THULE - Suportes de bicicleta para bola de reboque

#3
Não é bem assim. Não pode ultrapassaar os 45cm em relação á traseira do veiculo. tem de ter a matricula e as luzes ( se as bikes taparem as luzes e matricula. senão podem ser aqueles de sobrepor em altura no vidro traseiro do carro.
A bike não pode ultrapassar a largura do veiculo., salvo erro, incluindo os espelhos retrovisores.
Portanto os modelos do link cumprem os requisitos da legislação portuguesa.

Se pesquisares, há artigos muito completos a explicar isto tudo. Google IT
 

m.r.f.

Active Member
#6
Eu meto dentro da carrinha....rebato os bancos, é muito pratico. nao preciso desmontar nada. é só extender a manta de protecção ;) e /ou utilizar o oleado em casos mais extremos ;)
Pois eu também o consigo fazer mas sem os bancos de trás será complicado para mais de 2 pessoas.
Por isso é que tenho no tejadilho.
 
#7
para levar 4 pessoas no carro( condutor inlcuido). tenho de desmontar ambas as rodas... é possivel, mas só se torna viável, para alguma viagem mais longa( e ainda cabe a bagagem respectiva). Consigo levar 3 pessoas, somente removendo a roda da frente.
 
#8
Eu também transportava a bicla dentro do carro até ser pai... depois tornou-se incomportável, e lá comprei suportes para o tejdilho. Agora com 3 miúdos, para levar 5 bicicletas, só mesmo com suporte de tejadilho (3) e suporte de bagajeira (2) :p
 
#9
Agradeço o feedback.

Mas já desisti da ideia e passo a explicar o motivo. Se tivesse iniciado a pesquisa pela montagem do gancho/bola de reboque a coisa teria ficado mesmo logo por aí. Como comecei pela vertente dos suportes, isto ainda me deixou algo empolgado, mas foi sol de pouca dura.
O material e montagem ronda os 500 euros. Algo que não se justifica e nem sequer estou disposto a gastar tanto para uma solução desta natureza.

A montagem deste tipo de suportes seria interessante na medida em que são facilmente retirados. Tive, em tempos, barras e suportes montados a tempo inteiro no carro. Para além de passarem a maior parte do tempo sem serem utilizados, sofrem desgaste face à exposição diária dos elementos a que estão sujeitos, prejudicam consumos, and so son.

Desde que comprei a bike, tenho optado pelo transporte dentro do carro. Mas agora de Inverno, da última vez que fui andar, a bike trazia uns 6541654KG de lama colados. E, mesmo com um plástico a envolver toda a parte dos estofos, foi algo que deixou a mulher a espumar-se. E, em abono da verdade, também acabei por achar que não era a melhor solução.

E depois a parte de ter 3 cadeiras de criança é sempre um festival de tira e põe que acaba por revelar-se muito pouco prático.

Dito isto, acho que vou ter mesmo de regressar ao sistema de suporte em tejadilho! o_O
 
#12
A montagem deste tipo de suportes seria interessante na medida em que são facilmente retirados. Tive, em tempos, barras e suportes montados a tempo inteiro no carro. Para além de passarem a maior parte do tempo sem serem utilizados, sofrem desgaste face à exposição diária dos elementos a que estão sujeitos, prejudicam consumos, and so son.
Isso depende do material dos suportes e das barras de tejadilho.
Eu tenho umas barras em alumínio montadas no carro há cerca de 6 anos e não noto desgaste.

Já se sabe que umas barras em ferro são mais baratas no acto da compra, mas depois pode ficar mais caro.
Mais pesadas é mais consumo de combustível, assim como podem enferrujar e ter que se substituir mais vezes.
 
#16
Vai para aqui uma valente confusão...

A justificação é de que a Thule faz testes de colisões com automóveis para testar os suportes, coisa que nunca irás ver em qualquer outra marca de suportes.
Eu e o amigo joseruivo estávamos a falar da bola de reboque e não do suporte de bicicleta.
Não direi que o preço será um absurdo, até porque aquilo ainda tem uma estrutura enorme. Simplesmente não faz sentido um investimento dessa natureza para a utilização que tenho em vista.


Isso depende do material dos suportes e das barras de tejadilho.
Eu tenho umas barras em alumínio montadas no carro há cerca de 6 anos e não noto desgaste.

Já se sabe que umas barras em ferro são mais baratas no acto da compra, mas depois pode ficar mais caro.
Mais pesadas é mais consumo de combustível, assim como podem enferrujar e ter que se substituir mais vezes.
Sempre tive material da Thule e, queira-me desculpar a franqueza, mas custa-me a acreditar que ao fim de 6 anos, 24/7, ao frio, sol e chuva ainda se mantenham como novas. Os plásticos dos meus, por exemplo, já tinham um ar "envelhecido".
Quanto a consumos, segundo a minha análise empírica da coisa, diria que uma bicicleta e seus suportes no tejadilho provocam mais resistência que na traseira do veículo. Mas como não sou Engº, não coloco as mãos no fogo por isso.

Tens a partir de 75€ suportes de bola da Thule e dá para duas bicicletas.
https://www.thule.com/pt-pt/bike-rack/towbar-bike-racks/thule-xpress-2-_-970000
Justamente! Os preços dos suportes são fantásticos! O que é pena é o preço da bola de reboque e sua montagem..!
 
#17
Eu não disse que ainda estava como novo, mas sim que não noto desgaste.
As partes em borracha para apertar a bike (fivelas e no gancho) não noto desgaste da borracha ficar seca.
As barras sendo em alumínio não ganha ferrugem nem tem verdete.

Os suportes de bola de facto compensa para quem já tenha uma bola.

Agora estar a meter uma bola no carro de propósito para as bikes, isso já não compensa.
 
#18
Agora estar a meter uma bola no carro de propósito para as bikes, isso já não compensa.
Pois, a menos que te esqueças que ela está lá em cima quando estacionas o carro à sombrinha debaixo de uma cobertura numa estação de serviço na auto-estrada... Já apanhei um susto do caraças! Ficou a um dedo do tubo da cobertura.
 
#19
Pois, a menos que te esqueças que ela está lá em cima quando estacionas o carro à sombrinha debaixo de uma cobertura numa estação de serviço na auto-estrada... Já apanhei um susto do caraças! Ficou a um dedo do tubo da cobertura.
Been there, done that!

Só me aconteceu uma vez, mas não foi por esquecimento da bike no tejadilho. Foi mesmo erro de cálculo, tirei medidas a olho, julguei que tivesse bastante folga, mas na verdade ficou a um fio de cabelo! :cool:
 
#20
Pois, a menos que te esqueças que ela está lá em cima quando estacionas o carro à sombrinha debaixo de uma cobertura numa estação de serviço na auto-estrada... Já apanhei um susto do caraças! Ficou a um dedo do tubo da cobertura.
Até ao momento ainda me tenho lembrado de tirar a bike antes de entrar na garagem.