Serra da Peneda - 1º Episódio

#1
Serra da Peneda - 1º Episódio [by bttpinoco]

'Abasurdido'. Esta é a palavra que classifica o estado em que se fica quando se tem a oportunidade de contemplar a imponência da Serra da Peneda e seus magníficos trilhos. Tudo começou com uma ideia antiga de visitar esta serra, mas que por obra e graça do acaso ficou para esta altura.
Bem cedinho se juntaram 9 pedalantes, 7 "pinocos" e dois (sempre bem-vindos) convidados, o Júlio e o Carlos. Após uns erros de navegação, lá demos com local de ínicio desta aventura. Uma ascensão longa e progressiva estava nas mentes daqueles que conheciam ou teriam idealizado o percurso.



Ora pois revelou-se pior, não pela dificuldade do percurso, mas pelas dificuldades daqueles que o percorriam. Uns com dificuldades físicas de ordem fisiológica, ou dificuldades tecnológicas de comunicação. O que é certo é que a manhã foi passada a subir, nem mais. Por muito que se tente relembrar momentos de inclinação negativa, não existiram.



No entanto, a ascensão haveria de acabar, e nada melhor que em vez de lambuzar as retinas com descidas loucas, apreciar um belo planalto ao estilo wild life. O sossego e a quietude do local, acrescidos de um majestoso trilho em linhas rectas (quer de direcção, quer de inclinação). Começava depois a diversão em formato descida e nada melhor que trilhos técnicos acompanhados de empedrados bem ao estilo romano-visigodo:)D).



A pausa para reforçar, deu novas energias a quem temia perde-las com o passar do tempo, no entanto o percurso aguardava ainda uma subida em estrada até entrar novamente em piso solto para duas conquistas geodésicas. Um must, atendendo ao vento e frio que se faziam sentir naquela altura. Certo é que o tempo não para e quando demos fé, já o relógio marcava horas proibidas para quem ainda tem vários km's pela frente. Uma descida perigosa, mas em ritmo acelerado devolver-nos-ia a um pequeno riacho de fácil travessia.



Aqui, apanhámos tal surpresa, daquelas que parecem ser más, mas que se definem como sendo bastante interessantes. O track dizia direita, mas o trilho dizia esquerda e tal era o desvio que os mais descrentes ameaçavam cortar as cabeças dos mentores do dito.





Mas eis que o trilho desagua num belo e poderoso single técnico de difícil medição. Sabemos que é longo, sabemos que só tem empedrado daquele que cansa os braços e os restantes membros, sabemos que até tem bonitos locais para apreciar, sabemos também que em dias molhados mais vale esquece-lo, sabemos que fica por ali perto, o que não sabemos é se é ou não o melhor single que alguma vez fizemos.





Uma dúvida existencial, saudável, esperemos! Tudo que é bom também acaba e o tal single poderoso não é excepção, mas até aqui este single tem encanto, já que termina uma pequena aldeia também ela com ruas estreitas e empedradas. Nem um pequeno furo tirou a magia do local, já que saímos com a sensação de completa satisfação. Por esta altura, não só o relógia ditava as más notícias, isto porque também a prometida chuva apareceu e fez-se sentir de uma forma abrutalhada por toda a ligação feita em estrada até ao ponto de partida.



Molhados, sim! Felizes, também! É isto o btt, na sua mais pura essência!

written by: pin7as

...mais fotos em: http://www.bttpinoco.com

Só um aparte...fiz um teste-drive nesta bike abaixo fotografada, neste épico à Serra da Peneda, e só vos digo, é simplesmente perfeita para este tipo de trilho e exigência do terreno. Por vezes eu mesmo ficava surpreendido com o poder da bike. Aconselho a quem poder comprar tal "coisa" !!!!

 
Last edited:
#4
Já tenho muitas saudades desses trilhos e dessas magníficas paisagens. Vai fazer 1 ano que lá estive e já estou a preparar outra aventura por esses lados.
 
#5
Boas pessoal

Andei por esses lados, fiz a Geira (Via Nova) a Santiago este fim de semana, Sábado estava bom, Domingo apanhámos a tempestade ... chuva por demais!!!

Vou ter de cravar esse track, já está na minha agenda para uma próxima ida ao norte é lindo e apesar de já ter andado pela Peneda ainda não pedalei por lá pois não tinha um track à altura. Esse é fantástico.
 
#6
viva
fui um dos "convidados" ou seja fiz-me de convidado e em boa hora o fiz porque foi um dia de BTT bem bom, são estas saídas que ficam na memória.
parabéns a quem desenhou o trilho pois por acaso deu com uma descida brutal.
espero no próximo ser também convidado. tenho fotos, querem que enviem? pois aparecem a conquistar mais dois "PINOCOS"

abraço
carlos alberto
 
#7
Mais uma passagem pelo que considero local mais deslumbrante para a pratica deste tipo de aventuras. Quando acabo um passeio destes transbordo de emoções e penso que o dia é demasiadamente curto e/ou o ritmo conseguido não me permitiu mais, mas queria mais e por isso novos episódios não acabarão e quem sabe um dia o tempo e o ritmo me permitam ser um género de Ulisses em travessias por entre estas paisagens.
Tinha que divagar afinal após ler novamente este tópico fiquei "sensível"!

[video=vimeo;15524636]http://vimeo.com/15524636[/video]
O Video​
 
#13
A "abasurdido" juntava a palavra exaurido, que se adequa à imponência do local.

O convidado Carlos conseguiu respirar normalmente durante todo o passeio?

Parabéns e abraço a todos
 
#17
viva
oh "famel" a falta de respiração já foi (ainda bem) a idade também se calhar não perdoa, mas desta vez foi a "falta de ar" ao chegar a casa a "gaja" sabem como elas são, f.. a cabeça também disse que chegava lá para as 2 e cheguei as 7, mas prefiro fique ela f... do que eu.
agora kms foram cerca de 56 o "track" tenho que pedir
mas foi muito bom, organização teve a altura, boas marcações, bom reforço, banho porreiro, so tem uma coisa contra o preço fds foi de borla, ainda por cima o patrão é que pagou a portagem e o gasoleo, já que não ha aumentos de salário, toma
 
#18
Boas

Realmente foi um passeio excelente, tivemos dois convidados, os quais espero que apareçem mais vezes.

E palavras.... as fotos e o video já dizem tudo.


Aqui o carlos "convidado" (casc).

" convidado" Julio









Boas pedaladas