o quê? quantos km pro volta, que altimetrias/ tipo de percursos fazes?
 

fabio viana

Well-Known Member
#5
Boas :)

Acho que não devias investir em upgrades nessa bicicleta.

Se fosse no meu caso apenas trocava alguma peça se esta estivesse estragada, agora investir só por investir não faz sentido.

Muito sinceramente, vai poupado dinheiro, ganhando forma fisica treinando e dando umas boas voltas, e quem sabe se daqui a algum tempo não arranjas algum bom negocio nem que seja em segunda mão e aí sim fazes um upgrade completo (mudança de bicicleta)
 
#6
@Pedro Barradas
O que acho estranho nos travões é que já o meu primo tem os mesmos travões numa specialized e ambos achamos é que eles travam pouco, no meu caso os travões já quando comprei a bike nova achava isso, mas pode ser também devido ao facto de os que tive antes serem de facto mais poderosos em termos de travagem...

Quando digo estúpidas era em estrada com o 3 prato só o usava para andar a fazer descidas a 70 kph+, em terra batida nunca a usei, provavelmente por falta de jeito meu mas nunca senti a necessidade de ir mais rápido e de qualquer forma não é grava, não é como se tivesse deitado o prato fora, tenho-o guardado, ando agora com 2x9 e se em algum ponto achar que me faça falta volto a montar, sinceramente apenas foi por não usar e gostar mais do look 2x9.
As minhas voltas habituais são de 15-30Km com ganhos de altitude de cerca de 250-500m, nada de muito hardcore, como disse em terra, single tracks e descidas de terra batida nunca me senti confortável a usar o terceiro prato pois já se torna demasiado rapido para as minhas capacidades...
Quanto à afinação das mudanças, talvez me tenha expressado mal, o que quero dizer é que não passo de 1x4 no prato interior pois depois a corrente fica muito cruzada assim como usar 2x3 é por norma o minimo que meto no prato intermedio pelos mesmos motivos, eu afinei de forma a que dê para meter todas mas não o faço. Talvez possa não ser a afinação perfeita pois apesar de conseguir meter 1x9 e 2x9 a corrente começa a roçar no desviador dianteiro mas pronto, nada com um pouco de treino vá melhorando a afinação.

@fabio viana
Obrigado pelo conselho! A questão minha era só por curiosidade de experimentar algo melhor, gosto de o fazer não só nas bikes como nos pc's etc, pode ser uma pequena veia consumista minha mas pronto... :D
Sendo assim vou então deixar como está, mantendo o 2x9 e a única coisa que mudarei num futuro será pneus, que estes que vêm de origem não são grande coisa e estão a ficar gastos, depois uns punhos lock-on porque também não gosto muito destes de origem e depois o que acham de ao comprar pneus meter tubeless? Isto pois em lisboa não tenho grande stress mas quando vou a Santarém de fim de semana lá não há volta que não venha com espinhos nos pneus, e acreditem que não é por falta de cuidado, acham que seria uma boa ideia quando comprar pneus novos? Teria era de comprar um kit de conversão também.
 
Last edited:
#8
Do que entendi preciso de comprar um kit de conversão pois as rodas de origem não suportam, ou seja o típico meter fita para isolar perdas de ar pelos raios etc...

É roda 27.5, eu sei que a bicicleta não é a maior espingarda de todo, mas não é lixo nenhum... Da minha experiência a suspensão rockshox é boa comparativamente ao restante nestes preços e até mais altos de marcas de renome, talvez a transmissão não seja topo de gama, mas cumpre, travões a mesma coisa.
Parece que ao falares da bike que ela se vai desmontar toda na primeira descida...
 
#9
Caro colega,

Tens aí material fraquito.. Para começar, se queres realmente gastar dinheiro, sem gastar muito dinheiro, compra material XT, XTR de 9 velocidades, usado. Não sei onde viste só deore, mercado dos usados ainda há material XTR de 9v a dar com um pau, e baratos sobretudo.

Segundo, tubeless nessas rodas vai ser puxado... Só em líquido + fita + válvula (se a jante for de válvula schrader, piorou) + pneus, vais gastar praí 100 paus. Conselho: guarda o dinheiro para uma bike nova. Usadas e roda 26, arranjas coisa boa por 700 - 800 paus.

Discos, como ja disseram, serão 15 + adaptador para 180 (outros 15 facilmente). Pode fazer a diferença, mas tens a certeza que as pastilhas estão boas e o sistema tá sangrado convenientemente?

Outra dúvida é, tendo retirado o ultimo prato, devo reduzir o comprimento da corrente?

- Sim, tens. Podes ver a regra dos +2 elos passando a corrente nos dois maiores pratos (cassete e pedaleira) sem passar pelo desviador. Há tutoriais no youtube disso.

Quanto ao tamanho, se sentes confortavel, nao te preocupes com isso. Há n ajustes que podes fazer numa bike para ela ficar adequada ao teu tamanho (sobretudo se forem tamanhos próximos), como avanço/recuo do selim, avanço do guiador.. Desde que te sintas confortável, não mexas em nada
 
#10
@dashskullsasq
Agradeço desde já a ajuda!
A minha questão quanto ao tubeless era mais visto que daqui a uns tempos tenho de mudar de pneus pois ja se nota o desgaste, quando tiver de trocar se valerá a pena ir para um par de pneus tubeless ready e converter as rodas para tubeless? Isto seria mais até devido ao alto número de furos que custumo ter assim como algumas vezes que trilho a camera de ar...
 
#11
@dashskullsasq
Agradeço desde já a ajuda!
A minha questão quanto ao tubeless era mais visto que daqui a uns tempos tenho de mudar de pneus pois ja se nota o desgaste, quando tiver de trocar se valerá a pena ir para um par de pneus tubeless ready e converter as rodas para tubeless? Isto seria mais até devido ao alto número de furos que custumo ter assim como algumas vezes que trilho a camera de ar...
Mete umas câmaras de ar com liquido e, para acautelar qualquer problema, anda com uma de reserva nas voltas. Também tem desvantagens (mais algum peso, tens de usar mais pressão) mas é uma solução alternativa ao tubeless e de baixo custo.
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
#12
Mete umas câmaras de ar com liquido e, para acautelar qualquer problema, anda com uma de reserva nas voltas. Também tem desvantagens (mais algum peso, tens de usar mais pressão) mas é uma solução alternativa ao tubeless e de baixo custo.
É o que ainda uso na minha roda 26 de 2013... ainda por cima tem jantes tubeless que custavam PVP... 1000€ ;) As ultimas voltinhas desta bike foram no Natal/ Passagem de ano,Pelos trilhos de Monsanto e Sintra e ainda foi passear ao "calçadão" entre Alges e Cascais e volta e também entre Belem e a nova gare de cruzeiros de lisboa.















 
Last edited:

Pedro Barradas

Well-Known Member
#14
Na quarta-feira estive a fazer um upgrade aos travoes da minha canhota... Dos SRAM Level T (além de serem DOT, dei-lhes o beneficio da duvida durante 2000km, mas não cumprem, e não tenho possibilidade de efectuar a manutenção dos mesmos) para uns SHIMANO SLX 7100, incluindo discos Icetech -RT-67. também passei de disco dianteiro de 160mm para 180mm ( isto é que foi caro pois a lefty tem de levar um adaptador especifico.. mesmo assim consegui por um bom preço, a cerca de 60€!!!?)
RAIOS partam a passagem interna de cabos... deu um trabalho do caraças. mas ficou feito. Agora com sistema de travagem a óleo mineral, fica mais fácil.


no dia seguinte fui dar uma volta de ensaio, volta profilática, alone.
Os travões provaram e convençeram. Aliás tenho nas outras bkes os SLX,(675; 7000) e agora os 7100, e sempre cumpriram, estes desta vez, nem necessitei de fazer o bleeding. São com j-kit, portanto com oleo e preparados para serem ajustados. Cortei as mangueiras à medida, apertei nas manetes e siga para bingo.







 
Last edited:
#15
Esse adaptador da frente flutuante é mesmo invulgar :p tenhos a gama abaixo m6000 e m615 e também gosto muito dos travões da Shimano. Comprei os m6000 para equipar a bike que tinha na altura, Bh Expert 26', foi cortada a cablagem e equipados a rigor e passado um mês comprei uma bike 29' também com travões Deore mas os m615 que ainda mantenho. Um dia serão para trocar pelos mais atuais e que são praticamente igual aos teus, aliás optei melos deore por achar que a diferença não rendia o gasto adicional.
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
#16
Pois... eu não acho que valha a diferença dos travões SLX para XT.... ;) por isso meto SLX. Os M615 são bons travoes...
Curiosamente acho os M675, melhores que os M7000... e por esse motivo não adquiri novamente os M7000, não menos verdade que encontrei os M7100, mais baratos ;) são mais recentes e prometem ser 10% mais potentes e resistentes ao aquecimento. A ver vamos.
 
#18
Boas, ainda tenho a bike que mencionei em cima e estou a precisar de 2 pneus novos.
Depois de ver o guia de pneus do fórum fiquei inclinado para meter os seguintes:
- Frente:
https://www.probikeshop.pt/pneu-max...-tubeless-ready-flexivel-tb85955aa/99525.html
- Traseiro:
https://www.probikeshop.pt/pneu-maxxis-ikon-27-5x2-2-tubeless-ready-flexivel-tb859aa93/104750.html

O que acham? Inicialmente considerei meter algo mais básico tipo 20€ cada, mas tenho receio de comprar algo que depois gaste bem mais depressa, já que pelo que entendo ambos os que mencionei são bastante bons e duradoudos.
Também optei por escolher a versão tubeless ready, para se algum dia quisesse meter teria a possibilidade sem mudar de pneus.

Já agora, vi em posts antigos que a probikeshop tinha portes grátis a partir de 60€, no entanto não me pareceu ter de momento certo? Existem algum código promocional que conheçam?