Tobel CF SL 7.9

#61
Já experimentei duas bikes com XTR di2 2x11, uma com controlo independente frente/trás e outra com sincronização de passagens (a do meu amigo que mencionei no post anterior). A passagem sincronizada é fantástica e de facto quase que faz esquecer o peso e o preço. Isso e ter botões e LCD na bike é cool :D Não dá para ver muitas vezes coisas daquelas sem ficar com ideias :D

Agora era a SRAM lançar a versão deles a ver se vinha mais levezinho um bocado :p
 
#62
RTC,

5000 já é mau, 6000 é quase para morrer. Se voltares cá novamente avisa que pelo menos vou lá fazer claque :)

Este ano quase de certeza que não devo participar que estou muito fora de forma e como vou trocar de emprego dentro em breve, o tempo para treinar de forma conveniente vai ser mais reduzido :( Acho que este ano me vou ficar por umas provas mais fáceis e se calhar uns dos dias do Swiss Epic para usufruir um bocado daquele ambiente.
 

RTC

Super Moderador
#63
Eu estava com a ideia de voltar a participar em 2017. Este ano já não.
Dizes que resides na parte francesa. Eu quando fui (e voltar novamente) ficarei em Martigny. Tenho lá um tio.

Entretanto a Primavera está aí e com o degelo é a altura ideal para começares a preparar a tua participação. Bike top já tu tens!
 
#64
Eu estou em Nyon, entre Genève e Lausanne. É onde fica a sede da UEFA :)

A ideia para este ano era preparar a bike durante o inverno, começar a preparação cedo e fazer um treino mais controlado e regrado. Mas como há sempre uns imponderáveis, aceitei muito recentemente uma oferta e vou trocar de emprego em breve.

Actualmente estou a 5 min de casa e passo a maior parte do tempo na empresa. A partir do final de Abril vou ter mais tempo de trajecto casa-trabalho e começar um novo projecto de alguma envergadura que vai exigir muito mais tempo e dedicação da minha parte - e aí o tempo para dedicar ao treino vai ser muito mais complicado :( Este ano vai ser para o possível e que me sentir em condições para fazer, e para o ano quando a situação estiver novamente mais calma a nível profissional, ir para as provas mais duras.
 
#65
Ora então, assim em jeito de actualização e rescaldo, e porque já la vai mais de um ano...

A Canyon comportou-se exactamente como era esperado, e sem problemas de maior. A nível de componentes individuais, aqui fica um feedback mais detalhado de alguns pontos.

- Suspensão: excelente em termos de funcionamento, zero problemas. Fez recentemente a manutenção programada na DT Swiss e nada mais.

- Transmissão: grupo era XX1 completo, excepto os cranks. A determinada altura passei de 10-42 (XX1) com prato 32, a 9-44 (E13) com prato 30 e valeu bem a pena (as pernas agradeceram, especialmente porque por aqui tudo sobe imenso). A cassete funciona bem, apesar de a XX1 ser ligeiramente mais suave nas passagens. Nada de muito importante realmente, e largamente compensado pela maior amplitude. A determinada altura e em algumas mudanças/situações a cassete rangia um bocado. Umas trocas de emails com a E13 e problema resolvido - como era das primeiras cassetes 9-44 aparentemente era um problema conhecido e resolveu-se com umas anilhas que eles enviaram. Serviço cliente 5 estrelas.

- Cranks: os aspectos positivos são mais que conhecidos, apenas tenho um ponto negativo a apontar. Para quem tem quadros PF 41mm como eu, a escolha de movimento pedaleiro para os RF Next SL é reduzida por causa do eixo de 30mm. Os movimentos da RaceFace não são muito duráveis e não aconselho de todo. Entretanto mudei para Hope (kit rolamentos Enduro) e estou super satisfeito.

- Correntes: usei durante muito tempo KMC, mas por alguma razão não se deram bem com esta bike. Uma delas durou menos de 20km. Voltei para SRAM e zero problemas desde então.

- Punhos: estou de volta aos EsiGrip. Experimentei os Ritchey Ergo Superlogic que são levezinhos (10gr) e até não são maus, mas duram pouco.

Tudo o resto, nada a apontar. Foi só fazer kms.

Como dizia no início, e em jeito de rescaldo, a bike está a alguns dias de terminar a sua existência. Já chegou a substituta, e algumas peças seleccionadas vão passar para a nova. O resto vai passar para outras bikes cá de casa ou encontrar novo dono :)
 
#68
A minha e13 por acaso nunca apresentou esses sintomas. Mas quando a montei pus mais massa para me precaver de ruídos já que são dois blocos (técnicamente são três).

Quanto a press fit para bb92 e eixo de 30mm também uso rolamentos enduro e parece que têm melhor durabilidade que os rotor/race face. São mais caros mas valem a pena ;)

Quer dizer que temos máquina nova?
Venham as fotos depois :)

Cumps