qual a medida mais confortavel para o guiador de uma 29 er?

#21
Na minha opinião o aumento do comprimento do guiador nas 29er é apenas uma coincidência.
Antes da aposta forte nas 29er já estava a acontecer um "oversizing" nas bicicletas de BTT, mesmo em normalíssimas bikes para cross country 26" já estavam a aparecer as direcções cónicas, os eixos de 15mm à frente, os pneus mais largos... e também os guiadores mais largos.

A rolar em estradões e ciclovias não vai fazer diferença nenhuma, mas para quem faz BTT a sério, experimentem andar uns tempos com um guiador largo, depois voltem ao guiador curto e vão reparar que notaram mais a diferença do largo para o curto do que do curto a que estavam tão habituados para o largo que era tão largo.
Não é uma questão de força ou inércia, o controlo e estabilidade do guiador mais largo é que fazem a diferença, uma diferença que entre outras também contribui para a "magia" das 29er que faz muita gente trocar de bicicleta.

Eu agora estou com a mesma questão que este tópico, tenho um guiador de 700 mm que nunca o achei curto ou largo e comprei um guiador novo com 720 mm, que quando o montar vai continuar com esses 72 cm e depois logo se vê. Se o achar curto corto-o logo pela marca dos 69 cm que é um número mais engraçado.
 
#24
Boas! Este e um dilema que me tenho deparado, desde que comprei a minha Cannondale F29er. De origem vem um guiador de 700mm. Eu na outra bicicleta, e em anteriores sempre usei guiadores com 660mm. Ja troquei, fiz alguns quilometros com o 660mm, e ache na subidas e nos terrenos mais rolantes, preciso de mais algum "espaço". Bom agora coloquei novamente o de 700mm, que a vista e enorme, mas vou experimentar em andamento para ver qual a minha reacao. A primeira vista, parece-me mais "confortavel", e com mais controle na direcao! Vamos nos trilhos, e nos restantes pontos! Mas continuo a achar enorme...
 
#25
Eu tenho uma 29 e uso guiador de 700mm, mas muitas vezes numa posicao de pedalada mais relaxada coloco sempre as maos um bocado fora do guiador. Nunca reparei como é nas subidas, e descidas. Tenho d estar atento. :)
 
#26
Boas, a minha Trek (29er) vinha com um Bontrager 690mm, low riser 5mm, com 6º backsweep...creio...mas ainda me estou a adaptar...contudo pretendo trocar por um guiador Flat...
Passei de uma 26 com um kcnc sc bone, flat, de 600mm...e até ver até nem me dá dores nas costas, ombros ou nos pulsos ou punhos
 
#27
Já eu passei de um avanço de 100mm e guiador KCNC sc bone de 600mm para um avanço de 50mm e guiador KCNC sc bone de 710mm.
Ao inicio estava receoso, só sei que para mim este novo cockpit ficou no ponto! Não mexe mais! :D
A estabilidade é muito melhor e o peso do meu corpo ficou melhor distribuido, tornando a bike mais ágil e até mais fácil de controlar nas subidas (coisa que achava que iria perder)!
Ah...e a mudança foi na mesma bicicleta, roda 26"! :D

Isto vai muito de pessoa para pessoa.
 
#29
Tenho uma KTM Ultra 1964 LTD, que vem de origem com um guiador de 700mm (recto). Está na revisão neste momento e mandei pôr-lhe um guiador de 600mm, para experimentar um guiador menos largo. Após várias leituras aqui no Fórum acabei de concluir que dei um "salto" de tamanho muito grande, já que a maioria dos companheiros mudou somente para 680 ou 660mm... mas ao menos vou tirar conclusões bem claras sobre a diferença entre guiadores largos e guiadores curtos!
 
#31
Bem, sou competidor de xco e xcm a alguns anos e usava 640mm na minha 26, achava perfeito, nada a reclamar, quando mudei pra 29 coloquei um 660mm, mas esses dias fui inventar de rodar na bike do meu pai, com 720mm e a tentação por colocar um na minha esta grande, fiquei muito mais relaxado e senti bem mais fácil controlar a bike, senti melhora em subidas longas em pé, faço menos esforço pra manter o ritmo. Recebo minha bike nova no final desse ano, com certeza vai ter um guidom oversised. Creio que pra "XCO de verdade" o ideal seria uma medida acima de 680mm.
 
#32
Obrigado Pedro Barradas pela tua opinião e conselho. Eu comparei na loja os guiadores "a olho" e pareceu-me muito pouca a diferença entre o meu de 700mm e um de 680mm, por isso de impulso disse para colocarem um de 600mm, que comparei com o meu e pareceu-me fazer uma diferença a sério. Depois em casa comecei a lei aqui os posts do Fórum e comecei a desconfiar ter feito asneira. No Sábado vou buscar a bike e experimentá-la nesse dia e no Domingo e depois logo escrevo no que isto deu... Mas parece-me que vou ter que comprar outro guiador (não gosto de cortá-los) de 640 ou 660mm, como dizes. Abraço
 

SeteGu

Active Member
#33
Numa pesquisa rápida:

Segundo esta fonte:
O comprimento do guiador deve ser escolhido tendo em atenção a tua largura de ombros. A maioria dos guiadores de XC está entre os 58 e os 64 cm (incluindo alguns ligeiramente sobre-elevados), podendo depois ser cortados à medida. Deves ficar com os dois braços paralelos ou ligeiramente abertos. Este ajuste do comprimento do guiador assegura-te uma posição adequada para manobrares bem a tua bike.
E aqui:
(...) comprimento 4 a 6 cm superior ao da largura de ombro-a-ombro. O ciclista ficará assim com os dois braços paralelos ou muito ligeiramente abertos. Este ajustamento do comprimento do guiador assegura uma posição adequada para subir, curvar rapidamente, contornar árvores em trilhos sinuosos, e ainda para baixar o tronco e ganhar boa aerodinâmica em percursos rectilíneos e rápidos.
Se é exatamente assim ou não, não sei... mas gostava de saber.
 
#34
Obrigado pelas informações SeteGu. Depois de experimentar o guiador de 600mm no fim de semana darei o feedback. Como meço apenas 48cm de largura de ombros, agora com o teu post já fiquei mais esperançado de até não ter feito asneira... veremos em breve. Abraço
 
#36
Fontes muito antigas e baseadas em teorias para ciclismo de estrada,que de nada valem hoje em dia. Aliás até as bikes de estrada usam hoje guiadores mais largos do que antigamente.

Numa bike de rodas 29,com todo o efeito giroscópico das rodas em movimento,um guiador estreito só traz desvantagens. Na minha opinião 680mm é o mínimo para se ter controlo e um bom efeito alavanca a pedalar em pé. Pessoalmente se montar uma 29 irei para 720mm.
 

SeteGu

Active Member
#37
A info do 2º link é de 2009. A informação que coloquei é relativa a btt e não a estrada (segundo o texto).

Encontrei informação mais recente (2012):

O guiador da sua bicicleta de montanha deverá respeitar um principio importante, e que diz respeito ao seu comprimento.
Claro que com um guiador mais largo, será mais simples controlar a bicicleta, como por exemplo no downhill, mas se for para trilhos mais técnicos, irá ter grandes dificuldades em contornar alguns obtáculos. No caso de ser um guiador curto demais, irá ter dificuldade em controlar bem a bicicleta, em grandes descidas, e que precisem de grande controlo sobre a bicicleta..
Numa bicicleta de btt, o guiador deverá ser no máximo, do tamanho da largura Entre-Ombros.
Esta medição é feita, com o corpo encostado por exemplo numa parede, e a partir daí marcar por exemplo com um lápis a partir da sua distância no exterior do ombro, quer do esquerdo, quer do direito, e essa será a sua distância de "Entre-Ombros" que corresponderá ao comprimento mais correcto para o seu guiador.
EDIT:
... e informação de 2013:

Dentro do mesmo teatro e função, voltemos ao XCO, vamos comparar a largura de guiadores de uma bicicleta roda 26 e uma 29er. Para virar uma roda 29 o poder de alavancagem do guiador deve também ser superior, uma vez que a inercia e resistência á viragem é naturalmente superior. Mas consegue o guiador (extra) compensar este “défice”? Depende! Se conduz com as mãos mais afastadas vai naturalmente requisitar outros grupos musculares e em longas distancias, ou utilizações mais intensivas com frequentes mudanças de direção, vai também atingir a fadiga mais rapidamente, a são ser, é claro, que esteja no grupo de utilizadores para os quais as 29ers eram o elo que faltava.
... e informação de 2014:

Pois é que os guiadores agora são maiores para compensar a maior resistência à viragem da roda da frente. O aumento dos guiadores além de pedir a participação de grupos musculares adormecidos até hoje, aumentam também a torção do pulso quando a mão aperta o guiador.Dita a “norma” biomecânica que a largura do guiador deve corresponder à largura dos ombros do ciclista e então agora como ficamos?

Se usares esta “norma” numa bicicleta roda 26 ficas com uma bicicleta muito rápida a responder e difícil de controlar mesmo com muita força disponível, a estabilidade dita a obrigatoriedade de um guiador largo (chamemos-lhe a “lei da alavanca” deArquimedes).

A soma disto é pulsos doridos, principalmente para quem pedala mais horas, como é o caso de quem participa em maratonas.
Compensar isto e aumentar o conforto é relativamente simples: elimina o guiador reto.

O principio é simples e passo a explicar:

(...)

procura um guiador com o maior arco possível (nota: o arco do guiador deve estar orientado na direção dos teus braços).
Resumindo... segundo estas fontes:

-> A largura do guiador deverá aumentar para fazer face à maior resistência/inercia proporcionada pelo tamanho adicional das rodas (27,5/29).

-> A dita "norma biomecânica" é aplicável a guiadores totalmente retos.

-> O guiador poderá ser maior que a largura dos ombros se for arqueado de forma a respeitar o "novo" ângulo que o pulso irá fazer.

Ou seja... idealmente não deve acontecer isto:

Exemplo de um pulso ligeiramente torcido a exercer pressão sobre a articulação.
 
Last edited:
#38
A minha nova montada, tem 2 semanas, é uma 29'', está com 680mm, incluindo os punhos ( medida em linha recta e punhos ERGON GS1), Pensava que estaria algo comprido.. mas não parece-me que está perfeito.

É claro que em trilhos haverá que ter alguma atenção extra, pois tenho o cockpit um pouco mais largo do que tenho na 26'' (650mm com os punhos - são uns ergon GX2)

Os apontamentos que o SetEgu, listou, são pertinentes, e temos de ser criticos face a geometria da nossa montada, da disciplina que praticamos e ter em atenção a nossa ergonomia pessoal.
 
Last edited:

SeteGu

Active Member
#39
Já agora... mais uma fonte que entretanto encontrei (2014):

Um guiador mal posicionado, ou uma postura incorreta de acordo com o guiador que se usa origina na maioria dos casos:

  • Dores na palma da mão;
  • Dedos dormentes;
  • Picadas e dormência nos pulsos.


Exemplo de má postura sobre o guiador.

A VERDE – a pressão ideal.
A LARANJA – a pressão minima desejável.
A VERMELHO – excesso de pressão sobre o nervo ulnar, situação que origina dormência dos dedos

 
Last edited:
#40
Tanto quanto sei,não existem no mercado guiadores totalmente rectos. O normal é terem 5º de curvatura,embora hajam vários com mais ou menos. Penso que o mínimo rondará os 3º (alguns modelos da 3T,por exemplo).

A questão de esforçar pulsos ou grupos musculares diferentes será um preço a pagar pela eficiência e controlo. As bicicletas de suspensão total também poupam muitas dores e lesões e as pessoas continuam a teimar que as rígidas é que é.