RockRider 8 XC Carbono 2010

Olá Pessoal, é a 1ª vez que estou a participar, espero que não faça asneira...

Tenho uma 8 XC faz 3 meses. Hoje comprei a Bike Magazine sem sequer a folhear , porquê ? porque a capa é, ou devia ser da 8XC.

Li o teste que fazem à bike e qual o meu espanto quando vejo uma Race, uns cobra 2.0 . Onde raio foram buscar a bike de teste !?

Se a minha já veio com RLT e Cobra 2.1 ! dizem que a suspensão é desactualizada, enfim penso que a BM devia ter mais respeito pelos leitores como eu que compram a revista à muitos anos.

Até parece que não pegaram na bike. Se calhar foi alguma tradução de algum artigo já publicado há "séculos" noutro país. Foi pena, bastava terem pedido a minha que eu emprestava !

Não estou aqui para defender a marca mas desta vez a BM foi uma decepção. Espero de uma vez por todas eles percebam que o pessoal que gosta de bikes não anda a dormir.

um abraço
 
Sim, é verdade todos temos que "vender" alguma coisa, temos que ganhar a vida. No caso a BM pode ganhar a vida com publicidade, é normal. O que esperamos de uma revista de especialidade é acima de tudo informação fundamentada e que não seja anacrónica. Parece-me que apresentar uma capa a aludir a uma bicicleta que não é a que está a ser comercializada no momento é acima de tudo decepcionante. O artigo baseia-se nalgumas ideias com as quais não me identifico, especialmente relativamente à suspensão. A minha bike tem uma RLT, e não uma Race que está no teste. A BM noutros artigos de outras bikes sobre a suspenção RLT diz nada a apontar. Por exemplo no artigo da Trek . No artigo da 8 XC isto não acontece. Quero eu dizer o mesmo peso, 2 medidas. Falta de rigor. Sinceramente, se lê-se o artigo não ficava com muito boa ideia da 8XC e sem duvida que este tópico no forum foi mais esclarecedor e determinante na compra da bike. Só lamento é não ter mais tempo para andar nela... de resto siga!
 
Boas,

Se lerem a revista com atenção há pormenores que me deixa intrigado, nomeadamente palavras escritas em espanhol. Dá a impressão que o texto foi traduzido para português mas uma ou outra palavra escapou. Pode ser impressão minha mas não é a primeira vez que me deparo com essas situações. Esta última pelo menos 2 vezes acontece isso.

Paulo Vides
 
O modelo apresentado a teste pela BM teve tal como várias unidades vendidas no nosso pais a sid Race e os cobra 2.0 tub light. Pelo vistos e pelo que já pude constactar nas novas montagens substituiram a race pela RLT e os cobra pelos 2.1. Portanto a BM não ilude nem "desrespeita" os leitores, simplesmente opina e analisa o modelo em questão. Li a totalidade do artigo e valorizam a totalidade do teste com nota 5. Falam inclusivé da melhor relação qualidade/preço do ano no sector, menospreazando, vai-se lá saber a razão, a performance da Sid race na análise bem como os cobra Tub light.
Pessoalmente discordo da menos valia atribuida á Sid Race, não é nada de topo mas é uma boa suspensão com provas dadas, será a RLT assim tão diferente em termos práticos? O cobra nunca testei mas olhando ao grip e a alguns comentários parece-me um bom rolador para terrenos/trilhos secos em geral, adicionando o baixo peso para um tubless. Será que a BM tinha que colocar alguma "areia" na análise?

abraços
 
boa noite pessoal,

A questão não está na diferença entre a Race e a RLT ou os cobra 2.0 e 2.1.
Para mim o ponto é chegar à 3 meses a uma loja Dectatlon e comprar uma 8XC e passados 3 meses ver uma análise numa revista de referência nacional a uma bike que já não está no mercado.
Colocar numa capa de uma revista como a BM uma bike que, basta olhar no verde da suspensão que não condiz com o quadro, se vê que é do "século" passado é muito mau.
Compro revistas de carros, de motas, de bikes e nunca vi nada assim !

Esta é a minha opinião. Outros poderão ter outra. Como leitor da BM estou decepcionado.
O que interessa é que a minha bike vai estar no domingo no BTT Train a carborar com uma excelente suspensão e com uns pneus que deslizaram nas subidas das buracas do Casmilo na maratona de Condeixa.
 
Pois é uma vergonha... enfim, mas eu gosto da bike, já a tinha visto ao vivo e é muito bonita e com um equipamento para o preço de luxo. Eu não tenho pudor nenhum em relação a marcas pouco conhecidas. Por acaso tenho uma QUER de carbono montada por mim, mas se não a tivesse ia buscar uma dessas. Mete muitas bikes de 3000€ ao lado... e depois o que interessa é pernas, ou alguém recebe (amador) recebe patrocínio de alguma marca? hehe
 
Tenho uma 8xc e trás uma sid rlt estou bastante satisfeito com ela se tiver a pressão positiva e negativa adequada é muito boa . Em relação aos pneus para lama não valem nada o rasto por ser tao fechado junta a lama toda parecendo um pneu slic .
Em termos de prestação e uma bike bastante rapida e confortavel e com alguns upgrates fica muito fixe.
Em relação a alguns comentários que para mim são tristes sobre a bike aparecer na capa da BM pois a revista apresenta todas as marcas e não aquelas que alguns gostariam de ver sempre a aparecer . Agora se comentassem que o preço da revista esta demasiado exagerado e com muita publicidade e pouco conteúdo ai já concordava por isso não a compro.
 
boas Ruigodas,

Tens toda a razão: o que interssa são as pernas. Só não tenho uma Quer mesmo por um triz . O quadro é lindo. Inclusive estive na Motokit. Nos foruns diziam que não vendiam só o quadro e a bike completa tinha que levar vários upgrades e aí tinha que abrir os cordéis à bolsa já quase vazia.
O que tenho que mudar são as rodas. As tuas rodas são fixes ! são umas ZTR ?

abraço
 
São umas rcz race xc. Baratas, lindas, leves e resistentes. Só mudei foi os rolamento passado 200km porque lhe dei um tratamento de lama e não se aguentaram. Os rolamento novos ficaram em 20€ cada 80€ no total mas já fiz mais de 2000kms de maus tratos e tão supinpa, venham mais 2000kms. As ztr Tb são muito boas e mais leves, mas mais carotas. De qualquer forma eu agora descobri uma marca em inglaterra que faz rodas de sonho... Meti umas na minha Gt de allmontain todas azuis e são brutais... Superstar componentes UK.
 
Na motokit não vendem ao público nem a bike e muito menos só quadro... pelo menos foi o que me disseram as sras da recepção. Deram foi nomes de distribuidores como Pabol na Gafanha, Palco Aventura, Júlio nas Regalheiras na Fig foz , sportimpact em Coimbra etc. Quando falei com os distribuidores sobre a Quer vinham logo com as outras marcas vai-se lá saber porquê !
Com os upgrades para Xt , mudar rodas, travões etc optei pela 8XC que basicamente precisa de outras rodas apenas pelo peso, porque de resto são boas.

Lá para baixo as coisas devem ser bem diferentes, talvez o Ruigodas te possa ajudar.
 
Last edited:
Aqui há alguns representantes da Quer, embora me pareça que a marca ao apostar pouco em segmentos mais altos, não tenha tanta presença no mercado.
De facto a RockRider 8 XC Carbono vem com um equipamento que não pode ser batido por ninguém por aquele preço, mas a que vi á venda na Decatlon do RetailPark do Barreiro era igual à da revista.
Eu comprei só o quadro da CXR, mas isso porque quem me o vendeu, depois vendeu o resto das peças, porque a bike vem completa. Já mudei diversas coisas e fui melhorando. Continuo a gostar muito dela e não a devo trocar, só se partir o quadro...