Será que vale a pena ser federado...

#61
Obrigado pelo teu esclarecimento sobre o seguro federado,assim fico mais descansado ,vou dizer ao pessoal que vale a pena ser federado.
Eu federei-me mas tinha as minhas dúvidas.
Sobre as provas amadoras dizes que tem os dias contados ,para mim até devia acabar,porque são provas de correrem todos à molhada,não tem escalões.eu prefiro o nacional,quando era mais novo era federado em atletismo.
 
#62
Estive no site uvp-fpc a baixar os pdf e a ler tudo.

mas continuo com duvidas...
É que agora criaram a categoria amadora Betetista mas pelo que estive a ler é só para a malta se registar e filiar numa lógica recreativa.

Eu ha dois anos onde morava havia um campeonato regional XCO, alguma da malta amiga eram do clube local e federados, eu sem ser federado só podia ir ás provas na categoria de promoção em que podia até nem aparecer mais ninguém. Um aborrecimento.

Agora moro em Lisboa, e queria ver se em 2009 arranjava um campeonato regional XCO para participar.
Queria sobretudo evitar aborrecimentos desse tipo, de correr sozinho ou quase.
E no fundo onde quer que fosse com intuito competitivo fosse oficialmente como tal.

Agora se me filiasse como Betetista apenas, podia ir correr na categoria promoção, ja corria com todos da minha faixa etária? só no fim estaria na mesma classificado á parte na categoria promoção?

Para me federar mesmo para competição, sendo individual sem clube devo fazê-lo ou evitá-lo? acarreta mais custos? mais responsabilidades?
mais obrigações?

Para betetista está o formulario disponivel em PDF, mais o doc para o atestado e o de termo de responsabilidades
Para ciclista de competição já não encontro na net o formulario, o doc médico ja tem de ser num centro de medicina desportiva.... e não sei que mais.

Em 2008 ganhei até uma medalha numa resistência, e fui a provas bastante competitivas como o troféu ARDOG em Marrazes/Leiria.
Gostava de não continuar a participar anónimo des-filiado em provas assim.

Ou seja para fazer algumas provas de competição, e sendo Vetereno A individual sem clube, o que é mais adequado, apenas filiar-me amador Betetista, ou federar-me em ciclismo de competição?
 
#63
Os documentos para a competição estão também disponiveis no site.

Ha uma ou outra questão que eu não sei neste moemento responder mas que amanhã irei cá esclarecer, contudo parece-me que no seu caso e salvo melhor opinião se deverá increver como atleta individual (caso não tenha equipa).

Sendo de Lisboa dever-se-á filiar via Associação de Ciclismo de Lisboa (os contactos estão no site da Federação).

Penso que via net só mesmo para os betetistas.

Contudo amanhã procurarei esclarecer tudo convenientemente.
 
#64
Na vertente de competição com a licença de Betetista somente poderão participar nas Maratonas (XCM) e como promoção.

Caso queiram fazer XCO terão de ter licença de atleta, que é mais cara, ou então pagarem o seguro do organizador.

Pequena ressalva, ambas as licenças em competição só cobrem que tenham o aval da Federação.
 
#65
Estive a reler todo o post, pensei sobre o assunto, estou finalmente inclinado para me filiar apenas na vertente ciclismo para todos, como Betetista, e procurar participar em eventos competitivos em classe promoção, para alem de continuar a fazer as maratonas a que costumo ir ou ainda irei a 1ª vez.

A promoção em XCO continuará a ser prova isolada, ou incluidos na prova principal da mesma faixa etária?

O nivel de treino que tenho feito, e o que pretendo - o prazer de participar, melhorar a forma e evoluir - e não ter clube, adequa-se a amador promoção.
Pagarei 25€ pela filiação e seguro. Em muitas maratonas e passeios poderei pagar o montante sem seguro pois ja estarei coberto.
Como Betetista poderei ir em promoção a XCM e a XCO.

2W, sugeres finalmente que em XCO deverei ter de pagar outro seguro, se for assim, acho estranho que seja.
E a ressalva, se bem entendi, o seguro não cobre acidentes em provas de competição que não tenham o aval da federação.

Vou imprimir a folha para o atestado médico e termo de responsabilidade e fazer o meu dever pela modalidade - arranjar o meu cartão de Betetista da UVP-FPC.
 
#66
pmtb said:
Estive a reler todo o post, pensei sobre o assunto, estou finalmente inclinado para me filiar apenas na vertente ciclismo para todos, como Betetista, e procurar participar em eventos competitivos em classe promoção, para alem de continuar a fazer as maratonas a que costumo ir ou ainda irei a 1ª vez.

A promoção em XCO continuará a ser prova isolada, ou incluidos na prova principal da mesma faixa etária?

O nivel de treino que tenho feito, e o que pretendo - o prazer de participar, melhorar a forma e evoluir - e não ter clube, adequa-se a amador promoção.
Pagarei 25€ pela filiação e seguro. Em muitas maratonas e passeios poderei pagar o montante sem seguro pois ja estarei coberto.
Como Betetista poderei ir em promoção a XCM e a XCO.

2W, sugeres finalmente que em XCO deverei ter de pagar outro seguro, se for assim, acho estranho que seja.
E a ressalva, se bem entendi, o seguro não cobre acidentes em provas de competição que não tenham o aval da federação.

Vou imprimir a folha para o atestado médico e termo de responsabilidade e fazer o meu dever pela modalidade - arranjar o meu cartão de Betetista da UVP-FPC.
Penso que estou na mesma situação que tu. Pretendo este ano participar na categoria de promoção em algumas provas de XCO (Regional do Porto, Minho e Inter da Maia), bem como nalgumas maratonas mais recreativas, e segundo interpretei, a licença de Betetista é o ideal para o meu caso.... Ou estarei errado? :mrgreen:
 
#67
É bom só que já me levantaram o dinheiro do cheque e ainda não me deram o cartão de betetista,mas não há problema sobre isso,já estou segurado quando treino
 
#68
Competição com licença de Betetista só mesmo nas Maratonas e na categoria “promoção”.

Nas provas de XCO, DHI ou DHU a licença de Betetista de nada serve.

Caso estejam a pensar fazer várias provas, salvo melhor opinião, sugiro que se filiem como atletas sendo o custo de 50,00€ e a declaração médica (este ano muito mais simplificada).

Caso necessitem de algum esclarecimento adicional disponham, contudo só consigo por cá passar já bem á noitinha...

Se necessitarem de um esclarecimento mais “institucional” podem dispor de toda a colaboração da Associação de Ciclismo do Porto mesmo não sendo do Distrito do Porto.
 
#69
2W said:
Competição com licença de Betetista só mesmo nas Maratonas e na categoria “promoção”.

Nas provas de XCO, DHI ou DHU a licença de Betetista de nada serve.

Caso estejam a pensar fazer várias provas, salvo melhor opinião, sugiro que se filiem como atletas sendo o custo de 50,00€ e a declaração médica (este ano muito mais simplificada).

Caso necessitem de algum esclarecimento adicional disponham, contudo só consigo por cá passar já bem á noitinha...

Se necessitarem de um esclarecimento mais “institucional” podem dispor de toda a colaboração da Associação de Ciclismo do Porto mesmo não sendo do Distrito do Porto.
Humm...

Obrigado pelo esclarecimento, sendo assim terei de me filiar como atleta.

Obrigado :D
 
#70
Então segundo as normas do processo de filiação para 2009, para quem não tem clube, é considerado atleta amador, pode increver-se como atleta bastando-lhe um simples atestado médico.

2. FILIAÇÃO DE ATLETAS
2.1. O processo de filiação deverá ser composto pelos seguintes documentos:
a) Boletim de Filiação da U.V.P./F.P.C. ( Original )
b) Boletim de Exame Médico – para Equipas Continentais e Equipas de Clube ( Impresso do
Centro de Medicina Desportiva)
c) Atestado Médico - para amadores ( exemplar disponivél no site www.uvp-fpc.pt )
d) Termo de Responsabilidade – para Cicloturistas e Betetistas (exemplar disponivél no site
www.uvp-fpc.pt
29-10-08 2/6
e) Fotocópia do Bilhete de Identidade do requerente e no caso de menores também do
responsável de educação ou tutor.
f) Uma fotografia a cores actualizada (tipo-passe).
g) O pedido de filiação deverá ser sempre acompanhado do montante correspondente às quotas
de filiação a pagar
. (ver Obrigações Financeiras)
 
#71
O Sr Gansolino, desculpará mas não se entende muito bem qual é a relação entre a suposta falta de Ambulâncias e o Seguro oferecido pela Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta ( FPCUB). O que deve ser comum é um associado informar-se junto da entidade que pertence para esclarecer todas as dúvidas antes de partir para a crítica.

Fará o favor de me desculpar mas não tenho a sua opinião sobre o comportamento da FPCUB de que sou sócio há mais de quinze anos, tendo feito Cicloturismo no inicio, mas de há 10 anos a esta parte, sou um betetista a 100%, a titulo de informação posso-lhe informar que já efectuei percursos como o Setúbal-Odemira-Querença, Transportugal, vários Tróia-Sagres, Rota das Aldeias Históricas, Pico-São Miguel Horta nos Açores, Portalegre, Caminho Português de Santiago, etc, etc, etc. Sendo alguns destes organizados pela própria FPCUB .

Quanto ás ambulâncias, tive o cuidado de me informar junto da FPCUB e tenho a resposta para as questões que levantou. Certamente saberá das dificuldades aos domingos de haver ambulâncias e pessoal disponível para acompanhamento de actividades desportivas, pois existem mínimos de permanência de viaturas e pessoal nalguns quartéis do Pais para salvaguardar e assegurar o serviço 112, quer o apoio as populações idosas, e outros tipo de grupos de risco.

Penso que é do seu conhecimento através da comunicação social, e da SIC, a patética conversa gravada entre o 112 e um quartel de bombeiros de uma determinada região do interior em que a única pessoa presente era o bombeiro socorrista, telefonista, mais o que fosse necessário para uma urgência de risco para um idoso e que não teria forma de se ausentar do local.

Tem sido norma as organizações manterem-se em contacto com os bombeiros via telemóvel ou rádio nos trajectos dos percursos dos eventos que são solicitadas em caso de necessidade como foi nos casos de Sesimbra/Quinta do Conde e Sintra. Mais lhe informo que em ambos os casos estavam presentes a pedalar bombeiros socorristas que á partida se dispuseram para qualquer eventualidade.

Curiosamente o homem que caiu na Quinta do Conde é o Presidente do Grupo organizador e que passados 30 minutos estava a assar febras para os que ficaram para almoçar, se calhar o amigo Gasolino foi um deles (?). Portanto penso que não é necessário dramatizar a situação.

Recordo-lhe que o Sesimbra - Algarve que são 3 dias, leva 3 ambulâncias, e que o Caldas – Badajoz é acompanhado por 2 ambulância nos 2 dias – ambas organizadas pela FPCUB, em que já participei e talvez me tivesse cruzado consigo (?)

Em Sintra o passeio foi organizado em conjunto com a C.M Sintra que autorizou o passeio, assim como disponibilizou a Policia Municipal e informou do evento junto dos Bombeiros do Concelho face ao trajecto.



Já agora quando você e um grupo de amigos, sejam 10, 15 ou mais vão andar de bicicleta na estrada requisitam a presença de uma ambulância atrás de vocês?
E no caso das maratonas já viu algum caso de ambulâncias atrás dos participantes? Não acha perigoso?

E já agora aproveito para o informar que a FPCUB introduziu o BTT em Portugal á cerca de 22 anos em parceria com o Stand Jasma de Almada, á epóca bicicleta Giant, hoje Scott.

Quanto ás condições do seguro quero informá-lo que a FPCUB de á 22 anos a esta parte foi e é pioneira a oferecer seguros aos associados nas melhores condições do mercado.

O seguro da FPCUB para começar tem as coberturas mais altas, cobre 24H por dia 365 dias por ano, sempre que utilizam a bicicleta na prática de actividades desportiva, cultural, ecológica, recreativa e de manutenção, além de que não tem qualquer tipo de franquias ao contrário da concorrência, incluindo algumas companhias de seguros.

- Acidentes Pessoais (válida em todo o Mundo / Sem Franquias):

*Morte ou Invalidez Permanente – 25.750,00 EUROS
*Despesas de Funeral – 2.575,00 EUROS
* Despesas de Tratamento e Repatriamento – 5.000,00 EUROS

- Responsabilidade Civil (Sem Franquias / válida em Portugal e Espanha e no resto do Mundo com informação prévia à FPCUB das datas e do destino)

* Capital - 1.200.000,00 EUROS
- Assessoria Jurídica

A responsabilidade civil é de 1.200.000 euros para danos materiais provocados a terceiros e 1.200.000 para danos físicos provocados a terceiros.

No caso de acidentes pessoais, as despesas que ultrapassem os 5000 euros, que é o mínimo garantido são cobrados ao associado o valor com o desconto praticados para as companhias de seguro.

A FPCUB já tem a vertente do SEGURO DE TRANSPORTE E ROUBO, E ROUBO NA UTILIZAÇÃO DA BICICLETA para os associados da FPCUB com a quota em dia, que envolve 6 escalões diferentes que vai dos 500 euros até aos 7500 euros do valor da bicicleta.



Caro amigo Gasolino, quero relembrá-lo que o Associativismo em Portugal face á Constituição Portuguesa (Artº 20) é livre e ninguém pode coagir outros cidadãos a pertencer a partidos ou associações usando a coacção e a calúnia de forma concertada em que podem estar em causa benefícios a terceiros para a obtenção de interesses, normalmente com base no anonimato, ou mesmo quando identificados.

Para terminar, amigo Gasolino, queria informá-lo também que as facilidades do uso da bicicleta nos transportes públicos em Portugal, caso da CP, Soflusa, Transtejo, Metropolitano de Lisboa, e Metro do Porto gratuitamente, e que abrange os associados da FPCUB e todos os utilizadores da bicicleta, assim como as poucas facilidades que o código da Estrada dá ás bicicletas, foi apenas possível através do trabalho empenhado da Federação, que continua a fazer pressão junto da Assembleia da República para produzir legislação no direito face ao código da estrada.


Melhores Cumprimentos, Caro companheiro da bicicleta Gansolino.
 
#72
O Seguro da Federação Portuguesa de Ciclismo é o mais completo para a prática de BTT, ainda por cima com o reconhecimento que dão à categoria de "betetista". Além disso, acho muito importantes ajudarmos a Federação a crescer para que a mesma ajude o BTT a crescer e a tornar-se mais maduro. Ajudem a Federãção, pois é a única sem interesses comerciais nestas lides dos seguros.
 
#73
Caro Betetista_atento,

Sou apologista que não se deve falar daquilo que não se sabe pelo que me vou imiscuir de pronunciar sobre o acidente em questão.

Contudo e após leitura atenta do seu texto sou obrigado a discordar de algumas coisas…

Devo começar por dizer, aliás já o disse mais atrás, que não reconheço qualquer legitimidade á FPCUB.

A certa altura do seu texto diz;
“…saberá das dificuldades aos domingos de haver ambulâncias e pessoal disponível para acompanhamento de actividades desportivas…”

Para mim isto é novidade, eu também estou ligado ao Ciclismo há muitos anos e nunca tive qualquer problema em arranjar ambulância e tripulação adequada para provas de Ciclismo.
Também acho lamentável a comparação que fez com o caso do INEM.

Um pouco mais à frente no seu texto quando se refere a coberturas do seguro da FPCUB afirma que o dito cobre “…na prática de actividades desportiva” deveria ter dito que de lazer pois um leitor menos atento poderá pensar que cobre competição o que é algo diferente.

Cumprimentos e boas pedalas.
 
#74
Fiz a inscrição na federação,mandei a foto,mandei o cheque que já foi levantado e o meu problema é que não tenho o meu cartão de betetista,paguei 25 euros e não sei se tenho seguro,porque não tenho nenhum documento da federação,o que tenho é na caderneta o levantamento do dinheiro,não estou a dizer para me mandarem o cartão já a correr,porque há muitos betetistas,mas podiam mandar um email a dizer qualquer coisa.
 
#75
Pelo que eu sei, e em conversa com o Sr. Delmino Pereira, vice-presidente da FPC e responsável pela secção de BTT, estás em boas mãos. Acontece que a partir do momento em que um valor é levantado pela entidade que presta um serviço qualquer, o serviço passa a estar vinculado e contratado.
Esperemos que não precises do seguro, nunca... :nana:
Os cartões demoram a ser feitos porque são do tipo MB e vêm com as fotos digitalizadas.
De qualquer das formas, estás em boas mãos...
 
#76
Federei-me no final do mês de Março,mandei tudo o que se devia mandar para obter o cartão,paguei 25 por cheque,que foi já levantado,e nada de cartão.
Será que se passa com vocês a mesma situação,ou ficaram-me com o dinheiro,que não acredito bem
 
#77
Não te preocupes. Já estás federado. Ainda na semana passada estive a falar pessoalmente com o Delmino Pereira e há alguma lentidão no envio de cartões dada a forte adesão que tem havido. Mas tens o pagamento efectivado e isso, legalmente, obriga à prestação de serviços. Se levantaram o dinheiro já estás segurado. O cartão demora sempre um mês, ou assim.
Além disso ainda há muitos dinossauros a lidar com o sistema... sabes como é...!!!
Abraços a todos.