Quedas com lesões graves

#21
boas
eu ja tive imensas quedas, devido ao facto de andar bastante de moto e de bike!! mas mais de moto(em competiçao)
mas já caí a 100i tal e é sempre na boa, nunca tive medo de nada!! será que é por ser novo, e so querer adrenalina, chegar sempre 1ºque os outros, etc etc??
abraço
 
#22
Eu também já tive uma ruptura de ligamentos em toda a perna direita! Numa descida bem rápida de gravilha o pneu da frente escorregou e eu fiquei aflito devido à velocidade com que ia e coloquei a perna direita no chão para não bater de frente contra um muro que estava bem perto. Resultado: a perna também escorregou e eu fiz a espergata de uma forma bem violenta. Um dos meus amigos que vinha comigo teve que chamar uma ambulância porque eu não conseguia praticamente aguentar as dores. Cheguei ao hospital de vila franca, tiraram-me uma radiografia e eu próprio vi quase todos os ligamentos arrebentados desde a bacia até ao tornozelo.
Isto foi o ano passado (em agosto), recuperei relativamente rápido dada a gravidade da lesão e há cerca de um mês que o médico deu-me permissão para voltar a andar de bike. O médico também me disse que agora os ligamentos dificilmente voltariam a romper porque quando os ligamentos recuperam de uma ruptura ficam bastante mais reforçados, portanto até posso ver uma vantagem resultante deste acidente!
Nós que praticamos um desporto considerado de risco devido às condições em que andamos (chuva, lama, pedras, árvores,automóveis , velocidades muitas vezes altas e sabe-se lá mais o quê) temos que estar conscientes dos acidentes e ter noção que nos podemos magoar a sério e portanto há que ter cuidado e usar as devidas protecções. Depois de um acidente grave temos é que levantar a cabeça, não desmotivar e voltar a fazer o que mais se gosta, no nosso caso o btt.
 
#23
Tive um único acidente e nem foi nos trilhos, foi a voltar para casa. Tinha acabado de comprar a bicla nova e estava todo entusiamado com o "tractor" (costumava andar com rodas 1.9 e passei para 2.1) vou na estrada a abrir numa descida para testar o comportamento, faço uma curva apertada, tudo controlado...até aparecer um simples pedra. A roda da frente passa por cima, mas resvala para o lado de fora da curva e eu fui ao chão. Salvei as mãos com as luvas, lixei os cotovelos, ante-braços, joelhos e as sapatinhas que tinha na altura foram para o lixo porque rasguei a biqueira de uma....basicamente voei e aterrei tipo "super-homem" (até tive sorte na queda). Fiquei com cicatriz no cotovelo esquerdo (deixei umas iscas no alcatrão) e andei um mesito até cicatrizar tudo. Tive sorte que conseguia trabalhar na boa, senão estava metido em trabalhos.
Depois disso nunca mais andei a abusar (principalmente a descer) e como tal até agora nunca mais caí. Não curto tanto, nem tenho aquelas descargas de adrenalina, mas sei que no dia seguinte estou a bater o ponto para trabalhar.
 
#24
boa tarde ,agora que a lesao esta relatimente recuperada o problema esta na fisioterapia que é dura e longa ja mexo k ombro/braço mais ou menos a vontade e estou quase no regresso ao trabalho ao fim de 4meses...vou ter consulta fisiatria e esperar pelo que a medica diz so ainda nao trabalho porque nao tenho a força necessaria ainda...boa pedaladas
 
#26
Boas,

Felizmente, caio muita vez, mas nunca me magoei com gravidade. Mas acho que algum dia terá de ser. Logo, tenho cuidado mas não ando obcecado por algum dia cair e me magoar com gravidade.
Faz parte!
 
#27
boa tarde ,agora que a lesao esta relatimente recuperada o problema esta na fisioterapia que é dura e longa ja mexo k ombro/braço mais ou menos a vontade e estou quase no regresso ao trabalho ao fim de 4meses...vou ter consulta fisiatria e esperar pelo que a medica diz so ainda nao trabalho porque nao tenho a força necessaria ainda...boa pedaladas
Como resultado de uma queda ao começar a pedalar, quase parado, tive de ser operado ao ombro esquerdo.
Um parafuso daqueles para segurar o esqueleto, retirado quase três meses mais tarde e outros tantos de fisioterapia e no final, foram quase seis meses de paragem.
Só te posso aconselhar paciência e aplica-te ao máximo nas sessões de fisioterapia. Eu fazia uma na clinica e outra em casa, quase igual e acredita que vale a pena para a recuperação futura.
 
#28
As melhoras, e acredita na recuperação bem feita e não na recuperação muito rápida (falo por experiência própria, ligamentos cruzados anteriores a vida, e uma recuperação rápida, MAS MAL FEITA ).
 
#29
estou +- 3semanas de fisioterapia e evidente que ja vejo umas melhorias segnificativas mas efidente que sao recuperaçoes longas e eu estava com muitas limitaçoes ,e o ortopedistas diz-me logo no dia que fui as urgencias que teria que fazer muita muita fisioterapia.....mas por acaso nao estou desaminado queria era estar bom pra poder andar novamemte:)obrigado a todos e boas pedaladas
 
#30
Boas,também tenho umas histórias de quedas para contar mas vou apenas falar da mais grave que tive. Na altura (com 17 anos) fazia XC,4X e bmx race ,como é normal no bmx e no 4X as quedas são ás "resmas". Apesar de a minha preferência sempre ter sido as pistas de vez em quando saltava uns dirts,pois foi num dirt bem grande que a coisa correu mal e cai de cabeça de uma altura brutal tendo fracturado 2 vértebras na cervical e deslocado a clavícula (ainda bem que tinha capacete integral....). Foi sem dúvida uma grande lição mas após um internamento de 3 semanas e quase um ano em recuperação voltei a andar de bike (4X inclusivé) e mais seguro e com mais confiança que nunca mas aos poucos fui deixando e acabei por vender as bikes de bmx e 4X que tinha. Neste momento e já 7 anos após a queda ando só em passeios e maratonas de BTT por pura diversão. E que diversão... ;)
A todos os que aqui relataram as suas quedas (e os que não relataram também) desejo as rápidas melhoras.

Abraço
Boas pedaladas (com juízo...)
 
#31
A ultima queda grave que tive custou-me 2 dedos partidos e 4 semanas "parado"...fora isso, esfoladelas até dizer chega, pulso torcido, pé torcido e nada de mais grave.
Então quando andava de BMX era um fartote, tenho um dedo da mão torto á custa disso.
É recuperar e andar para a frente, com mais calma de inicio, depois perdido o medo é sempre a rasgar...
 
#32
Suponho que tive sorte... as minhas quedas de bike foram praticamente todas na infância, e com uma BMX... :D Acho que na pior fiquei com os joelhos em papa... nada de grave.

Hoje em dia ando numa bike bem maior, muito melhor equipada, com capacete e vestuário mais apropriado. Acho que não tive (até à data) quedas piores porque o uso que faço é puramente lazer, e porque vou acompanhado de pessoal que leva a vida bem nas calmas... sem adrenalina, mas também sem tombos sérios. É claro que nem sempre depende apenas da velocidade ou da perigosidade dos trilhos, mas ajuda bastante.

Aos que tiveram a infelicidade de sofrer lesões graves, uma palavra de incentivo. Estas situações podem partir o corpinho todo, mas dificilmente nos quebram o espírito!

Que recuperem bem é o que desejo. Logo, logo a gente cruza-se nos trilhos!
 
#33
Até hoje tb não tive quedas graves alguns arranhões mas tb quando vejo que é perigoso não costumo arriscar prefiro fazer a coisa pelo seguro é que o btt não é o meu ganha pão e uma queda grave pode tirar-me o pão da mesa .o que não quer dizer que mesmo não arriscando não aconteça
 
#34
ola boa tarde ao fim de quase 3meses de fisioterapia penso que estou prestes a ter alta medica....a fisioterapeuta tambem o diz.
as melhorias sao muito muito grandes nem a propria acredita no quanto eu recuperei embora ainda sinto que falta força e alguma amplitude que so vou ganhar com o passar do tempo e algum trabalho de ginasio e nataçao....regresso previsto la para setembro para puder recuperar bem ate la paciencia e muito trabalho de recuperar...
boas pedaladas e obrigado a todos pelo apoio
 
#35
ola
faz amanha 15 dias que numa das minhas voltas de bicicleta de estrada cai
na altura estava a contornar uma rotunda nao ia muito depressa quando passo por uma zona com areia
e a roda da frente foge par o lado bati com o joelho no chao com alguma violencia....
conclusao parti a espinha da tibia
alguem com conhecimento causa ou por ser profissional na materia me sabe dizer quanto tempo vou ter de recuperaçao...??????????????
o medico diz que vou ter 4 semanas de geso...mas nao sera pouco tempo!!!!


um abraço
 
#36
Eu também nunca tive uma queda grave, mas tenho a certeza que é pelo meu Anjo da Guarda ter umas asas de 3,5 metros.

A última que tive foi daquelas estúpidas em camâra lenta.
Ia a subir um separador com terra no meio, e ao mesmo tempo estava a desviar-me de vários calhaus que estavam no chão, quando pouso a roda da frente perco o equilibrio e caio desamparado para o lado direito, sem ter tempo de desencaixar os pés dos pedais. Caí com a parte do "lombo" (um pouco acima da nâdega direita) mesmo em cima de uma coluna de granito.

Nem senti nada na altura pois ainda tinha o corpo quente do esforço mas ao tomar banho senti um desconforto nesta parte, mas nem liguei. No dia seguinte a dor estava mais acentuada e a minha mulher disse - "Já viste o tamanho da pisadura que tens aí atrás?"

Bem, tive mesmo para tirar uma foto quando me fui ver ao espelho - era mesmo um senhor hematoma.
Quase meia bisnaga de Hirudoid depois ficou impec.

Outros tópicos idênticos a este estão um pouco espalhados no fórum e digo a todos os que sofreram quedas graves o mesmo :

- Comparem sempre as lembranças das quedas que tiveram no Btt com os bons momentos que este também vos proporcionou.

As rápidas melhoras para o autor do tópico.

P.s - Já tive um acidente de carro com direito a despiste e a bater nos separadores a 110kmh e continuo todos os dias a andar de carro.
 
#37
também cai com algum aparato no fim de semana passado, ainda risquei bem o cromado lol, esta quinta montei me na burra outra vez e não é que a fazer as curvas tremia que nem vara verdes??? lol deixa lá ver como é amanha....:cool:
 
#38
Ora bem cá vai a minha historia, na primeira volta no mato com a malta do costume há cerca de um ano, eu tava habituado a andar na cidade sempre a abrir escadas uns saltos ia tudo sempre a dar, ate que chego ao monte a siga seeeempre a dar por cima de tudo nem via mto bem, ate que numa curva o conta kmts marcava cerca de 40 curva a esquerda siga contra curva a direita e pronto too fast para conseguir fazer a bike sair a direito conclusão bati com a frente numa pedra, a bike perde o contacto e la vou ao chão a velocidade era tal que deslizei uns bons metros sobre pedra..

escoriações por todo o lado inchaços ate dar cum pau mas na semana seguinte la estava, cheio de medo lool mas inteiro

O importante e pedalar :)
 
#39
Pessoal, ontem dei uma grande queda, fiquei com um hematoma enorme na coxa que até tem um arranhão/corte por cima, e uma joelho e canela tudo 'inxado'
Mas o que mais me preocupa é que tenho umas dores nos pulsos, porque apoiei-me neles na queda, e não trazia luvas (nas palmas sótive arranhões).
Moral da história: Não vão contra as pedras.
 
#40
Já tive algumas quedas, mas a mais grave foi na quinta-feira... Nem percebi bem como foi... Só sei que numa descida, relativamente larga, e sem obstáculos, a roda da frente fugiu e fui embater com as costelas num combro. Não conseguia respirar e após começar a respirar as dores eram quase insuportáveis. Pensei que tivesse partido alguma coisa. Fui ao Hospital e fiz raio-x e estava tudo bem, nada partido.
Resultado: um mês sem puder andar de bike.

As melhoras de todos.

Abraço,
Luís