Será que vale a pena ser federado...

#4
claro que vale a pena, nem que seja pelo empeno maior que apanhas nas provas de OX.
o seguro nao me convence, pois la vi muitas historias em que o seguro nao cobre a totalidade das despesas e tarda em pagar....pessoalmente acho que fazes melhor em arranjares um seguro de vida(nao trabalho em nenhuma agencia de seguros, mas se aparecer uma seguradora interessada nos meus serviços nao me importo xD ).
se queres começar a experimentar competir, aconselho-te a faze-lo 1º na promoçao, se ja tens alguma experiencia entao bons empenos :lol:
 

Ludos

Benevolent dictator for life
#6
Por acaso é uma questão que eu acho pertinente.

Gostava que o pessoal federado, e pessoas com conhecimento de causa opinassem de uma forma profunda sobre o assunto.

Será que ser federado interessa apenas para quem quer fazer competição? Para isso não chega a classe de promoção?
É pelo seguro?
É por condições especiais? É por.... o que quer que seja?!

Vá lá malta, sejam mais completos nas respostas :wink:
 
#7
Por acaso também andava á procura sobre este assunto, já que um puto amigo meu queria entrar em algumas competições e andava a ver se valia a pena ser ou não federado.

Uma coisa que ainda não percebi muito bem, o seguro da fpc cobre ou não aquando da pratica de btt em competição ? é que ja li que por exemplo o seguro da fpcub não cobre.

E acontece haver interdições a não federados em algum caso ?

Se alguem me souber responder, agradecido :wink:
 
#8
ja fui federado e este ano vou-me federar novamente.

a nivel competitivo, nota-se uma grande diferença nas provas de OX, ja que os federados dao mais voltas e correm unicamente com os atletas do seu escalao,quanto ás maratonas, corre tudo junto, portanto nao ha muitas diferenças(é esta a minha opiniao, claro que devem haver muito mais e diferentes), pessoalmente prefiro correr em federado.


quanto aos seguros se tiveres federado esse seguro cobre os acidentes nas provas sim(desde que tenham o avalo da fpc) mas se fores apanhado noutras provas podes ficar sem licença(como aconteceu á uns 3 anos em grandola a muita gente...)
 
#9
Olá Pessoal...

Á pergunta: Será que vale a pena ser federado? Parece-me que até agora todas as respostas foram deveras reducionistas, senão vejamos?

Em primeiro lugar devemos pensar que o organismo que rege a modalidade em termos nacionais é a Federação Portuguesa de Ciclismo. Este organismo está integrado na UCI (União Ciclista Internacional) que é a Federação Mundial de Ciclismo.

Quando nos inscrevemos na Federação Nacional que rege a modalidade, passamos a pertencer a um grupo muito vasto de pessoas que tem exactamente a mesma paixão que nós - As bicicletas e o Desporto Velocipédico. A FPC tem cerca de 5.000 ciclistas federados nas várias modalidades (Estrada; BTT; BMX, Escolas de Ciclismo e Cicloturistas de estrada e BTT, não sei se tem mais modalidades).

Alguém acredita que só existem 5.000 ciclistas em Portugal?

Só na BTT a Maratona de Portalegre teve 3.000 inscritos?

O que fazem os senhores e senhoras que andam de bicicleta e que constantemente falam que não existem condições para a prática mas não se mexem para se criarem as condições necessárias, começando exactamente pela formação de um Grupo de Pressão na respectiva Federação.

Ora bem para se intervir no seio da Federação é necessário pertencer à Federação. Já alguém disse uma vez e parece-me correcto: "A ideia não é pensares o que podem fazer por ti mas sim o que TU podes fazer pelos OUTROS."

Como é que a Federação pode responder a 30.000 ciclistas quando apenas 5.000 estão inscritos, é claro que 25.000 encarregam-se de falar mal. Assim não há organismo que viva.

Toda a gente se queixa que não existem provas (o que não é verdade) que não existe formação (não é verdade) que não existem passeios, maratonas etc. É possível que a qualidade dos eventos não seja a melhor, mas quem está no terreno sabe o quando é díficil que nada falhe.

Quanto ao Seguro Desportivo da FPC este divide-se em Acidentes Pessoais e de Responsabilidade Civil e é o possível de se realizar.

Esta opinião é apenas a minha.

Mário Alpiarça
 
#10
eu federei-me só mesmo pelo o seguro para ser sincero.
Nao vejo grandes eventos e esforços para para tal (e nao falo da competição) no campo do cicloturismo ... :!:
 
#11
Olá.

O seguro da FPCUB cobre todas as utilizações da bicicleta, excepto competições. Mas quando se participa numa competição, a organização dessa competição tem de fazer um seguro para esses participantes ou em alternativa responsabilizar-se por acidentes que possam acontecer.

Quanto ao seguro da FPC, também já ouvi algumas histórias, como o facto de ser necessário enviar previamente os planos de treinos e o seguro só ser válido nessas situações. Mas alguém que já seja federado talvez possa explicar melhor como funciona o seguro.

Quanto ao seguro da FPCUB, as condições são as seguintes:

Acidentes Pessoais nº 27/2344 (válida em todo o mundo):
Morte ou invalidez permanente – 24.100,00 Euros (anteriormente 23.420,00)
Despesas de Funeral – 2.410,00 Euros (anteriormente 2.352,00)
Despesas de Tratamento e Repatriamento – 4.030,00 Euros (anteriormente 3.920,00)

- Responsabilidade Civil nº 95/931661 (válido em Portugal e Espanha e no resto do mundo com informação prévia do destino):
600.000,00 Euros (anteriormente era de 250.000,00 Euros)

- Assistência Jurídica:

Ver em: http://www.fpcubicicleta.com/


Rui Sousa



Kalash said:
Por acaso também andava á procura sobre este assunto, já que um puto amigo meu queria entrar em algumas competições e andava a ver se valia a pena ser ou não federado.

Uma coisa que ainda não percebi muito bem, o seguro da fpc cobre ou não aquando da pratica de btt em competição ? é que ja li que por exemplo o seguro da fpcub não cobre.

E acontece haver interdições a não federados em algum caso ?

Se alguem me souber responder, agradecido :wink:
 
#12
Concordo plenamente com o Mário Alpiarça. Eu só me federei este ano, mas pratico BTT há dois. Federei-me essencialmente pelo seguro, uma vez que quando treino não tinha qualquer seguro e os seguros de vida normais saem mais caros quando uma pessoa diz que pratica uma determinada modalidade desportiva. Procurei e nunca encontrei nenhum seguro que me ficasse a menos de 25,50 por ano, que foi o que paguei para entrar na FPCUB.
Quanto à participação em provas e passeios organizados não é o seguro da Federação que tem que ser válido. Quando pagas a inscrição está incluído um seguro de acidentes pessoais que deve ser accionado caso tenhas uma queda ou outros ferimentos graves. É obrigatório as organizações terem este seguro quando organizam uma prova. No entanto a federação, pelo menos este ano, aceita que sejas coberto pelo seguro deles desde que lhes comuniques com antecedência a tua participação em determinado evento.
Na minha zona pelo menos duas pessoas tiveram problemas num treino, e as despesas de hospital foram pagas e inclusivamente os danos na bike. Tu não tens que pagar nada. Quando entras no Hospital dás logo o número da apólice do seguro da FPCUB, e informas que foi queda de bike. Posteriormente convém informar a Federação. E já está, não te sai nada do bolso. O Hospital vai buscar o dinheiro à seguradora.
:wink:
 
#13
Olá Pessoal...

"Quanto ao seguro da FPC, também já ouvi algumas histórias, como o facto de ser necessário enviar previamente os planos de treinos e o seguro só ser válido nessas situações. Mas alguém que já seja federado talvez possa explicar melhor como funciona o seguro."

Rui Sousa

Cuidado com "já ouvi algumas histórias...". Já tive atletas que sofreram acidentes ou lesões em que as facturas foram enviadas para a FPC, com o relatório clinico de abertura e fecho do processo em que tudo correu bem. Em nenhum caso, nenhum caso foi solicitado ao atleta ou ao clube o plano de treinos. Existe sim uma franquia de 80 Euros, isto é, os primeiros 80 Euros somos nós que pagamos.

Um abraço

Mário Alpiarça

P.S. - Porque será que existem duas Federações ligadas ao Desporto Velocipédico e apenas uma tem estatuto de Utilidade Pública Desportiva?
 
#14
Pois aqui vai a minha opinião, embora muito reduzida tb. Eu sou atleta federado porque simplesmente gosto de competição, e para fazer competição participo em provas acreditadas pela UVP-FPC, não vou fazer competição para provas onde o espirito é passear. Participo sim nesses provas mas com o mesmo intuito de quem vai simplesmente passear. Cada atitude na sua pista...
 
#15
Em minha opinião vale a pena ser federado , embora eu não seja . Para além do seguro tem a vantagem de quando se corre ter algumas regalias como não pagar taxas de inscrição na prova.

Exige ter um nivel fisico um bocado maior pois o nivel é um bocado mais alto que a Promoção.

Sou contra os atletas federerados que perdem a licença por doping e depois aparecem na Promoção para dar Tareia á malta ,que como eu ,está a começar a competir, competindo no escalão de Promoçao.

Esta é a minha opinião, e vale o que vale ....
 
#19
eu sei que te vais federar... e tu e mais uns quantos... Sempre sao menos uns quantos pra ficar á minha frente... :oops:

Como se isso fosse problema pra mim vocês ficarem á minha frente.... :mrgreen: :mrgreen: