Regras de Transito para Velocípedes

Quero só fazer aqui uma chamada de atenção para as novas regras de trânsito que entraram em vigor em Abril deste ano, no que toca a velocipedos acircular na via pública.
Será bom tanto ciclistas, como para condutores respeitarem o código da estrada.
 
Boas.
Esclareça-me só duas questões, caso saiba:
- Tirar o bidon para beber água também é considerado infração ? Visto que umas das mãos tem que sair do guiador.
- Como devo ultrapassar um veículo de bicicleta ? Devo continuar atrás dele até mudar de direção ou devo ultrapassar pela esquerda ?
Obrigado
 
Artigo 90.º
Regras de condução
1 - Os condutores de motociclos, ciclomotores ou velocípedes não podem:

a) Conduzir com as mãos fora do guiador, salvo para assinalar qualquer manobra;
b) Seguir com os pés fora dos pedais ou apoios;
c) Fazer-se rebocar;
d) Levantar a roda da frente ou de trás no arranque ou em circulação;
Para efetuar a manobra de ultrapassagem terá que respeitar a regra, que diz que a mesma é feita pela esquerda, havendo somente 4 exceções.
 
Boas

@ canuco, para beber água não precisa de parar obrigatoriamente :)

Garantidamente que, GNR ou PSP, não vai multar um ciclista por estar com a mão fora do guiador, a beber água ou qualquer tipo de liquido :)
 
Era eu a exagerar lololol
Um motociclista se quiser abrir a viseira do capacete também não tem que parar para tirar uma mão do guiador...uma coisa é circular sem as mãos no guiador, outra coisa é momentaneamente tirar uma das mãos do guiador.
 
http://codigodaestrada.org/

O projecto codigodaestrada.org é uma iniciativa da FPCUB – Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta e tem como objectivo, servir como ponto de referência na temática em torno do Código da Estrada e da circulação em bicicleta.
Um guia para a boa convivência na estrada.
Esta iniciativa pretende assim não só informar quem utiliza a bicicleta na estrada, mas também todos os automobilistas que tenham dúvidas e questões relacionadas com a circulação de bicicletas no meio rodoviário, e de como partilhar o espaço com as mesmas de um modo cívico e seguro.