Suplementos

#61
Experimentem fazer uma volta com vitargo ou sem e depois venham aqui dar a vossa opinião que eu também respeito, mas com conhecimento de causa.
 
#63
Boas pessoal das bikes, ou será mais pessoal dos "bidons"... eheheh (é só para "quebrar o gelo")
Tenho estado a acompanhar o desenvolvimento deste e de outros tópicos que falam deste assunto e das marcas e etc...
Neste momento tenho uma parceria com uma loja de bikes em évora, à qual me desloco mensalmente e faço planeamento de treinos e dou também apoio nutricional, dado as exigências físicas inerentes ao mesmo.
Ora vamos esclarecer uma coisa, como o próprio nome indica, suplementação significa que estamos com falta de algo que precisamos de repôr no organismo, porque ele sozinho não consegue fazer!!
Então vamos por partes.
Primeiro, ver os objectivos dos treinos e o qual a disponibilidade para treinar, pois se só conseguimos fazer 1h/1h30m de treino, digo claramente que só água é suficiente e após a volta um sumo de laranja e o tal "sal" para repor os electrólitos dispêndidos. Mas neste mesmo tempo de treino, se este for um treino bastante intenso, em que os valores da Fc e de lactato muscular adarem sempre perto da "red line" é natural que tenhamos de fazer uma recuperação mais séria, apesar de tudo só água durante é suficiente, mas já pode levar um composto isotónico. Após este mais intenso aí sim, ou um recuperador, ou uma proteína do soro de leite para sintetizar o gligogénio muscular necessário para a reestruturação muscular.
Em treinos/voltas/passeios acima das 2h de duração, além de bebida isotónica e ÁGUA, já deverá ser ingerida uma barrita para o estômago poder trabalhar e aliviar os ácidos e aquela sensação de azedo quando o esforço começa a aumentar. Agora depende dos gostos de cada um e das necessidades, barritas mais ricas em hidratos, mais ricas em proteínas ou uma mistura das 2. No final, e novamente dependendo do objectivo e das necessidades de cada um, ou o sumo e sal, ou o recuperador, ou a proteína.
Espero ter ajudado...

Boas pedaladas
FISHBIKE
 
#64
Acho que quem da uma volta ao fim de semana, em principio ( se não tiver nenhum disturbio alimentar ), não precisa de suplementação. São opiniões.
Antes de mais, não leves a mal o que te vou dizer. :) Dizes "são opiniões", mas apresentas-te aqui com sendo um profissional na área desportiva, o que por si só acrescenta peso à tua opinião. Mas a questão é, tiveste formação a esse nível para passar de um conhecimento superficial? E novamente, não leves a mal, até porque eu certamente não tive formação e muitos que aqui andam, mandam postas, mas certamente não passam de curiosos também. Pergunto isto, porque também sei de médicos, repito, médicos, que não percebem um boi de genética, por exemplo. Tiveram, quanto muito, uma cadeira na faculdade. E no entanto, não deixam de mandar as suas postas, que são levadas bem a sério, não fossem eles os "senhores doutores". O mesmo acontece na área da nutrição/desporto. Tens profissionais de desporto, que no que toca a nutrição, são como esses médicos. E vice-versa, tens nutricionistas que nunca acompanharam um desportista e estão completamente a leste das necessidades extra, consoante o desporto.
Portanto, ou estás a emitir uma opinião como profissional e aí convém teres realmente conhecimentos nesta área, ou mesmo sendo profissional estás a emitir uma opinião pessoal e aí convém frisares isso. "São opiniões" mas nem todas têm o mesmo peso.

Para te dar um exemplo, eu fiz competição vários anos e tinha muitas cãibras. Treinador e médicos: "Come bananas com fartura." Entretanto, em conversa com um amigo que estava num nível mais alto de competição e já era acompanhado por um bom nutricionista, a recomendação era não abusar das bananas, pois só pioravam a situação. A solução era e foi, abusar da água e bebidas isotónicas. Desde aí nunca mais tive problemas e nunca tomei suplementos nenhuns (só B6 para a concentração).

Eu sou da opinião de que não é necessário estar em alta competição para tomar suplementos. Não estamos propriamente a falar de drogas e muitos suplementos não passam de vitaminas, aminoácidos, etc, que em doses normais são inofensivos. No entanto acho que primeiro que tudo devem adoptar bons hábitos alimentares e provavelmente isso fará mais diferença que qualquer suplemento. Em seguida, saindo daqueles suplementos mais comerciais, que imensa gente toma (stresstabs, cerebrums e afins), acho que é importante consultar um bom nutricionista antes, de preferência com experiência a acompanhar desportistas.
Não vou aqui referir nomes, até porque não deve ser o único, mas há um hospital privado que tem mesmo um centro de medicina desportiva. Não é um local físico, mas sim um grupo de médicos, de vários departamentos dentro do hospital, que foram escolhidos para lidar especificamente com desportistas. Acho que isto não significa que sejam melhores médicos que os outros, mas pelo menos são médicos que estão mais habituados a lidar com desportivas e por consequência, mais familiarizados com os problemas destes.

Quanto a mim, como não tenho dinheiro para consultas XPTO e suplementos, nem pratico actualmente desporto que justifique tal coisa, faço aqui como o PedroTenreiro:
...basto-me com bebida isotonica (isostar ou daquela que se vende na decathlon) ou mesmo agua apenas durante as voltas.
PS: Demorei tanto a escrever, que o Fishbike antecipou-se. Em todo o caso, grande post, é isso mesmo. Água, água e mais água.
 
Last edited:
#65
RMMTB
Posso ser outro curioso...mas imagina alguem que tem um gasto calorico por dia de 3500kcal ou 4mil como atletas de alta competição tem ou por vezes ate mais dependendo do desporto....não justifica suplementar-se?
Só um exemplo, claro...
 
#66
Citando-me a mim próprio:
Eu sou da opinião de que não é necessário estar em alta competição para tomar suplementos.
Precisamente por causa disso. Uma pessoa pode até nem fazer competição, mas esforçar-se tanto ou mais que muitos atletas. Ou mesmo não se esforçando tanto, o corpo pode ter mais carências por outro motivo.

Só disse também é que é sempre benéfico falar primeiro com um nutricionista ligado ao desporto. Não precisa ser um acompanhamento total, basta uma ou duas consultas para ter uma opinião. E antes de qualquer suplemento, ver se não é preciso corrigir a alimentação, pois muitas vezes a maior falha está aí.
 
#68
Mas qual é o problema de uma pessoa querer ir dar uma volta de fim-de-semana e usar suplementos para ajudar à resistência e posteriormente à recuperação ?

Não estamos a escrever sobre doping, quem quer usa quem não acha que faz falta poupe o dinheiro.

Os suplementos, bom como todo o tipo de produtos para uso alimentar têm regras de controlo muito rígidas e são seguros isso que fique bem claro.

Eu quando vou andar de manhã ao Domingo, gosto de ter força para me aguentar bem fisicamente durante o dia e para ir trabalhar de noite. Por isso os utilizo, noto grandes diferenças.

Já agora também tomo um complexo vitaminico diário, é um suplemento básico para quem faz desporto regularmente. As propriedades anti-oxidantes por exemplo da vitamina C são muito úteis no pós treino, também adiciono complexo B no Batido pós treino para auxiliar à absorção da proteína.
 
#69
Boas Nuno Sá.
Aconselho-te a estar atento às últimas publicações sobre os antioxidantes e sua relação com a prestação desportiva/treino. Pode ser que tenhas uma surpresa no quanto inúteis são no pré ou pós treino.

"Os suplementos, bom como todo o tipo de produtos para uso alimentar têm regras de controlo muito rígidas e são seguros isso que fique bem claro."
Tanto não é claro, que a percentagem de suplementos contaminados com substâncias dopantes ainda é muito alta.
Se fores atleta federado, não é apenas um pormenor. Se fores "apenas" uma amante do BTT, não faz diferença nenhuma.

Mas tens razão: cada um sabe de si e da sua carteira.

Há muita informação disponível. É apenas uma questão de procurar a mais fidedigna.
 
#71
Mas qual é o problema de uma pessoa querer ir dar uma volta de fim-de-semana e usar suplementos para ajudar à resistência e posteriormente à recuperação ?
Nenhum. O mal está na forma como muita gente, se não mesmo a maioria, toma esses suplementos. Leram "na net" que o X é bom para isto, o Y é bom para aquilo e o Z é bom para o outro. Chegam ao supermercado, botam no carrinho e pagam. Chegam a casa e a dosagem é baseada no que vier na caixa descrito como máximo. E depois se formos a ver, se calhar o esforço que fazem não é suficiente para justificar o X, Y e Z. Se calhar bastaria o X, o Y até é desadequado e o Z não está lá a fazer nada. Mas é apenas uma situação de exemplo.

Eu tomo suplementos no dia-a-dia. Nunca o fiz especificamente para desporto, porque nunca senti essa necessidade e não por ter algo contra. Agora o que eu defendo é muito simples e é exactamente o que aparece logo na primeira parte daquele artigo:

Dica de André Malha
Epic Rider – TEAM M&M
“O primeiro conselho que dou sobre este tema é que se visite um profissional de nutrição e se efectue uma boa bateria de análises, para que se compreenda quais as necessidades específicas que podemos ter a nível de nutrição e suplementação para que, com base nesses dados, possamos ser bem direccionados em termos de alimentos e suplementos (que alimentos devemos evitar e se temos necessidades de algum tipo de vitamina).”
 
#72
Não é preciso consultar um profissional de saúde para saber que:

- A proteina e a Glutamina ajudam e muito na recuperação.

- Os BCAA´s ou aminoácidos de cadeia ramificada, aumentam a resistência.

- O Vitargo/hidratos de carbonos de absorção rápida, repõem parte do glicogenio perdido no exercício fisico.

- A vitamina C é um anti oxidante poderoso que evita o catabolismo muscular, apesar do que alguns dizem em contrario.

- As vitaminas do complexo B, principalmente a B6 ajudam na absorção da proteina.

- A ingestão de bebidas isotónicas de qualidade ajudam à reposição de sais minerais e à consequente hidratação.


É claro que é preciso bom senso a usar as coisas, mas como já escrevi anteriormente, eu faço exercício toda a semana e noto diferenças muito grandes com ou sem utilização de suplementos. Claro que o resto é muito importante, mais importante que a suplementação é alimentação e o descanso. Agora digam-me nos dias que correm quantos de vós conseguem comer como gostavam e dormir o que necessitam ?
 
#73
Bem vou deixar aqui a minha posta, pois li isto na diagonal e parece-me que existe aqui umas pessoas que a semelhança da sociedade é melhor começarem a preparar um bom seguro de saúde para a terceira idade. Os excessos e erros agora, pagam-se caro no futuro...

Primeiro e antes demais fiz competição durante vários anos não de btt, mas os erros são transversais a todos os desportos.

Se não fazem desporto de competição e nem têm sustento a partir daí não vejo mesmo a razão de uso excessivo e incorrecto de substancias aditivas ou praticas incorrectas. Mas pronto cada um é que sabe do seu corpo, têm é que ter consciência que não podem comprar outro e vão ser sempre prisioneiros do mesmo para o bem ou para o mal.

Tentem viver na regra dos três 8, para isso tenham organização, embora com a troika isto torna-se complicado. Mas um bom descanso e uma boa alimentação, produz mais efeitos que aditivos. E uma boa alimentação parte também por exemplo na procura de alimentos em condições na altura da compra. Um bom exemplo é ter que comer um iogurte simples, mas qq iogurte simples hoje em dia é doce.

A dor, o cansaço e a frustração fazem parte de um bom treino, e alertam uma pessoa para o limite ou erro atempadamente do nosso corpo, é importante perceber os limites e não camuflar os mesmos com químicos. Se não recebem por objectivos ou patrocínios, tirem mas é diversão do treino e deixem-se de merdas.

Tentar fazer treinos completos todos os dias é uma asneira e uma autentica pescadinha de rabo na boca e vai acabar com maus resultados.

Aproveitem os dias de treino, para fazerem um treino rigoroso e com cabeça e os dias seguintes para descansar. A fadiga é sinal de um bom treino e do merecido descanso para o próximo, não é sinal para tomar aditivos para voltar a carga.

Se realmente querem fazer um treino de competição, existe especialistas de nutrição desportiva que fazem planos alimentares vocacionados em clínicas médicas para cada caso com o devido suplemento se for realmente necessário. Não é o zé da esquina, o zé do fórum ou o zé do ginásio que tem conhecimentos para isso certamente. Respeitem as doses e os ciclos se for caso disso e de preferência sem misturas.

E agora um aviso muito importante, muitos dos aditivos ou suplementos não tem a informação total ou totalmente correcta nas embalagens e alguns deles já foram aqui descritos no fórum.

Se realmente fazem ciclos de suplementos, não custa nada irem fazer análises exaustivas a cada 6 meses, alguns laboratórios enviam o historial como comparação ao lado nos relatórios e dá para terem um controlo apertado e actuar se for caso disso.
 
Last edited:
#74
Concordo plenamente com o que escreves-te. Eu treino uma parte do corpo num dia e descanso outro e assim sucessivamente, ao Domingo e às vezes durante a semana pedala-se.

Os sinal de excesso de treino são evidentes e só não os conhece que é casmurro ou nunca os sentiu.

A minha intenção em utilizar a suplementação, volto a frisar, é para me auxiliar na recuperação ou para compensar uma eventual lacuna na alimentação. Já agora se conseguir mais alguma resistência óptimo. Volto a lembrar, eu treino de depois vou trabalhar, às vezes até 12 horas e à noite. Tudo o que uso é dentro dos limites indicados e não é prejudicial à saúde, não dou na fruta/jarda (qualquer tipo de esteróides).

Eu sou contra as substancias aditivas... não fumo nem bebo... mas a outra coisa faço.

Sinto-me melhor que nunca, mas o Churchill também dizia isso quando fumava charutos a traz de charuto e bebia uma garrafa de cognac por dia.

Eu não venho aqui dizer que usem o que eu uso, estou é a dizer como uso e cada um tome os devidos cuidados e se tente informar o melhor possível, eu creatina evito tomar nas doses que são recomendadas para cada ciclo, acho um exagero para os rins, mas também diz na embalagem que se deve tomar com 3 litros de água ao dia.
 
#75
Isso depende do tipo de suplementação, que tem de mal tomar proteina whey? e algo que necessitamos no nosso corpo, como aminoacidos....acho que isso nas doses certas dependendo da caso para caso nao ira fazer mal no presente nem no futuro....isso nao esconde a fadiga, pelo contrario, reduz mesmo a fadiga do corpo...e vitaminas e minerais entre outros, penso que nas doses indicadas e um bom indicador...são coisas que o corpo precissa...um atleta de alta competição nao se vai meter a comer 4 ou 5 queijos frescos nem 2 frangos... entre outras quantidade, a desportistas que fazem uso deles e nem precissam de tais doses e claro isso vai trazer muitos problemas no futuro, e a minha opinião quanto a isso a suplementação ja existe a mais de 3 decadas penso eu...e por meu conheçimento nao nenhum desses teves problema...por meu conhecimento e claro...
 
#77
Agora tirando o assunto...quem ja tomou fast recovery, que me diz do seu efeito...gostaria de saber ja que dizem que a bebida de recuperação mais completa do mercado...
 
#78
É a mais completa em marketing.

Tem demasiados hidratos de carbono em forma de maltodextrina, 54 gr é obra.

Eu quando faço exercicios de resistência tomo uma medida de "The Edge" para hidratação, dissolvida em 1 litro de água e pelo menos 50 gr Vitargo para reposição de hidratos rápida, no bidon. Já agora deixo uma dica, para dissolver bem o Vitargo convém que a água esteja morna ou quente, até é bom que esteja à temperatura do corpo, facilita a absorção pelo organismo.

Para recuperação, faço um batido com pelo menos 20 gramas de proteina com mais 50 gr de vitargo, vitamina c e complexo B. O Vitargo aqui serve para repor as reservas de glicogénio no musculo, se se fizer o batido só com proteina, esta vai para repor essas reservas e não para o que se quer, que é reconstrução/recuperação muscular.