Perder peso - O meu caso.

#1
Exponho o meu caso e quero realçar que é o MEU caso. Pode não se aplicar a todos, como é óbvio.

Sinceramente já li tanta coisa acerca de perder peso que nunca cheguei a conclusão nenhuma, ou melhor, cheguei à conclusão que o melhor mesmo é fazer exercício regularmente.
Já ouvi dizer que correr devagar é que é, mas também já li acerca de programas de treino conhecidos por HIIT.
Conto-vos aqui o que faço para perder peso. Não sei quanto peso mas desde que comecei a dar mais no duro perdi cerca de 6cm de barriga (de 114cm para 108cm) em aproximadamente 6meses.

O que faço é:

Exercício
Cerca de 45mn de bike no mínimo, 2 vezes por semana no mínimo e pelo meio arranjei um programa de flexões de braços, dos melhores exercícios que se podem fazer, visto que abrange desde os músculos peitorais, triceps, dorsais, romboíde, deltoíde, em diferentes proporções, claro, um programa para a pança que inclui crunches, abdominais tradicionais, elevações joelho-barriga e outro para as pernas que consiste em squats. Ao Sábado jogo football com os amigos e de vez em quando faço 20 minutos de corrida (jogging ou HIIT) ... se me apetecer que é coisa rara.
O que me interessava era trabalhar grandes grupos musculares, coxas e barriga (nunca esquecer exercícios para as costas para compensar os abdominais). Desenvolvendo estes grupos que são grandes consumidores de "fuel", acaba-se , passo a redundância, por consumir mais fuel. Essa fuel pode vir de hidratos de carbono, gordura ou em casos extremos, dos músculos.
Esse "programa" de musculação, começa com poucas repetições e poucas séries e ía aumentando gradualmente. Posso dizer que faço 3 a 6 vezes mais do que fazia ao principio (por ex: fazia 10 flexões, agora faço 60).

Não tenho pulsometro nem conta-km, somente um relógio de pulso que uso para controlar as minhas bike rides. Como é que controlava o meu esforço? Biologicamente. Se sentia que estava "a dar o berro" então abrandava e recordava-me desse "berro". Agora passo nesse sítio e lembro-me: "REBENTAVA AQUI!!!"
Comecei por fazer circuitos. Tinha um circuito que comecei a fazer e demorava 37 minutos e chegava a casa todo partido e demorava 2 a 3 dias a recuperar. Hoje faço em 24minutos, chego fresco a casa e no outro dia estou pronto. Já só uso este circuito para controle.
Comecei a andar com uns amigos e consigo "esperar" por alguns que têm melhor forma do que eu e menos 30kg.

Alimentação
Nunca achei que comia mal. Continuo a comer o mesmo (sopa, carne, peixe, verduras) de todas as formas mas poucos fritos, bolos e doces. Mas comecei a comer MENOS. Essa história "corta aqui e corta ali" comigo não pega. Se comer não fosse para dar prazer, já andávamos a comer comida de astronauta há muito tempo. Domingo é para comer a bela pratada.
Há uma coisa em que cortei, ... no álcool. Principalmente depois do exercício. À noite bebo uma Pedras que é o isostar dos pobres e àgua ou sumos, pelo menos nesses dias. Depois do exercício, o corpo está a queimar fuel, durante uma belas horas. Se mamar umas cervejas, o corpo tem de eliminar essas cervejas e deixa de eliminar fuel e retarda a reparação muscular que se dá no descanso.

Isso de não misturar arroz com batata para mim não me diz nada. O que interessa é a quantidade de hidratos de carbono, proteína e lípidos que entram. O corpo é como o Ministro das Finanças: "Quero lá saber se são de 10 ou de 100, tem é de entrar na quantidade certa".
Deixar de comer pão e arroz, massa, batata, manteiga, azeite, etc, é em meu ver errado. Se está na "Roda dos Alimentos" é para comer com a devida proporção e moderação.

Bebo uma infusão de manhã (reduzi o leite). Infusão de sene + cavalinha + chá verde + carqueja. Compra-se, e em igual proporção mistura-se e faz-se a infusão. Chamo-lhe "CHÁ BOMBA", porque passado umas horas de o tomar, tenho de ir correr para o "trono". Devido ao sene. Ao que me informei não existem contra-indicações PARA MIM. Mas cada um DEVE INVESTIGAR E VER SE LHE PODERÁ FAZER MAL.
ÁGUA, ÁGUA E MAIS ÁGUA. Ajuda na recuperação muscular e mais.
Antes de um ride: 1 café, nozes e banana.

Descanso
Maior parte do pessoal não liga muito a isto mas o descanso é fundamental. Porque perder peso não é "uma prova de 100m". Demora tempo. E se demora tempo há que ter paciência.
É durante o sono que se dá a reconstrução muscular, logo, uma boa noite de sono é fundamental. Fazer exercício e uma "directa" é arruinar o exercício. E no meu caso, ao princípio entre rides, fazia 48h a 72h de recuperação. Hoje já posso fazer entre 24h e 48h. Entre rides, fazia o meu exercício de musculação. Um dia parte superior do corpo, noutro parte inferior. Assim, dá tempo a uma parte recuperar enquanto a outra trabalha.

Alerta
Ter atenção a uma coisa: abusar do exercício pode levar a um "desaceleramento" metabólico. O corpo humano é uma máquina espectacular. Li por aí que se depois de muito tempo sem fazer nenhum, começarmos a fazer exercício à bruta, o corpo começa por perder peso, mas a certa altura pode entender que poderá haver um problema sério e reduz o metabolismo para o consumo energético ser menor. Daí haver, para muitos, um período em que se contínua um bocado gordo apesar de ter aumentado o exercício.
Horas = -Kg não é fórmula directa. Cuidado com o abuso.

Resultados
Menos 6 cm de barriga.
Tenho os braços, peito e barriga mais definidos, apesar de na barriga se notar o "teclado" ainda ter uma camada de gordura que VAI sair, mas com o tempo.
Um pouco mais de resistência mas notória melhoria a nível de recuperação quer a curto prazo (durante o exercício) quer a médio prazo (entre exercícios/dias).
Visto o que não vestia há 3 anos e mais. Camisas por dentro das calças, cinto a precisar de furos, T-shirt que não toca na pança.
No footbal: mais ágil, mais forte, mais rápido... o jeito é que é o mesmo :(
Subo escadas mais depressa e com menos esforço, quase sem suar o sovaco, caminho mais depressa e acompanho quem não acompanhava antes e nalguns casos até mais rápido
Melhor auto-estima (elogios: estás mais magro?... melhor mesmo quando vêm de fêmeas :cool: )

Conclusão

Não conheço nenhuma fórmula mágica para perder peso, mas tenho a certeza que a perseverança que tive, as dores que tive (traseiro, pernas, braços, costas, gengivas, cabelo, etc), as cargas de água que apanhei, os banhos de sol, as ondas de calor, os mosquitos que comi (NÃO CONTAM PARA A DIETA. BAIXO TEOR CALÓRICO), o pó (de estrada, não de Maradona), valeram a pena e estão a valer. Cada furo no cinto é uma victória, cada subida sem desmontar é outra, cada minuto outra, cada km outra. Com esforço e perseverança mas nunca com privação.

Meço 181cm, há 4meses pesava 110kg, não sei quanto peso agora porque a balança era da minha ex e é um bocado chato lá entrar agora para me pesar. Não sou balofo e a minha Hardrock sofre tanto como eu, ou mais :D

Lema no cavalo de alumínio:
"Só mais este bocado, só mais este bocado, só mais este bocado..."
 
#2
muito bom chefe :) eu posso dizer que nao comecei a praticar BTT por necessidade , mas posso admitir que melhorou a minha condição e aparência física :D Nunca me arrependo mas para o pessoal q tá a iniciar cuidado com os abusos na pratica !!
 
#3
muito bom chefe :)... eu posso dizer que não comecei a praticar BTT por necessidade , ...
Eu também não. Já tenho o meu cavalinho desde 2005, se não estou enganado. E nessa altura precisava menos do que preciso agora. Comprei porque gosto de bikes. Mas já que a tenho, tento tirar bom partido dela. As pernas começam a faltar para andar a correr, o jeito para a bola é pouco (só se for à baliza, mas é mais pela insanidade do que pela habilidade).
Não sei se com vocês se passa o mesmo, mas comigo maior parte das vezes parece-me que me falta mais pista para andar. Um gajo anda 1h em estrada e mato e não quer de lá sair. Então se for maior parte mato, aí é que é o Diabo...
 
#4
A forma mais eficaz de perder peso é correndo. Disso não tenho dúvidas por experiência própria. Agora tenho 63 e pesei 80 kg.
Tenho muito pouca massa gorda, muito boa condição física e uma boa definição muscular geral, inclusivamente nos abdominais. Isto à custa de muito trabalho de corrida e também da bicicleta, claro, mas essencialmente é na corrida que se perde muitas calorias. Para dar uma ideia, perdia cerca de 800 calorias em cada corrida de 1h, isto 5 vezes por semana. Juntando uma alimentação cuidada é óptimo para perder os kg a mais.

Cumprimentos,
Paulo Vides
 
#5
Boas Paulo.

Correr faz parte do meu treino, só que ... detesto correr!!! A não ser que seja atrás de alguma coisa... uma bola, por exemplo. Bike é mais engraçado porque nos vamos divertindo. Uma poça aqui, um salto ali, um susto acolá e um gajo nem dá pelo cansaço.

Mas tenho de admitir que correr desde que não seja em terrenos muito duros e com bom calçado, é o melhor exercício para perder peso.
 
#6
O teu treino basicamente é algo do genero daquilo que foi discutido no topico "Ajuda a perder peso". Os treinos de HIIT são muito bons, e são mais divertidos e curtos do que a corrida normal, devagar, e chata de uma data de minutos... eheh

Que exercicios fazes para as costas? O melhor são as elevações "Pull-ups" (e as suas variações, de braços abertos ou fechados, palmas das maos viradas para a frente ou para tras).

Isso de dizer que faço 60 flexões não diz muito... Será que são 60 flexões em que sobes e desces muito lentamente, ou são flexoes de macaco em que tás ali a subir e a descer super rapido com uma forma horrivel ? :D Se forem mesmo 60 bem feitas, então tens que adicionar dificuldade a isso! Como fazer flexoes com pesos nas costas. Ou outras variantes.

Para abdominais, experimenta os "planks" para variar um pouco, uma vez que são mais amigáveis das costas. E são exercicios de contracção isometrica. Mas para teres abdominais, nao é a exercitar este musculo que os vais conseguir ter. É eliminando a gordura corporal até teres uma percentagem de massa gorda muito baixa (<10%).

Boa continuação, estás lá! (tanto a nivel motivacional como a nivel de resultados / plano de exercicio).
 
#8
Eheh, eu por acaso não tenho routinas de exercicio. Faço um pouco de tudo com regularidade, mas só faço o que me apetece quando me apetece.

Este é o meu exercicio preferido: Cavar trilhos! É do melhor para perder peso e ganhar caparro :lol:



Obra concluida, em pleno verão, com chão seco e rijo como o raio: milhares de calorias gastas!

http://img248.imageshack.us/img248/2309/releve2.png

Subir e descer de bike: Mais uma porrada de calorias com o raio :D

MALUCO!? Com todo o gosto :D
 
#9
Exponho o meu caso e quero realçar que é o MEU caso. Pode não se aplicar a todos, como é óbvio.

Sinceramente já li tanta coisa acerca de perder peso que nunca cheguei a conclusão nenhuma, ou melhor, cheguei à conclusão que o melhor mesmo é fazer exercício regularmente.
Já ouvi dizer que correr devagar é que é, mas também já li acerca de programas de treino conhecidos por HIIT.
Conto-vos aqui o que faço para perder peso. Não sei quanto peso mas desde que comecei a dar mais no duro perdi cerca de 6cm de barriga (de 114cm para 108cm) em aproximadamente 6meses.

O que faço é:

Exercício
Cerca de 45mn de bike no mínimo, 2 vezes por semana no mínimo e pelo meio arranjei um programa de flexões de braços, dos melhores exercícios que se podem fazer, visto que abrange desde os músculos peitorais, triceps, dorsais, romboíde, deltoíde, em diferentes proporções, claro, um programa para a pança que inclui crunches, abdominais tradicionais, elevações joelho-barriga e outro para as pernas que consiste em squats. Ao Sábado jogo football com os amigos e de vez em quando faço 20 minutos de corrida (jogging ou HIIT) ... se me apetecer que é coisa rara.
O que me interessava era trabalhar grandes grupos musculares, coxas e barriga (nunca esquecer exercícios para as costas para compensar os abdominais). Desenvolvendo estes grupos que são grandes consumidores de "fuel", acaba-se , passo a redundância, por consumir mais fuel. Essa fuel pode vir de hidratos de carbono, gordura ou em casos extremos, dos músculos.
Esse "programa" de musculação, começa com poucas repetições e poucas séries e ía aumentando gradualmente. Posso dizer que faço 3 a 6 vezes mais do que fazia ao principio (por ex: fazia 10 flexões, agora faço 60).

Não tenho pulsometro nem conta-km, somente um relógio de pulso que uso para controlar as minhas bike rides. Como é que controlava o meu esforço? Biologicamente. Se sentia que estava "a dar o berro" então abrandava e recordava-me desse "berro". Agora passo nesse sítio e lembro-me: "REBENTAVA AQUI!!!"
Comecei por fazer circuitos. Tinha um circuito que comecei a fazer e demorava 37 minutos e chegava a casa todo partido e demorava 2 a 3 dias a recuperar. Hoje faço em 24minutos, chego fresco a casa e no outro dia estou pronto. Já só uso este circuito para controle.
Comecei a andar com uns amigos e consigo "esperar" por alguns que têm melhor forma do que eu e menos 30kg.

Alimentação
Nunca achei que comia mal. Continuo a comer o mesmo (sopa, carne, peixe, verduras) de todas as formas mas poucos fritos, bolos e doces. Mas comecei a comer MENOS. Essa história "corta aqui e corta ali" comigo não pega. Se comer não fosse para dar prazer, já andávamos a comer comida de astronauta há muito tempo. Domingo é para comer a bela pratada.
Há uma coisa em que cortei, ... no álcool. Principalmente depois do exercício. À noite bebo uma Pedras que é o isostar dos pobres e àgua ou sumos, pelo menos nesses dias. Depois do exercício, o corpo está a queimar fuel, durante uma belas horas. Se mamar umas cervejas, o corpo tem de eliminar essas cervejas e deixa de eliminar fuel e retarda a reparação muscular que se dá no descanso.

Isso de não misturar arroz com batata para mim não me diz nada. O que interessa é a quantidade de hidratos de carbono, proteína e lípidos que entram. O corpo é como o Ministro das Finanças: "Quero lá saber se são de 10 ou de 100, tem é de entrar na quantidade certa".
Deixar de comer pão e arroz, massa, batata, manteiga, azeite, etc, é em meu ver errado. Se está na "Roda dos Alimentos" é para comer com a devida proporção e moderação.

Bebo uma infusão de manhã (reduzi o leite). Infusão de sene + cavalinha + chá verde + carqueja. Compra-se, e em igual proporção mistura-se e faz-se a infusão. Chamo-lhe "CHÁ BOMBA", porque passado umas horas de o tomar, tenho de ir correr para o "trono". Devido ao sene. Ao que me informei não existem contra-indicações PARA MIM. Mas cada um DEVE INVESTIGAR E VER SE LHE PODERÁ FAZER MAL.
ÁGUA, ÁGUA E MAIS ÁGUA. Ajuda na recuperação muscular e mais.
Antes de um ride: 1 café, nozes e banana.

Descanso
Maior parte do pessoal não liga muito a isto mas o descanso é fundamental. Porque perder peso não é "uma prova de 100m". Demora tempo. E se demora tempo há que ter paciência.
É durante o sono que se dá a reconstrução muscular, logo, uma boa noite de sono é fundamental. Fazer exercício e uma "directa" é arruinar o exercício. E no meu caso, ao princípio entre rides, fazia 48h a 72h de recuperação. Hoje já posso fazer entre 24h e 48h. Entre rides, fazia o meu exercício de musculação. Um dia parte superior do corpo, noutro parte inferior. Assim, dá tempo a uma parte recuperar enquanto a outra trabalha.

Alerta
Ter atenção a uma coisa: abusar do exercício pode levar a um "desaceleramento" metabólico. O corpo humano é uma máquina espectacular. Li por aí que se depois de muito tempo sem fazer nenhum, começarmos a fazer exercício à bruta, o corpo começa por perder peso, mas a certa altura pode entender que poderá haver um problema sério e reduz o metabolismo para o consumo energético ser menor. Daí haver, para muitos, um período em que se contínua um bocado gordo apesar de ter aumentado o exercício.
Horas = -Kg não é fórmula directa. Cuidado com o abuso.

Resultados
Menos 6 cm de barriga.
Tenho os braços, peito e barriga mais definidos, apesar de na barriga se notar o "teclado" ainda ter uma camada de gordura que VAI sair, mas com o tempo.
Um pouco mais de resistência mas notória melhoria a nível de recuperação quer a curto prazo (durante o exercício) quer a médio prazo (entre exercícios/dias).
Visto o que não vestia há 3 anos e mais. Camisas por dentro das calças, cinto a precisar de furos, T-shirt que não toca na pança.
No footbal: mais ágil, mais forte, mais rápido... o jeito é que é o mesmo :(
Subo escadas mais depressa e com menos esforço, quase sem suar o sovaco, caminho mais depressa e acompanho quem não acompanhava antes e nalguns casos até mais rápido
Melhor auto-estima (elogios: estás mais magro?... melhor mesmo quando vêm de fêmeas :cool: )

Conclusão

Não conheço nenhuma fórmula mágica para perder peso, mas tenho a certeza que a perseverança que tive, as dores que tive (traseiro, pernas, braços, costas, gengivas, cabelo, etc), as cargas de água que apanhei, os banhos de sol, as ondas de calor, os mosquitos que comi (NÃO CONTAM PARA A DIETA. BAIXO TEOR CALÓRICO), o pó (de estrada, não de Maradona), valeram a pena e estão a valer. Cada furo no cinto é uma victória, cada subida sem desmontar é outra, cada minuto outra, cada km outra. Com esforço e perseverança mas nunca com privação.

Meço 181cm, há 4meses pesava 110kg, não sei quanto peso agora porque a balança era da minha ex e é um bocado chato lá entrar agora para me pesar. Não sou balofo e a minha Hardrock sofre tanto como eu, ou mais :D

Lema no cavalo de alumínio:
"Só mais este bocado, só mais este bocado, só mais este bocado..."

Boas amigo
Vou seguir estas tuas dicas pois também preciso de perder peso
 
#10
Boas Carvalhinho, motivação não te falta e isso é já uma vitória na tua saga. Como referes a tua forma física e psicológica tem vindo a melhorar gradualmente e a cada dia que passa os resultados vão melhorando. Dizes que após 6 meses de treino e melhoria na tua dieta alimentar perdes-te cerca de 6cm de barriga, se pesavas 110kg há 4 meses atrás, então na altura de começares esta tua "aventura" (6 meses antes) devias pesar muito mais. Independente de tudo e para os teus 1,81m tinhas seguramente uns 30 a 40 kg a mais do recomendado. Inicialmente é fácil de reduzir peso e centímetros mas depois começa a ser mais difícil e requer realmente um longo trabalho.
Acho curioso que em tão pouco tempo de “vida” nestas andanças toques num tema bastante importante, que normalmente poucos focam, o teu alerta.
O Alerta que referes é pena que o tenhas lido algures e não sentido na pele, realmente o “overtraining” é responsável pela redução metabólica e não só aplicável a quem começa a praticar qualquer tipo de exercício, como aos que dele fazem estilo de vida. Pessoalmente afirmo que o maior responsável pela redução metabólica ou como normalmente apelido de “bloqueio” é a redução da ingestão calórica numa percentagem acima do admitido. Por vezes estamos de tal forma entusiasmados e metabolicamente despertos que caímos no erro. A redução do peso a aumento da massa gorda é resultado dessa redução metabólica e consequente queima de massa muscular como fonte energética, o corpo em estado de fome prefere tal como nós “comer” carne magra em vez de gordura. Para quem não tiver a sensação de escutar o corpo, deve usar o monitor cardíaco. O estado de “fome” não deixa com que as pulsações subam de maneira normal, atingindo valores baixos mesmo em esforço, sinal que alguma coisa está mal.
Portanto estás no bom caminho mas ainda te falta uma grande caminhada pois esses 6cm são uma vitória apesar de isso não ser quase nada. Estará na altura de reformulares a tua vida alimentar e prática de exercício?

Abraços
 
#11
Viva.
Aproveito a deixa para colocar a minha pergunta.

Peixinhus, importas-te de explicar melhor:
"(...) O estado de “fome” não deixa com que as pulsações subam de maneira normal, atingindo valores baixos mesmo em esforço, sinal que alguma coisa está mal."

Quando dizes que as pulsações não sobem e atingem valores baixos isso quer dizer o quê. Tendo por exemplo eu, teoricamente 180bpm de máximo, e normalmente o máximo ronda os 165bpm poderei não estar a treinar correctamente?


Obrigado
 
#12
Que exercicios fazes para as costas? O melhor são as elevações "Pull-ups" (e as suas variações, de braços abertos ou fechados, palmas das maos viradas para a frente ou para tras).

Isso de dizer que faço 60 flexões não diz muito... Será que são 60 flexões em que sobes e desces muito lentamente, ou são flexoes de macaco em que tás ali a subir e a descer super rapido com uma forma horrivel ? :D Se forem mesmo 60 bem feitas, então tens que adicionar dificuldade a isso! Como fazer flexoes com pesos nas costas. Ou outras variantes.
Para as costas só estou a fazer as flexões e lombares tradicionais. Por vezes faço um exercício para dorsais que é joelho e mão num banco corrido (ou em dois bancos) enquanto o outro baixo puxa o peso ao peito. Pull-ups (elevações) não posso fazer porque não tenho nem espaço nem material para isso.
As flexões, faço-as de maneira normal. Demora +/- 2 segundos a fazer cada uma e tento (digo tento porque para o fim é mais complicado) colocar o corpo a 90º ou menos com o braço.
 
#13
... Independente de tudo e para os teus 1,81m tinhas seguramente uns 30 a 40 kg a mais do recomendado. Inicialmente é fácil de reduzir peso e centímetros mas depois começa a ser mais difícil e requer realmente um longo trabalho.

Acho curioso que em tão pouco tempo de “vida” nestas andanças toques num tema bastante importante, que normalmente poucos focam, o teu alerta.

(...)

Portanto estás no bom caminho mas ainda te falta uma grande caminhada pois esses 6cm são uma vitória apesar de isso não ser quase nada. Estará na altura de reformulares a tua vida alimentar e prática de exercício?

(..)
Bem Peixinhus, isto parece um bocado complicado explicar porque parece sempre que me estou a desculpar. 40 kg a mais não tenho nem nunca tive de certeza mas tenho a certeza que tenho mais 10 ou 15kg. O meu peso ideal devia ser +/- 95kg. Podes referir a tabela de peso/altura mas isso para mim é treta. Qualquer jogador de Rugby (ex no meu caso) tem peso a mais segundo as tabelas.
Se pesasse 80kg era mau sinal. Era sinal que perdia massa muscular à bruta e provavelmente já estava com algum crise renal devido à Rabdomiólise.

Dou-te aqui dois exemplos de que essa tabela pode só servir para dar menos (ou mais) trabalho a ALGUNS nutricionistas e médicos.

João "Pipas" Correia - Capitão da Selecção Nacional de Rugby - 27 anos, 1.75m e 103 Kg. Tem, segundo as tabelas, um IMC (Índice de Massa Corporal) de 34.41. IMC 30 este menino é OBESO (???).

Cristiano Ronaldo - ... toda a gente sabe quem é - 25 anos, 1.85m e 85kg - IMC 23.37 ... IDEAL

Vejam algumas fotos do Pipas e digam-me se ele é OBESO... um gajo por não ser bonito e não ter pescoço não quer dizer que ele seja gordo...

Nestes dois grandes atletas tenho a certeza de uma coisa: numa piscina, o C.Ronaldo bóia melhor que o pipas.

Também não ando nisto há 2 dias, e quanto mais não seja a Internet dá-nos acesso a muita informação, boa e má. Dentro das nossas capacidades, temos de investigar qual é uma e outra. Considero-me um auto-didacta e estou sempre a aprender.
Relativamente a reformular a minha vida alimentar. Bem, já vos disse que não acredito em privações. Se dá gozo uma bela Chanfana (é da minha zona) então força. Agora, ninguém passa a vida a comer pratadas todos os dias e eu também não. Não como erradamente nem como tanto como possam pensar, mas como cada corpo/metabolismo é um caso, no meu caso ainda posso cortar mais umas garfadas.

Dou-vos um exemplo de uma característica dos vários metabolismos.
Como menos que um amigo meu que pesa 65kg a quem eu chamo carinhosamente de ... "Máquina de fazer Cocó". E no meu caso engordo e ele pesa o mesmo desde a 1ª classe (quase). Se estivéssemos os dois naquela mina no Chile, qual de nós aguentava mais tempo com uma bolacha por dia???

Abraço e obrigado pela tua ajuda.
 
#14
Boas amigo
Vou seguir estas tuas dicas pois também preciso de perder peso
Agueda, este é o MEU caso. Espero que possas tirar uma ideias deste caso mas também deves tirar umas ideias com outro pessoal aqui do forum que percebem deste tema mais do que eu e dá uma volta pela net e biblioteca que encontras mais informação. NÃO TE CINJAS A UM ÚNICA FONTE.
 
Last edited:
#15
Bem Peixinhus, isto parece um bocado complicado explicar porque parece sempre que me estou a desculpar. 40 kg a mais não tenho nem nunca tive de certeza mas tenho a certeza que tenho mais 10 ou 15kg. O meu peso ideal devia ser +/- 95kg. Podes referir a tabela de peso/altura mas isso para mim é treta. Qualquer jogador de Rugby (ex no meu caso) tem peso a mais segundo as tabelas.
Se pesasse 80kg era mau sinal. Era sinal que perdia massa muscular à bruta e provavelmente já estava com algum crise renal devido à Rabdomiólise.

Dou-te aqui dois exemplos de que essa tabela pode só servir para dar menos (ou mais) trabalho a ALGUNS nutricionistas e médicos.

João "Pipas" Correia - Capitão da Selecção Nacional de Rugby - 27 anos, 1.75m e 103 Kg. Tem, segundo as tabelas, um IMC (Índice de Massa Corporal) de 34.41. IMC 30 este menino é OBESO (???).

Cristiano Ronaldo - ... toda a gente sabe quem é - 25 anos, 1.85m e 85kg - IMC 23.37 ... IDEAL

Vejam algumas fotos do Pipas e digam-me se ele é OBESO... um gajo por não ser bonito e não ter pescoço não quer dizer que ele seja gordo...

Nestes dois grandes atletas tenho a certeza de uma coisa: numa piscina, o C.Ronaldo bóia melhor que o pipas.

Também não ando nisto há 2 dias, e quanto mais não seja a Internet dá-nos acesso a muita informação, boa e má. Dentro das nossas capacidades, temos de investigar qual é uma e outra. Considero-me um auto-didacta e estou sempre a aprender.
Relativamente a reformular a minha vida alimentar. Bem, já vos disse que não acredito em privações. Se dá gozo uma bela Chanfana (é da minha zona) então força. Agora, ninguém passa a vida a comer pratadas todos os dias e eu também não. Não como erradamente nem como tanto como possam pensar, mas como cada corpo/metabolismo é um caso, no meu caso ainda posso cortar mais umas garfadas.

Dou-vos um exemplo de uma característica dos vários metabolismos.
Como menos que um amigo meu que pesa 65kg a quem eu chamo carinhosamente de ... "Máquina de fazer Cocó". E no meu caso engordo e ele pesa o mesmo desde a 1ª classe (quase). Se estivéssemos os dois naquela mina no Chile, qual de nós aguentava mais tempo com uma bolacha por dia???

Abraço e obrigado pela tua ajuda.
Essa coisa do IMC foi feita para sedentários obcecados com a balança.

Por isso é que, quando querem perder peso, os nutricionistas (refiro-me aos sem escrúpulos, bem entendido) atacam-lhes a massa muscular que, como sabemos, é mais pesada que a camada adiposa. Basta ver as dietas do tipo "Atkins" onde são sacrificados os hidratos...

Conclusão: perda "miraculosa" e rápida de peso (à custa da saúde).

Para um não-sedentário o que conta, realmente, é a percentagem de gordura corporal e essa só pode ser aferida com a bio-impedância e não com uma mera balança...
 
#16
gordura corporal e essa só pode ser aferida com a bio-impedância e não com uma mera balança...
Existe outro metodo de analisar a gordura corporal, ou pelo menos medir os progressos, através desta jinga-joga / especie de péclise...que custa meia duzia de euros:

[video=youtube;6rCOi-RSAsc]http://www.youtube.com/watch?v=6rCOi-RSAsc[/video]

Procurem no google por "Skinfold Caliper"

EDIT: No site do scooby está muito melhor e tem uma calculadora:
http://www.scoobysworkshop.com/bodyfatCalculator.htm