RockShox Reba RL 29 s/ brain (dúvida na afinação)

#1
Boas,

Estou a postar aqui por não ter ficado exclarecido nos posts já editados sobre a suspensão em assunto.

Tenho a Epic Comp que traz a suspensão acima designada. Peso 78 Kg e calibrei as pressões + e - conforme a tabela que vem impressa no copo da suspensão. Coloquei 115 psi na camara + e 120 psi na negativa (ligeiramente superior para ter mais alguma sensibilidade).

A questão é, mesmo assim continuo a sentir a suspensão muito rígida, a passar pequenos resaltos e pedras a roda da frente salta demasiado em comparação com uma Fox 100 RL que tenho na outra bike. A descer torna-se mais cansativa para os braços e menos aderência da roda. O curso desta suspensão penso que são os 80 mm que lá estão gravados na escala de SAG na bainha. Por esta escala (80 mm), com meu peso e a afinação acima descrita, o SAG fica-se pelos 10% o que é pouco.

Estou confuso, como é que a SRAM pode indicar uma tabela de correspondências peso/pressão que nem de perto garante um SAG expectável de 20 a 25 % ???

Companheiros dos trilhos que possuam esta suspensão qual os vossos pesos/pressões que usam ? Tambem notaram rigidez e pouco SAG seguindo a tabela afixada na bainha ? Usam pressões inferiores às referidas ?

Agradeço a vossa colaboração

Boas pedaladas,

Francisco Xavier
 
#2
Seguindo a tabela realmente a suspensão fica demasiado rigida para o meu gosto.
Tenho 70kg e coloco 80 na positiva e 85 na negativa... bastanto abaixo do que é recomendado na tabela. Dá-me um sag de 25% e a suspensão só em situações muito raras (tipo 1 vez por volta) é que usa o curso todo... penso que está no ponto assim.

Não ligues à tabela de referência e vai experimentado pressões até que te dês bem.
 
#3
Boas caros camaradas do pedal :)

Amigo Xavier, ao meter mais pressão, não irá ter mais sensibilidade, mas sim será precisamente o contrário. Por isso aconselho o a fazer um reajuste nessas pressões.

ps: não tenho essa suspensão, mas falo pela lógica (quanto mais ar, mais rigida fica a suspensão). :)
 
#4
Medroso: No sistema Dual Air da rockshox, ter mais pressão na camara negativa do que na positiva dá maior sensibilidade a pequenos obstáculos. Penso que era isso que o Xavier se referia.
 

abelha2

Active Member
#5
o jorge Gomes tem razão.

Quanto ao não ser tão sensivel quanto a fox, é normal, por isso é que os preços são bastante diferentes tambem
 
#6
....Pois, estou a ver. Na bike tenho fox (até agora não lhe tenho mexido).... Mas como tenho fox numa das minhas moto4, e funciona como referi acima (se calhar nem a fox que tenho na bike funciona como referi).. fiz essa confusão. :confused:

Queiram desculpar. Desde já peço desculpa ao amigo Xavier. E agradeço ao amigo J.Gomes pela correção. ;)
 
#7
Viva companheiros,

Agradeço a discussão sobre o assunto. Medroso#48 não tem importância, tu, eu e todos estamos a aprender e sempre a tentar acompanhar as novidades no que diz respeito a material e afinações.

Hoje por feliz coincidência cruzei-me com o representante da RockShox numa das lojas da Spec e coloquei-lhe a questão. Não sabendo exactamente responder, comprometeu-se contactar o seu técnico (de férias actualmente) e clarificar este aspecto.

Perguntei-lhe se era exequível calibrar a pressão por tentativa e erro, sem ligar à tabela, tal como o sugerido pelo Jorge Gomes, disse-me que sim tendo em atenção para que o curso da suspensão nunca se esgote em adamento.

Quando tiver uma resposta do referido técnico (RockShox Coimbra) partilho aqui. No entanto todas as opiniões são válidas e ponderáveis.

Boas pedaladas,

Francisco Xavier
 
#8
Bom dia Francisco Xavier já deves ter a resposta do mecânico no entanto dado que tenho uma suspensão igual vou dar o meu contributo.

Nunca deves ter mais pressão na câmara negativa que na positiva pois não vais ganhar mais sensibilidade e vais só retirar curso à suspensão. Se queres a máxima sensibilidade iguala as pressões das duas câmaras. Quanto a como chegar a essas pressões é sempre pelo sag já que a mesma suspensão em quadros diferentes necessita de pressões diferentes para garantir o mesmo sag, já que a distribuição de pesos na frente da bicicleta pode ser muito diferente. Quanto a ajustes vou colar um testo em espanhol que está muito bom e percebe-se bem e é a melhor explicação que alguma vez li.

Um abraço,

Francisco Gonçalves

Las horquillas Dual Air cuentan cos 2 camaras de aire ajustables independientemente. La camara positiva es la que sostiene nuestro peso. Variando la presion ajustamos la precarga. La camara negativa actua en contra de la positiva, haciendo fuerza para que esta se comprima. Regula la sensibilidad inicial. Con mas presion, mas sensible.

La presion de la camara negativa nunca debe superar a la de la positiva, ya que la horquilla perderia recorrido sin ganar mas sensibilidad. La posicion de maxima sensibilidad es en la que la presion de ambas camaras el igual.

Para ajustar la camara positiva lo mejor que puedes hacer directamente es colocar una brida en la barra y hacer directamente la infalible prueba del SAG:

Da una presion a la camara positiva tal que la horquilla se hunda un 15-20% con tu peso (la reba es bastante progresiva, y aunque le regales 2 cm solo con tu peso encima sera complicado hacerle topes). Despues da a la camara negativa una presion sobre un 10% menor que la positiva. Este es un buen ajuste de partida. Prueba a ver que tal va:

-Si te notas que te balancea con el pedaleo: baja la presion de la negativa de 10 en 10 psi hasta estar comodo
-Si te parece poco sensible con los pequeños baches: sube la presion de la negativa hasta un 5% menos de la positiva y prueba; si sigues queriendo mas sensibilidad pues igualas las 2 presiones.
-Si te cuesta encontrarle el tope, incluso con saltos grandes, baja la presion de la positiva tambien de 10 en 10 psi (acuerdate de bajar tambien la negativa, conservando la relacion de presiones +/- que tenias antes). Al bajar la camara positiva, si te empieza a balancear mucho con el pedaleo pues vas bajando la negativa hasta que no lo haga.
-Si te hace muchos topes, pues lo contrario: subes la positiva y proporcionalmente la negativa.
-Si no te gusta el tacto progresivo, y prefieres un tacto lineal al estilo manitou, poco sensible con baches pequeños y muy sensible con baches grandes: bajas un 20% la positiva y dejas la negativa un 30% por debajo de la positiva.

En fin, un monton de combinaciones. Lo mejor es tener paciencia; poner las presiones totalmente a tu gusto lleva un algun tiempo.

Ajuste del Floodgate:

Con el Gate regulas la intensidad de bache que hace falta para que la horquilla se desbloquee estando en posicion cerrada. Afinando esto puedes dejar la horquilla insensible ante el pedaleo y cuando llege un bache que se active y lo absorba; lo ideal es ajustar este umbral lo mas blando posibe sin que llegue a molestar esprintando de pie.

Ajuste de la compresion:

Con la ruletita azul del poploc regulas la cantidad de compresion cuando el mando esta en posicion abierta; es decir, si lo llevas al minimo la horquilla sera lo mas sensible posible cuando no este bloqueada; y si lo giras hacia el + esta posicion abierta se ira aproximando mas a la posicion cerrada (lo que hace este regulador es pretensar el cable del mando del poploc, haciendo que en posicion abierta el regulador de compresion quede en un punto intermedio).

Este regulador empieza poniendolo al minimo, para maxima sensibilidad. Si te parece que la horquilla se hunde mucho al frenar o al cargar peso sobre ella cierralo un poco, aunque perderas sensibilidad. Este ajuste lo puedes combinar con el de las camaras positiva y negativa para tener un montonazo de posibilidades de regulacion.

Ajuste del Rebote

Con el dial rojo ajustas el rebote, que como sabras es la velocidad de retorno de la horquilla despues de comprimirse. Un rebote bien ajustado deberia recuperarse rapidamente y de una sola vez, pero sin hacerlo ten rapido que te lance hacia arriba. Se puede comprobar bien bajando una acera, la horquilla no debe quedar ni parcialmente comprimida, ni oscilar.

Dentro de un margen de ajuste correcto, en general es preferibla usar un rebote mas rapido si montars por terrenos muy irregulares, con pequeños baches y rizados. por contra, si te gusta dar saltos o impactos fuertes, tendras que usar un rebote mas lento para no descontrolarte en el aterrizaje.
 
#9
Já tens vários tópicos onde se debate este assunto.

Por exemplo :
http://www.forumbtt.net/showthread.php?2697-Regula%E7%E3o-da-Rock-Shox-REBA/page62

Se está dura, tiras pressão, nada mais simples.
Eu comecei com essas pressões, peso 76 Kg, e neste momento uso 100 / 90 psi na positiva / negativa. Com 90/80 já afunda um pouco a mais nas travagens, o conforto é maior mas não gosto tanto.

Isso é uma questão de gosto, eu por exemplo depois de algumas alterações, ando com estas pressões, prefiro ter a suspensão mais macia, mas retirar pressão na negativa para compensar a falta de pressão na suspensão. Por exemplo usar 100/110 o comportamento é bem diferente, é mais sensivel mas não faz tanto curso.

Experimenta, as Reba não são suspensões de gama baixa, por isso já têm de trabalhar como deve de ser, e trabalham.
 
#12
Boas caros camaradas do pedal :)

Nosso amigo "Cancellara", a dúvida inícial não era minha mas, sim do amigo "Francisco Xavier" que entretanto não disse mais nada. :s

...Curioso, na altura não, mas hoje tenho uma suspensão semelhante (Rock Shox SID World Cup 29 Brain) há duas semanas. Usei-a apenas uma vez, mas pareceu-me ter pouco ar. Após prévia analise do vendedor, saiu da loja com 100 psi, tanto na camara + como na - (peso +/- 80kg). Meti-lhe agora a pressão indicada para o meu peso (referência que está indicada na "perna" da suspnesão) vou tentar fazer o teste amanhã a ver como se irá comportar. :s