Taça de Portugal XCO 2011

Nozes

Active Member
Olá malta!

Encontrei agora mesmo no site da UCI as datas e locais para a Taça de Portugal 2011 em XCO,assim como o Campeonato Nacional.
A saber:

27/3 TP#1 Torres Vedras
3/4 TP#2 Póvoa do Lanhoso
17/4 TP#3 Vila do Conde
15/5 TP#4 Seia
19/6 TP#5 Loulé
17/7 CN XCO Moreira de Cónegos

E ainda:

29/5 CN XCM Meda

Agora toca a fazer os planos de treino para a próxima época! ;)
 

Espigão

New Member
O CN de XCM e o CN de XCO...

Talvez para o ano meta umas fériazinhas a Norte para ir ver os craques. :lol: E se abrirem novamente a classe de promoção no CN de XCM até podia experimentar os trilhos de Meda...

Cumprimentos

Hugo
 
Já agora aproveito também para deixar a categoria UCI de cada uma delas:

27/3 TP#1 Torres Vedras - Cat. 2

3/4 TP#2 Póvoa do Lanhoso - Cat. 1

17/4 TP#3 Vila do Conde - Cat. 3

15/5 TP#4 Seia - Cat. 1

19/6 TP#5 Loulé - Cat. 3
 

Und23

Utilizador Banido
Éla vai voltar a TP XCO a Loulé......Brutal!!!!!!!! ;)

O CN de XCM é que cada vez ta mais la para cima....... :(

Pena é ser só uma classe 3, a mais baixa, até porque em termos organizativos e de circuíto pode haver igual mas melhor que Loulé não há. Até lá a vêr se o fortíssimo e espectacular (no apoio ao desenvolvimento do btt claro) pessoal de Loulé consegue passar isso a uma C2 pelo menos.

Campeonato Nacional num local de luxo, com pista de luxo de brutal XC, subidas como deve ser, descidas à DH. Grande opção, a mais por que é talvez a única prova do ano feita por uma organização profissional, a Multimix (não quer dizer que alguns amadores carolas ou novatos não se tenham esforçado e feito mais ou menos bem este ano, mas alguns mais valia terem feito férias nesse dia)

2 corridas de categoria C1 representam um grande investimento e vontade de melhorar a modalidade.

Quanto a uma das provas C1, a de Seia, por ser deveras importante, esperemos que as muitas críticas feitas por muitos atletas aos vários problemas sentidos este ano e que, a quente e na hora a organização naturalmente à bom português orgulhoso e teimoso não as aceitou e refutou-as violentamente, inclusive aconselhando públicamente aqui no forum e no JornalCiclismo de modo muito desagradável alguns atletas a fazerem outras opções de pneus o que em alguns casos era os pneus com que alguns atletas já tinham corrido e vencido muitas vezes, algumas dessas vitórias bastante prestigiosas para todos os portugueses, em muitos sitios, com esses pneus e sem nunca furar.
Esperemos, para bem de uma grande prova de categoria máxima, que o bom senso impere e que agora já a frio, a reacção da organização seja olhar com correcção e sentido de responsabilidade para o que correu mal e o que correu bem este ano para no próximo fazerem bem o que fizeram mal, e fazerem muito bem o que fizeram bem. Só assim atinjem o respeito dos melhores atletas do pelotão.
No fundo o que se pede é que sejam limpos os trilhos que têem vidros, muitos vidros, para evitar que XC se transforme em loteria ou bet&win, e que a partida das corridas seja feita e organizada de forma a que os atletas não tenham que estar obrigatóriamente fechados dentro de jaulas ao sol a esperar o atraso de mais de meia hora na partida.
Relembro que houve mais de 30 atletas furados na última corrida, relembro que as categorias de elite e sub-23 tinham lideres bem destacados e com a corrida já totalmente controlada diferentes dos que depois ganharam devido aos furos destes (quem não se lembra de vêr o Vegeta já com o títlo de elites garantido com uma vantagem de minutos e depois não aparecer devido a furo? Quem não se lembra de ver o Tiago Ferreira a tombar no final da 1ª volta devido ao esforço de perseguir um outro atleta claro, mas também evidentemente devido à desidratação de ter estado meia hora PARADO ao sol abrasador - os Srs da organização disseram que todos estiveram, esta foi a resposta da organização, mas é de recordar que nem todos tiveram que dar o que o Tiago deu para não deixar fugir o título, nem todos andam à velocidade do Tiago e por isso nem todos desidratam da mesma forma, apesar de a organização nesse aspecto ter alguma razão - todos, desde o mais rápido ao mais lento do pelotão, foram tratados abaixo do nível humano - entre outros casos que a organização preferíu desvalorizar ao invés de assumir que era a 1ª vez e que de futuro corrijiriam o que esteve mal, optaram por achar que à 1ª vez fizeram tudo bem, o pessoal é que devia ter pneus de 700grs, devia ter treino para estar parado ao sol de 39º meia hora e etc, apesar de haver lá pneus de 700grs furados também).
Relembro também que esta prova era só o Campeonato Nacional, a prova mais importante do ano, a mais prestigiosa e no caso, uma prova demasiado importante para ser mal entregue a uma equipa inexperiente que organizava pela primeira vez num claro erro de quem manda.
O que está para trás não conta pois o mal está feito e se algumas camisolas acabaram por ser mal entregues não refletindo os verdadeiros campeões de algumas categorias, aconselho as pessoas que lá mandam em Seia e na Federação a melhorar MUITO para o ano. É só arregaçar as mangas e tirar de lá o vidro ou retirar o perscurso das zonas mais sujas de vidros, e nunca mais desrespeitar uma hora de partida e prender os atletas ao sol de 39º enquanto se atrasam MUITO tempo.
 

Pedro Augusto

New Member
Registou-se de novo, mas o discurso é velho.

Estimo muito o trabalho de todos os atletas e organizações. Eu peço que voltem a organizar uma categoria para não federados!! Tal e qual como no XCM...

Agora diga lá a verdade, senhor Paulo Marinheiro. O atleta João Pereira - Vegeta - da Jorbi Test Team andou na frente da corrida uma volta, se tanto, enquanto o atleta em quem manda a facada, David Rosa, lutava contra problemas técnicos. Quem esteve a ver in loco deu conta disso. E isso foi logo na 2ª volta da corrida! No final o David ganhou com 4 minutos e 25 segundos ao segundo classificado, o atleta Vitor Santos, e 9 minutos e 50 segundos de avanço ao atleta João Pereira. A vantagem de minutos, no plural, foi coisa, que não vi acontecer! Titulo garantido?:fpalm: Não me parece... Reconheça a vitória ao rapaz, que ele bem merece!

O Tiago não perseguiu ninguém. No final da 1ª volta passou na meta sozinho, em primeiro! Tombou porque correu todos os fins-de-semana de Fevereiro a Agosto, sempre com excelentes resultados. Acabaram-se ali as pilhas!:p:p

Diga a verdade verdadeira, e não uma verdade que lhe dê jeito...
 
Last edited:

Und23

Utilizador Banido
A verdade normalmente é a que dá mais jeito a cada um tal como esta sua verdade, que pode ser interpretada de muitas maneiras, mas se o amigo concorda com a espera de 30 minutos ao sol abrasador pela qual o Tiago Ferreira teve tal como os outros fechado num local desprotegido de qualquer sombra e proibídos de saír dalí sob pena de partirem no final da grelha, ou o sr não correu nessa corrida ou se correu é masoquista, sofredôr.
Quanto à questão dos títulos, aí sim, dou-lhe razão: cada qual tirou alí as ilações próprias e se as suas foram essas relativamente aos títulos e desistencias, as minhas e de mais pessoas foram outras e outras teorias mais existem, mas se eu respeito e aceito as suas, respeitar as minhas seria mais próprio e educado que desvalorizar as dos outros como dono da verdade.
Sobre teorias, para mim a melhor de todas foi a do vencedôr da categoria de sub-23 dada aos microfones da RTP onde ele diz mais ou menos que devido aos azares e infortúnios dos seus principais adversários que por quebras físicas ou mecanicas desistiram ou ficaram arredados do título, ele foi feliz, acabado por dizer que também procurou essa felicidade com trabalho, mas humildemente dando a sua visão, e esta sim poderia (no caso de serem outros jovens) ter sido igual à daqueles que fingiram que não viram aquela corrida, dando este jovem uma lição e peras de como um campeão age na vitória.

Registei-me como Und23 pois perdí a pass do U23. Nada de errado nisso. Se o sr. se sente incomodado e como alguém disse noutro tópico a propósito do U23 que algumas pessoas querem e interessa-lhes ficar com liberdade total para dizer e contar apenas uma versão, dar apenas uma ideia, monopolizar o pensamento evitando a todo o custo o diferente, peça à moderação ou à administração para banir o U23 ou Und23. Ao pedir isso, dado que o U23 ou Und23 não foi mal educado consigo ou com alguém, o sr. diga-lhes que quer que o U23 ou Und23 seja banido porque o sr. não concorda com a sua opinião apesar desta ser dada de forma civilizada e educada e o sr. quere-o fora daqui porque o sr. não gosta nem tolera opiniões gerais ou visões de corrida diferentes.
Se cada post que eu colocar tiver sempre a perseguição das mesmas pessoas que não toleram outras opiniões mesmo que civilizadas e educadas mais vale mesmo banirem o U23 e o Und23. O U23 ou Und23 não perderá com isso, as pessoas no geral que pouco sabem de competição é que perderão uma visão diferente sujeitando-se apenas à visão "que interessa", mas no futuro não pretendo debater em duelos aguçados cada post, cada opinião que escrever, como qualquer forunista não o pretende fazer.


ps. o Tiago perseguíu na 1ª volta por todo o circuíto, com um atraso de cerca de 30 seg. um atleta que ia à frente dele. Perseguíu-o até à entrada para a última subida, a tal da meta. O esforço feito nessa perseguição para recuperar esse atraso (que é visível, bem visível na reportagem da TV desta prova que está disponível aqui no forum), aliado à talvez má opção de dar "tudo" de uma assentada só e acima das suas possibilidades talvez arriscando demais para passar a meta à frente. Este tremendo esforço numa volta apenas que acabou num quase sprint longuíssimo, juntamente com a desidratação da tal espera, levaram à quebra qe teve.
As quebras deste género, desidratações agudas com perca total de capacidades motoras e psiquicas são consequencias de má gestão de esforço e hidratação na prova onde elas acontecem, apenas erros da prova. As quebras derivadas de épocas longas e desgastantes não dão este efeito, dão um andamento mais lento uma incapacidade de andar tão depressa e fazer tão bons lugares como antes fazia devido ao acumulado de cansaço, uma incapacidade de manter um alto nível de treino. Não teria sido por uma época desgastante o que sucedeu ao atleta Tiago até porqe uma semana antes ele fez a melhor classificação de sempre num Campeonato da Europa de um Sub-23 português com o 12º lugar e se o cansaço fosse o motivo ele em 1 semana não perderia tudo de 1 vez, sendo até que no final do ano, (algo que contraria a teoria do cansaço anual) fez outra brilhante classificação no mundial com um espectacular 18º lugar e isto já no princípio de Setembro para acabar a vencer claramente a última Taça de Portugal de maratonas a semana passada, uma prova com 85km coisa que o valha. Como vê, as verdades absolutas não existem, existem as que nós queremos, e no caso a que se quer, é que o rapaz e a sua época longa é que teve a culpa do que lhe aconteceu naquele nacional em Seia, NUNCA UM ERRO DA ORGANIZAÇÃO ou a táctica de corrida mais bem conseguida de algum adversário!
 

GoXPT

New Member
O atleta João Pereira - Vegeta - da Jorbi Test Team andou na frente da corrida uma volta, se tanto, enquanto o atleta em quem manda a facada, David Rosa, lutava contra problemas técnicos. Quem esteve a ver in loco deu conta disso. E isso foi logo na 2ª volta da corrida! No final o David ganhou com 4 minutos e 25 segundos ao segundo classificado, o atleta Vitor Santos, e 9 minutos e 50 segundos de avanço ao atleta João Pereira. A vantagem de minutos, no plural, foi coisa, que não vi acontecer! Titulo garantido?:fpalm: Não me parece... Reconheça a vitória ao rapaz, que ele bem merece!

O Tiago não perseguiu ninguém. No final da 1ª volta passou na meta sozinho, em primeiro! Tombou porque correu todos os fins-de-semana de Fevereiro a Agosto, sempre com excelentes resultados. Acabaram-se ali as pilhas!:p:p
QUOTE]

Esta malta que vem para aqui oponar sem ter visto o que se passou na realidade é um espanto...
Claro que todos que ganharam, ganharam por mérito, por esforço, e por Azares dos outros... Não foi um, nem dois, nem três nem quatro que furaram e se sentiram mal...
Foram dezenas de atletas que desistiram por furos e pelo calor que passaram à espera antes da partida...

Bem, mas falando do tópico:
Duas provas C1 é muito bom mesmo para os pontinhos que nos têm faltado para os JO.
 

tojo

New Member
"Pena é ser só uma classe 3, a mais baixa, até porque em termos organizativos e de circuíto pode haver igual mas melhor que Loulé não há. Até lá a vêr se o fortíssimo e espectacular (no apoio ao desenvolvimento do btt claro) pessoal de Loulé consegue passar isso a uma C2 pelo menos."

Caro under23 sublinhei o extrato do seu texto por se referir a loulé como tendo o melhor circuito . Como organizador da Taça de Portugal XCO 2011 - (Tougues) Vila do Conde nao podia deixar de defender a minha menina entenda-se por pista, e posso prometer ira ter uma supresa com o percurso seja a nivel tecnico como fisico sendo tambem um dos circuitos mais belos totalmente construido nas encostas do ave.
Coisa comprovada por todos os k ja ca passaram!!!

Por tal peço-lhe que espere ate dia 17/4/2011 para mudar de opiniao.

Refere tambem o promenor de Loulé ser uma C3 tal como a de vila do conde mas note-se os tempos de crise em que o pais mergulhou.
E, que dar o valor exurbitante de 3600 euros de premios monetarios mais ainda todos os encargos da prova nao e para todas as bolsas.
Se houvessem por ca "Portugal" mais apoios a esta modalidade certamente teriamos muitas C1.


Cumprimentos Daniel Castro
 

Und23

Utilizador Banido
Caro tojo, referi-me a esta prova do Algarve como exemplo de boa organização e de como deve ser feito um circuíto, lembrando por exemplo que entre outras vantagens, este na sua última edição onde estive, foi feito em cima da população, com arranque no meio da cidade e passagem por um parque repleto de pessoas a assistir, isto sem comprometer um circuíto com bom nível para os corredores. Foram feitas corridas espectáculo com a miudagem, pódio em local bonito, um verdadeiro fim de semana de verdadeiro e prazeirento btt de competição. Ah, e tudo isto com muito boa disposição e atitude de quem organizou ou ajudou o organizador profissional, o tal que não erra ou erra pouco pois já aprendeu com os erros passados.

Este novo formato organizativo das Taças de Portugal e nacionais que dispensa organizadores profissionais, levará sempre o carolismo a imperar, e penso que todos sabemos que o carolismo é bonito mas a profissionalização da organização de eventos desta envergadura, provas internacionais, é um princípio básico usado em TODA a Europa onde os habitantes locais ligados ao btt, os tais carolas, ajudam bem e muito mesmo, mas os pormenores que marcam a diferença, esses são entregues a profissionais.

Sobre Vila do Conde não me pronunciei nem dei opinião pois só o poderia fazer tendo lá ido o que não foi o caso e desejo-vos sucesso na empreitada, compreendendo perfeitamente a falta falta de recursos que leva à C3 e se os srs tiverem presente que primeiramente devem pensar no corredor e fazer para o corredor sem compromissos, certamente que a minha e de mais opiniões serão por forma a que os srs sintam que o vosso esforço e empenho tenha valido a pena.

A minha opinião negativa nesse post era apenas dirigida a Seia, e após isso outras até pessoas vieram aqui já dar alguma razão às minhas críticas, sendo que por exemplo a Povoa de Lanhoso foi um exemplo de uma organização empreendedora mas inexperiente, que cometeu alguns erros básico quanto a mim, em especial no local de partida demasiado estreito para uma partida e por cima com um gancho logo nos metros iniciais, podendo fazer a partida de forma diferente nem que começassem em local largo e aberto onde depois a corrida não passassse como se faz em muitos sítios, além de que considerei que naquele local foi como que crime não haver subidas sérias, tendo sido quase tudo feito em subidas de patamares para a frente e para trás, pormenores que nunca passariam numa estrutura experiente e profissional pois alí no DiverLanhoso há condições para se fazer uma das melhores provas do Mundo, mas pormenores que a organização deu a perceber que estava interessada no feed-back dos corredores para melhorar no futuro, algo que foi bem notório na postura do organizador, pessoa humilde e preocupada em fazer bem e melhor, ao contrário de Seia onde infelizmente todas os reparos foram rebatidos, sempre de forma agressiva como se se tratasse de pessoas que já organizam à anos, tendo todos ficado com a sensação, que pela organização o circuíto manter-se-á na zona de vidros, os atletas esperarão o que tiver que ser pela partida que não terá horário certo a cumprir, e tudo será feito da mesma maneira pois, para Seia, tudo foi bem feito.

Desejo sincero sucesso à vossa prova em Vila do Conde, e desejo acima de tudo que rejam a vossa ideia partindo do princípio do respeito pelo actôr principal, o corredor pois tudo o resto, por muito importante que seja, é secundário, acessório.

Agora, eu não sou dono da opinião nem da razão. A minha opinião é apenas mais uma, não é lei nem procura ser, é apenas mais uma opinião mas, se tivesse que dar notas ao ano passado? 5 Estrelas para Rio de Mouro e Moreira de Cónegos onde tudo esteve perfeito ou quase que perfeito não há nem se procura, desde circuíto a organização e etc, 4 estrelas para Tábua corrida bem organizada e com respeito pela segurança dos corredores (partida atrasada por atraso da ambulancia) mas na mesma demasiado a direito para ser XC de 5 estrelas, 3 estrelas para Povoa de Lanhoso pelo acima dito, 3 estrelas para Castro Marim e estas 3 para este local mítico do btt nacional apenas por falta de música ou ambiente mínimo no padock (parecia funeral), e 1 estrela para Seia que apesar de ter conseguido desenhar um percurso verdadeiramente excepcional do melhor que jamais ví, apesar de ter conseguido levar mesmo muita população à corrida, talvez a maior enchente que ví, pois fez a maior divulgação da corrida que jamais ví em qualquer lado do Mundo onde ví corridas, todos vimos outdoors gigantes, paineis na entrada dos Hipers, a cidade foi tomada de assalto pelo BTT-XC e toda a população sabia, bar no padock da corrida, porco no espeto e tanta coisa bonita e a festa que parecia vir a ser a melhor de sempre do XC nacional para mim, por falta de respeito e mínimo pensamento no tal artista principal, tornou-se numa espécie de carro bonito e polido por fora mas ferrujento e pôdre por dentro, e apesar de ter sido uma festa rija e bonita, foi a pior prova de sempre para mim pois ao corredor pouco importa se a coisa é bonita ou não, se tem porcos no espeto ou não, se tem 20 tendas gigantes e míudas nuas, ao corredor apenas importa que lhe coloquem à disposição um circuíto com as caracteristicas próprias para XC, um circuíto limpo e seguro, que saibam que têem assistencia médica correcta no caso de terem azar na corrida e que respeitem a hora de partida, especialmente se está quase 40º, o resto, a beleza acessória poderá ter importancia para o politico e outros como o visitante ou apoiante, mas para ao corredor nada vale essa beleza toda se tem que correr em cima de vidros depois de estar meia hora a torrar ao sol. Organize-se bonito que toda a gente gosta até o corredôr, mas não se gaste toda a energia a embelezar, para que sobre alguma para o essencial e o essencial é que nesse fim de semana vai haver uma corrida de bicicletas de montanha com os melhores corredores nacionais e quiçá alguns internacionais (são corridas internacionais, lembram-se?) que devem ser tratados com respeito pelo seu trabalho árduo e respeito pela sua dignidade, isso é o principal.
 

Caruma biker

New Member
fico a espera do calendario definitivo da proxima epoca?
gato escaldado de agua fria tem medo...

invariavelmente ele ira ser alterado mudado, classes despromovidas etc. etc...
Espero bem que não.
 
Já que estamos em onda de críticas aproveito o embalo.
Pois o que me tira mesmo do sério é chegar ao local da prova e ver que não tenho mínimo de condições para estacionar o carro e instalar o toldo de apoio à equipa (pois nem todos tem a possibilidade de fazerem isso no dia anterior), e então com atletas jovens dos 6 aos 14 anos a ficarem a distâncias enormes do local da corrida e do secretariado... sinto logo vontade de ir embora como me aconteceu na Póvoa de Lanhoso. É necessário dar mais atenção aos padoks, as equipas merecem esse respeito.
Outra coisa que para mim não funciona e na próxima época não estou para aí virado, e que é juntar as competições das escolas com a taça, pois não há director e treinador que consiga aguentar estar em dois sítios ao mesmo tempo e ter meios (por mim falo) a dobrar para fazer o apoio a pequenos atletas e atletas adultos... digo-vos é dose :tungas: de um gajo :eish:

Façam lá como entenderem no calendário aqui o Santos para a próxima época é só escolas ou só taça... as duas coisas juntas no mesmo fim de semana para o mesmo clube não contem comigo não :nana::nana::nana:e quero lá saber de que é para promover o BTT e :sabichao::sabichao::sabichao:blá blá blá...
 

tojo

New Member
Boas vitor

Penso que, embora nao dando certeza, que o dia de competição das escolas sera sabado de tarde e a prova da taça categoria de federados domingo!

Quantos aos padocks realmente povoa de lanhoso nao correu la muito bem mas decerteza que 2011 tara tudo 5 estrelas a contar pela vontade de melhorar.

Prometo que em tougues vou ter em atençao ao mesmo e sabendo k ja la estiveste axo k nao tens razao de keixa penso eu, se ouver ha k despejar tudo pa se melhorar.


Ja agora alguem sabe as datas das maratonas????????????????

Cumprimentos Daniel
 
Olá Daniel.
Tougues é fixe dadas as condições existentes, muito mais e na zona é difícil de melhorar, digo eu. Para uma prova do regional com tudo pertinho e com bom espaço para as equipas e desde que o terreno não enterre as viaturas está excelente. ;)

Já tive conhecimento da ideia de se fazer as escolas no Sábado e restantes categorias no Domingo, contudo para mim e com as condições que temos não contem comigo para na mesma fazer as duas competições no mesmo fim de semana e se assim acontecer temos de escolher internamente ou escolas ou as restantes categorias.
Passo a explicar por exemplo numa prova em Tábua. As escolas conforme estão os regulamentos para pontuar o máximo tem de ter as quatro categorias, logo o mínimo aconselhável é levar dois atletas de cada categoria o que faz 8 pequenos desde dos 6/7 anos até aos 14, mas como sabes temos mais atletas e acabamos por levar por volta dos dez ou mais. Agora imagina o teu clube ou a maioria dos clubes que conheço se tem condições e gente suficiente que leve as escolas a fazer a competição no Sábado e se ficam com meios para levar os restantes atletas no Sábado também, fazer o apoio aos mesmos, transportar novamente os miúdos de regresso a casa no mesmo dia e depois voltar para apoiar a restante equipa...??:-K Ué somos por acaso escravos? Para ter este trabalho todo só por amor à camisola?...

Uma das categorias vai ficar prejudicada de certeza. Como damos mais interesse às escolas e se formos obrigados temos de participar nos encontros das escolas, agora nos restantes clubes que sempre tiveram as outras categorias vão continuar a levar as mesmas, não me parece que apostem a fazer equipas de escolas aliás assim até me parece que deixem de trazer os juvenis que algumas equipas tem. Miúdos participantes provávelmente os que até agora tem participado... os filhos de atletas séniores...

Um abraço.
 
Top