[Rescaldo] II Maratona Int. Idanha-a-Nova/Zarza la Mayor 19 Mai 07

RTC

Super Moderador
#61
teresamar said:
RTC said:
Esta foi a minha primeira maratona que decidi fazer mais a namorada e uns amigos. Foi a iniciação para todos nós.

...

Restou a minha namorada lá ter feito o percurso até Zarza na companhia de 7! raparigas. Parece que se divertiram muito e por ela fico feliz que assim tenha sido. Com certeza que não se vai negar ao meu convite para a proxima maratona, eheh :D

Um abraço ao Aldo que por várias vezes o encontrei durante a maratona (no levantamento dos dorsais, na 6ª à noite, no meio do percurso a remendar um furo e no almoço, lol)
Olá RTC!

Qual o dorsal da tua namorada?
É que eu faço parte do grupo de 7 raparigas e tenho as fotos no meu blog Mulheres no BTT.
Boas.
É o dorsal 665.

PS: dá uma olhada no teu blogue. ;)
 
#63
Pessoal-do btt quanto a mim,tambem acho que foi bacano, a paisagem, percurso, camaradagem,(queria agradecer ao dorsal 8...., pelo 2 comprimidos de magnesio dados quando me deu as caibras), á organização,ao single,enfim espectaculo.


Mas tambem tenho de referir alguns momentos, para mim, menos positivos.
-abastecimento de salvaterra- todos os participantes deveriam ter direito ao mesmo, quando cheguei eu e o resto dos bttrup,algumas raparigas,mais alguns rapazes, só ja restava garrafas vazias, e cascas de banana.
-transporte de zarza para Idanha- tivemos de esperar cerca de 2 horas pelo regresso,todo sujo, cansado, cheio de caimbras, enquanto o sr. do autocarro se deliciava a almoçar num café em zarza.

São aspectos negativos, mas que já mais mancham o trabalho da organização.
Muito obrigado. Rui bock
 
#64
Depois de no ano passado ter participado na 1ª edição e ter gostado muito, este ano quando soube que iria realizar-se a 2ª edição marquei logo no calendário e junto do principal organizador (Carlos Magro – PenaTabua) a minha presença.

Durante alguns meses andei a incentivar e a cativar os Furas a irem conhecer uma das mais belas paisagens de Portugal e sendo assim consegui persuadir à volta de 20 Furas, julgo eu.

O dia começou cedinho com a alvorada ás 7 da matina na Zebreira, onde tenho casa, com alguns dos furas. Tomado o pequeno-almoço e colocadas as bikes nos carros foi hora de rumar a Idanha-a-Nova. Ás 8 horas já se sentia algum calor.

Depois de levantar os dorsais e de proceder ás respectivas afinações foi hora de rumar para a linha de partida e aí vislumbrei os restantes furas. Ao mesmo tempo revi antigos companheiros de aventuras (Ruitere, Honda, TDILatino, Rechena, …).

Ás 9h30 foi dada a partida e o início foi bem calmo, sempre num espírito de convívio e fotográfico. As paisagens daquela zona do país são de tirar a respiração, por vezes dá vontade de parar a bike (à sombra, no Verão é melhor) e ficar a desfrutar a paisagem.
Até ao 1º abastecimento (Alcafozes) fui em ritmo de passeio, a tirar fotos, a falar e a rir das palhaçadas que o pessoal por vezes fazia.

Entre Alcafozes e o 2º abastecimento (Toulões) não sei o que me deu mas acelerei um pouco e fui em busca do Pepe e do Baleia que tinham arrancado para a frente mas sempre a tirar fotos dos locais por onde passava.

Encontrei-os no 3º abastecimento (Salvaterra do Extremo) todos molhadinhos por causa do calor. Aí encontrei tb o Chuo que ainda estive á conversa e ajudei-o a apanhar o lixo que estava no chão que alguns “porcos ciclistas” deixaram no chão. Entretanto antes de arrancar tirei mais algumas fotos ao ponto de abastecimento e à paisagem envolvente. Antes de arrancar, o Chuo, deu-me um gel de alta performance em que ele dizia que era muito bom. Decidi experimentar ali na altura e arranquei em direcção á descida da calçada romana, este ano parecia que as pedras estavam mais saídas, foi durinho. Tirei a bela da foto ao castelo de Penafiel (situa-se no lado espanhol).

Passei o Rio Erges que convidava mesmo a um mergulho uma vez que o termómetro marcava na altura 40ºC. Entretanto passei pelo Folha, estive um pouco á conversa com ele e segui em direcção à Zarza La Mayor por um estradão que parece uma AE com o sol a pique e com um calor descomunal sem nenhuma sombra.

Ao chegar à Zarza encontrei outra vez o Pepe, o Baleia e desta vez o Honda. O Pepe estava a refrescar-se na fonte, quando cheguei, mas passado algum tempo estava a ir ao grego. Nem a água que ingeria ficava dentro do corpo, mal engolia vinha logo para fora. Foi assistido pela Cruz Vermelha Espanhola e apesar dos avisos da enfermeira ele quis continuar porque estava a sentir-se melhor. Eu ainda os avisei que agora iria ser a parte pior porque ia-mos encontrar os famosos rompe pernas.

Ao cruzar-mos outra vez o Erges, do lado espanhol para o português, aqui molhamos o pezinho (a água estava mesmo boa, só me apeteceu encostar a bike à margem e banhar-me) o Honda começa a ficar para trás. Até Segura fizemos um single track fabuloso, com alguma pedra à mistura mas com uma paisagem divinal. Ao chegarmos aos moinhos de água em Segura, encontramos o local das massagens e é aqui que o meu organismo começa a dar sinais de fraqueza. Agora não sei se foi da água que ingeri antes da subida para o 5º abastecimento (Segura) ou se foi o efeito do gel que ingeri em Salvaterra do Extremo. Antes da subida vinha 5 estrelas cheio de força mas depois de ingerir a água o meu corpo reagiu mal e quando cheguei ao abastecimento estava todo roto.

De Segura para a Zebreira foi um calvário, fez-me lembrar o meu início de bike, tudo o que era subida fazia na avozinha ou então ia a pé. Ainda parei uma vez à sobra de uma oliveira, o Pepe tb não ia muito famoso e o Baleia deixamos de o ver.

Quando cheguei ao abastecimento na Zebreira estava mais morto que vivo, tinha arrepios de frio, tremia, já não me sentia assim à algum tempo. Uma vez que tenho habitação na Zebreira ponderei mesmo em desistir e comentei isso com o Pepe mas depois lembrei-me que não tinha a chave de casa comigo. Resultado passei pelas brasas durante 30 minutos estendido numa calçada de paralelepípedo, soube muito bem, bebi e comi algumas barras e cubos de marmelada e arranquei mais o Pepe. Faltavam apenas 18 km’s para o final e estava a sentir-me bem as forças tinham voltado ao seu estado normal e resolvi puxar um pouco para ver se o Pepe tb me acompanhava mas sempre que aparecia uma subida ele começava logo a praguejar :evil

Chegados á Senhora da Graça faltava-nos apenas subir a famosa calçada romana aí disse para mim mesmo, posso vir todo roto mas vou fazê-la montado. O Pepe preferiu fazê-la a pé porque as forças já estavam em baixo e eu lá continuei montado na “burra” a subir até ao fim e cheguei à linha de meta cansado mas com um sorriso de orelha a orelha por ter vencido mais este desafio. :lol:

O jantar estava muito bom e bem servido, podia-se repetir quantas vezes quiséssemos, faltou apenas ver-mos o porco a ser assado no espeto.

Pontos fortes desta maratona: Paisagem envolvente, abastecimentos, trilhos, espírito de convívio, assistência técnica, banhos, jantar, pessoas a aplaudir-nos à nossa passagem e relvado em frente da Câmara de Idanha-a-Nova (estive lá estendido quase duas horas a recuperar do empeno e a ver estrelinhas como na BD).

Pontos a melhorar: Levantamento dos dorsais apenas 1 pessoa para atender, hum acho muito pouco e o calor mas isso não é possível controlar.

Para o ano estou lá outra vez, com calor ou sem calor.

Abraço
 
#65
Bem agora já poderei dizer algo de mais substancial a respeito do evento. Sempre apreciei a paisagem do interior, seja Trás dos Montes , Beiras e Alentejo. A de Idanha, em particular, não me era de todo desconhecida pois no ano passado fiz o raid raia 90. A paisagem fabulosa, os trilhos bem escolhidos, estradões, single-tracks, calçadas romanas, algumas muito técnicas, enfim percursos para todos os gostos e de encher o olho. O factor que escapou à organização foi o calor que se fez sentir. É sem dúvida uma variável que a não podemos controlar.


Os meios envolvidos foram impressionantes, em termos de logística: 6 postos de abastecimento e vários de controlo. Antes de me por em marcha achei um exagero mas depois de ter sido afectado pelo calor achei apropriado pois ao km 60/70 , pouco antes das massagens, senti-me muito mal e tive de parar para dar de comer aos peixinhos. Felizmente acabei por recuperar depois de me hidratar e só voltei a empenar na subida para Idanha.


Regresso para o ano ? Claro mas agora irei com outro espírito: não menosprezar o calor, a distância e os nossos limites.

Abraços ao Penatábua que disponibilizou os contactos para ver se encontro o equipamento que ficou esquecido no balneário do pavilhão e que ainda não apareceu.


Vasco Sousa
 
#66
nuno_miguel_pinto said:
UM GRANDE MANGITO DAS CALDAS PARA OS FILHOS DA PUT@ QUE MANDAM AS GARRAFAS DE AGUA VAZIAS E ENCHEM OS TRILHOS DE LIXO.
NÃO MERECEM O AR QUE RESPIRAM, PARA O ANO QUE VEM VÃO PARTIR OS CORNOS NAS PRIMEIRAS DESCIDAS.


uffff............tinha que desabafar.
Concordo perfeitamente! :yeah:

Eu fiz um porradão de kms com a bina à mão e com uma camara de ar pendurada ao pescoço para evitar situações destas!
Temos que respeitar a Natureza!
 
#67
Boas !!!


Pouco mais a dizer deste passeio, pois os post que já li mostram bem como o passeio foi !!!

O que tenho a dizer, antes de mais agradecer a companhia e boa disposição do Alcides, Nélio dos Furões, e do Aldo, e do meu amigo Hugo Feiobom os km que fizemos juntos foi uma comédia :lol:
Cheguei a Zarza as 4 e tal, tive 3.30 h a pedalar, mais 2 horas em paragens, para tirar fotos, esperar por 1 ou por outro, a apreciar a paisagem, gostei mesmo muito de fazer um passeio !!!
Quanto ao percurso, muito bom, bonito, não achei duro, mas tou habituado a fazer 70, 80 kms, estava e estou bem preparado para fazer 58km !!!
Abastecimentos poderiam ter sido melhores !!
Enfim um passeio a repetir !!!

Ah de referir a boa disposição da "equipa Orbea", conguito, mr. orbea, damond e poelgar, também são gajos muito fixes !!!!

Um abraço a todos o que me fizeram companhia, e fizerem deste passeio um grande passeio !!!!!

Cumprimentos !!!!
 
#68
Alguem aqui já disse, mas volto a repetir o maior empeno desde que ando nestas andanças :tungas:
nem a Zarza consegui chegar, fiquei-me pelo abastecimento em Salvaterra :mrgreen:, e o calor que fazia :choneh:? era de doidos parecia que andava a penar no deserto :twisted: :twisted:
Queria agradecer ao camarada que tb se ficou por Salvaterra e fez o favor de me levar a mim e mais alguns de novo para Idanha na sua carrinha de caixa aberta :yeah:
De resto adorei o percurso que consegui fazer, os meus parabens a organização, para o ano estou lá novamente.. :D :D
Só mesmo o forno da Raia foi capaz de me deitar abaixo, nunca me tinha apercebido o que o calor faz ao corpo dum atleta( cansaso,desidratação,dores de cabeça..) enfim da proxima vou melhor preparado

Grande Maratona, não fica a dever nada a nehuma outra :cheers:
 
#69
MAS QUE GRANDE MARATONA (OU EMPENO :mrgreen: :oops:)

Realmente esta maratona vai ficar na memória de muitos nós pelas diversas razões, tanto a nivel de prova que teve um percurso maravilhoso com os mais diversos tipos de trilhos existentes na região, com belas paisagens e com uma organização que a neu ver teve 5 estrelas.
Quanto à parte que me toca fiz os 100 ou mais km´s já com bastante custo na parte final, pois o calor e a falta de preparação fez com que me fosse a arrastar desde os 80km´s, tirando isso uma coisa vos garanto: PARA O ANO LÁ ESTAREI!!!!!!!

Um abraço a todos
 

Alf

Active Member
#70
Ó Aldo é que danças :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Pifas, andas muito empenado pá! Um colega meu subiu a rampinha numa com 15.5kg :lol: Eu não subi, desde já o meu obrigado a quem me içou a bike, e já agora ao rapaz de azul e verde com uns calções da btterra e com uma cube acho eu, que me ajudou a transpôr a bicicleta naquelas "escadas" no single já a chegar ao Erges... :yeah:

Abraço para todos, em especial para o Polegar e o Conguito pela casa, e a todos os outros: DaMoNd, MrOrbea, Aldo, Bravellir, e muitos outros...
 
#72
Primeiro de tudo queria agradecer ao bocadinho de chão que o polegar e conguito me desponibilizaram para poder dormir :yeah: :yeah:

Quanto à maratona, em relação aos trilhos, foi tudo o que não estou habituado aqui no norte, excepto aquela descida para o rio, que foi simplesmente deliciosa...

Só gostaria de pedir ao polegar e ao conguito que para a proxima tirassem a televisão da sala, pois o alf_pks colou-se ao canal 60!!! :rotfl: :rotfl: ,não me deixando dormir a mim nem ao monteiro, o que aliado a uma semana académica fez com que fosse para a maratona um pouquinho cansado.. :lol:

Até uma proxima :cheers:
 
#73
Boas Pessoal !!!!

Bem !!..... não por onde começar !!! :-K todo este dia foi impecável... :#1: :yeah: :yeah:

Foi a primeira vez que fiz uma maratona de 100km (110km), e pelo que senti e li de todos os que comentaram, acho que comecei pela melhor, no que diz respeito à organização, ao ambiente em si, e principalmente ao convívio.... quero desde já agradecer ao nuno_miguel_pinto pela companhia na última metade desta maratona. :cheers: :yeah:

A organização esteve 5*****, o percurso estava bem sinalizado, os abastecimentos eram suficientes, todos os locais por onde passavamos havia sempre gente simpática, excepto em Zarza la Mayor havia lá um homem muito antipático que controlava as meninas que nos ofereciam água. :barafustar:

Relembro vários pontos do percurso que me ficaram na mente, como a descida espectacular até ao Rio Erges, sempre feita a fundo, fez-me lembrar o meu quintal (PNSAC). O banho que tomei na travessia do rio, que foi muito fixe, água morna (corpo a ferver que mem deu para notar a água fria) os peixes a penicarem nas pernas... O single track ao longo rio foi simplesmente espectacular, com paisagens lindas de guardar na memória, logo de seguida, para acabar com o resto, aquelas massagens que me deram nova vida, apartir daí foi pernasparaquetequero, até deu para fazer a subida da calçada romana sempre a pedalar até ao fim.....

É engrassado que o tempo que demorei até Zarza la Mayor (metade do percurso), foi o mesmo que demorei até ao fim..... e aínda deu para tomar banho, comer a soupa de feijão com massa e couve branca, para a massagem e para umas quantas paragens a vêr a paisagem........ :hehe: :hehe: :hehe:

Conclusão 106º posição e a prometer que para o ano lá estou eu..... :wink: :D

Faço das palavras do nuno_miguel_pinto as minhas palavras.....
UM GRANDE MANGITO DAS CALDAS PARA OS FILHOS DA PUT@ QUE MANDAM AS GARRAFAS DE AGUA VAZIAS E ENCHEM OS TRILHOS DE LIXO.
NÃO MERECEM O AR QUE RESPIRAM, PARA O ANO QUE VEM VÃO PARTIR OS CORNOS NAS PRIMEIRAS DESCIDAS.


Por favor, as pessoas que fazem este tipo de crime, ......... para o ano, ........ NÃO APAREÇAM, NÃO SÃO BEM VINDOS........

Cumprimentos
Gonçalo
 

mamg

New Member
#74
Zé Tomac said:
...quando é que abrem as inscrições para a 3º edição? :exacto:
(tenho dito) :D





nao sei mas gostava de saber pois como nao participei gostava de estar la p´ro ano que vem , mas o calor esse era muito mas nao posso falar do percuso pois esse devia de estar brutal e parabem a todos os que participaram e aos que estiveram na organizaçao quando e que e a proxima
 
#76
Boas pessoal pedalante ...
Para quem anda nisto à pouco mais de 6 meses, e depois de ter participado em sete aventuras, esta foi a primeira meia-maratona sem lama, com sol e muito calor, acabei por desistir em Salvaterra do Extremo, um pouco desanimado por já não haver reabastecimento, mas também por ver gente com muito mais experiência que eu a desistir naquele ponto. :cry: Fiquei com pena de não ter insistido um pouco comigo, o calor era realmente muito e as forças estavam quase no fim. Faltavam-me os meus parceiros empenados do costume (Mário Cunha e o Sérgio Conceição). Foi pena, pelo que me disseram perdi uma das melhores partes do percurso e a banhoca no rio.
O resto da nossa equipa portou-se bem, o Pedro chegou cedo a Zarza (13h00) e o David também acabou apesar das avarias da bike e de se ter sentido um pouco mal em Salvaterra.
Fica a experiência para não repetir alguns erros, mas para o próximo ano podem contar comigo, com mais empenho, com mais experiência e espero que em melhor forma física ..eheh .. assim haja tempo para treinar muito. :lol:
Abraços

http://btt.hobby-site.org
 
#77
davtab said:
Alguem aqui já disse, mas volto a repetir o maior empeno desde que ando nestas andanças :tungas:
nem a Zarza consegui chegar, fiquei-me pelo abastecimento em Salvaterra :mrgreen:, e o calor que fazia :choneh:? era de doidos parecia que andava a penar no deserto :twisted: :twisted:
Queria agradecer ao camarada que tb se ficou por Salvaterra e fez o favor de me levar a mim e mais alguns de novo para Idanha na sua carrinha de caixa aberta :yeah:
De resto adorei o percurso que consegui fazer, os meus parabens a organização, para o ano estou lá novamente.. :D :D
Só mesmo o forno da Raia foi capaz de me deitar abaixo, nunca me tinha apercebido o que o calor faz ao corpo dum atleta( cansaso,desidratação,dores de cabeça..) enfim da proxima vou melhor preparado

Grande Maratona, não fica a dever nada a nehuma outra :cheers:
Oi David,

Desculpa não te ter acompanhado, mas não sabia a tua posição no meio de tantos a pedalar e fui andando calmamente pelo percurso! :oops: Temos de continuar a pedalar para não ficarmos pelo caminho nas próximas edições !!! :mrgreen:
 
#78
Para quando as classificações, estou curioso para ver quantos conseguiram acabar os +/-112km e para saber quanto tempo demorei a fazer o ", Passeio"já que quando acabei nem conseguiu olhar para o relógio.
Abraços... e espero que nos encontremos novamente em 2008!!!
 
#79
Olá pessoal do empeno.

Vamos lá então falar sobre a maratona, para mim, tão esperada…..

No geral correu bem, e muito se deve à dedicação do pessoal da ACIN, estes trabalharam por dedicação ao BTT e à promoção do Concelho, foi este pessoal que eu encontrei no campo a trabalhar e que depois de um dia em cheio os encontrei na “desbunda” no Karaoke com um espírito de muita camaradagem e boa disposição, espírito a que já nos habituou ….muito obrigado, sem a ACIN seria menos agradável o meu dia dedicado ao BTT. :cheers: :cheers: :cheers:

Ao pessoal da Escola Aventura deixem-se de andar preocupados em passear de jipe e de mota, arregacem as mangas e venham para o terreno, não se esqueçam que um passeio de BTT quando utiliza o nome de passeio….. É PASSEIO!!!!! Por isso há que acompanhar todos os bttistas, os que estão em forma e os que ainda lá não chegaram. Isto tudo para dizer que as motas que vi no terreno foram a acompanhar os primeiros, a seguir à barragem de Idanha vi-as passar por mim e nunca mais as vi, ou melhor vi uma delas em Zarza parada e o condutor na galhofa durante mais ou menos uma hora ( tempo que estive lá parado para arrefecer o corpo) enquanto o motorista colocava a conversa em dia passei por várias pessoas a necessitar de apoio.

Em relação ao resto, penso que já foi falado dos abastecimentos muito pobres, o abastecimento de Salvaterra que infelizmente para alguns não existiu ….a falta de um carro vassoura a acompanhar os que embarcaram neste passeio com o espírito de passeio…

Carlos Magro, a tua prestação e dedicação à divulgação do Concelho e do BTT é de louvar mas um dia falamos sobre as empresas com fins lucrativos e as suas acções no terreno….desta vez escolheste um percurso bastante técnico, durante a promoção do evento tentas -te conquistar a classe feminina (ao ponto de colocares uma mulher no cartaz) mas com este tipo de percurso para a meia maratona será difícil as principiantes ganharem coragem para voltar a praticar. Mas as que por lá passaram foram umas grandes mulheres… a elas :#1: :#1: :#1:

Em relação ao jantar estava muito bom foi pena não haver umas meninas :cheers: (minis) a acompanhar.

No geral de 1 a 10 nota 8…. Para o ano lá voltamos para mais um empeno…..
 
#80
mas será que eu sou sempre o bombo da festa?? :shock: :barafustar: raisvosparta a todos... tou a ver que breve tenho um portfolio de videos no YouTube :oops: :lol:... ahahah :lol: não tava á espera dessa Brave... :mrgreen: tá o verdadeiro riso! boa malha :D


VIVA COMPANHEIROS DO PEDAL :mrgreen:

finalmente o meu res-caldo... sim porque aquele tempo era um verdadeiro caldo...lembro-me de ter enfrentado poucas vezes temperaturas assim Oo e davam chuviscos e baixa de temperatura... imagino se dessem subida :lol: :lol: :lol:
Devido a lguns problemas não me senti nas condições necessárias para fazer os 100km eí fiquei-me pelos 50... Boa decisão pelo que tenho lido e ouvido em primeira mão :lol: :lol: Demorei 6horas para completar o percurso com uma data de fotos pelo meio, trepar as árvores, comer bem e beber melhor, um banhinho no rio e muitas, muitas paragens nas sombras em amena cavaqueira com quem me acompanhava!!

QUanto a Maratona em si (ou pelo menos o que eu fiz... :p):
- percurso muito bom, LINDO
- grandes trilhos
- abastecimentos talvez pudessem estar mais bem distribuidos mas por vezes está fora do controlo dos organizadores, devido a apoios das freguesias etc...
- compreendo que alguns locais são de dificil acesso para ambulancias, mas por vezes mais importante do que ter 2 pessoas no topo de uma descida por exemplo a avisar que esta é perigosa, mais vale ter uma placa a avisar e as pessoas na base da descida para eventuais acidentes... ;) penso eu de que...
- pessoal simpatiquissimo, a excepção dos tais velhotes que até davam uma boa base para um sketch cómico xD
- o transporte das bikes dos 50km... as bikes vinham bem acomodadas no camião... no entanto este demorou demasiado tempo a chegar! Outro ponto compreensível pois de certeza que não se podia esperar que tanta gente desistisse e a logística provavelmente foi alterada de forma drástica causando problemas não só aos participantes, mas principalmente aos organizadores/staff... No entanto continuo mais apologista que a volta mais pequena acabe no ponto onde começou...embora depois talvez não tivéssemos feito alguns trilhos que valiam a pena...
- banhos, sem nada comentar... :wink:
- jantar espectaculaaar.... epah e que soube mesmo bem... deus me livre... que coisa fantastica, aquele arrozinho de feijão.... upa upa!
- companhia do melhor: MrOrbea, Damond, Conguito e a sua campeã mundial (Vera), Polegar, Alf, Bravellir, Valium e respectivos companheiros, e o resto do pessoal com quem me encontrei e pedalei um bocado... epah fosgasse... e isto que eu curto no BTT: pessoal cheio de boa disposição simpático e sempre prontissimos a ajudar :D um estrondo!!

- apreciação global: uma maratona excelente, em que a organização esteve muito bem e mesmo nos pontos onde esteve menos bem se consegue compreender o porquê! :D :wink:

Uma palavra de especial apreço ao Carlos Magro! Obrigado por tudo amigo... foi um prazer conhecer-te pessoalmente! Parabéns pelo belo evento de BTT que no dia 19 de Maio de 2007 se realizou em Idanha-a-Nova! Parabéns também pelo esforço que sei que dispendeste para organizar esta maratona e pela dedicação ao nosso desporto! Peço também desculpa por ter vindo embora e não me ter despedido mas a viagem comprida e alguma urgência em entrar na cama assim o obrigaram! - ficou a faltar a La Cucaracha - ...

diz-se por aqui que para o ano lá estaremos outra vez (e como é óbvio para a volta grande... que isto de fazer 800km para pedalar 50 não tá com nada - tenho que concordar com o meu pai... betinho :s eheh )

um abraço!!