SRP160 - Serpa 160 - 4ª Ultramaratona - Serpa - 9 Abril 2011

#61
Boa noite eu fui um dos que no ano passado fiz mais de 1.000 km para participar nesta Ultra Maratona, fui por vontade própria, e Gostei Muito mesmo, Grande Organização, se os preços não estivessem ao meu alcanse não iria ,iria pedalar por estas Belas Montanhas que temos, mas para mim foium desafio, e este poste serve para promover o SRP 2011, acho que situações da anterior ultra maratona jáforam todas discutidas e Esclarecidas...... Vamos é Falar da SRP 2011, Força Trilhos Vivos, Força Sergio Erestante Organização.
Vocês sabem que tem Qualidade, mas Perfeição não Há :)
FORÇA SRP 2011

Nuno Araújo

WWW.BTTTERRASDOVEZ.COM
 
#62
Boa Noite,

por norma até nem me meto nas críticas (que infelizmente para quem as houve sente sempre que são mais destrutivas que construtivas), mas dp de ler algumas coisas das diferentes partes devo fazer algumas considerações.

1º Quem oferece um serviço tem o direito a pedir o valor que acha justo, faz as suas contas a despesas de KM percorridos (desgaste dos veiculos), pessoas alojamentos, valor do seu trabalho, vê qts inscritos precisa para cobrir as despesas/ter lucro e apresenta.

2º Só paga quem quer, vê o que pode retirar da prova (satisfação pessoal), deslocação, alimentação, dormida vida familiar e decide se vale a despesa total.

3º São mts os que vão cada um terá as suas razões e todas as pessoas têm o direito ter uma opinião sobre o assunto, não têm é o direito de não respeitar os outros e de ofender gratuitamente.

Agora vem as minhas críticas (e o que me podem críticar a mim).

Fui a Serpa 2010 (à última da hora houve essa oportunidade) uma pessoa Amiga não pode Participar (esteve lá) e perguntou-me se queria ir, sou federado tenho o seguro para andar de burra e disse que sim, eu por opção pessoal não pago + ou - 40€ para andar de bicicleta, respeito quem o faz e tb respeito quem o pede (é a lei do mercado, se à procura....).

a) Percusos mt bonitos apesar do tempo.

b)Assistencias com pessoas e comida, locais perigosos com pessoas, bem marcado não era preciso GPS.

c) Malta porreira em prova simpáticos e companheiros.

d) Voltei lá para andar com a mulher de 13 a 16 de Maio fiquei mt mal impressionado com a organização (coisa que até essa data não estava) as fitas da da Zona de Abastecimento a meio da prova até ao penúltimo Abastecimento estava lá não era preciso GPS, e no local do Penúltimo Abastecimento era um exagero.

e) Fiz no dia 15 o que tinha sido cortado (e mt Bem) a 1ª parte que fizemos na Prova Ok estava limpa, não tinha fitas, mas, a que não fizemos ainda lá tinha as fitas, um mês dp não é boa imagem para quem cobra estes valores.

Perfeição Não Há, mas há certas coisas que não devem de acontecer se queremos fazer maratonas em terrenos particulares.

Boas pedaladas a Todos em Serpa ou noutro local,

Felicidades para mais uma organização que corra tudo pelo melhor,

José C.C. Azevedo
 
#63
Srp

Ó Hugo Espigão Carvalho tu que até andas por aqui desde o inicio do forumbtt, ainda te dás ao trabalhar de ter um dialogo com o Ludos.
Por amor da santa, julgo-te uma pessoa inteligente, dai o meu espanto...

Quanto ao evento, há 2 coisas a salientar.

- A região tem um potencial incrível para este tipo de desportos

- A organização na pessoa do seu "dono" não tem potencial nenhum.

Bem, mas isto é só a minha opinião...

Cumprimentos
 
#64
Ó Hugo Espigão Carvalho tu que até andas por aqui desde o inicio do forumbtt, ainda te dás ao trabalhar de ter um dialogo com o Ludos.
Por amor da santa, julgo-te uma pessoa inteligente, dai o meu espanto...
Amigo Luis,

Se chamas a isto diálogo...

:yeah:

Cumprimentos

Hugo
Se quisesse dialogar, teria respondido à letra mas simplesmente não me apeteceu e como disse muito antes, este é um tópico de promoção e não de diálogos do "diz que fez e diz que não fez"...

Apenas expus aquilo que vi o ano passado. Se a Organização quiser acreditar e corrigir o que correu menos bem, melhor para eles. Se não quiserem, melhor para eles também. Terão de certeza o mesmo nº de participantes e provavelmente até mais. Nós somos assim... nós quer dizer...

Cumprimentos

Hugo
 
Last edited:
#65
Vamos é Falar da SRP 2011, Força Trilhos Vivos, Força Sergio Erestante Organização.
Olá Nuno, é gratificante ver tamanho entusiasmo, sobretudo de alguém que vem de tão longe. Esperamos continuar a corresponder a estas expectativas.

Por acaso não temos nenhum Sérgio entre a nossa equipa de trabalho, mas vamos tentar arranjar um ;) :lol:

Por falar em longe, parece que no próximo ano há quem vá bater o recorde de maior distância, vindo dos Açores para Serpa.

Entretanto o José Azevedo, tocou num tema que sem dúvida foi o nosso "calcanhar de Aquiles" na edição passada.

d) Voltei lá para andar com a mulher de 13 a 16 de Maio fiquei mt mal impressionado com a organização (coisa que até essa data não estava) as fitas da da Zona de Abastecimento a meio da prova até ao penúltimo Abastecimento estava lá não era preciso GPS, e no local do Penúltimo Abastecimento era um exagero.

e) Fiz no dia 15 o que tinha sido cortado (e mt Bem) a 1ª parte que fizemos na Prova Ok estava limpa, não tinha fitas, mas, a que não fizemos ainda lá tinha as fitas, um mês dp não é boa imagem para quem cobra estes valores.

Perfeição Não Há, mas há certas coisas que não devem de acontecer se queremos fazer maratonas em terrenos particulares.
Não nos orgulhamos disto, e mais importante que isso, e mais importante do que a imagem negativa que nos pode dar, é as consequências graves que daqui podem sair.

Os percursos do SRP160/SRP80 decorrem na sua grande maioria em propriedades privadas. São dezenas de proprietários que contactamos todos os anos, com o compromisso de deixarmos as coisas como estavam antes de lá passar a prova.

É o mesmo compromisso que temos com o parque Natural do Vale do Guadiana, e que infelizmente este ano não conseguimos cumprir da forma mais célere que seria desejável.

A justificação acaba por ser irrelevante, pois o que importa aqui é onde se falhou, ter consciência disso, e garantir que em 2011 após a passagem dos últimos participantes nos percursos, os mesmos ficam limpos de marcações

Entretanto temos registado uma rápida adesão às inscrições, em cerca de 4 dias já ultrapassámos os 200 pré-inscritos.

Esta adesão ao mesmo tempo que nos deixa satisfeitos por significar um reconhecimento do trabalho desenvolvido, coloca também uma boa pressão em cima, para que as expectativas não saiam defraudadas.

A curiosidade nas inscrições vai para rácio dos percursos, que está bastante desequilibrado, com 85% das inscrições para o SRP160 e apenas 15% para o SRP80.

Para quem costuma deixar para mais tarde, mais tarde pode ser tarde demais. Está previsto as inscrições serem limitadas a 350 participantes e não temos capacidade para ir muito além disso.

A partir de Janeiro podem contar com mais informações e novidades sobre a 4ª edição do SRP160.

Não deixem também de consultar as outras duas propostas que temos para vocês: 24EOX e Sudoex.

Boas festas e boas pedaladas!
 
#67
Esta próxima edición de la ya Mítica Ultramaratona Serpa 160Km contará con la presencia de los miembros de Ager-BTT Badajoz, que por tercer año acudurán a este, el mayor desafío BTTista de la Península Ibérica.
 
#68
Ó Hugo Espigão Carvalho tu que até andas por aqui desde o inicio do forumbtt, ainda te dás ao trabalhar de ter um dialogo com o Ludos.
Por amor da santa, julgo-te uma pessoa inteligente, dai o meu espanto...

Quanto ao evento, há 2 coisas a salientar.

- A região tem um potencial incrível para este tipo de desportos

- A organização na pessoa do seu "dono" não tem potencial nenhum.

Bem, mas isto é só a minha opinião...

Cumprimentos

Boas,

nem mais, não merece que se perca tempo...

Mas como aqui passei não posso deixar de dar a minha opinião, para que os "sortudos" que vão pagar 40€, para poderem ter a "oportunidade" de participar neste evento...

Já mostrei o meu desagrado no ano passado no final da prova e volto a faze-lo e faço as vezes que forem necessárias...

O Serpa 160 é a meu ver o envento que menos justifica o seu valor, a organização justifica o preço deste envento pelos inumeros Km e toda a logistica que isso envolve, mas que logistica????
40€, acham que é o preço a pagar por meia duzia de reles abastecimentos, uma t-Shirt e um almoço normalissimo???
Ainda este ano fiz uma prova de 130Km, em Monte do Trigo, com mais abastecimentos, um almoço que era até não querer mais, o brinda já nao me lembro, mas até acho ke era uma garrafinha de tintol, massagens no final da prova, e paguei uns estonteantes 15€...

Eu já nem falo da m... dos trofeus que já há dois anos ke me roubam...

Devem ter as prateleiras cheias, lololol... Muitos parabens..


Não tem apoios???
Entao a Goldnutrition a caixa agricola a camara de Serpa Etc, ninguem contribui????

Não condeno quem participa, cada qual faz com o seu dinheiro o que quer, só condeno é quando alguem se empenha e organizar um envento, que dá o seu melhor, e de onde não retiram nada, mas que acabam por falhar nalgum pormenor, depois são aqui falados até se esquecerem e muitas dessas pessoas que falam e que condenam depois vão para este tipo de enventos e vem de lá satisfeitos.

Mas este é mesmo o estado na nação, somos um país de pessoas pacificas, em que somos roubados diariamente, mas temos sempre um pensamento positivo, "foi mau, mas poderia muito bem ter sido pior..."

Cumprimentos a todos,

Fábio Vitorino
 
#69
Boas estimados amigos.

Em 2011 realizar-se-á a 4ª edição do SRP 160/80. Muito se discutiu aqui o preço da inscrição, não só o referente ao evento de 2011, como também o dos anos transactos (2008, 2009 e de 2010). No que toca a este ponto, a importância da inscrição, não me pronunciarei pois considero que todos os que acham que se trata de uma quantia elevada não devem ir e deverão optar por alternativas bem mais em conta do que os 39 euros pedidos.
Com efeito, em 2010 assistimos à proliferação de raids, maratonas, provas de 12 e de 24 horas, com inscrições a 7, 10, 15, 20 ou 25 euros. Algumas destas provas evidenciaram uma organização exemplar, apresentando uma oferta de serviços verdadeiramente notável. Concluio dizendo que existem escolhas bem mais em conta do que o SRP 160/80 atendendo ao custo de inscrição e serviços por esta proporcionados. É claro que todos podem e devem dar a sua opinião, mesmo que o conteúdo relatado não seja simpático para a organização. Esta já referiu que é uma entidade que visa o lucro e aí nada mais há a acrescentar.
O que efectivamente me leva a expressar, aqui e agora, o meu ponto de vista , testemunho subjectivo, e como tal, com o valor de uma opinião, é a reflexão que faço daquilo que se passou a nível da marcação dos percursos da ultramaratona de 2009 e que, pelos testemunhos aqui expressos, voltou a acontecer em 2010 na prova dos 80 km.
Uma prova desta envergadura não pode repetir o mesmo erro duas vezes em duas edições consecutivas. Podemos discutir a qualidade do almoço, dos abastecimentos, das jerseys, das t-shirts, das lembranças, da simpatia das pessoas da organização, elementos todos eles com a sua importância, mas que são secundários, de acordo com a minha opinião, face à marcação do percurso. Quando os participantes com 20, 40, 60, 80 km nas pernas andam aos zigue zagues, depois do esforço dispendido, o desalento é indescritível.

Em 2009 foi o que se viu. Basta dar uma vista de olhos no link aqui colocado à disposição. Fui dos que , embora não seguia no grupo da frente, chegado a um determinado momento do percurso, constatei que os atletas que seguiam à minha frente andavam literalmente às aranhas sem saber por onde deveriam seguir.

Em 2010 terá ocorrido, a fazer fé pelos testemunhos aqui deixados, visto não ter participado, uma situação semelhante com o percurso de 80 km. Em ambas as situações a organização não terá publicado classificações da chegada dos respectivos participantes pois reconheceu que se o fizesse a verdade desportiva seria desvirtuada.

O profissionalismo das organizações deste tipo de eventos destaca-se pelas decisões que se tomam em tempo útil, ponderados todos os factores e variáveis. Improvisar de véspera ou confiar no acaso, na sorte, fazendo fé de que as coisas acabam sempre por se resolver, ou então, quando as coisas correm mal, responsabilizar o S. Pedro pelos seus maus humores ou terceiros sem formação cívica que vandalizaram as marcações, ilustra o quanto esta organização tem ainda de aprender de forma a assegurar um evento de BTT de projecção nacional.

Para 2011 ? Espero que tudo corra pelo melhor e que as apreciações do rescaldo do SRP 160, fugindo da suspeição da unanimidade de opiniões, possam ser mais positivas para a organização.


Vasco Sousa
 
#71
Boa noite,
pelo facto de o ano passado ter participado no Serpa 80 e depois de ler os comentários aqui efectuados, vou também eu dar a minha opinião.
É verdade que só vai quem quer, mas depois de ter participado em cerca de 20 eventos o ano passado posso afirmar sem qualquer sombra de dúvida que este é o evento mais caro de Portugal, tendo em conta a qualidade preço.
E por certo não é a única organização com fins lucrativos a organizar maratonas em Portugal. A verdade é que não vi nada melhor do que em qualquer outra prova organizada por um simples grupo de amigos e sem fins lucrativos.

Depois a organização vir aqui afirmar que a prova não é cara as outras é que são baratas, é para rir com certeza, agora os outros estão todos mal e a perder dinheiro!!! Talvez os outros se dediquem a isto com mais amor pelo desporto e com maior realismo, sim é preciso realismo, porque pagar o ano passado 37€ para almoçar carne grelhada, trazer uma t.shirt e ter 2 abastecimentos (por ventura de boa qualidade, valha-nos isso) não é absolutamente realismo. Ainda para mais tendo em conta a localização do evento, e sabendo todos a quantidade de bttistas da zona de Lisboa e Porto.

Então se o cartaz principal é a Ultramaratona, acabem com a maratona ou então assumam um preço justo para a maratona 80, que por certo não será 39€. Mas também por certo que participam quase tantos na maratona como na ultramaratona o que para uma organização com fins lucrativos é bastante bom.

Eu aqui também faço mea culpa, nós como bttistas é que no fundo somos os grandes culpados, porque se lá fossem apenas meia duzia de gatos pingados 20 € seria um preço justo.

Por fim, importa referir que estas organizações não são empresas, não prestam contas nem junto das finanças nem junto dos participantes, mas se algumas têm fins lucrativos!!!.

Cumprimentos
 
#72
boas

estou pré-inscrito e tenho acompanhado este topico com toda a atenção... e...respeito tudo o que foi dito mas a afirmação do Brieira "Ainda para mais tendo em conta a localização do evento, e sabendo todos a quantidade de bttistas da zona de Lisboa e Porto" é no minimo incompreensivel...

cumprimentos
 

Alf

Active Member
#73
Então se o cartaz principal é a Ultramaratona, acabem com a maratona ou então assumam um preço justo para a maratona 80, que por certo não será 39€. Mas também por certo que participam quase tantos na maratona como na ultramaratona o que para uma organização com fins lucrativos é bastante bom.
A curiosidade nas inscrições vai para rácio dos percursos, que está bastante desequilibrado, com 85% das inscrições para o SRP160 e apenas 15% para o SRP80.
Se por "quase igual" se entender quase 6x superior, sim.

P.S.: Eu não vou participar, mas parece que há por aí alguma força superior que me fez comentar, apenas para dizer que não vou.
 
#75
Bom dia,

Quando me refiro a Lisboa e Porto é no sentido dos custos da deslocação, sabendo de antemão que muitos atletas que se deslocam a Serpa são de bastante longe.
É lógico que quando queremos participar nestas provas sabemos que temos que se deslocar, mas deslocação + incrição + noutros casos dormida e refeição é sempre a somar.

Se o quete acha incompreensível a afirmação, quando muitos dos atletas que acrescentam valor competitivo a esta prova são de bastante longe (não todos como é óbvio), então experimente organizar uma prova deste tipo só com atletas do Alentejo.

Quanto ao Alf referir "quase 6x superior" , convido-o a visitar o sitio na internet referente ao Serpa 160 e consultar as classificações anteriores, por certo deve ter havido bastantes desistencias nos 160 km e muito poucas nos 80 km.

Poderá também verificar que por um preço de 30 e tal euros e em apenas três edições, um ano não conseguiram atribuir classificações aos 160 km e outro ano não as atribuiram aos 80 km.

Bom, sem me querer alongar muito neste assunto o que me trouxe aqui foi o facto de a organização referir que é um preço justo, e neste ponto que participa em maratonas sabe com certeza que não é verdade.

O problema é que a prova não tem qualidade para tal valor, é só este o problema. Porque eu também acho PTG caro, e também acho Alte caro, como acho a Maratona do Centro a de Manteigas e outras que por aí andam na casa dos 30 e tal €, mas temos um Jersey e temos qualidade.
A 1ª vez que me inscrevi para PTG achei um roubo, mas depois de fazer a prova achei um preço justo, aqui em Serpa foi o oposto, achei que o preço justo seria 15€.

Com certeza que elementos desta organização já participaram em provas como a Tascaduxico, que se dá numa zona muito mais urbana do que a circundante a Serpa, e por isso também ela com muitos cruzamentos e entroncamentos o que obriga a uma logística enorme, um almoço que quem dera a muitos casamentos. E o custo cerca de 20 €, as pessoas que organizam por certo não perderam dinheiro, mas entre tudo isto há sempre alguém que perde dinheiro.

Agora vir aqui justificar o preço com gasóleo gasto durante o ano, pedido de certidões , etc, é absurdo.

Os Saloios à descoberta, grupo de amigos da Cachoeira perto do Sobral de Monte Agraço, têm organizado todos os anos no mês de Julho uma volta ao concelho de Mafra com cerca de 100 km.
Marcam percurso para GPS, cortam mato, fazem um abastecimento a meio do percurso, fazem um breifing, disponibilizam banhos, etc. Custo 0 €

Não têm fins lucrativos, mas têm prazer e não exploram nuinguém, se me pedirem 50 € para ajudar a Associação da Cachoeira é com enorme prazer que eu ajudo.

Organizações como as vossas nem um centavo.

Cumprimentos
 
#76
Vou opinar apenas como membro assiduo deste espaço.
Não vou tecer considerações em relação a valores, porque o que para uns é caro ou não vale a pena, para outros pode ser o oposto. Acima de tudo, há que saber respeitar as opiniões divergentes e isso aplica-se a quem concorda e a quem discorda com este evento.
No entanto, não deixa de ser curioso a quantidade de ataques às organizações de vários eventos, muitas vezes da parte de pessoas que não pretendem participar ou que nunca participaram sequer. Não é apenas com o SRP, todos os anos se passa o mesmo com Portalegre e outras, até já vi criticar a organização de Idanha, o que me leva a achar que existe algum interesse em tentar denegrir os principais eventos.

Para além de participar, também já organizei eventos de BTT com o resto do pessoal do meu grupo.
Agora não me venham dizer que organizam eventos a 0€ com todas as condições, porque se alguém o faz, só o pode fazer com prejuizo ou então com apoios daqueles que poucos têm.
Mesmo que tenham a parte logistica assegurada sem custos (banhos, local para reunir, cartazes, etc) e quem ofereça o abastecimento, então quem paga os alvarás necessários, os seguros, viaturas, almoços, etc?

Até já se realizaram eventos com almoço sem custos.
Porreiro, se uma qualquer entidade assegurar esses custos, garanto-vos que organizo um dos melhores eventos a nivel gastronómico, que do percurso trata-se fácilmente.
Depois, se outra entidade assegurar o pagamento, ainda ofereço jersey´s, sorteios e outros que tais.

Por tudo o atrás exposto, acho que devemos ou não concordar com os valores a pagar e quer queiramos ou não, só vai quem quer ou pode, seja a este ou outros.
Agora fazer comparações com o que se oferece em cada evento sem saber o que está por detrás do mesmo, parece-me estar a debater o sexo dos anjos.

Perdoem-me o off tópic, mas existem assuntos que de tão batidos aqui, se tornam desnecessários por serem tão repetitivos.
 
#77
Mas eu já disse que só vai quem quer, agora não enganem as pessoas, porque este evento não tem potencial para que uma pessoa pague 39€ como individual.

E eu como me senti enganado penso que tenho o direito de alertar quem esta interessado, é também para isso que serve o forum para debatermos as condições.

Não vamos entrar agora no caminho de o que para uns é caro para outros é barato, 39€ são 39€ e ponto final.

E eu também não referi aqui que os Saloios à descoberta oferecem todas as condições, mas oferecem um bom enpeno sem classificações. Porque em grande parte o que vale dinheiro é a atribuição de classificações.

E nem referi atras a comparação entre o SRP160 e o evento da féstibike que todos sabem por quem é organizado, a qualidade e o que oferece. Concerteza que têm prejuizo.

Cada um é livre de decidir onde quer ir, eu como não pertenco a nenhuma equipa nem tenho ajudas e os custos são todos
suportado por mim tenho a minha ópinião , mas se fossem outros a gastar por mim também não gostaria.

Cumprimentos
 
#78
Caro brieira, não me estava a dirigir a ti directamente.
Estava a opinar em termos abstractos e nada mais. Somente no caso referido do valor pago em determinado evento, tomei como base de comparação o teu exemplo.
De resto, continuo a manter que apesar de 39€ serem sempre 39€, esse valor não significa o mesmo para todos nós, pelo que escrevi que se para uns pode ser caro, para outros não o será. Daí, o lógico que já foi por ti salientado, só vai quem quer.
Como não sou diferente dos restantes, faço como tu e a maioria do pessoal: se quero e acima de tudo se posso ir, vou. Caso contrário, fico-me por uma voltinha caseira.

Cumprimentos.
 
#79
caro brieira

eu acho que a afirmação é incompreensivel simplesmente porque a localização do evento é um dado adquirido, SERPA, portanto não há discussão relativamente a isso... e mais nada, eu para ir aos 5 cumes tambem me fica mais caro do que Portalegre que passa á porta de casa... mas esse aspecto não implica falta de qualidade nos 5 cumes (falei nos 5 cumes como podia falar de qualquer outro evento longe de casa)

cumprimentos
 
#80
Bom dia,

Quando me refiro a Lisboa e Porto é no sentido dos custos da deslocação, sabendo de antemão que muitos atletas que se deslocam a Serpa são de bastante longe.
É lógico que quando queremos participar nestas provas sabemos que temos que se deslocar, mas deslocação + incrição + noutros casos dormida e refeição é sempre a somar.

Se o quete acha incompreensível a afirmação, quando muitos dos atletas que acrescentam valor competitivo a esta prova são de bastante longe (não todos como é óbvio), então experimente organizar uma prova deste tipo só com atletas do Alentejo.

Quanto ao Alf referir "quase 6x superior" , convido-o a visitar o sitio na internet referente ao Serpa 160 e consultar as classificações anteriores, por certo deve ter havido bastantes desistencias nos 160 km e muito poucas nos 80 km.

Poderá também verificar que por um preço de 30 e tal euros e em apenas três edições, um ano não conseguiram atribuir classificações aos 160 km e outro ano não as atribuiram aos 80 km.

Bom, sem me querer alongar muito neste assunto o que me trouxe aqui foi o facto de a organização referir que é um preço justo, e neste ponto que participa em maratonas sabe com certeza que não é verdade.

O problema é que a prova não tem qualidade para tal valor, é só este o problema. Porque eu também acho PTG caro, e também acho Alte caro, como acho a Maratona do Centro a de Manteigas e outras que por aí andam na casa dos 30 e tal €, mas temos um Jersey e temos qualidade.
A 1ª vez que me inscrevi para PTG achei um roubo, mas depois de fazer a prova achei um preço justo, aqui em Serpa foi o oposto, achei que o preço justo seria 15€.

Com certeza que elementos desta organização já participaram em provas como a Tascaduxico, que se dá numa zona muito mais urbana do que a circundante a Serpa, e por isso também ela com muitos cruzamentos e entroncamentos o que obriga a uma logística enorme, um almoço que quem dera a muitos casamentos. E o custo cerca de 20 €, as pessoas que organizam por certo não perderam dinheiro, mas entre tudo isto há sempre alguém que perde dinheiro.

Agora vir aqui justificar o preço com gasóleo gasto durante o ano, pedido de certidões , etc, é absurdo.

Os Saloios à descoberta, grupo de amigos da Cachoeira perto do Sobral de Monte Agraço, têm organizado todos os anos no mês de Julho uma volta ao concelho de Mafra com cerca de 100 km.
Marcam percurso para GPS, cortam mato, fazem um abastecimento a meio do percurso, fazem um breifing, disponibilizam banhos, etc. Custo 0 €

Não têm fins lucrativos, mas têm prazer e não exploram nuinguém, se me pedirem 50 € para ajudar a Associação da Cachoeira é com enorme prazer que eu ajudo.

Organizações como as vossas nem um centavo.

Cumprimentos

Boas,

eu não consigo ficar a ler e ficar calado...

Concordo com cada palavra que escreveu...

E mais, eu não sou desses, como já alguem aqui disse, que vem falar mal das organizações e depois nem tem intenção de ir... Eu já fui dois anos seguidos, e pode ser coincidência, mas nos dois anos foi só barraca...

No primeiro ano que participei, os dos 160, mais um pouco acabavam primeiro do que eu, não por serem mais rápidos, mas porque só conseguiram fazer a prova até ao km 100, depois esquece, as marcações tinham sido "Roubadas"...

No ano passado, os SRP160 passou para SRP140 e o SRP80 passou para SRP50... e mesmo os 50 estavam mal marcados, lololol, enfim... No final, não entregaram os trofeus, pois o percurso tinha sido encurtado, só rir isto, mas não devolveram metade do valor da inscrição...

Este ano avisei a equipa que se quisessem ir e continuar a encher os bolsos a alguem, que fossem, mas não contassem comigo, se me queixo que os combustiveis estão caros, não posso pactuar com uma roubalheira destas...


Felizmente alguem me deu ouvidos e pela primeira vez, do OTA, ninguem vai participar....