Superlight 26, Nickel e Butcher em vias de extinção?

#1
Boas,

Tenho lido vários comentários em diferentes forums da Internet que anunciam como certo de a SC vai deixar de fabricar/vender a Superlight (de 26), a Nickel e a Butcher!!! Algumas almas mais "iluminadas" também apostam que o fim da Blur XC está iminente!!!

http://forums.mtbr.com/santa-cruz/butcher-nickel-end-789518.html
http://singletrackworld.com/forum/topic/santa-cruz-app-discountinued
http://singletrackworld.com/forum/topic/superlight-discontinued

Aparentemente os modelos de carbono e roda 29 estão a ter tanta procura que eles estão a racionar a oferta para poupar na logística e os 3 acima referidos pelos vistos são os que se vendem menos (especialmente os 2 modelos APP).

Apesar de não haver nenhum comentário oficial da marca, a Nickel e a Butcher estão em promoção em vários sites nos Estados Unidos e em Inglaterra!

Alguém sabe/ouviu mais alguma informação acerca do assunto? a ser verdade a SC brevemente vai ter mais modelos de roda 29 dos que de 26 e mais modelos de carbono do que de Alumínio :(

Cumprimentos,
Miguel.
 
#2
A ser verdade(e muito provavelmente deve ser...quase todas as marcas estão a apostar mais nas 29)é uma pena especialmente a superlight 26 que eu adoraria ter:D
 
#3
Li algures na net k as lojas nos USA já não fazem stock de bikes de roda 26, e em média 80% das vendas de bikes são rodas 29. Até acaba por ter lógica tendo em conta estas informações, poupam em lógistica e podem desviar mais pessoal pra trabalhar na construção das novas bikes, podendo assim reagir ás encomendas, k segundo li são tantas k têm lista de espera pra alguns modelos. Na minha opinião esses modelos já têm uns anos e em termos de evolução já estam um bocado esgotados, é lógico k uma marca como a santa cruz k está sempre a evoluir e a empurrar as barreiras do k é possivel na construção de bikes, acabe por deixar uns modelos k já estam ultrapassados. Não deixa de ser pena k a marca descontinue estes modelos k a catalputaram pra o estatuto k têm.
 
#4
Muito se falou do fim da Superlight e da Heckler quando foram introduzidos o Nickel e Butcher mas não, e agora até apareceu a Superlight 29.
Penso que não irão ser descontinuadas, mas é verdade neste momento o que vende é 29", mas não por ser melhor ou pior, é novidade ou era, pois até das 29" já não se está a falar na net, agora é 650b!!!!

Reparem, nos USA a industria do BTT tá muito em baixo, para os números de antigamente e neste momento a NOVIDADE é o que vende, por isso lança-se novidades!!
Sou frequentador assíduo do tópico Turner no mtbr (desde 2005), para além da BLT a 5 Spot é uma das biklas que adorava ter. E de à uns 2 anos para cá (altura do começo da crise) este tópico tem estado muito parado mas agora teve uma revolução, o Turner vai lançar uma 650b Burner e já tá tudo a comentar "epá vou trocar pela minha Spot, e quero uma ...." é NOVIDADE.
Mas na Europa a malta não é tanto assim, principalmente mercados como UK, Alemanha, França com um markting mais "pacato" basta ver que as marcas Europeias pouco investem no 29" e bem, pois agora vem o 650 .... em Portugal o mercado é um pouco diferente do restante, onde as vendas se concentram em rígidas.

Um dos quadros que tem tido um sucesso "camuflado" é a Blur Trail, tanto em provas de Enduro nos USA como na Europa, como no mercado do UK pois tem uma geometria apropriada para os trilhos de lá e de muitos locais. E muitos que experimentaram as 29" e não gostaram voltaram para o 26", até houve uma famosa revista que comentou que a Blur Trail fazia esquecer a moda das 29"

E neste momento e difícil ter stock nas lojas, e não falo de lojas cá em que o mercado é pequeno, mas dos USA, pois agora há tantos standards, caixas de direcção de vários tamanhos e feitios, pedaleiras de 1, 2 ou 3 pratos, ..., ...

Eu eliminava ou as APP ou as single pivot, pois para uma botique brand tem modelos mais que suficientes.
 
Last edited:
#6
A superlight ainda apareçe no site deles, agr a nickel e a butcher já foram. Serviram o seu proposito e como td na vida tiveram de acabar. RIP
Pra mim, qualquer dia a chameleon, jackal, superlight, juliana e heckler tb seguem o mesmo caminho. A superlight 29 tb não sei até k ponto tem sido bem sucedida...
 
#7
epá isto são péssimas noticias!
queria uma butcher branquinha e já ando a vender material!
ainda tenho uns 2 mezitos de guita para juntar para poder chegar aos +/- 1500eur do quadro!
alguma alma caridosa que poste aqui links das lojas que estão a fazer promoção :D
 
#9
Escrevi isto em abril de 2010:

""Ir na onda....
Post Original de SURFAS
Bom já houve quem testasse a Nickel

Mas atenção NÃO é uma VPP

"Riding to the trails, we noticed we weren't wasting any energy bobbing around, with the ProPedal flipped on, the new Actual Pivot Point (APP) suspension remained still and quiet as we spun along. Some members of our group complained of signficant bobbing with the ProPedal flipped off. As set up, our test bike rode well either way, though the ProPedal did make the ride firmer for efforts out of the saddle."

"The suspension ate the roots, ruts and drop-offs right up and felt a little springy – in a good way, like it was ready to respond any time it was called to do so."

"We try to have diversity of uses in our bikes. So you can use a lot of them for racing, all-day rides, marathons, etc. The Nickel and the Butcher aren't oriented toward racing, but I would race them if on a budget."
Acho que desta vêz a santa cruz deu um tiro (ou dois!!) nos pés.

Passo a expilcar o meu raciocinio, vejam isto como um desabafo, um sentimento e não uma critica com qualquer presunção.

Vejamos: justificação (SC) para o single pivot: simplicidade, baixa manutenção e excelente resposta de amortecimento (melhor ainda nos dias que correm com amortecedores como o RP23- boa plataforma) e relactivamente baixo preço para uma VPP, além da justificação classica SC: "that`s the way we starded". - CONCORDO.

Para VPP: eficiência de pedalada (resistência ao bombeio) logo possibilidade de usar varios tipos de amortecedores( a ar ou mola), exclusividade do sistema e vanguarda no desenvolvimento. - IDEM
´
APP: Poderia pensar como é senso comum que "no meio está a virtude", mas nem sempre, e acho eu que é este caso, para quê uma bike que já não é SP e longe de ser VPP, que só acrescenta peso ao conjunto, sim o peso é superior às SP e VPP para cursos equivalentes, e pelas conclusões de alguns bikers continua a bombear com o propedal desligado?

Eu que gosto de quase tudo na SC, acho que estão com excesso de orçamento e apresentar "novidades" a mais. quem acompanha a SC lembra-se à cerca de dois anos de eles dizerem que não viam necessidade de usar o carbono pois estavam plenamente convencidos que o AL é que era.

Conclusão: quem não tiver €€€€€ para uma VPP, pode sempre comprar uma SP por muito menos €€ e basta apostar num RP23 que fáz muito melhor o trabalho do que o APP, e mais leve e limpa.


Não me levem a mal, "simple is beautifull".

RIDE MORE WALK LESS, Green .""



O meu raciocínio confirmou-se, não foram tiros nos pés, mas sim duas granadas que explodiram.
 
Last edited:
#11
pelos vistos a nova Heckler tem 150mm de curso e o preço anda na casa dos 1098 usd
se este preço em PT não fugir muito, acho que vou optar por esta nova Heckler :D
assim posso transplantar tudo na minha heckler antiga para esta nova :D
 
#12
Também é consequências da crise, porque pensam que andam agora tantas novidades a surgir dos States? é Sram XX1, é roda 29", agora é 650b, foi o carbono que até já baixou o interesse, é NOVIDADE faz vender. Dantes dava para tudo, agora não e a linha da Santa Cruz estava muito grande, muitos modelos e é difícil de fazer um bom trabalho com tantos modelos.

Acho que fizeram bem!
 
#13
Boas, não tem nada a ver, mas estou à procura de alguém que tenha um quadro Superlight tamanho M que queira fazer troca por um L.

Please, Help.;)