Taça de Portugal XCM#3 - Maratona de Manteigas - Serra da Estrela

#41
Caro Afoito,

Acho que para eliminar os reboques, bastaria que as classificações femininas não contassem para a pontuação por equipas. Teria toda a lógica pois também não competem em quantidade que as permita considerar um escalão normal, ou então, outra solução seria pontuar cada escalão tendo em conta a percentagem deste relativamente ao total, em que quanto mais atletas cada escalão tivesse mais peso teria na pontuação final.

Deste modo, já não existiria um interesse tão grande das equipas em apoiar as suas atletas femininas e já correriam cada uma por si.

Assim, tenho a certeza que neste cenário a equipa que pôs 3 "escudeiros" a acompanhar a sua atleta, já não o faria, nem os "escudeiros" estavam na disposição de deixar de fazer a prova... a não ser que estivessem apaixonados pela rapariga e quisessem fazer uma boa acção!...

Partir meia hora antes seria complicado em termos logisticos para a organização.
 
#42
Boa tarde meus amigos,

volto a lembrar que este tipo de "novelas" só prejudica a modalidade que tamto gostamos, de modo a não se levantarem nuvens negras sobre todos/as atletas, não podemos considerar a parte pelo todo.
Volto a referir, que se há alguma coisa de concreto denunciem, dando a cara, e, dizendo nomes. E deixemos a especulação, o disse que não disse, e o houvi dizer, o disseram-me, etc, etc.....
Vamos mas é preparar a participação no próximo domingo, para que não haja os "empenanços de manteigas" e disfrutar deste desporto maravilhoso
Viva o BTT
 
#43
Alex,

compreendo a tua solução, mas penso que isso viria a dar menos animo ao escalção femenino, onde este ano está ao rubro e cada vez com mais atletas o que é bom para a modalidade.

Em relação a falaram de reboques querem dizer o que? emporrarem com a mão ?
Isso condeno, o resto penso que é bonito de se ver trabalho de equipa!!!!

é a minha opinião.

SoPraTi,
A equipa e atletas toda a gente sabe, muita gente viu!!!!!

Vamos é pedalar.

Abraço.
 
#44
Boas , migos , eu nao vejo num problemas elas partirem mais cedo , todos temos depois passar pelo abastecimentos , e o que eu acho melhor em relacao as mulheres , e para que vamos aqui dizer quem foi ou deixa de ser para criar guerras ( as vezes eram que mereciam ) e tb ha la atletas da promocao a ir aconpanhar as meninas , devem ter medo que ela se perdem , pois e trabalho de equipa e bonito e tal so problema passa se pelo meio das provas e tal , porque nas partes de assistencias onde estao pessoal eles nao vao empurrar , era muito a dar nas vistas , mas ja nao digo nada ja vi uma atleta a esperar pelos colegas porque esses estavam comer e encher bidons , e federacao sabe disso tudo e mais alguma coisa , ja se anda anos a lutar por isso . bons treinos
 
#45
repito que não vejo mal nenhum em trabalho de equipa, nem entre masculinos, nem entre femininos, ou misturados!!!! Penso que não tem mal nenhum, mas empurrar é que não, só isso! ;)

essa do esperar pelos colegas também não estou a ver qual é o problema, pois estava a prejudicar-se a si próprio com essa atitude, mas pronto!

Boas provas!
 
#46
Caro Afoito,

Acho que para eliminar os reboques, bastaria que as classificações femininas não contassem para a pontuação por equipas.
Caro alexcdomingues1
Não concordo pois assim as equipas deixam de querer ter elementos femininos, logo a modalidade para elas acabava....

Teria toda a lógica pois também não competem em quantidade que as permita considerar um escalão normal,
Por enquanto mas a tendência é para aumentar.

ou então, outra solução seria pontuar cada escalão tendo em conta a percentagem deste relativamente ao total, em que quanto mais atletas cada escalão tivesse mais peso teria na pontuação final.

Deste modo, já não existiria um interesse tão grande das equipas em apoiar as suas atletas femininas e já correriam cada uma por si.
Talvez.... mas um pouco confuso.

Assim, tenho a certeza que neste cenário a equipa que pôs 3 "escudeiros" a acompanhar a sua atleta, já não o faria, nem os "escudeiros" estavam na disposição de deixar de fazer a prova... a não ser que estivessem apaixonados pela rapariga e quisessem fazer uma boa acção!...
Pois, hehehe..:D:D:D

Partir meia hora antes seria complicado em termos logisticos para a organização.
Não acredito pois nestas organizações as coisas estão bem preparadas com bastante antecedência e mais os abastecimentos até são da responsabilidade de cada equipa.

Cump.

PA
 
#48
Boas caros amigos betetistas!

O terno problema dos reboques...e uma vergonha para as betetistas femininas. A maioria treina arduamente, abdica de muitas coisas para poder fazer o melhor possivel numa prova, sozinha. Quando no final de uma prova se comprara os tempos das femininas e os tempos dos masculinos, confirmamos que chegam dentro do mesmo minuto, as x com diferneça de 20 segundos, outras 30s. Umas chegam com 1 da equipa, outras com 2, e até ha quem chegue com 3. Basta irem lá ver...A class não mente. Vê-se perfeitamente quem faz uma prova por si ou com atletas da mesma equipa. Se me dissessem que chegaram 3 atletas femininas da mesma equipa e que fizeram trabalho de equipa! Isso sim, era um trabalho bonito , e de respeitar.

Eu já assisti esta época a isso, logo na primeira prova. Dirigi-me à rebocada, e ainda ficou ofendida por eu estar a gritar com ela!!mas no 1º abastecimento ficou a fazer tempo com os seus colegas. ..Nunca mais a vi em nenhuma prova da taça! Espero que tenha ganho vergonha com o que lhe disse e com as acções que teve!

Não é preciso dizer nomes, pois quem dorme bem com a consciência sabe que tem que ignorar isto...quanto a quem lhe pesa...reflicta. E deixe de gozar com o esforço e mérito de quem pedala!

O problema é quando mesmo para algumas raparigas é normal que vá alguém com elas..é companhia dizem umas...já me chegaram a classificar o reboque de empurrão, reboque de companhia e reboque de apoio....epáaaa é tudo reboque!!!! A partir do momento em que se tira vantagem , é injusto! Vantagem no apoio mecânico, vantagem na roda que apanha para se proteger do vento, vantagem psicologica...o que seja...é triste...

e SOPRATI, não me venha cá dizer que estamos a desviar atenções, pois isso leva-me a alegar que poderá querer mesmo essas atenções desviadas por interesse proprio.

Não estive em manteigas com muita pena minha, mas estarei na próxima. Até Águeda!
 
Last edited:
#50
concordo com o que carlitox25 diz, se sãp equipa é para alguma coisa!

Tirando claro empurrarem as atletas com as mãos AS SUBIDAS TODAS Um de cada lado montados nas bicicletas!

Tirando isso o resto parece-me trabalho de equipa, mas isto aos meus olhos, desde que a atleta pedale com as suas pernas :p

Abraço.
 
#51
Ou vocês não sabem ler ou então sou eu...isto é um desporto individual, logo o conceito de equipa não pode ser comparado com estrada ou futebol minha gente...se não leram os regulamentos não venham para aqui dizer o que não sabem, todos tem opinião, muito bem claro que sim, mas se está escrito respeitem pelo menos quem o fez e dêem-se ao trabalho de o ler, mas o povo gosta e de dar palpites e ler o que o que é um dever tá quieto. Na estrada uma equipa é formada em prol de um atleta para o ajudar, no XCM e XCO é individual quanto muito estar da parte de fora aos berros a puxar por eles!
 
#52
BOAS , PIPA em agueda vai ver todo o mesmo , e uma vergonha mas pessoal fica contente ficar ha frente desta ou daquela , AQUILO E TRABALHO DE EQUIPA so se fosse homens com homens ou mulheres com mulheres , isso sim . BTT nao e ciclismo , e se vao 2 homens para uma mulher e para que , para ela ir na roda , metam se na roda de homens com homens e mulheres com mulheres , e ha mais e aqueles rapares que fazem a prova com camisolas de outra equipa e andar ajudar uma rapariga , qualquer dia ve-se elemento da equipa a dar a bike dele ha rapariga ;)por isso isto nunca vai acabar , so vejo uma solucao e mulheres partirem 30 minutos antes . bons treino
 
#53
JA agora o que voces chamam a , uma mulher passar no abastecimento nao levar nada e vir um outro elemento parar e cargar a mula como se carrega no ciclismo , levar bidon ,barras , geis , e lavar para dar ha mulher ? serar que isso se pode fazer ?
 
#54
Dunas80,

isso pode-se fazer, pelo menos não está no regulamento nada em contrario, acho eu...

Bem, mas também se acham isso mal, porque é que não acabam também com o Ranking das equipa ? segundo o v/ conceito e filosofia não faz sentido haver o tal ranking! :p

Outra coisa com que me deparo, é que por exemplo, normalmente acabo a prova ao pé de raparigas, da mesma equipa e sem ser da mesma equipa, e isso não quer dizer que anda a empurrar ninguém ou a ajudar voluntariamente(sim porque se vejo alguma situação de perigo aviso quem vem a trás, SEMPRE), i.e., faltam-me as CANETAS :p !

Cumprimentos.
 
#55
Para mim, a melhor solução para evitar este problema será ter 3 ou 4 comissários escondidos em pontos do percurso desconhecidos dos atletas (exemplo das proximidades de subidas prolongadas)! Quando forem penalizadas ou desclassificadas 2 ou 3 atletas, a brincadeira acaba!

E não venham dizer que isto é um trabalho de equipa inocente!

Uma senhora que tenha 3 ou 4 marmanjos a trabalhar por conta dela (empurrar, cortar o vento, ajudar a transpor obstáculos apeados, transporte de itens vários para ir mais leve (ferramentas, comida, água), apoio mecânico, etc...), beneficia de claras vantagens injustas sobre quem faz a prova a solo.

No velho fórum BTT pré-2010, cheguei a criar um tópico para debater esta questão, onde até houve quem denunciasse o uso de colegas masculinos para atrapalhar as adversárias. Ainda há poucas semanas, numa prova amadora local, ouvi uma atleta feminina a queixar-se de que teria sido retida durante muito tempo de forma propositada num single-track, por elementos da equipa de uma adversária!

Enquanto alguém não for penalizado e desclassificado, tudo vai continuar na mesma! :( :( :(
 
#56
Bruno isso foi o que se passou em Manteigas!

No que diz respeito a cortar vento, é impossivel provarem seja o que for, ninguem prova que o colega da rapariga anda mais que a rapariga, isso é mt dificil de acabar, transportar barras e bidons, nao sei que vos diga mas nunca disseram que era proibido e até perguntei a 2 amigos e dizem que se pode fazer!

Agora empurrar e atrapalhar adeversarias acho isso do pior, para verem bem como o espiritu competitivo pode dar-se em bom ambiente, eu em manteigas até ajudei uma atleta com avaria mecanica de uma equipa concorrente... e não era por isso que iamos perder o lugar ou ganhar um lugar, elas têm de ganhar com as pernas, só isso, o resto é sorte de estarem numa boa ou má equipa e terem ou não elementos para trabalharem em conjunto!

é a minha opinião! Respeito a vossa.

cumprimentos.
 
#57
Sem me querer alongar muito neste assunto e dado que a Federação nada pretende fazer sobre estes sucessivos casos, a solução parece-me que deve passar pela saida das femininas 30 minutos mais cedo. Não vejo outra solução possivel.

O ano passado foi a pouca vergonha que se viu. Nos vídeos das reportagens da Taça de Portugal foram por diversas vezes filmadas várias femininas a serem acompanhados por "guardas de honra". Só não viu quem não quis. Os vídeos estão aí para quem os quiser ver. Este ano parece que é para continuar...
 
Last edited:
#58
BOAS , e maneira mais facil e rapida de acabar com isso ,e 30 minutos mais cedo , transportar bidons e tal pode se fazer nao e , entao e um dos rapazes do abastecimentos podem dar abastecimentos fora deles , isso a mim so me diz que a atleta esta receber abastecimento sem ser onde e ele , acho mal
 

Polegar

Active Member
#59
E porque não se mete logo os nomes........ E porque quando se acaba a prova não fazem uma denuncia aos comissários??? Até pode não dar em nada mas começam a ficar em alerta.
 
#60
boas como ja tinha dito anteriormente, e aplicado aqui ao caso de haver mulas de carga que levam os mantimentos da princesas, que não param nos abastecimentos, fica aqui um ponto do regulamento da UCI e traduzido e aplicado pela UVP-FPC.

4.2.049 Além da assistência técnica em zonas de abastecimento/assistência técnica, a assistência técnica é
permitida fora destas zonas somente entre corredores que sejam membros da mesma equipa MTB
UCI ou da mesma Selecção Nacional.
Os corredores podem transportar com eles as ferramentas e peças de substituição desde que não
representem perigo para o corredor ou para os outros participantes.


O regulamento apenas permite assistencia/ajuda entre colegas de equipa, as Selecções nacionais (que eu saiba, e selecção nacional de maratonas, não existe propriamente) e a Equipas MTB UCI, que por acaso não existe nenhuma em Portugal.

Resumindo, transportar bidons dos abastecimentos para colegas que não param, dar assistencia no meio do percurso e fora das ZA's, porque um colega teve uma avaria, não é permitido pelo regulamento, salvo as excepções indicadas.

Agora como eu custumo dizer no meio do mato ninguem ve nada. os comissarios não pode estar em todo lado