Rescaldo 3ªEtapa Upanddown-Castro Daire 03-07-11

#21
É pena que a prova tenha ficado, inevitavelmente, marcada pelo "incidente" do almoço. Ainda por cima originado pela prepotência de alguém com responsabilidades acrescidas. O nosso concelho e o btt merece algo mais que isto!
 
#22
Volto a repetir que se alguém quiser alguma foto em tamanho original (12 megas) é só pedir que eu envio!

Em relação ao acontecido no almoço, e embora não tenha presenciado, tenho muita pena que de Castro Daire tenham levado uma impressão de má criadagem! Acreditem, que tirando o Terminal ;) , os castrenses não são assim!

Por falar em mal criados e no Terminal... Será que o homem (ricardo) caiu a um poço? Estranho ele ainda não ter vindo aqui mandar um ou dois bitaites!
 
#23
Boas pessoal;
Aqui vai o meu habitual "bitaite" a propósito de eventos organizados em que vou participando;
O campeonato Up and Down /Inatel/Viseu, é, antes de tudo o mais, um tipo de organização que merece apenas incentivos, em face do esforço que faz em levar as BTT's a lugares que merecem a visita de um numeroso pelotão colorido.
Vai alimentando em cada prova o "ego" daqueles atletas que fazem do campeonato o seu lugar de competição e que, ao que parece, o levam cada vez mais a sério.
Também tem lugar para betetistas menos "raçudos", e que aproveitam esses eventos para fazer turismo nos bonitos lugares onde se vão realizando as provas.
Inserido que estou neste último grupo, posso apenas dizer que não tenho nenhum reparo a fazer à organização, pois tudo esteve perfeito para poder fazer os 66 kms que me propunha.
Àgua, bananas, laranjas, e barritas, foram suficientes para todo o pelotão, e, deverá ter sobrado bastante!
Quanto ao percurso, acabou por ser o mais espectacular que tive o prazer de fazer na minha curta carreira de betetista! Exemplarmente sinalizado, tinha de tudo o que um bttista pode esperar fora de estrada, aldeias perdidas, pedra solta, pedra romana, raízes, regos, areia branca, pinhal, inclinações ... ora subindo muito, ora descendo...ainda mais... Enfim, pura diversão!
Para terminar o que já vai longo, apenas senti a falta de uma "bicicleta vassoura", ou algo "vassoura"...:p
Acabei, por desistir, ao colocar a BeOne de supermercado inglês, no seu suporte antes da ponte, que levava à falada calçada romana, e que achei, que era aquela que havíamos descido nos 1.ºs km's....;) ao fim de 60 kms e 2100 metros de acumulado...
Agora, espero a mesma qualidade em Seia...em Setembro, tempo bastante para recuperar do empeno...
Abraços,
 
#24
Boas!!

Deixo a foto do pódio da meia-maratona (estava distraido e não saquei da maratona- desculpem)




O pessoal do GDRFolgosa Bike Team e alguns convidados/amigos na converseta, analisando as falhas que julgo não terem existido!

 
#25
Já que estavam com saudades minhas, então cá vai!
Percurso fantástico, parabéns ao Michel pelo percurso escolhido.
Quanto ao problema que falam, eu não me apercebi de nada, pois quando chegamos ao almoço, já o tal senhor se tinha retirado, e ainda bem pois as coisas podiam dar para o torto, por falar em senhor, quem não teve oportunidade de o conhecer, podem vê-lo na foto anterior, do lado direito, de óculos e de bigode!! Este senhor disse qualquer coisa do género: " Enquanto eu estiver na camara, não vai voltar a haver BTT em Castro Daire", já podem ver o que vai na cabeça do senhor!!
Fora isso, ao contrário do ano passado, o almoço estava muito bom, e havia muitas minis, mesmo muitas, pois nós fizemos o teste!!
 
#27
Bom dia.

Eu não sou lá muito bom a fazer rescaldos, mas queria também deixar aqui a modesta opinião de quem anda nisto há alguns anos, quer de um lado, quer do outro, ou seja, quer a participar, quer a organizar.

Para mim a prova esteve ao nível do empeno que apanhei durante as três horas que passei em cima da bicicleta, ou seja, ENORME. Gostei mesmo, de tudo, no final até o banho frio me soube bem... :D e eu que detesto água fria...

Gostava de realçar a beleza do percurso, as aldeias por onde passámos, o entusiasmo da população, as marcações, etc...

Um abraço muito especial para todos os que, voluntariamente, contribuiram com a sua ajuda nos reforços, nos picas, nos pontos de água, nas travessias de estrada, na colocação de fitas e placas sinalizadoras... O trabalho destas pessoas, que passa muitas vezes ao lado das criticas e rescaldos, é fundamental para que todos tenhamos tirado partido da beleza natural dos trilhos de Castro Daire. Parabéns.

Claro que, enquanto responsável pela organização da prova de Vouzela, e já habituado a lidar de perto com os responsáveis autárquicos, não posso deixar de salientar aqui a situação do "sr. da porta do restaurante", que depois todos ficámos a saber ser o Vice-Presidente da Câmara. LAMENTÁVEL. Se houve algum mal entendido com a Organização/INATEL, deveria ser tratado entre eles e não "lavarem a roupa suja" na frente de toda a gente. É por estas e por outras que o nosso país não anda... Um vice-presidente a regatear meia dúzia de almoços, num evento que levou mais de meia centena de pessoas a Castro Daire. Só de Vasconha foram uns 15 acompanhantes que almoçaram numa pizzaria... e depois ainda fomos todos comer um gelado e conhecer a praia fluvial da Folgosa. O BTT É ISTO SR. VICE-PRESIDENTE. Se tiver coragem, diga quais os gastos e o retorno que o BTT traz a Castro Daire, e depois compare-os com os gastos e o retorno que o futebol traz a Castro Daire... E mais, faça um estudo de quantas pessoas trabalham por gosto e gratuitamente em prol do BTT e quantos o fazem em prol do futebol... nomeadamente atletas.
E fique tranquilo, pois a menos que coloque portagens nos caminhos agro-florestais, vai sempre existir BTT em Castro Daire, pois ninguém lá foi pelo ALMOÇO.

É bom realçar que o almoço e as pessoas que o serviram, que não têm nada a ver com a "confusão", estiveram 5 ESTRELAS.

Desculpem o desabafo, mas fiquei mesmo triste com a situação. As pessoas de Castro Daire, nomeadamente as que se empenharam em que esta prova corresse da melhor maneira, não mereciam este episódio. Ainda bem que em Vouzela, não temos este tipo de problemas. Os autarcas cá, pelo menos percebem a importância do BTT no desenvolvimento e promoção do concelho.

Um abraço e boas pedaladas a todos.

Paulo Novo
Dorsal n.º 291
 
Last edited:
#29
Bem, já estão disponíveis as classificações e os tempos. Faltam as classificações por equipa.

Que azar, fui o primeiro dos veteranos A a ficar com um pontito! :) eh eh

Agora, não sei o que se passa com os tempos. Comigo deu-me mais meia hora do que realmente demorei... Será que metem o cronómetro a funcionar ao mesmo tempo para a maratona e para a meia?
 
#30
Helio69 por acaso também estive a reparar que os meus tempos não batem certo pois no meu GPS tinha 2H41 com paragens e tudo e nas classificações aparece 3H e muito, ainda não peercebi onde foram buscar estes tempos só se o relógio começar a contar desde que seja dado o arranque para o pessoal da maratona.
 
#39
Boas pessoal.
Track da Meia-Maratona já disponível desde ontem.
Só duas observações em relação a este percurso:
Acumulado de 960m + 33Km de extensão = Muito dificil????!!!
Desde ontem à noite, primeira vez que vi o track até hoje o percurso ficou um pouco mais fácil!!!! Já que ontem tinha o Grau de dificuldade = Só para experientes!!!!!!!
Tenho receio que o grau de dificuldade tenha a ver precisamente com a dor das silvas a cortarem as pernas !!!!! Ainda acabamos com as ditas como o Johnny Hoogerland.

Agora, brincadeiras à parte, boa sorte para todos os participantes e que este ano não seja uma etapa tão negra (em quedas) quanto a do ano passado.
Abraço.
 
#40
Não encontrei o track... Nem no blog da associação de S. João do Monte nem no site do inatel...

Bem, mas se forem os tais 960 metros de acumulado não há razões para pânico. No entanto, e atendendo que em Castro Daire é muito difícil fazer um percurso com mais de 30 km com menos de 1100 ou 1200 de acumulado, não me parece que em S. João do Monte essas condições existam.

Se calhar o aparelho utilizado foi o mesmo que o André utilizou como fonte ao anunciar na partida de castro daire um acumulado de 1300 metros e que afinal era um pouquito superior (só 500 metros!!!!!)