Rescaldo GO120

#21
pois mais um grandiosa organização que nem das condições climatéricas se esqueceram ...lol

o dia começou bem, já a contar com uma desistência do dia anterior juntou-se outra ás 6 da manhã. ficamos 3. nada mau. Com o meu despertador resolveu mudar a hora antes do tempo, e os meus colegas á espera da boleia, cheguei atrasado a Seara 30minutos. Já havia concorrentes perdidos na Nacional ...um espectáculo. Toca a despachar que fazia tarde, uns a buscar dorsais, sim que esta organização pensa em tudo e outro a tirar as burras do Carro... mais um percalço... faltavam os pedais na minha fabulosa Bussaco. mas também não foi problema a organização ajudou e emprestou uns pedais a condizer com a bicicleta (o meu obrigado desde já senão tinha que ir a pé com a bicicleta)
Lá partimos em ritmo de aquecimento diziam eles..a 30 e tal á hora pela ciclovia .. pois esqueci me de mais um pormenor, dos 2 GPS só um tinha o track..com a pressa fiz o favor de apagar os tracks todos do Garmin vista (isto de colocarem português nos aparelhos electrónicos é o que dá... apply all,,, delete all ), por isso só eu tinha GPS e tinham de vir atrás de mim e da bussaco.
Rapidamente começamos a alcançar alguns dos participantes mesmo antes da subida, alguns já com problemas técnicos nas burras.. era vê-las de pernas (rodas) para o ar (devia ser para mudar o óleo...pois...pois). O João e o Humberto sempre na roda, na subida do Corno do Bico. Com algumas escapadelas do João a mostrar os seus dotes artísticos e o Humberto a fechar o barco. No topo do topo lá avistamos o sr fotografo e sem parar lá fizemos a pose para a foto e quando não foi o meu espanto que eram mais de 20 abrigados, a comer , a saltar e sei lá mais o quê, eram muitos todos no topo do corno do Bico. Fizemos a descida á frente, comigo a abrir , o João passou na sua Canondale de gás á tábua e mortal empranchado com voo rasante pelo avanço e guiador com saída em corrida de trote e com quase certa caída mortal ..cair , cair foi mesmo a burra porque ele foi sempre a rir e eu a desviar para a direita que era o trilho marcado. mais á frente o grupo juntou-se todo .. éramos mais de 30 grande confusão..até se ouvia falar espanhol (já tinha passado a fronteira e nem dei por ela.. estas coisas da CEE). Nesta parte era mais a descer que a subir, a trapalhada era geral, mais á mão que montados e a bussaco lá ia andando. com tantos guias, em 5km perde-mo-nos 3 vezes, já era um sinal. lá nos metemos no caminho certo no meio do maralhal e o Sr João na sua perícia inconfundível, tráz e tráz , eu vinha a mesmo a trás e vi, desviador a voar pelo meio dos raios fora e só parou na corrente. o Humberto pegou logo na sandes de presunto, que não era dele, eu dei-lhe logo na cabeça para ele comprar uma bussaco e o joão incrédulo a olhar para ... sei lá...para aquilo! não houve uma alma caridosa que parasse, todos perguntavam se estávamos bem (o meu obrigado), mas parar tá quieto, não devem ter visto a sandes de presunto com queijo que estava uma delicia. Prontos tínhamos de por mãos á obra. Nunca tinha visto um desviador a sair do Drop out e o drop out não partir (estamos sempre a aprender).Com a ferramenta do local, pedras e paus , endireitou-se o desviador X7 (estava mais torto que fusili) e colocamos ao sitio. Não dava, a mola do desviador tinha falta de força e não havia Viagra. E nestes entretanto o Humberto dava cabo da sandes de presunto,e os participantes sempre a passar, quando não damos por ela, passa numa bolina uma daquelas Flashssssss (que só os pedais custam mais que a minha bussaco inteira) e deu a ideia que o caminho era sempre a descer. Toca a guardar tudo no saco, até o resto da sandes de presunto e zás o João vai sem corrente até chegarmos á estrada . E assim foi sempre a descer pelo monte até á estrada.
Chegada á estrada..e agora para que lado..deve ser o lado...descer. Enquanto decidíamos o que fazer aparecem mais dois concorrentes o 007 e o Reis. Vinham de cima da nacional pareciam perdidos. Pelo menos o Reis juntou-se a nós e lá fomos pela Nacional sempre a descer numa bolina que eu já vinha a pensar que ia dar asneira tantos km a descer e resolvi perguntar... estávamos certos mas se continuasse-mos íamos para aos Arcos e depois tínhamos de fazer 25 km pela nacional, e não é que alguém teve a ideia de cortar caminho, sugerido por um transeunte local. "não tem nada que saber na próxima vira á drt e na capela é sempre a descer", dizia o homem. Prontos toca a virar, colocar a corrente em versão single speed e tínhamos homem para pedalar e tínhamos mais um , o Reis para empurrar se fosse preciso. Não foi preciso,mas estava a ver que tínhamos era de empurrar mais alguém. Aquilo empinava, e era alcatrão que nunca mais acabava. Troquei um bocadinho de bicla que o João até , finalmente á descida para a nacional...isso sim era descer. E quando não foi o meu espanto cheguei ao lugar da minha bicicleta, não queria acreditar. Alguém alguma vez chegou a um lugar que tem o mesmo nome da bicicleta? (certamente não há terras chamadas canondale ou treck, de certeza)
Tinha de tirar foto:




Desafio a quem encontrar tal coincidência, que poste aqui... (vou escrever ao presidente da Junta deste lugar para mudar o ç para ss.. era o que faltava).

Resumindo que isto vai longo, regresso á base com chuvada descomunal, primeiros a tomar banho e como não podia deixar de ser almoço á maneira, seguindo conselho do segurança do pavilhão.. casa Borges.




Já estava prometido desde o GO 70 de 2010, no qual eu tinha sido um dos finalistas, mas que devido á hora e á escolha dos meus comparsas de viagem, dessa vez fiquei pelas pizzas... Desta vez tirei a barriga de miséria... bem dito X7 que te foste.
Lá estarei no Go180,não deve ser de bussaco, pode ser que encontre um lugar chamada KTM, isso sim é que era.

Parabéns pela magnifica organização, obrigado pelos pedais mais uma vez

Carlos Pedro
 
#23
Só queria deixar uma palavra de incentivo e parabéns ao pessoal que organizou o evento, pela recepção aos participantes e pela escolha (da maior parte-não posso falar da parte que não fiz) do percurso. Quem vai a uma prova destas já sabe que à partida não vai ter vida fácil mas desta vez tenho a dizer que as minhas expectativas foram largamente superadas já que acabei por fazer grande parte do percurso sem dificuldades de maior, se não contar com os problemas de orientação próprios de quem não leva um GPS digno desse nome.
A parte final ficará para uma próxima já que desta vez a chuva e frio que apanhei na ultima subida que fiz (e que continuou durante a descida) me fizeram rapidamente ficar menos insano e aproveitar uma escapatória que evitou a subida ao segundo pico.

Por fim obrigado à organização por terem apanhado os meus óculos da berma da estrada; a falta que eles fizeram durante o percurso:)

pedro
geotrilhos.blogspot.com
 
Last edited:
#24
Mentes Insanas
Encontrei material interessante do GO120 na net (Fotos, Videos, Crónicas)... GO120
Espreitem, talvez consigam encontrar uma foto vossa no meio do nevoeiro :)

E não esqueçam que a figurinha é GRANDESodisseias, e não Grandes Odisseias ;)

MY

ahhhh..... hoje fui dar uma voltinha ainda com os sapatinhos molhados. E fiquei a saber que já se vendem sapatos de ir ao Microondas :D
 
#26
Sabes famel é que a chuva acrescenta aquela dificuldade extra que torna uma GRANDEodisseia numa lembrança inesquecivel.

Sem chuva não era a mesma coisa.

Só a sensação de estar no cimo da Serra da Peneda com uma chuva e vento fortes e um nevoeiro muito denso é algo que eu não vou esquecer tão depressa.

Ficam histórias para contar.
 

ET

New Member
#28
Penso que está tudo dito, ou quase... Este modelo é perfeito se o percurso for perfeito! O que falhou? O tempo, algo que a organização não controla. Ainda assim, o trajeto aliado às condições meteorológicas teve a capacidade nos enrijar!!!

Obrigado SearaTrilhos por partilharem tão bons trilhos.

ET
 
#29
Sempre a rolar,a repetir, mas com bom tempo, pois a vista do miradouro do corno do bico deve ser fantastica, valeu bem o esforço e o empenho da organizaçao, o meu obrigada e até breve.
cump
 
#31
Acho que ja foi tudo dito, so me resta dar os parabéns a organização pelos fantásticos trilhos que nos ofereceu, deixo-vos aqui um vídeo do passeio, não liguem pois com a chuva e frio que se fez sentir a vontade de parar para registar alguns momentos foi muito pouca, mas espero que gostem.

[video=vimeo;21750009]http://vimeo.com/21750009[/video]

Boas pedaladas
 
#33
Parabens Helder.

Está realmente fantástico o filme, ainda é mais notável o teu trabalho sabendo nós as condições que encontraste.

É muito bom poder rever imagens da nossa aventura.
 
#39
viva
Helder parabéns pelo filme, está muito bom. parabéns
eu também tou no filme he he.
"famel" faltas-te lá,
"patafurdio" GPS é preciso? vendo um etrex legend hcx

abraço
carlos alberto