Recolha da sinalização das maratonas - o eterno problema...

#1
Pois é... acabo de regressar da minha voltinha de BTT. Aproveitando a sesta do meu miúdo, lá rumei à Serra d’Ossa.

Qual não foi o meu espanto quando cheguei a uma zona que coincidia com o percurso da Maratona de Estremoz, realizado no passado dia 15, e me deparo com a sinalização ainda no local. Era fitas, placas, até algumas garrafas de água havia no chão, logo após uma zona que apesar de não ser de abastecimento na altura havia lá alguém da organização com água…

Estas situações são cada vez mais frequentes e de lamentar… ainda por cima, já houve dois fins de semana pelo meio e 2 feriados…

Já sei que vou levar com a mesma desculpa que aqui (http://www.forumbtt.net/index.php/topic,17345.msg143164.html#msg143164), ou seja “a nossa vida não é organizar maratonas”… mas acho que tem de haver um pouco de respeito pelo ambiente. Já custa passar nessa zona pelo facto de ter ardido quase tudo… se ainda por cima se deixa lá fitas, placas, etc…

Acho que devemos começar a nos preocupar todos com a qualidade dos eventos mas também do pós-evento…
 

CD

New Member
#2
Infelizmente existem organizações (desorganizadas), que não dão o devido valor ao meio ambiente, deixando as fitas de marcação sem serem recolhidas. Mas, infelizmente também é comum ver algum lixo deitado para o chão pelo pessoal das bikes.

Será que é dificil evitar isto?

CD
 

ICC

New Member
#3
Ainda este domingo fiz um passeio em que o pessoal se perdeu um pouco pela simples razão de ainda existirem marcações de outro passeio que tinha havido no dia 1 de Abril.
 

Magnou

New Member
#4
Infelizmente continua a existir pessoas que não têm respeito nenhum pelo ambiente e porquem respeita o mesmo ( sim, porque quem não respeita o ambiente também não respeita, por exemplo, aquele bttista que tem o cuidado de guardar o lixo na mochila até chegar a um contentor ).

Para essas situações, informa-se a Câmara Municipal da zona, de maneira a que a organização do evento que provocou essa VERGONHA seja penalizada.

É proibido sujar as matas, logo as Câmaras Municipais têm meios para punir quem suja e nestes casos sabe-se quem organizou o dito evento.

Se ninguém fizer nada, para o ano seguinte será igual ou pior.
As mentes têm que mudar.
 

fjms

New Member
#5
Jppina, ainda não chegaste lá.

Com um bocado de sorte, este ano a serra volta a arder toda, e o fogo elimina esses vestígios deixados para trás. :evil:

Desculpem lá a azia, se calhar é melhor eu ir tomar uma pastilha rennie :roll:
 
#6
Quando se trata de organizar, colocar fitas e, acima de tudo, receber as inscrições, nunca faltam vontade nem braços para trabalhar.

Quando é para, civilizadamente e de modo ambientalmente correcto, recolher os vestígios, então "não há tempo", "somos só duas pessoas", etc.

Esta situação tem de mudar, doa a quem doer! As organizações negligentes têm de ser expostas publicamente. Não é só organizar a maratona "A" ou "B", por um porco a assar num espeto, inundar a floresta de fitas coloridas e venham daí 25 euros. Há responsabilidades ambientais que têm de ser cumpridas.

Fizeste muito bem em levantar aqui a questão João. A nossa arma é a denúncia para que, pelo menos, haja vestígios de pudor da parte de algumas organizações.

Aliás eu acho até que, cada vez que cada um de nós depara com uma situação semelhante deve abrir um tópico específico denunciando e não acumular num tópico genérico.

É o direito à indignação!
 
#7
Marcações esse problema que me faz não participar em tantos eventos que de alguma forma gostaria de partilhar com os restantes entusiastas da bicicleta.

Sim leram bem, eu não participo em eventos que tenham historial de terem deixado marcações no terreno para alem do tempo estritamente necessário à sua realização, se tal como eu todos fizermos o mesmo os organizadores terão mais cuiddado ou então deixarão de organizar eventos. Para que todos possamos tomar este tipo de atitudes o FórumBTT pode e deve ser uma ferramenta, bem sei que denunciar é sempre desagradável, mas pedalar em locais onde a natureza é transformada em caixote do lixo colorido sob o pretexto de dar a conhecer as maravilhas da natureza é bem pior, deixo o repto a todos: Se existe na zona onde costumam pedalar sinalização por arrancar de um evento anterior denunciem esse facto, teremos assim possibilidade de punir com a nossa ausencia quem não respeita o que nós admiramos.
 
#8
Se toda a gente fizesse como o marioconde, eles aprendiam, mas o Portuga gosta que lhe enfiem o dedinho.
E gosta tanto que depois de lhe enfiarem uma vez volta ao mesmo sítio para lhe enfiarem a segunda.

Todos estamos contra e achamos abominável que as "organizações" deixem as marcações nos percursos,
mas o que é certo é que essas mesma "organizações" ano após ano voltam a ter a casa cheia.

Pelo que li a maratona em questão até correu bem e foi do agrado da maioria, mas depois o que fica para trás
ninguém vê e ninguém se lembra para o ano, por isso... "toca a inscrever outra vez que aquilo até foi porreiro".
Com um bocado de sorte (e se não houver incêndios) algumas sinalizações dão de um ano para o outro.
Afinal estamos a falar de pessoas cuja vida não é organizar maratonas, por isso há que poupar trabalho.

Quanto a essa desculpa esfarrapada que o João mencionou (dada por um elemento da dita "organização") é inqualificável.
Sempre ouvi dizer que quem não tem unhas não toca guitarra...

Se não tem tempo para depois ir lá recolher as fitas, marquem o percurso com cal no chão e esperem que chova,
como faz uma certa maratona "pequenina" que se realiza ali para os lados do Alto Alentejo.

Mas esses são uns malandros e uns vigaristas... levam-nos o couro e o cabelo... (lá terão as suas falhas...)

Como disse o proque, quando é para receber inscrições até metem férias no trabalho...


É o país real... Alguém falou em azia!?...
 
#9
O problema também é o de não se poder criticar nenhuma organização. Tem sempre mil desculpas e todas válidas e dadas pelos participantes que é o que mais me desilude. Depois nós, os chatos, os gajos que implicam e que tem a mania, vemos o copo meio vazio em vez de ver meio cheio :nsei:. Quem se preocupa acaba por desistir e já nem liga porque a inércia é demasiada e sente que a impunidade é rainha e senhora. Por isso que se #$%&...

Eu já só acredito que vá ao sitio com o enquadramento destas actividades na lei, o pagamentos de licenças e multas e a fiscalização. De outra maneira não vale a pena. Já só funciona pelo guito e enquanto não lhes forem ao bolso...

Apenas cada mais se confirma o que o FG uma vez disse, que por andar de BTT não se é boa pessoa. É um negócio. Atrai todo o tipo de gente. Quem me garante que o highlife não vai organizar uma maratona a seguir??? Ainda existe algum pessoal genuíno, mas cada vez são mais como os hippies, raros e estranhos. ah.. e que vêem o copo meio vazio.

Boas pedaladas, se possível apenas vós e a natureza :wink:
 
#10
Re: Recolha da sinalização das maratonas - o eterno problema...

Por acaso já falei neste assunto aqui no fórum, mas não foi em nenhum tópico relacionado com uma maratona oficial!

Refiro-me ao evento divulgado aqui no Forum e que decorreu na serra de Tavira.

http://www.forumbtt.net/index.php?topic=11936.0
ou
http://btt-serra-de-tavira.blogspot.com/

O "Passeio" ocorreu a 10 de Dezembro de 2006, mas ainda hoje convido qualquer um a fazer o percurso na sua quase totalidade, isto porque quase todas as fitas sinalizadoras do percurso, se encontram ainda a desempenhar as suas funções iniciais.
Digo quase todas, porque, as que faltam foram tiradas por proprietários dos terrenos adjacentes aos caminhos, ou por um ou outro como eu, que tem dias de se lembrar de tirar uma ou outra fita!

Aproveito ainda para dizer que, em todo o percurso existem claros vestígios da passagem da "malta", nomeadamente garrafas em plástico.

O valor da inscrição foi de €20.00, penso que um pouco de civismo e respeito pelo próximo, não ficava nada mal.
São estas situações que deixam os BTTistas mal vistos junto da população e em especial dessa boa gente que mora nesses montes, por onde todos nós nos divertimos.
 

ICC

New Member
#11
Acho que os 20€ de inscrição dão bem (até 10€ dão...) para a volta de uma moto no final do evento e fazer a recolha de fitas e de algumas garrafas que tenham sido "perdidas".
Na promoção de eventos temos de começar a perguntar se o passeio/maratona inclui recolha de sinalização, nas garrafas, aí, somos nós que temos de ter um pouco de consciência. :wink:
 
#12
Desculpem lá mas eu acho que se uma pessoa gosta realmente do btt e da natureza, deve ter a consciência de nos dia seguintes ao evento ir retirar as marcações. Não me venham com desculpas "a nossa vida não é....", pois se não é porqué que organizam????

Nestas ultimas semanas tenho pedalado aqui pela minha zona e estou farto de apanhar fitas, de certos senhores motociclistas, que resolveram fazer um passeio, mas limpar as fitinhas nada! Fico chateado com a falta de consciência ambiental das pessoas. Será que custa muito voltar a fazer a volta e retirar as fitas? Não compreendo, mas nem deve ser para eu compreender....
Fazem as coisas apenas para chamar a atenção e ganharem umas massas e depois o resto que se lixe. É mais uma prova de como o dinheiro é que importa, que se lixe o bom senso e o respeito.

Um abraço e não façam lixo pelas serras :wink:
 
#13
É triste mas ultimamente parece que é moda deixar as fitas dos passeios, mas triste ainda é ver dezenas de papelinhos de barras energéticas ou ceriais, etc de 10 em 10 metros no chão. É triste mas são estas as pessoas que temos a pedalar por ai fora :(

Agora que roa a consciência a cada um que o faz e ainda culpa os outros pelo mesmo "serviço".

boas pedaladas
 
#14
Ainda hoje ao passar de carro na Serra da Boa Viagem deparei com esse triste e lamentável espectáculo, fruto da incúria e desmazelo das organizações deste tipo de eventos.
Como se já não bastasse a nudez da serra provocada pelos incêndios, ainda somos confrontados com as ditas fitas plásticas, quer junto à estrada, quer ao longo dos trilhos, single-tracks e estradões.

Isto para já não falar de uma outra situação que me envergonha como português e transmite uma péssima imagem do nosso Portugal junto dos turistas estrangeiros.
Com efeito, quem percorre a EN que liga Coimbra à Figueira da Foz, é constantemente presenteado com um sem número de cartazes de plástico, alguns já descolorados pela idade, que publicitam o mais variado tipo de eventos, quer sejam exposições, festas populares em honra do santo padroeiro ou o típico bailarico do adro da igreja.
Quem percorre esta movimentada via, é contemplado com uma lixeira a certo aberto com cerca de 40 Kms de extensão, que inclui, além dos já descritos cartazes, milhares de latas e embalagens de plástico.

Num país que pretende ser um destino turístico privilegiado, não podemos obsequiar quem nos visita com imagens de absoluto desleixo e desrespeito pelo ambiente. :barafustar:
 

penatabua

Active Member
#16
Olá amigos,

De facto é de lamentar, a falta de programação, para limpar os trilhos, não esquecendo, que em determinados percursos, passamos em propriedades privadas, em que por vezes é dificil obter a autorização, esta ainda se torna mais dificil, quando esses proprietários se deparam com alguns espectáculos miseráveis. Esses proprietários podem ser penalizados pelos organismos estatais, por terem nas suas explorações, lixo no terreno.
Inclusive, quantos Parques Naturais vetam a autorização para eventos de BTT, por episódios do PASSADO.

Deixo aqui um "REPTO" a todos os organizadores, para "CARIMBAR" todos aqueles participantes, que forem identificados, ao deitar lixo para o chão, de forma grosseira e voluntária e vetar a sua participação em FUTUROS EVENTOS, contem com esta POSTURA em Idanha-a-Nova :wink:, compreendo que involuntáriamente, salte um papel do bolso traseiro, agora efectuar um gesto de atirar voluntariamente lixo para o chão doh :nana: :nana: :nana:.

Estamos a programar, ter uma zona para o people da competição, devidamente assinalada, após 200 metros do fornecimento dos liquidos, para ser ali deixado as garrafas utilizadas.

Abraço de Carlos Magro-penatabua
 
#18
Ontem dei uma volta por uns trilhos perto da minha casa (Torres Vedras), que aparentemente serviram para vários passeios. Ora o mais recente que houve foi o do Sobreiro Curvo no ínicio desde mês mas consegui identificar 3 "tags" diferentes.

2 com fitas da Câmara Municipal (é habitual aqui cederem fita para isto... o que é errado pois deviam pensar numa alternativa)
1 com placas em madeira espetadas em tudo o que era pinheiros e eucaliptos

Num desporto em que todos dizem ser amigos do ambiente isto faz-me alguma confusão. Está na altura de fazer alguma coisa não?
 
#19
Boas

No dia 13 de Maio, houve o passeio Maio, Mês do Coração, onde
a organização eram os Fidalbyke, do qual eu faço parte.

Neste passeio, sinalizamos toda a Mata da Machada, em que foi um dos locais por onde passamos
e que podia gerar alguma "confusão", visto que o passeio foi "para todas as idades".

Como já referi, sinalizamos toda a Mata, com placas de alumínio em que as mesmas tinham um tamanho razoável,
e à medida que todos iam passando, a malta que ia a fechar ia recolhendo as placas, pondo-as nos bolsos
dos Jersey, e nos Camelbak. :ideia:

É claro que um passeio destes não se compara a uma maratona...

Mas porque não ir alguém ou de mota, ou mesmo de jipe a recolher a sinalização :?: :!:...


Também já tenho visto fitas na Arrábida... Enfim!

Abraços
 
#20
Boas

A primeira maratona em que participei foi a nocturna da serra da malcata, isto em 2001, na altura eles tinham um jipe a fechar o percurso que recolhia a sinalizacao toda, logo aquilo ficava limpo no proprio dia.

Agora, na minha regiao pelo menos, ficam cah as sinalizacoes todas, desde passeios de bicicleta a motas e 4x4.

Eh uma puta confusao pra quem quer organizar uma prova e uma mah onda do caraças andarmos pelos trilhos e ver soh fitas, algumas das quais sao embalgens de batatas fritas que sao enormes

Os ultimos a deixar as fitas foi o pessoal de ourenta, pelo menos no sabado ainda lah tavam

Organizadores vejam se fazem alguma coisa, deixem de coçar a micose depois do passeio :evil: