Specialized Rockhopper SL Comp 2010 => Specialized Carve Pro 2013 29er

#1
Boa noite companheiros do pedal!

Já ando aqui pelo forum à algum tempo mas nunca apresentei a minha companheira de trilhos. Pois bem, chegou a hora de o fazer... Comprada em Maio de 2011, aproveitando uma promoção por se tratar de um modelo do ano anterior, em quase dois anos e meio já foi alvo de alguns upgrades! Tds mt ponderados que infelizmente o BTT é um vicio muito caro :(

Apresento-vos a Rockhopper uns dias dps de ter sido comprada.



Passados 2 anos e meio mta coisa mudou e a burra está com outro ar ;)






Ora aqui vai a lista do principais componentes de origem e a vermelho os respectivos upgrades:

Quadro: Specialized M4 fully manipulated alloy frame, fully butted, ORE Downtube, asymmetrical seat stays, forged dropouts with replaceable derailleur hanger, disc only
Suspensão: Rock Shox Tora SLite 100mm Coil => SR Suntour Epicon X2 2012 RLD
Desviador Frente: Shimano Deore, 34.9mm clamp, top swing, bottom pull
Desviador Traseiro: Shimano RD-M662 SLX Shadow, long cage
Shifters: Shimano SL-M531 Deore trigger
Pedaleira: Shimano Alivio FC-M442 44/32/22, Octalink Spline => Shimano Deore 44/32/22
Travões: Avid Juicy 3 SL hydraulic disc, alloy backed pads, 160mm G2 Clean Sweep rotor
Guiador: Butted alloy riser bar, 25mm rise, 660mm wide, 8 degree back sweep, 7 degree up sweep => Ritchey Pro 31.8 recto 580mm => Pro Koryak recto 660mm
Avanço: 3D forged alloy, reverse 4-bolt, 7 degree rise, 31.8mm clamp
Rodas: Alex RHD 26 inch, pinned, alloy double wall, eyelets, 28h front and 32h rear => DT Swiss 420 SL
Selim: Specialized Rockhopper XC, Body Geometry, hollow Cr-Mo rails, 143mm width, front and rear bumpers => Selle Italia SL XC Flow
Espigão: Alloy two bolt, double butted quill, micro adjust, 30.9mm

A lista não é mt extensa mas o orçamento infelizmente tb não... como já referi, o BTT é um desporto estupidamente caro, acima de td devido às manutenções praticamente constantes. Como tal, concentrei-me em substituir aqueles que me pareciam ser os pontos fracos: sem duvida que as rodas, a suspensão e a pedaleira eram, dos componentes principais, aqueles que me pareciam mais fracos.

Rodas => As Alex Rims eram fraquissimas, empenavam constantemente, troquei pelas DT Swiss que em ano e meio nunca precisaram de ser desempenadas.
Suspensão => A Tora é uma boa suspensão de mola, no entanto comecei a notá-la demasiado mole. O ajuste de preload é uma valente treta, pelo que optei por trocar à quase um ano pela Epicon, por se tratar de uma suspensão a ar com mt bom feedback e com uma boa relação qualidade/preço. Sei que a malta mais "pro" foge só de ouvir a palavra Suntour mas a vdd é que o nosso campeão nacional de XCO, David Rosa, tem uma Axon na sua bike. Para além dele, tb vários riders que participaram na Taça do Mundo XCO 2013 tinham bikes com suspensões Axon e Epicon.
Pedaleira => Foi dos upgrades mais recentes e acima de td por questões estéticas. Já andava com ideias de comprar um Deore e acabou por surgir um bom negócio que decidi aproveitar.

Bem, agora que tratei do principal vou-me concentrar em trocar outros componentes menos "essenciais" tais como o espigão e o avanço, e em apostar numas "mariquices" como parafusos vermelhos para a pedaleira, espaçadores e tampa de caixa de direcção novos e um aperto de espigão tb em tons de vermelho.

Não tenho balança especifica para pesar a bicicleta, pelo que recorro à espectacular técnica de me pesar primeiro e dps pesar com a bike... seguindo esta técnica, está com uns banais 12 kgs. O meu objectivo nc foi baixar o peso, até pq de origem não é uma bicicleta pesada. No entanto, spr q troco componente tento que a gama seja igual ou superior, e que o peso seja inferior.

Bem, apresentações feitas, venham de lá essas opiniões ;)

Abraços!
 
#2
Já tive oportunidade de a ver ao vivo. Gosto.
É simples, bonita e está a ficar cada vez melhor.

Gosto da cor do quadro. Faz-me lembrar a minha antiga branquinha. O branco é uma cor que não cansa ;)
Essas "mariquices" ficam sempre bem, porque mal ou bem é ao nosso gosto.


Espero um dia destes partilhar uns kms pelos nossos lados.
Abraço
 
#5
pois, já tinha visto do site deles... mas as anilhas 100% em vermelho n sei se n ficarão "exageradas"... mas tenho de passar por lá para as ver in loco!
 
#6
boa bike! como o comendatore disse ganha beleza na simplicidade ( por outras palavras :) )! Mas é boa ideia pores umas coisitas com cor!e essas espirais de outra cor?preto ou vermelho?era capaz de ficar engraçado...continua com o bom trabalho....
 
#8
Bonita bike, simples mas eficaz como se costuma dizer, notaste muita diferença no desempenho com a troca das rodas? ja agora sabes o peso dessas dtswiss?
 
#9
dand25, nc as pesei e a info que encontro na net n me parece ser mt exacta. Já vi 1600 gramas como já vi 1980. O que sei é q são mais leves q as Alex Rims de origem e notei mt diferença acima de td no que toca aos empenos. Estas nunca mas nunca foram desempenadas. E olha q eu n as poupo!
 
#10
Miguel, como a o tubo da tua suspensão tem acabamento cinzento claro metalizado, ou seja tipo prata, essas anilhas da FSA que são tipo acrílico transparente ficam mesmo vivas. Nada a ver com as de aluminio anodizado. Ficam com o fundo cinzento a dar-lhes cor. O meu colega e do miguel carromeu, o André, comprou umas a medo mas agora ficou todo contente porque o vermelho fica mesmo vivo e deu muita vida à parte da fente da bicicleta. E a bicicleta dele é preta! Na branca então fica mesmo muito bom.
Tens em azul, vermelho e brancas (estas últimas sem serem transparentes).