Pertencer a uma mesa de voto.

abelha2

Active Member
#1
Ora bem, perante o cenário de eleições antecipadas que se avizinha, eu gostaria de pertencer a uma mesa de voto, pois como estudante, aquele dinheirinho dava-me um certo jeito.

Como devo fazer para pertencer? alguem sabe?

É necessário estar filiado a algum partido?

obrigado
 
#2
Já que estamos em crise tambem gostaria de pertençer mas por outras razões :) seria por voluntariado já que cada eleição é mais uma despesa (que em parte é paga um pouco por todos nós), multiplicando o numero de mesas e de pessoas pagas dará um valor bem grande para não falar no que os partidos gastam com as eleições.
Mas de politica nada percebo .......
 

abelha2

Active Member
#3
a unica informação que tenho é que é habito geralmente serem pessoas do partido, que doam esse dinheiro que recebem ao partido. Mas se alguem tiver mais informação, agradeço, e penso que o amigo nars tambem ;)
 
#4
As pessoas normalmente sao indicados pelas concelhias do partido, nao sendo necessario ser filiado em nenhum partido, por isso o factor cunha eh 98% de garantia de um lugar ;)

Aqui na minha localidade, havia uma mesa em que era a irma, cunhado e primo do vice-presidente de junta, estranho nao?!
 
#6
Há duas coisas que não gosto de discutir, futebol e religião, mas vou abrir uma excepção.

Tanto quanto sei é-se realmente indicado pelas concelhias dos vários partidos, sendo que cada partido têm representantes na mesa para garantir a veracidade do sufrágio.
Porém, e como igualmente dito anteriormente, o dinheiro que se aufere por esse serviço por norma reverte para o partido ao qual a pessoa é afiliada.

Para fazer parte de uma mesa ou se é indicado pelo partido ou então pelas cunhas, como seja por exemplo conhecer um presidente de mesa.

Quanto ao seres estudante, e eu também o sou, fazer uso de um serviço cívico como tacho e ser maneira de sacar 70 euros sem fazer a ponta de um corno faz-me um bocado de espécie, mas compreendo-te (já fiz parte de uma mesa e ninguém me pagou nada - era delegado).
Na actual conjuntura só não mama quem não pode, e embora possa não ser o teu caso há muita gente a esfregar as mãos de contente pois mais umas eleições, mais umas lecas a entrarem em que a única coisa que se faz é NADA ou muito proximo disso. A única coisa chata é o tempo que se perde...
 

abelha2

Active Member
#7
Compreendo a tua posição. Não queria ir para lá por cunha, e alías não vou, pois como foi dito acima é preciso uma cunha, e não tou para pedir isso a ninguem. Se fosse tipo uma inscrição, em que depois eram sorteadas as pessoas que iam para lá, acho que era uma forma legitima de ganhar o dinheiro. Preferia passar lá o domingo a "trabalhar" seja esse um trabalho arduo ou não, do que pedir aos meus pais, o dinheiro para comprar o que necessito.

Era apenas mais um "biscate" dos que por vezes faço, para ir juntando dinheiro que tanta falta nos faz a todos. Visto que na area onde vivo não é minimamente viável ser trabalhador-estudante, mas as propinas têm de ser pagas todos os anos ;)
 
#8
E se levares com a propina máxima como eu até abanas...

Compreendo a necessidade dos biscates, mas usar umas eleições como fonte de rendimento faz-me alguma espécie...
Alias, na freguesia onde estive para os elementos das mesas de votos até um lanche existe, mas este senhores não comem qualquer coisa.

Fiquei escandalizado quando vi que o lanche ia ser febras, leitão, pão e para beber cerveja e vinho (água não que enferruja), e ainda assim estavam lá uns senhores muito indignados porque nas legislativas tinha havido cabrito!
Faz-se dum sufrágio um casamento, e é por isso que no fim, já com toda a gente bem bebida, as contagens correm mal...
Não estou a generalizar, mas caminhamos para um buraco tão grande...
 
#9
Foi a primeira vez que ouço falar de dinheiro entregue aos partidos... Aqui na minha zona e não só, só ouço falar de casos em que ficam com o pagamento! Aproveito para dizer que sou abertamente contra esse pagamento!
 
#10
Podes ir à tua junta de freguesia oferecer-te para a bolsa de eleitores, que é tipo os suplentes, mas assim ao menos eles sabem que estás interessado. Mas é na câmara municipal que decidem que vai para a mesa de voto. Não faças contas com esse dinheiro para nada, eu fui nas presidenciais e o dinheiro tarda em chegar... mas já sabia que era assim.
Para quem pensa que isto é muito bem pago, posso dizer que dá cerca de 5€ por hora, o mesmo que uma empregada das limpezas ganha aqui na minha zona e a responsabilidade é outra...

cumps
 
#11
Lamento informa los...mas isso de ir para as mesas de fotos é outra historia! o que dizeram em cima em parte é verdade, mas as coisas funcionam mais da seguinte forma: os diversos partidos das diversas regiões do pais internamente dão nomes de militantes, ou apoiantes do seu partido! Estando por norma em cada mesa uma pessoa de cada partido!

Bem isto é o que sei que se passa na minha área de residência...e creio que é mais ou menos assim no resto!
 
#12
Devia haver pelo menos uma pessoa de cada partido para garantir que não há "batota", mas depois à o presidente, vice, secretário e dois escrutinadores, que não são nomeados pelos partidos, mas que como é óbvio os partidos têm muita influência na câmara e na junta resultando em aparecer mais pessoas dos partidos nesses lugares.
 
#15
Olá a todos,
Isso de estar presente na mesa de votos, como já foi dito, funciona praticamente por cunha.....
Já me inscrevi para umas eleições, onde um dos representantes da junta de freguesia trabalha comigo e até foi ele que me entregou o papel para a inscrição.
Antes de me inscrever perguntei como é que eram seleccionados, e ele explicou que iam ver as habilitações, idade, etc. Conclusão, não fui seleccionado (apesar de frequentar o ensino superior), mas isso não é o mais relevante, o que mais me deixou com uma certa revolta é que quem estava na mesa de voto no dia das eleições, era o irmão, (sem qualquer formação e sem ser militante de algum partido), e gente bastante próxima deste, também sem ter qualquer formação académica e sem serem militante de qualquer partido!
Atenção, não era aquele dinheiro que me ia "tirar o pé da lama" como se costuma dizer, porque felizmente tenho trabalho e consigo conciliar os estudos, mas são estas atitudes que deixam muito a desejar, e claro....... estamos em Portugal :(
 
#16
como eu já referi anteriormente por cunha não quero ir.

Se esse pagamento deveria ou não existir, eu na minha OPINIÃO acho que devia, mas nao deviam ser os 70/75€ que penso que se recebe, talvez menos. Mas a titulo gratuíto, a não ser os representantes dos partidos, penso que não haveria quem fize-se esse trabalho, pois pouca gente está disponivel para dar um domingo de graça, sobretudo na conjuntura actual.

Se podesse ser seleccionado por sorteio ou algo do genero, certamente ía inscrever-me, pois era como um outro trabalho qualquer, a meu ver, e como era um extra no meu orçamento apertado, dava jeito para comprar uns calçoes ou uns sapatos, para andar de bicla, porque os que tenho deixam-me o rabo numa miséria. Mas sendo necessário uma cunha, tambem aguento mais algum tempo, até que arranje outra coisa para fazer.

Mas obrigado pelas dicas a todos.
 
#17
Caro abelha2,

Na minha opinião, e se é esse o teu objectivo, acho que fazes bem em te inscreveres.
Se te inscreveres aí ficas com a certeza se consegues "entrar" ou ñão para a mesa de voto! Imagina... se entrares, e depois verificares que foi com cunha, e isso fica-te a pesar na consciência, podes negar esse cargo, e é para esses casos de desistência que existe uma lista de pessoal que está na reserva (para substituir alguém que não possa ir).

Em relação ao pagamento.... se podia ser gratuito? Claro que podia..... Quem deveria estar presente nas mesas a titulo gratuito? Muito simples, os representantes de cada partido! Ou estes só querem andar a comer/beber, passear de terra em terra durante a campanha e depois chega a hora de trabalhar, ninguém quer!

É nestas pequenas coisas, que estamos como estamos, e com estas mentalidades, dificilmente se chega a um lado. Quer dizer..... até chegam, mas é só quem lá está a aproveitar o "tacho".

Desculpem o pequeno desabafo, mas é a minha humilde opinião!
 
#18
Antigamente não se recebia nada por estar nas mesas de voto e acho que devia ser assim, tipo recruta militar a calhar a vez a todos e não se podia passar.

Era uns valentes trocos que se poupava nas eleiçoes, porque receber 75€ por cada elemento de mesa e uma mesa tem 5 elementos, eh muita fruta.
 
#20
mesa

Sou a favor que as pessoas que são recrutadas para as mesas sejam pagas, se é obrigado a ir porque ir de graça? O mínimo que o governo deve fazer é pagar pelo seu dia de trabalho como qualquer empresa normar, já está bem de exploração do povo.