Sentidos Proibidos em Sintra

#1
Costumo andar por Sintra mas as estradas de acesso aos Capuchos, à Pena, ao Castelo, a Monserrate, contam com uns sinais de sentido proibido, exceptro se residentes, excepto acesso às quintas, eexceto veículos autorizados etc.
Tenho falado com alguns ciclistas que me referem que se pode passar (porque vão alegar que ou vão para as quintas, ou são residentes, ou os cilclistas cabem na designação de veiculos autorizados.
Contudo, ao que me parece o Código não distingue os cliclistas quandoi se trata de circular em ruas de sentido único na direcção oposta.
Por outro lado, alguns dizem-me que já se cruzaram com polícias nestas condições e que não foram mandados parar ou advertidos pela suposta infracção.
A mim assusta-me um pouco circular em sentido contrário, embora tenha que o fazer para regressar ao ponto de partida, ja´que em caso de acidente com um carro, duvido que não seja culpado e, o meu seguro de ciclista, nesse caso, deixa-me pendurado.
Alguém já teve algum problema em Sintra com esta situação?
 
#2
Se não te sentes confortável a fazê-lo. Não o faças.
Eu, nesses casos, ignoro a situação, arrisco e já o fiz, inclusivé na presença da Polícia municipal. Apesar de o ciclista ter de cumprir o Código da Estrada, essa sinalização/ condicionante que referes, é fundamentalmente destinada aos veículos motorizados...
Por mim, é seguir, mas com cautela.
 
#3
Bom dia
Estou lá quase todos os fins de semana e não sinto esse problema, pois não ando pelas estradas. Uso os trilhos que correm quase que paralelamente e/ou directamente aos destinos que apontas. Vais ver que é muito mais divertido e menos stressante.
 
#4
Bom dia
Estou lá quase todos os fins de semana e não sinto esse problema, pois não ando pelas estradas. Uso os trilhos que correm quase que paralelamente e/ou directamente aos destinos que apontas. Vais ver que é muito mais divertido e menos stressante.
Também os uso, mas para regressar tenho que necessáriamente fazer trajectos em estrada.
 
#5
Se não te sentes confortável a fazê-lo. Não o faças.
Eu, nesses casos, ignoro a situação, arrisco e já o fiz, inclusivé na presença da Polícia municipal. Apesar de o ciclista ter de cumprir o Código da Estrada, essa sinalização/ condicionante que referes, é fundamentalmente destinada aos veículos motorizados...
Por mim, é seguir, mas com cautela.
Obrigado pela resposta. Contudo, a questão é saber se é legal (porque por exemplo podem circular veículos autorizados onde as biciletas se enquadrarão), já que o sinal não se destina fundalmentalmente aos veículos automóveis, destina-se também a ciclistas. Logo se ocorrer um acidente o ciclista é culpado e o eventual seguro que tiver (tenho o da Fed Port Ciclismo) não cobre eventuais danos no veículo automóel nem tão pouco danos fisícos no cliclista. Portanto não é uma mera questão de conforto ou desconforto.
 
#6
A bicicleta não se enquadra em "veículo autorizado", isso será para os veículos de emergência/ segurança, da higiene urbana, dos serviços do parque, da CM, etc...( pelo menos a mim parece-me esse o enquadramento)
O conforto ou desconforto é assunto ;) . pois, se não pretendes arriscar, é-te desconfortável.
A vida tem riscos... há que ponderar e assumir um caminho.
Boa sorte.
 
Last edited:

joseruivo

Well-Known Member
#7
Obrigado pela resposta. Contudo, a questão é saber se é legal (porque por exemplo podem circular veículos autorizados onde as biciletas se enquadrarão), já que o sinal não se destina fundalmentalmente aos veículos automóveis, destina-se também a ciclistas. Logo se ocorrer um acidente o ciclista é culpado e o eventual seguro que tiver (tenho o da Fed Port Ciclismo) não cobre eventuais danos no veículo automóel nem tão pouco danos fisícos no cliclista. Portanto não é uma mera questão de conforto ou desconforto.
Ou estudas as alternativas de percurso em casa, ou ligas o GPS para te levar onde queres, ou quem tem boca vai a Roma... Ou encolhes-te bem encolhidinho e arriscas o sentido proibido
 

Daemon

Active Member
#8
Se é sentido proibido, não deves ir. Ponto.
É como dizes, se um dia algo corre mal, todo o prejuízo sai-te do bolso e carteira!
E ires em sentido proibido (tu ou qualquer pessoa, incluindo eu), mesmo que "seja só uma bicicleta que não estorva nada", caso te cruzes com alguém, só estás a denegrir a já má imagem que as pessoas têm dos ciclistas no geral.
 
#9
Se é sentido proibido, não deves ir. Ponto.
É como dizes, se um dia algo corre mal, todo o prejuízo sai-te do bolso e carteira!
E ires em sentido proibido (tu ou qualquer pessoa, incluindo eu), mesmo que "seja só uma bicicleta que não estorva nada", caso te cruzes com alguém, só estás a denegrir a já má imagem que as pessoas têm dos ciclistas no geral.
Bom dia
Não posso estar mais de acordo com o que refere. Daí que coloquei esta questão aqui no fórum para tentar perceber se havia alguam razão lógica e, claro de acordo com o Código da Estrada, que me estivesse a escapar, porque são muitos os ciclista que vejo a circular em sentido proibido aqui por Sintra e não apenas nos locais que referi.
Não sei mesmo se é um problem a de (falta) de actuação das autoridades se é um problema de consciência cívica.